A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PARTE 3 – ASPECTOS COGNITIVOS E ESTIMULAÇÃO PERENE Ricardo Valverde Professor de Teatro / APAE - SP SERVIÇO DE APOIO AO ENVELHECIMENTO – ZEQUINHA

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PARTE 3 – ASPECTOS COGNITIVOS E ESTIMULAÇÃO PERENE Ricardo Valverde Professor de Teatro / APAE - SP SERVIÇO DE APOIO AO ENVELHECIMENTO – ZEQUINHA"— Transcrição da apresentação:

1 PARTE 3 – ASPECTOS COGNITIVOS E ESTIMULAÇÃO PERENE Ricardo Valverde Professor de Teatro / APAE - SP SERVIÇO DE APOIO AO ENVELHECIMENTO – ZEQUINHA

2 PARTE 3 – ASPECTOS COGNITIVOS E ESTIMULAÇÃO PERENE COGNIÇÃO Ato ou processo de conhecer, que envolve atenção, percepção, memória, raciocínio, juízo, imaginação, pensamento e linguagem. atençãopercepção memóriaraciocínio juízoimaginação pensamento linguagem atençãopercepção memóriaraciocínio juízoimaginação pensamento linguagem A palavra cognição tem origem nos escritos de Platão e Aristóteles. PlatãoAristóteles PlatãoAristóteles ESTIMULAÇÃO PERENE Que dura por um tempo indefinidamente longo; perpétuo, contínuo, recorrente.

3 AVISOS IMPORTANTES NÃO ANOTE. APENAS LEIA A INFORMAÇÃO E FAÇA O QUE FOI DETERMINADO. REGRA ÚNICA : NÃO ANOTE. APENAS LEIA A INFORMAÇÃO E FAÇA O QUE FOI DETERMINADO. JOGADOR 1 – AVISE A SALA DAQUI A 15 MINUTOS QUE O PROFESSOR TEM QUE TOMAR ÁGUA. JOGADOR 2 – AVISE A SALA DAQUI A 5 MINUTOS QUE O SEU AMIGO AO LADO TEM QUE LHE EMPRESTAR UMA CANETA. JOGADOR 3 – AVISE A SALA DAQUI A 30 MINUTOS QUE VOCÊ PRECISA RESPIRAR UM POUCO DE AR FRESCO.

4 OS JOGOS E OS ASPECTOS COGNITIVOS Segundo Vygotsky, o uso dos jogos proporcionam o desenvolvimento de dois aspectos primordiais, um referente a afetividade expresso durante a ação e outro referente aos aspectos cognitivos, no qual o jogo proporciona avanços nos processos de aprendizagem.Segundo Vygotsky, o uso dos jogos proporcionam o desenvolvimento de dois aspectos primordiais, um referente a afetividade expresso durante a ação e outro referente aos aspectos cognitivos, no qual o jogo proporciona avanços nos processos de aprendizagem. O uso dos jogos proporciona, segundo Rego (2000, p.79), ambientes desafiadores, capazes de estimular o intelecto proporcionando a conquista de estágios mais elevados de raciocínio.O uso dos jogos proporciona, segundo Rego (2000, p.79), ambientes desafiadores, capazes de estimular o intelecto proporcionando a conquista de estágios mais elevados de raciocínio.

5 O QUE OS JOGOS PODEM PROPORCIONAR A ação, durante o movimento do jogo, provoca espontaneidade. Isto causa estimulação suficiente para que o indivíduo transcenda a si mesmo. Ele é libertado para penetrar no ambiente, explorar, aventurar e enfrentar sem medo todos os perigos.A ação, durante o movimento do jogo, provoca espontaneidade. Isto causa estimulação suficiente para que o indivíduo transcenda a si mesmo. Ele é libertado para penetrar no ambiente, explorar, aventurar e enfrentar sem medo todos os perigos. Dessa experiência integrada, surge o indivíduo ativo e participativo dentro de um ambiente total, e aparece o apoio e a confiança que permitem a ele desenvolver qualquer habilidade necessária para a comunicação dentro do jogo.Dessa experiência integrada, surge o indivíduo ativo e participativo dentro de um ambiente total, e aparece o apoio e a confiança que permitem a ele desenvolver qualquer habilidade necessária para a comunicação dentro do jogo. Os jogos proporcionam ao indivíduo adquirir o domínio da comunicação com os outros.Os jogos proporcionam ao indivíduo adquirir o domínio da comunicação com os outros.

