A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MICROPOLUENTES DA ÁGUA

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MICROPOLUENTES DA ÁGUA"— Transcrição da apresentação:

1 MICROPOLUENTES DA ÁGUA
Luciana Terra Stella Bartoli Disciplina: Recursos Hídricos Professora: Elizabeth 2010

2 MICROPOLUENTES CONCEITO
Os micropoluentes são substâncias presentes em baixas concentrações em águas superficiais e subterrâneas, esgotos domésticos e outros resíduos. São componentes em escalas nano e micro, porém são persistentes e vêm se acumulando cada vez mais no ecossistema. Outro agravante é que apenas metodologias específicas (como a ozonização) são capazes de deter ou absorver esses micropoluentes, que passam por filtros comuns. Foto 1: Rio contaminado por Cobre dado à exploração de minério. Fonte: <http://www.vivaterra.org.br/vivaterra_metais_pesados.htm>, 2010

3 MICROPOLUENTES ORGÂNICOS
CARACTERÍSTICAS Resistentes à degradação biológica. Fenômeno da bioacumulação. Alguns são cancerígenos ou mutagênicos. Exemplos: Gráfico 1 - Quantidade vendida de defensivos agrícolas, em produto comercial, Brasil, a) Defensivos agrícolas: Fonte: <http://www.quimica.com.br/revista/qd396/images/foto07.jpg>, 2010 Fonte: <http://www.iea.sp.gov.br/out/imagens/ana-defen0705f2.gif>, 2010

4 MICROPOLUENTES ORGÂNICOS
CARACTERÍSTICAS b) Detergentes Sintéticos: Fotos 4 e 5: Espumas provenientes de detergentes sintéticos no Rio Tietê, São Paulo, Região de Pirapora do Bom Jesus. Fonte:<http://www.mundoeducacao.com.br/upload/conteudo_legenda/2eaefe11bb99e8fa4ca953d9f15a1823.jpg>, 2010 Fonte: <http://matiascallone.blogspot.com/2008/07/el-ro-que-se-volvi-espuma.html>, 2010

5 MICROPOLUENTES ORGÂNICOS
CARACTERÍSTICAS c) Produtos Farmacêuticos: Suas propriedades químicas persistentes, alto potencial para bioacumulação e baixa biodegradabilidade podem ter efeitos adversos, sendo estes efeitos na maioria dos casos desconhecidos. Fotos 6,7,8,9: Produtos farmacêticos que contém propriedades químicas persistentes, consideradas micropoluentes. Fonte:<http://www.google.com.br/images?um=1&hl=ptBR&biw=1003&bih=592&tbs=isch%3A1&sa=1&q=ciprofloxacina%2C+ampicilina%2C+amoxicilina+e+cefalexina&btnG=Pesquisar&aq=f&aqi=&aql=&oq=&gs_rfai=>, 2010

6 MICROPOLUENTES ORGÂNICOS
ORIGEM Natural: Vegetais com madeira (tanino, lignina, celulose, fenóis). Antropogênica: Despejos industriais, processamento e refinamento de petróleo. Foto 10: Lignina- Ligninas não são digeríveis nem absorvidas pelo sistema digestivo. Elas podem se ligar aos ácidos biliares e outros compostos orgânicos, retardando e diminuindo sua absorção no intestino delgado. Fonte: <http://www.alphanatura.com/exportproduct/ITA/np3-11.html>, 2010

7 MICROPOLUENTES ORGÂNICOS
IMPORTÂNCIA SANITÁRIA Caracterização de corpos d’água. Caracterização de águas residuárias brutas e tratadas. Caracterização de águas de abastecimento brutas e tratadas. Unidade: μg/L (ppb) ou mg/L (ppm)

8 MICROPOLUENTES INORGÂNICOS
CARACTERÍSTICAS Tóxicos em sua maioria. Concentração na cadeia alimentar. Concentrações pequenas em ambientes aquáticos. Exemplos: Metais pesados como: - Arsênio Foto 11- Contaminação por arsênio inorgânico, Bangladesh. Manchas na pele, sensação de ardor, cansaço crónico, perda de sensibilidade nas extremidades, gangrena nos órgãos internos que pode evoluir para cancro, principalmente de pele, bexiga e pulmão são alguns sintomas da intoxicação. Fonte: <http://aquamicus.blogspot.com/>, 2010

9 MICROPOLUENTES INORGÂNICOS
CARACTERÍSTICAS - Crômio Foto 12- Sukinda, Índia, Tem como fonte de poluição a mineração de crômio. O crômio hexavalente é um tipo de aço carcinogênico usado para dar cor ao couro. Fonte: <http://superdicas.de/variedades/top-10-cidades-mais-poluidas-do-mundo.html>, 2010

10 MICROPOLUENTES INORGÂNICOS
CARACTERÍSTICAS - Chumbo Foto 14 – Como o chumbo reage no corpo humano. Foto 13 - Chumbo em pó. Fonte:<http://www.derivata.com.br/admin/imgproduto/%7B1A439A9B-525E-4E2B-BAC0-EF81AB8C4104%7D_Chumbo1.jpg>, 2010 Fonte:<http://www.cimm.com.br/portal/conteudo/noticias/imagem/Image/chumbo(1).jpg>, 2010

