A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR Reunião com professores - Março de 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR Reunião com professores - Março de 2011."— Transcrição da apresentação:

1 PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR Reunião com professores - Março de 2011

2 É um programa de formação continuada semipresencial orientado para a formação de professores de Língua Portuguesa e Matemática. O QUE É O GESTAR II? Reunião com professores - Março de 2011

3 Tornar os professores competentes e autônomos para desencadear e conduzir um processo de ENSINO CONTEXTUALIZADO. O que é um ensino contextualizado? OBJETIVOS Reunião com professores - Março de 2011

4 Formação continuada e aprimoramento da prática pedagógica e profissional do professor de Língua Portuguesa e Matemática. Formação continuada e aprimoramento da prática pedagógica e profissional do professor de Língua Portuguesa e Matemática. OBJETIVOS Melhorar o processo de ensino aprendizagem da Língua Portuguesa e Matemática. Criar uma nova escola, que contemple a complexidade do mundo. Desenvolver o aluno, tornando-o autônomo, crítico, criativo e cooperativo. Construir uma proposta de trabalho participativa e interativa. Reunião com professores - Março de 2011

5 Melhorar a capacidade de compreensão e intervenção sobre a realidade sócio-cultural. OBJETIVOS Proporcionar aos professores a oportunidade de conhecer novas estratégias de atuação e de adequá-las à sala de aula. Desenvolver nos professores as competências de saber formular, resolver e introduzir um conteúdo a partir de situações problemas relacionadas ao contexto social que envolve a Língua Portuguesa e a Matemática, de forma não subordinada a um currículo linear. Reunião com professores - Março de 2011

6 MATERIAL DO PROGRAMA 6 cadernos de Teoria e Prática (TP). 6 cadernos de Atividades de Apoio à Aprendizagem (AAA) – Versão do professor. 6 cadernos de Atividades de Apoio à Aprendizagem (AAA) – Versão do professor. 6 cadernos de Atividades de Apoio à Aprendizagem (AAA) – Versão do aluno. 6 cadernos de Atividades de Apoio à Aprendizagem (AAA) – Versão do aluno. 1 Guia Geral Reunião com professores - Março de 2011

7 ATIVIDADES A Formação Continuada ocorrerá por meio das seguintes ATIVIDADES : Atividades à distância: Atividades à distância: Estudo individual dos cadernos de Teoria e Prática (TP) Atividades presenciais: Atividades presenciais: Oficinas coletivas (encontros no CENFOP) Plantão/Acompanhamento pedagógico Plantão/Acompanhamento pedagógico COMO SERÁ DESENVOLVIDO? Reunião com professores - Março de 2011

8 PARTICIPANTES E FUNÇÕES Reunião com professores - Março de 2011

9 Avaliação do desempenho escolar dos alunos Avaliação do professor-cursista Avaliação do professor-tutor Avaliação do professor-formador SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA Reunião com professores - Março de 2011

10 Parâmetros Curriculares Nacionais de Matemática (6º ao 9º ano). BASE DO PROGRAMA Concepção Sócio-Construtivista: Alunos e professor constroem juntos o conhecimento, com participação ativa do aluno e atuação do professor como mediador entre os alunos e o conhecimento acadêmico e do cotidiano, se apropriando do conhecimento produzido pela sociedade. Reunião com professores - Março de 2011

11 DURAÇÃO DO PROGRAMA Reunião com professores - Março de 2011

12 Semipresencial: pelo fato dos professores já estarem em exercício. MODALIDADE DO PROGRAMA Estudo individual apoiado por cadernos teórico- práticos para o estudo autônomo e independente. Espaço de reflexão conjunta e de investigação acerca das questões enfrentadas na educação. Espaço para compartilhar experiências e buscar resolução de problemas, como forma de construção de conhecimentos, saberes e competências dos professores. Reunião com professores - Março de 2011

13 Encontros presenciais para: troca de experiências e reflexão individual e em grupos; MODALIDADE DO PROGRAMA esclarecimentos de dúvidas e questionamentos; planejamento e elaboração de situações didáticas; análise crítica da prática em sala de aula e de atividades dos alunos; garantir a qualidade do processo de ensino- aprendizagem do professor. Reunião com professores - Março de 2011

14 COLETÂNEA DE TRABALHOS Através da Lição de Casa, o professor cursista experimentará novas metodologias em sala de aula. A partir dessa vivência, ele deverá elaborar o relato de sua prática. Os relatos deverão ser entregues ao professor-tutor junto com as atividades que foram desenvolvidas pelos alunos. Esse material deverá ser organizado de forma a compor a COLETÂNEA DE TRABALHOS e inclui uma reflexão sobre o trabalho dos alunos. Reunião com professores - Março de 2011

15 COLETÂNEA DE TRABALHOS Realizadas as atividades, restará a você fazer uma capa original para a sua Coletânea, um trabalho com a sua cara, único, que reflita o seu trabalho, o de seus alunos e o da sua escola. E é isso que a sua COLETÂNEA vai significar: ORIGINALIDADE!!! Reunião com professores - Março de 2011

16 PROJETO DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA O professor cursista deverá desenvolver um projeto para a finalização do programa, de preferência interdisciplinar, a ser implementado em sala de aula, apresentando a seguinte estrutura: Temática: definir um tema que possa desenvolver os conhecimentos adquiridos no programa e seja contextualizado à realidade de sala de aula. Problemática: definir uma situação problema a ser focada mediante seu desenvolvimento. Fundamentação teórica: definir os conceitos e as teorias que darão base a todas as ações desenvolvidas. Reunião com professores - Março de 2011

17 PROJETO DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA Objetivos: definir quais são os objetivos gerais e específicos a serem alcançados com a sua implementação. Metodologia: definir os passos a serem seguidos e os recursos materiais a serem utilizados para a sua utilização. Cronograma: definir o cronograma de cada etapa de desenvolvimento e os seus respectivos prazos. Equipe de trabalho: definir as áreas de conhecimento envolvidas, assim como os educadores participantes e as suas respectivas atribuições. Avaliação: definir o processo de avaliação e os instrumentos a serem utilizados. Reunião com professores - Março de 2011

18 CERTIFICAÇÃO Todos os participantes serão certificados pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) considerando os requisitos abaixo: Frequência mínima de 75% nos encontros presenciais. Avaliação, pelo professor-tutor, referente à apresentação da Lição de Casa ou da Transposição Didática nas oficinas e na Coletânea de Trabalhos. Desempenho nas oficinas coletivas. Autoavaliação pelo professor-cursista. Apresentação do projeto a ser implementado na escola em que trabalha. Reunião com professores - Março de 2011

19 EXPECTATIVAS Vimos afirmando que o GESTAR II é um programa de formação de professores, que conta com a PARTICIPAÇÃO ATIVA dos próprios cursistas para a sua implementação. Como você pode ver, o programa é elaborado e implementado a muitas mãos, com a participação de muitas pessoas, e uma delas é VOCÊ! Este programa não tem sentido sem a sua participação. Ele conta com você, depende de seu trabalho, de sua contribuição como leitor e executor. Reunião com professores - Março de 2011

20 EXPECTATIVAS Portanto, esperamos que você se empenhe, se dedique, para o seu crescimento profissional e para a melhoria do processo de ensino aprendizagem! VOCÊ É NOSSA PEÇA PRINCIPAL! VOCÊ FAZ A DIFERENÇA! Reunião com professores - Março de 2011

21 ANÁLISE DOS RESULTADOS DA REDE MUNICIPAL DE IPATINGA. Reunião com professores - Março de 2011


Carregar ppt "PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR Reunião com professores - Março de 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google