6 O ASPECTO COGNITIVO DO USO DOS JOGOS E SUA IMPORTÂNCIA PARA OS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO. Segundo Vygotsky, o jogo atua na zona de desenvolvimento proximal realizando um intercâmbio entre:Segundo Vygotsky, o jogo atua na zona de desenvolvimento proximal realizando um intercâmbio entre: zona de desenvolvimento real, a qual abrange as aprendizagens já consolidadas, à zona de desenvolvimento real, a qual abrange as aprendizagens já consolidadas, à zona de desenvolvimento potencial, que representa as aprendizagens que ainda vão se consolidar. Nesta perspectiva, o jogo é fundamental para que os processos de desenvolvimento se efetivem, resultando em saltos nos processos de aprendizagem e desenvolvimento, pois um está relacionado e articulado ao outro.Nesta perspectiva, o jogo é fundamental para que os processos de desenvolvimento se efetivem, resultando em saltos nos processos de aprendizagem e desenvolvimento, pois um está relacionado e articulado ao outro.

7 ASPECTOS COGNITIVOS MEMÓRIAMEMÓRIA ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃOATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO COMPREENSÃO LÓGICACOMPREENSÃO LÓGICA HABILIDADES DOMÉSTICAS E DA VIDA DIÁRIAHABILIDADES DOMÉSTICAS E DA VIDA DIÁRIA

8 A diminuição da memória que ocorre na 3a. Idade, na maioria das vezes é absolutamente benigna, mas freqüentemente, por falta de melhor informação, angustia o idoso que tem dificuldade de aceitá-la como um fato normal. O declínio de nossas funções mentais que ocorre com a idade, se deve em grande parte à falta de atividade mental que com freqüência segue paralelamente ao envelhecimento.A diminuição da memória que ocorre na 3a. Idade, na maioria das vezes é absolutamente benigna, mas freqüentemente, por falta de melhor informação, angustia o idoso que tem dificuldade de aceitá-la como um fato normal. O declínio de nossas funções mentais que ocorre com a idade, se deve em grande parte à falta de atividade mental que com freqüência segue paralelamente ao envelhecimento. A memória para datas (ou fatos históricos e outros eventos) é mais fácil de se formar, mas ela é facilmente esquecida, enquanto que a memória para aprendizagem de habilidades tende a requerer repetição e prática (estimulação perene).A memória para datas (ou fatos históricos e outros eventos) é mais fácil de se formar, mas ela é facilmente esquecida, enquanto que a memória para aprendizagem de habilidades tende a requerer repetição e prática (estimulação perene). Exercícios cerebrais feitos de maneira rotineira apresentam efeitos muito positivos sobre a memória. Semelhante ao que ocorre com exercícios musculares realizados para se manter a forma física, a atividade cerebral também deve ser realizada com freqüência, sempre procurando estimular nossos principais sentidos: olfato, paladar, tato, visão e audição, bem como nossa memória e inteligência.Exercícios cerebrais feitos de maneira rotineira apresentam efeitos muito positivos sobre a memória. Semelhante ao que ocorre com exercícios musculares realizados para se manter a forma física, a atividade cerebral também deve ser realizada com freqüência, sempre procurando estimular nossos principais sentidos: olfato, paladar, tato, visão e audição, bem como nossa memória e inteligência. MEMÓRIA

9 VAMOS PRATICAR A MEMÓRIA MEMÓRIA VISUAL E ORGANIZACIONAL JOGO DA TROCA DE MATERIAIS MEMÓRIA SENSORIAL TÁTIL JOGO DO BALDE MEMÓRIA AUDITIVA JOGO DOS SONS MEMÓRIA E RACIOCÍNIO LÓGICO JOGO ACRESCENTAR UMA PARTE

