A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aspectos Ortopédicos e Traumatológicos em Geriatria Profa.Karen B.A.Costa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aspectos Ortopédicos e Traumatológicos em Geriatria Profa.Karen B.A.Costa."— Transcrição da apresentação:

1 Aspectos Ortopédicos e Traumatológicos em Geriatria Profa.Karen B.A.Costa

2 Envelhecimento Biológico Ocorre o envelhecimento biológico de todas as estruturas do corpo; Ossos:Diminuição dos minerais e da matriz óssea (Osteopenia, Osteoporose) Articulações: 1. Sinoviais: processo degenerativo da carilagem. 2. Não sinoviais: calcificação do tecido fibroso

3 Envelhecimento Biológico (cont) Músculos: perda de massa muscular, queda na qualidade da contração, diminuição da força muscular, diminuição da coordenação dos movimentos => Quedas Tendões: diminuição dos tenoblastos, fibras colágenas e elásticas

4 Sendo assim... O envelhecimento provoca diminuição da estatura. Diminuição dos arcos dos pés Aumento das curvaturas da coluna

5 Patologias ortopédicas comus em Geriatria / articulações comprometidas Ombro 4 artics: acrômio-clavicular, escápulo-umeral, escápulo-torácica e esterno-clavicular Realiza todos os movimentos existentes Envelhecimento biológico do ombro: Solicitações mecânicas Envelhecimento estrutural dos tendões

6 Ombro (continuação) Impacto do manguito contra o acrômio Afecções mais encontradas em idosos: tendinite calcárea do supraespinhoso rupturas tendinosas síndrome do impacto capsulite adesiva ombro congelado fratura do colo do úmero

7 Punho e Mão Afecções mais observadas em idosos: Síndrome do túnel do carpo: compressão dos tendões flexores e do n. mediano Tenossinovites: espessamento das bainhas tendinosas Fratura de Colles: 1/3 distal do rádio. Punho em garfo

8 Fraturas de punho

9 Coluna Artrose da coluna vertebral; abordagem isolada das afecções Estenose lombar degenerativa: sintomas se iniciam pelos MMII, pioram com a marcha e aliviam em repouso e flexão de tronco. Encunhamento vertebral: torácica (cifose progressiva)

10 Fraturas de vértebras

11 Coluna (continuação) Espondilolistese degenerativa: L4- L5 Espondilolistese congênita (L5-S1) QC: lombalgia e lombociatalgia

12 Coluna (continuação) Osteoartrose cervical: características diferentes de acordo com a localização dos osteófitos osteófitos anteriores: disfagia osteófitos laterais: isquemia vértebro basilar (cefaléia, zumbido) osteófitos posteriores:cervicobraquialgia

13 Quadril Osteoartroses: tratamento cirúrgico: indivíduos mais jovens (40-50) – Osteotomia/ Artroplastia; indivíduos mais idosos – Artroplastia Total

14 Quadril (continuação) Fraturas: por traumas mínimos ou fratura por estresse. O tto é cirúrgico => mobilização precoce. Evitar inconvenientes da permanência no leito. As mais comuns em idosos: fratura do colo de fêmur e fratura transtrocanteriana

15 Joelho Lesões meniscais: degeneração dos meniscos, rompimento em lesões simples Fratura de patela: traumas diretos (patelectomia parcial ou total)

16 Joelho (continuação) Osteoartroses: femuropatelar e femurotibial Tto conservador (do peso, redução de esforços, medicação, Fisioterapia). Tto cirúrgico em casos de sintomatologias graves e incapacitantes. Osteotomias (realinhamento do eixo) Artroplastias

17 Tornozelo e pé Hálux valgo, dedos em martelo => comprometimento deambulatório. Tratamento geralmente conservador (palmilhas e Fisioterapia)

18 Tornozelo e pé (continuação) Metatarsalgias: muito frequente (alterações biomecânicas,enfermid ades no antepé) Bursites retrocalcanianas Esporão de calcâneo/ Fasceíte Plantar


Carregar ppt "Aspectos Ortopédicos e Traumatológicos em Geriatria Profa.Karen B.A.Costa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google