A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MEIO AMBIENTE E GESTÃO AMBIENTAL Por que estudar?.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MEIO AMBIENTE E GESTÃO AMBIENTAL Por que estudar?."— Transcrição da apresentação:

1 MEIO AMBIENTE E GESTÃO AMBIENTAL Por que estudar?

2 ORIGEM Ambiente = latim e o prefixo ambi; ao redor de algo, entorno e envoltório.

3 Meio ambiente Ambiente natural e o artificial. O ambiente físico e o biológico originais e o que foi alterado, destruído e construído pelos humanos, como áreas urbanas, industriais e rurais. Esses elementos condicionam a existência dos reses vivos, portanto meio ambiente não é apenas o espaço onde os seres vivos existem ou podem existir, mas a própria condição para a existência de vida na terra.

4 Tipos de ambientes 1.Fabricado ou desenvolvido pelos humanos, constituídos pelas cidades, parques industriais e corredores de transportes como rodovias, ferrovias e portos. 2.Ambiente domesticado, que envolve áreas agrícolas, florestas plantadas, açudes, lagos artificiais etc. 3.Ambiente natural, matas virgens e outras regiões auto-sustentadas pela luz solar e outras forças da natureza.

5 Quem provoca os problemas ambientais? Os problemas ambientais provocados pelos humanos decorrem do uso do meio ambiente para obter recursos necessários para produzir bens e serviços que estes necessitam e dos despejos de materiais e energia não aproveitados no meio ambiente. Mas isso nem sempre gerou degradação ambiente, em razão da escala reduzida de produção e consumo e da maneira pela qual os seres humanos entendiam sua relação com a natureza e interagiam com ela.

6

7 Colisão: civilização x planeta terra

8 Explosão populacional

9 Crescimento populacional Nos últimos duzentos anos ele representa uma ruptura completa com as tendências predominantes durante os milênios em que o ser humano habitou a terra. Segundo os cientistas nossa espécie apareceu, há 160 – 190 mil anos, até a década de Jesus Cristo e Júlio Cesar a população humana havia alcançado 250 milhões de pessoas.

10 Independência EUA – 1776 população mundial havia aumentado para 1 bilhão.

11 1945 a população do globo acabava de passa 2 bilhões

12 Durante a minha vida à população aumentou para 6,5 bilhões

13 Minha geração a verá chegar a 9 bilhões de pessoas no mundo

14 Principal ponto de atenção O ponto principal que o gráfico ilustra, é simples e poderoso: foram necessárias, mais de 10 mil gerações para a população alcançar 2 bilhões de pessoas. Então esse número disparou para 9 bilhões durante uma única geração.

15 O aumento populacional ocorre principalmente em países em desenvolvimento, onde se concentra a maior parte da pobreza do mundo.

16 O rápido crescimento populacional aumenta a demanda por:

17 Água

18 Energia

19 Alimentos

20 Exerce enorme pressão sobre áreas vulneráveis, especialmente as florestas tropicais.

21 Nossas novas tecnologias, combinadas com nossa população tão numerosa, nos tornaram, coletivamente, uma força da natureza

22 E os que dispõem de mais tecnologias têm maior obrigação moral de utilizá-las com sabedoria. Essa é uma questão política.

23 Nossos avanços em ciência e tecnologia nos trouxeram melhorias em áreas como a comunicação e a medicina, entre outras.

24 VELHOS HÁBITOS + NOVAS TECNOLOGIAS

25

26 Da mesma forma, sempre exploramos a terra para o nosso sustento, utilizando tecnologias relativamente básicas durante a maior parte da nossa existência, por exemplo, arar, irrigar, escavar a terra. No entanto, mesmo essas tecnologias tão simples hoje se tornaram muito mais poderosas. Nos dias de hoje temos uma capacidade muito mais profunda de transformar a superfície do planeta. Da mesma forma todas as atividades humanas são realizadas com ferramentas muito mais poderosas, que acabam trazendo consequências imprevisíveis.

27 VELHOS HÁBITOS + NOVAS TECNOLOGIAS Os problemas ambientais provocados pelos humanos decorrem do uso do meio ambiente para obter os recursos necessários para produzir bens e serviços que estes necessitam e dos despejos de materiais e energia não aproveitados no meio ambiente.

28 VELHOS HÁBITOS + NOVAS TECNOLOGIAS Mas isso nem sempre gerou degradação ambiental, em razão da escala reduzida de produção e consumo e da maneira pela qual os seres humanos entendiam sua relação com a natureza e interagiam com ela.

29 Escala de produção O aumento da escala de produção tem sido um importante fator que estimula a exploração dos recursos naturais e eleva a quantidade de resíduos.

30 Revolução Industrial É comum apontar a linha de produção como um marco importante na intensificação dos problemas ambientais. A maior parcela de emissões ácidas, de gases de estufa e de substâncias tóxicas resulta das atividades industriais.

31 O lixo gerado pela população cada vez mais está composto por restos de embalagens industriais

32 A escala de exploração de recursos e das descargas de resíduos cresceu a tal ponto que passou a ameaçar a possibilidade de subsistência de muitos povos na atualidade e nas gerações futuras.

33 Meio ambiente como fonte de recursos O capital, entendido como meio de produção criado pelo trabalho humano para produzir outros bens e serviços, aparece tardiamente na história da humanidade. Os recursos naturais são bens e serviços originais ou primários dos quais todos os demais dependem. Produzir é transformar bens e serviços naturais para satisfazer as necessidades e desejos humanos.