10 ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO SEGUNDO O AURÉLIO, APLICAÇÃO CUIDADOSA DA MENTE A ALGUMA COISA.APLICAÇÃO CUIDADOSA DA MENTE A ALGUMA COISA. APLICAÇÃO DA ATENÇÃO DA MENTE DE MODO INTERNO E EXCLUSIVO.APLICAÇÃO DA ATENÇÃO DA MENTE DE MODO INTERNO E EXCLUSIVO. ATENÇÃO CONCENTRAÇÃO

11 VAMOS PRATICAR A ATENÇÃO E A CONCENTRAÇÃO JOGO DOS CHAPÉUS BOLA AO CHÃO JOGODAPALAVRA JOGODA SEQUÊNCIA NUMÉRICA JOGO DO QUESTIONÁRIO JOGO DOS 7 ERROS JOGO DA LEITURA DAS CORES

12 JOGO DA PALAVRA REGRA ÚNICA : ENCONTRAR A ÚNICA PALAVRA COERENTE DO TEXTO ABAIXO. AMAPAPAELAVISUBTREINAMENTOPODERESPONDEROLHAV IDUASQUASEDETERMINADSIRTDFEGETRUNSFEGUBRASILN EUNCAVEIUTERDFETLIPOBRTEFERCOERENTESERMAINHSF ERIBTSFERETBDGETRIUJEHTDGFTBRASILEIROTOCANTINSD ESVIOILHABERADSINGDFERTGRAFITENEMSEMPREPODECO MEÇARNUNACEDRTINSRETEFDYHTEINSFERINSDREOENAVE ROMANSIEDADETENHAMCALMAÉSÓUMJOGOCOCACOLAHO JERJIJACARÉNEMSEMPREDESLOCAMENTOAMANHÃVOCÊV

13 RESULTADO AMAPAPAELAVISUBTREINAMENTOPODERESPONDEROLHAV IDUASQUASEDETERMINADSIRTDFEGETRUNSFEGUBRASILN EUNCAVEIUTERDFETLIPOBRTEFERCOERENTESERMAINHSF ERIBTSFERETBDGETRIUJEHTDGFTBRASILEIROTOCANTINSD ESVIOILHABERADSINGDFERTGRAFITENEMSEMPREPODECO MEÇARNUNACEDRTINSRETEFDYHTEINSFERINSDREOENAVE ROMANSIEDADETENHAMCALMAÉSÓUMJOGOCOCACOLAHO JERJIJACARÉNEMSEMPREDESLOCAMENTOAMANHÃVOCÊV

14 JOGO DA SEQUÊNCIA NUMÉRICA AO PRIMEIRO SINAL DO PROFESSOR – COMECE A TAREFA AO SEGUNDO SINAL DO PROFESSOR – TERMINE A TAREFA MARQUE UM X SOBRE OS NÚMEROS NA SEQUÊNCIA DE 1 A 30

15 JOGO DOS 7 ERROS EXERCÍCIO 1

16 JOGO DOS 7 ERROS EXERCÍCIO 2

17 JOGO DA LEITURA DAS CORES AMARELO VERMELHO PRETO AZUL

18 COMPREENSÃO LÓGICA A ciência das leis necessárias do entendimento e da razão em geral ou, o que é a mesma coisa, da simples forma do pensamento em geral, designamo-la de Lógica. – Kant ENTENDER O QUE ESTÁ SENDO DITO, VISTO, OUVIDO OU PENSADO DE MANEIRA COERENTE E ORGANIZADA.

19 IMPORTÂNCIA E RELEVÂNCIA Ela ajuda-nos a adquirir competências que nos permite avaliar a validade dos argumentos que nos são apresentados, contribuindo assim para desenvolver a autonomia e o espírito critico.Ela ajuda-nos a adquirir competências que nos permite avaliar a validade dos argumentos que nos são apresentados, contribuindo assim para desenvolver a autonomia e o espírito critico. Ela proporciona-nos meios que possibilitam a organização coerente dos pensamentos, desenvolvendo competências argumentativas e demonstrativas, a fim de podermos nos comunicar com rigor, coerência e inteligibilidade.Ela proporciona-nos meios que possibilitam a organização coerente dos pensamentos, desenvolvendo competências argumentativas e demonstrativas, a fim de podermos nos comunicar com rigor, coerência e inteligibilidade. É por meio desses recursos que pensamos a realidade e a podemos conhecer.É por meio desses recursos que pensamos a realidade e a podemos conhecer.

