A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Saúde e Estrutura Social: Introdução ao Estudo dos Determinantes Sociais da Saúde 1.Descrever sistema de saúde 2.Discutir pelo menos dois indicadores epidemiológicos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Saúde e Estrutura Social: Introdução ao Estudo dos Determinantes Sociais da Saúde 1.Descrever sistema de saúde 2.Discutir pelo menos dois indicadores epidemiológicos."— Transcrição da apresentação:

1 Saúde e Estrutura Social: Introdução ao Estudo dos Determinantes Sociais da Saúde 1.Descrever sistema de saúde 2.Discutir pelo menos dois indicadores epidemiológicos 3.Discutir pelo menos dois indicadores sociais 4.Comentar as principais abordagens para analise de saúde: funcionalista e histórico - estrutural

2 Como definir a Situação de Saúde de um País Como? Como? Através de três dimensões Quais? Quais? 1.Estudo ou perfil epidemiológico da população 2.Organização dos serviços de saúde 3.Identificação de determinantes desse estado e dessa organização de serviço

3 Podemos considerar 1.Cada momento há um estado de saúde 2.Um modelo de organização 3.Diferentes determinantes

4 Quando tomamos como objeto a análise de situação de saúde Perguntamos: Perguntamos: 1.Quais os principais problemas de saúde? 2.Quais as características da organização dos serviços de saúde? 3.E por que os problemas apresentam dessa forma e não de outra forma e por que os serviços estão organizados dessa forma? A sua identificação vai definir qual (ais) os métodos

5 Métodos 1. Enfoque Sistêmico também conhecido como funcionalista seria equilíbrio entre: ambiente, agente e hospedeiro. A balança seria desequilibrada (agente e hospedeiro)ou o deslocamento do fulcro (ambiente físico, biológico e sócio –cultural), no sentido de favorecer a ação do agente em detrimento do hospedeiro A balança seria desequilibrada (agente e hospedeiro)ou o deslocamento do fulcro (ambiente físico, biológico e sócio –cultural), no sentido de favorecer a ação do agente em detrimento do hospedeiro

6 Atualmente esse modelo vem sendo ampliado com mais dois elementos: estilo de vida e o sistema de saúde. Esse enfoque define o sistema como: um conjunto de partes ou elementos de uma realidade que, no desenvolvimento de suas ações, guardam entre si relações diretas de interdependências com mecanismos recíprocos de comunicação e bloqueio, de tal modo que as ações desenvolvidas resultam na obtenção de objetivos comuns

7 Quatro grandes fatores 1.A biologia humana 2.O estilo de vida 3.O ambiente 1.O sistema de saúde

8 Sistema de Saúde Seria um conjunto de agências e agentes com a finalidade de prestar serviços de saúde ( pessoais e / ou coletivos, preventivos e/ou curativos) Seria um conjunto de agências e agentes com a finalidade de prestar serviços de saúde ( pessoais e / ou coletivos, preventivos e/ou curativos)

9 Sistema de saúde Um sistema de input ( uma população e um meio ambiente, processo que seriam realizadas as ações Um sistema de input ( uma população e um meio ambiente, processo que seriam realizadas as ações Um sistema de output ( corresponderia aos resultados em termos de pessoas atendidas ou ambiente melhorados expressos na análise de saúde. Um sistema de output ( corresponderia aos resultados em termos de pessoas atendidas ou ambiente melhorados expressos na análise de saúde. Esse sistema teria relação com: sistema educacional, aparelho industrial e sistema econômico e político Esse sistema teria relação com: sistema educacional, aparelho industrial e sistema econômico e político

10 Vantagens e desvantagens desse modelo Vantagem na descrição da situação e Desvantagens em explicá-las porque a situação de saúde, tanto o perfil epidemiológico, como os serviços de saúde e seus determinantes é que ai está e não outra. Vantagem na descrição da situação e Desvantagens em explicá-las porque a situação de saúde, tanto o perfil epidemiológico, como os serviços de saúde e seus determinantes é que ai está e não outra. Não se detém ma dimensão histórica desses fenômenos e nem na perspectivas de identificar mudanças.Torna-se importante verificar o desenvolvimento da sociedade, os problemas de saúde. Não se detém ma dimensão histórica desses fenômenos e nem na perspectivas de identificar mudanças.Torna-se importante verificar o desenvolvimento da sociedade, os problemas de saúde.

11 1. Abordagem Sistêmica 1. Abordagem Sistêmica M H A M A H

12 2. Abordagem histórico - estrutural Precisamos compreender doença, morte de forma quantitativa e qualitativamente em cada sociedade,sua organização,estrutura social em cada momento histórico no tempo e lugar. Precisamos compreender doença, morte de forma quantitativa e qualitativamente em cada sociedade,sua organização,estrutura social em cada momento histórico no tempo e lugar. Essa relação com as ciências sociais ajuda a reconhecer os determinantes desse perfil epidemiológico. Essa relação com as ciências sociais ajuda a reconhecer os determinantes desse perfil epidemiológico.

13 A estrutura social aponta para a base econômica ou infra-estrutura as superestrutura político – ideológica. É justamente a produção econômica que caracterizar a sociedade e as relações que estabelecem com o Estado, as formas jurídico- políticos,, as ideológicas etc. A estrutura social aponta para a base econômica ou infra-estrutura as superestrutura político – ideológica. É justamente a produção econômica que caracterizar a sociedade e as relações que estabelecem com o Estado, as formas jurídico- políticos,, as ideológicas etc.

14 Formação de duas classes:a burguesia que detém o capital e os trabalhadores que vendem a sua força de trabalho. Estas classes se subdividem em frações. Existe a pequena burguesia com produção familiar, intelectuais, artistas etc. Formação de duas classes:a burguesia que detém o capital e os trabalhadores que vendem a sua força de trabalho. Estas classes se subdividem em frações. Existe a pequena burguesia com produção familiar, intelectuais, artistas etc.

15 Determinantes epidemiológicos e sociais Epidemiológicos:Possas para determinar os determinantes epidemiológico precisa: Epidemiológicos:Possas para determinar os determinantes epidemiológico precisa: O estado de saúde no enfoque estrutural, O estado de saúde no enfoque estrutural, Organizações dos serviços Organizações dos serviços Sócio econômica Sócio econômica Classes sociais Classes sociais Força de trabalho Força de trabalho Troca de venda (salário) Troca de venda (salário)

16 Os determinantes estruturais sofrem variações econômicas, políticos e ideológicos, variam historicamente. Os determinantes estruturais sofrem variações econômicas, políticos e ideológicos, variam historicamente. Esse modelo examina a questão sanitária numa perspectiva predominantemente social. Isto conduz ao esforço de analisar os problemas do estado de saúde e da organização dos serviços a partir das contribuições das ciências sociais Esse modelo examina a questão sanitária numa perspectiva predominantemente social. Isto conduz ao esforço de analisar os problemas do estado de saúde e da organização dos serviços a partir das contribuições das ciências sociais

17 Referência PAIM,J. S.Saúde e Estrutura Social: Introdução ao Estudo dos Determinantes Sociais da Saúde PAIM,J. S.Saúde e Estrutura Social: Introdução ao Estudo dos Determinantes Sociais da Saúde


Carregar ppt "Saúde e Estrutura Social: Introdução ao Estudo dos Determinantes Sociais da Saúde 1.Descrever sistema de saúde 2.Discutir pelo menos dois indicadores epidemiológicos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google