11 MICROPOLUENTES INORGÂNICOS
CARACTERÍSTICAS - Mercúrio Foto 16 – Tabela representativa. Caminhos mércurio até intoxicação homem. Foto 15 – Mercúrio utilizado no garimpo. Fonte: <http://www.ecodigital.org.br/a_art15.htm>, 2010 Fonte: <http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/meio-ambiente-poluicao/imagens/luminosa40.jpg>, 2010

12 MICROPOLUENTES INORGÂNICOS
ORIGEM Natural: Rochas matrizes, minérios de diferentes camadas de solo. Foto 17 – Prata bruta. Fonte:<http://www.agracadaquimica.com.br/imagens/artigos/prata%20bruta.jpg>, 2010

13 MICROPOLUENTES INORGÂNICOS
ORIGEM Antropogênica: - Despejos industriais; - Atividades mineradoras; - Agricultura; - Atividades de garimpo. Foto 18 – Efluente industrial. Foto 19 – Garimpo. Fonte:<http://www.diaadia.pr.gov.br/tvpendrive/modules/mylinks/viewcat.php?cid=16&min=260&orderby=titleA&show=10>, 2010 Fonte: <http://www.minasdehistoria.blog.br/2009/03/o-estatuto-do-garimpeiro-e-o-garimpo-tradicional/>, 2010

14 MICROPOLUENTES INORGÂNICOS
IMPORTÂNCIA SANITÁRIA Caracterização de águas residuárias brutas e tratadas. Caracterização de corpos d’água; Caracterização de águas de abastecimento brutas e tratadas. Unidade: μg/L (ppb) ou mg/L (ppm)

15 MICROPOLUENTES REMOÇÃO MICROPOLUENTES
Tratamento de águas por filtração por membranas: - Tecnologia que utiliza membranas como uma barreira seletiva que filtra as partículas líquidas ou retém moléculas de tamanho e peso molecular maior que o diâmetro dos poros. - Técnica promissora para remover pesticidas e outros micropoluentes da água. - Remoção por NANOFILTRAÇÃO(NF) ou ULTRAFILTRAÇÃO(UF) combinados a processos como adsorção e oxidação. - Eficiente - Alto custo de implantação.

16 MICROPOLUENTES REMOÇÃO MICROPOLUENTES
Tratamento de águas por filtração por membranas: -Utilização de pressão hidráulica como força motriz para separar a água dos seus contami- nantes. Foto 20 – Características do processo de separação por membranas. Fonte:

17 MICROPOLUENTES PARÂMETROS QUALIDADE ÁGUA
A legislação que diz respeito aos micropoluentes variam de Estado para Estado. Deliberação Normativa COPAM n° 10, de 16 de dezembro de 1986 – Estabelece Normas e Padrões para qualidade das águas, lançamento de efluentes nas coleções de águas, e dá outras providências. - Teores máximo de substâncias potencialmente prejudiciais (teores máximos) para as águas de Classe 1: Arsênio: ,05 mg/L As Chumbo: ,03 mg/L Pb Cobre: ,02 mg/L Cu

18 MICROPOLUENTES PARÂMETROS QUALIDADE ÁGUA
Deliberação Normativa COPAM n° 10, de 16 de dezembro de 1986 - Teores máximo de substâncias potencialmente prejudiciais (teores máximos) para as águas de Classe 1: Mercúrio: ,0002 mg/L Hg Prata: ,01 mg/L Ag Dieldrin: ,005 µg/L Endrin: ,004 µg/L

19 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Universo ambiental. Disponível em: <http://www.universoambiental.com.br/AGUA/Agua_NocoesQualidade3.htm>. Acesso em: 12 ago. de 2010. VON SPERLING, Marcos. Introdução à qualidade das águas e o tratamento de esgotos. 3ª ed. Belo Horizonte. Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental – Universidade de Minas Gerais, 2005. Scielo. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S >. Acesso em 27 ago. de 2010.

20 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Ambiente Augm. Disponível em: <http://www.ambiente-augm.ufscar.br/uploads/A2-007.pdf.>Acesso em: 26 de ago. de 2010. Alpha Natura. Disponível em: <http://www.alphanatura.com/exportproduct/ITA/np3-11.html>. Acesso em: 26 de ago. de 2010. Bvsde. Disponívem em: <http://www.bvsde.paho.org/bvsaidis/tratagua/peru/braapa165.pdf>. Acesso em: 26 ago. de 2010.

21 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Tiabrasil. Disponível em: <http://www.tiabrasil.com.br/metodos-nanofiltracao.php>. Acesso em 27 de ago. de 2010. NovaAmbi.Disponível em: <http://www.novaambi.com.br/pdfs/copam.pdf>. Acesso em 29. de ago. de 2010. Águas Igam. Disponível em: <http://aguas.igam.mg.gov.br/aguas/htmls/aminas_indi_quali.htm#>. Acesso em 29 de ago. de 2010


Carregar ppt "MICROPOLUENTES DA ÁGUA"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google