20 VAMOS PRATICAR A COMPREENSÃO LÓGICA JOGO DO DIA JOGO DA DIVISÃO DA AÇÃO JOGO DA HISTÓRIA

21 JOGO DO DIA DIVIDIR A SALA EM 3 GRUPOS MANHÃ – TARDE – NOITE REGRA ÚNICA : DIVIDIR A SALA EM 3 GRUPOS MANHÃ – TARDE – NOITE CADA INTEGRANTE DE CADA GRUPO ESCOLHERÁ UMA AÇÃO DE ACORDO COM A PARTE DO DIA DE SEU GRUPO. O GRUPO DEVERÁ ORGANIZAR O CONJUNTO DE AÇÕES FEITAS NO SEU PERÍODO DO DIA. EM SEGUIDA, OS 3 GRUPOS ORGANIZAM O DIA TODO.

22 JOGO DA HISTÓRIA REGRA ÚNICA: VAMOS JUNTOS CONTAR UMA HISTÓRIA. A SUA CONTRIBUIÇÃO, DESDE QUE ELA TENHA COERÊNCIA E FAÇA SENTIDO, É MUITO IMPORTANTE....ERA UMA VEZ... UM GAROTO EMPINANDO UMA PIPA...

23 JOGO DA DIVISÃO DA AÇÃO AÇÃO 1 AÇÃO 1: COMER UM BOMBOM 1.COMER 2.AMASSAR O PAPEL LAMINADO 3.JOGAR O PAPEL LAMINADO NO LIXO 4.PEGAR O BOMBOM NA CAIXA 5.DESEMBRULHAR O PAPEL LAMINADO RESPOSTA: OU 45213

24 AÇÃO 2 AÇÃO 2: VOLTAR DO TRABALHO PARA CASA 1.PEGAR A CHAVE NO BOLSO 2.DESLIGAR O COMPUTADOR 3.ABRIR A PORTA DE CASA 4.PEGAR O ÔNIBUS 5.RECOLHER AS COISAS 6.APAGAR A LUZ 7.FECHAR A PORTA DO ESCRITÓRIO JOGO DA DIVISÃO DA AÇÃO RESPOSTA: OU

25 AÇÃO 3 AÇÃO 3: FAZER COMPRAS NO SUPERMERCADO 1.COLOCAR OS PRODUTOS NO CARRO 2.FAZER A LISTA DE COMPRAS 3.DIRIGIR O CARRO ATÉ O SUPERMERCADO 4.PAGAR 5.PEGAR OS PRODUTOS NAS PRATELEIRAS E COLOCÁ-LOS NO CARRINHO 6.COLOCAR AS COMPRAS NAS SACOLAS 7.ESTACIONAR O CARRO NO SUPERMERCADO 8.ENTRAR NA FILA DO CAIXA 9.RETIRAR OS PRODUTOS DO CARRINHO E COLOCÁ-LOS NA ESTEIRA DO CAIXA 10.DIRIGIR O CARRO ATÉ EM CASA E GUARDAR AS COMPRAS 11.PEGAR O CARRINHO DO SUPERMERCADO RESPOSTA: JOGO DA DIVISÃO DA AÇÃO

26 HABILIDADES DOMÉSTICAS E DA VIDA DIÁRIA A prática de atividades domésticas e diárias auxiliam na prevenção do envelhecimento prematuro e na promoção da saúde.