34 Desejo ou necessidade?

35 Recursos naturais RENOVÁVEIS RENOVÁVEIS / NÃO RENOVÁVEIS Não altera com o uso Energia, ventos, mares Alteram-se com o uso Esgotam-se mantém ou Aumentam (colheita, Rebanhos, madeira ALTERAM-SE COM O USO Ar, água, beleza cênica Navegabilidade, ciclos De nutrientes, retenção Sedimentos, filtro solar Biodiversidade ESGOTAM-SE COM O USO Petróleo, carvão mineral, Gás natural, energia Nuclear ESGOTÁVEIS, MAS RECICLADOS Areia, argila, granito, metais

36 Meio ambiente como fonte de recursos Excetuando a energia solar que incide diretamente sobre o planeta, os demais recursos renováveis podem exaurir, dependendo de como elas são usados ou de como a natureza é afetadas pelas transformações naturais e humanas.

37 As plantas são consideradas recursos renováveis, mas uma arvore que leva mais de 200 anos para fornecer um determinado tipo de madeira é na realidade um recursos não renovável na escala humana.

38 As espécies vivas deixam de ser recursos renováveis se a sua exploração comprometer a sua capacidade de reprodução, o que pressupõe que apenas certa quantidade anual poderia ser extraída para uso humano. Essa quantidade denomina-se rendimento sustentável de um lado recurso renovável em uma área e a quantidade máxima de exploração que equilibra a capacidade de regeneração com a quantidade coletada é o rendimento máximo sustentável.

39 40 litros X = Necessidade diária de água potável para cada pessoa. Ainda tem que atender: Outras espécies. Outros usos: irrigação, navegação, processos industriais, limpeza, geração energia. ÁGUA

40 Enquanto você toma a sua garrafa de água 1,2 bilhão de humanos continuam vivendo na pobreza e sem acesso a água potável e quase 2,5 ainda precisam de saneamento adequado.

41 O acesso a água potável é um problema gravíssimo e de difícil solução Meta da ONU até 2015 reduzir a meta da população sem acesso Permanente e sustentável á água potável. Como a oferta do produto É bastante desigual tem-se ai um pomo de discórdia explosivo.

42 RECURSOS E NÍVEL DE PRODUÇÃO O nível de produção que o meio ambiente pode sustentar tem gerado polêmicas acirradas há muito tempo. Os posicionamentos e as propostas relativas a essa questão variam do otimismo ao pessimismo extremo. A escassez de recursos naturais sempre foi uma das maiores preocupações humanas, mas foi a partir da revolução industrial que essa questão gerou uma das visões mais pessimistas, principalmente a partir da obra Ensaio sobre a população publicada em Partindo da premissa de que a paixão entre os sexos é necessário, e quando não controlada, tende a aumentar numa progressão geométrica, enquanto os meio de subsistência cresceriam numa proporção aritmética, o que acabaria resultando em escassez de alimentos.

43 Thomas Malthus *14/02/ /12/1834

44 POBRE O equilíbrio entre a oferta de demanda de alimentos seria restabelecido pelas guerras, doenças, pestes e outros freios positivos, segundo as palavras de Malthus, uma vez que ele não acreditava na capacidade dos seres humanos, principalmente nos mais pobres, de refrear preventivamente seus impulsos em razão de restrições morais e controle da natalidade.

45 POLÍTICAS PÚBLICAS Malthus condenava as políticas em defesa dos pobres, como a Lei dos Pobres, que começaram a ser introduzidas na Inglaterra desde o início do século XVII, pois incentivavam os pobres a aumentar ainda mais a sua prole, ampliando o descompasso entre população e meio de subsistência. Malthus também condenava os sindicatos, pois no sem entender, conceder melhores salários aos trabalhadores estimularia o crescimento populacional.

46 OTIMISMO Contrariando Malthus, encontram-se aqueles que demonstram otimismo exagerado em relação aos recursos necessários à vida humana. Estes se baseiam na crença que de qualquer problema de escassez no presente ou no futuro próximo será solucionado mais adiante, de modo que sempre haverá a possibilidade de substituição de insumos e processos produtivos.

47 OTIMISMO ESGOTAMENTO / POSTURA CORNUCOPIANA À media que o mercado visualiza a possibilidade de esgotamento de um certo recurso natural, o seu preço de mercado aumentaria e isso estimularia as atividades de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico para melhor aproveitar esse recursos escasso, bem como para encontrar alternativas para substituí-lo.

48 Cornucópia

49 ADAM SMITH *05/06/ /07/1790

50 ADAM SMITH Independente do solo,clima, ou extensão territorial de uma determinada nação, a abundância ou a escassez de bens de que irá dispor dependerá de duas circunstancias: 1.Da habilidade,da destreza ed bom senso com que o trabalho é executado. 2.Da proporção entre os que e3xecutam e os que não executam o trabalho útil, sendo que a primeira parece ser mais importante que a segunda.

51 Julian Simon

52 CORRENTE CORNUCOPIANA Esse autor afirmava que os seres humanos sempre souberam resolver seus problemas. Prova disso é a melhor qualidade de vida de que a humanidade dispõe hoje comparativamente ao passado. E quanto mais pessoas, maior a capacidade para resolver problemas. O crescimento da população ao elevar os preços constitui uma oportunidade para os empreendedores procurarem novos meios para resolver os problemas de escassez, desde que haja economia livre.

53 EXCESSO DE PESSOAS NO PLANETA? COMO RESOLVER?


Carregar ppt "MEIO AMBIENTE E GESTÃO AMBIENTAL Por que estudar?."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google