27 VER VENDO OTTO LARA REZENDE... De tanto ver, a gente banaliza o olhar... Vê não - vendo... Experimente ver pela primeira vez o que você vê todo dia, sem ver... Experimente ver pela primeira vez o que você vê todo dia, sem ver... Parece fácil, mas não é... Parece fácil, mas não é... O que nos cerca, o que nos é familiar, já não desperta curiosidade... O que nos cerca, o que nos é familiar, já não desperta curiosidade... O campo visual da nossa rotina é como um vazio... O campo visual da nossa rotina é como um vazio... Você sai todo dia, por exemplo, pela mesma porta... Você sai todo dia, por exemplo, pela mesma porta... Se alguém lhe perguntar o que você vê no seu caminho, você não sabe... Se alguém lhe perguntar o que você vê no seu caminho, você não sabe... De tanto ver, você não vê... De tanto ver, você não vê... Sei de um profissional que passou 32 anos a fio pelo mesmo hall do prédio de seu escritório... Sei de um profissional que passou 32 anos a fio pelo mesmo hall do prédio de seu escritório... Lá estava sempre, pontualíssimo, o mesmo porteiro... Lá estava sempre, pontualíssimo, o mesmo porteiro... Dava-lhe um bom dia e às vezes lhe passava um recado ou uma correspondência... Dava-lhe um bom dia e às vezes lhe passava um recado ou uma correspondência... Um dia o porteiro cometeu a descortesia de falecer... Como era ele? Sua cara? Sua cara? Sua voz? Sua voz? Como se vestia? Como se vestia? Não fazia a mínima idéia... Não fazia a mínima idéia... Em 32 anos, nunca o viu... Em 32 anos, nunca o viu... Para ser notado, o porteiro teve que morrer... Para ser notado, o porteiro teve que morrer... Se um dia no seu lugar estivesse uma girafa, cumprindo o rito, pode ser que também ninguém desse por sua ausência... Se um dia no seu lugar estivesse uma girafa, cumprindo o rito, pode ser que também ninguém desse por sua ausência... O hábito suja os olhos e lhes baixa a voltagem... O hábito suja os olhos e lhes baixa a voltagem... Mas há sempre o que ver... Mas há sempre o que ver... Gente, coisas, bichos... Gente, coisas, bichos... E vemos? E vemos? Não, não vemos... Não, não vemos... Uma criança vê o que um adulto não vê... Uma criança vê o que um adulto não vê... Tem olhos atentos e limpos para o espetáculo do mundo... Tem olhos atentos e limpos para o espetáculo do mundo... O poeta é capaz de ver pela primeira vez o que, de tão visto, ninguém vê... O poeta é capaz de ver pela primeira vez o que, de tão visto, ninguém vê... Há pai que nunca viu o próprio filho... Há pai que nunca viu o próprio filho... Marido que nunca viu a própria mulher (e desconhece os seus segredos e desejos), isso existe às pampas... Marido que nunca viu a própria mulher (e desconhece os seus segredos e desejos), isso existe às pampas... Nossos olhos se gastam no dia-a-dia, opacos... Nossos olhos se gastam no dia-a-dia, opacos... É por aí que se instala no coração o monstro da indiferença... É por aí que se instala no coração o monstro da indiferença...

28 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Bear, M.F.; Connors, Barry W. e Paradiso, Michael - Neuroscience: Exploring the Brain. Em: Memory Systems, pp514 a 545. Editora Williams & Wilkins, 1996.Bear, M.F.; Connors, Barry W. e Paradiso, Michael - Neuroscience: Exploring the Brain. Em: Memory Systems, pp514 a 545. Editora Williams & Wilkins, MEIRA, M. E. M. Desenvolvimento e aprendizagem: reflexões sobre as relações e implicações para a prática pedagógica. Revista Ciência e Educação, volume 5, n.2. Bauru: UNESP, 1998.MEIRA, M. E. M. Desenvolvimento e aprendizagem: reflexões sobre as relações e implicações para a prática pedagógica. Revista Ciência e Educação, volume 5, n.2. Bauru: UNESP, OLIVEIRA, M. K. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento, um processo sócio-histórico. 4.ed. São Paulo: Scipione, 1999.OLIVEIRA, M. K. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento, um processo sócio-histórico. 4.ed. São Paulo: Scipione, REGO, T. C. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. 10.ed. Petrópolis: Vozes, 2000.REGO, T. C. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. 10.ed. Petrópolis: Vozes, RONCA, P. A. C.; TERZI, C. A. A aula operatória e a construção do conhecimento. 9.ed. São Paulo: Edesplan, 1995.RONCA, P. A. C.; TERZI, C. A. A aula operatória e a construção do conhecimento. 9.ed. São Paulo: Edesplan,


Carregar ppt "PARTE 3 – ASPECTOS COGNITIVOS E ESTIMULAÇÃO PERENE Ricardo Valverde Professor de Teatro / APAE - SP SERVIÇO DE APOIO AO ENVELHECIMENTO – ZEQUINHA"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google