A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A reportagem dissertativa Os elementos básicos para a construção do lide na reportagem para revistas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A reportagem dissertativa Os elementos básicos para a construção do lide na reportagem para revistas."— Transcrição da apresentação:

1 A reportagem dissertativa Os elementos básicos para a construção do lide na reportagem para revistas

2 O tópico frasal O tópico frasal é a ideia-núcleo do lide de uma matéria dissertativa. Ela resume em um ou dois períodos uma espécie de tese do autor da reportagem. Por conta dessa característica, ele é geralmente (mas não necessariamente) uma generalização sobre a notícia. O título e a linha-fina, sempre escritos depois do texto, são um retrato do tópico frasal.

3 Onde está a tese? No imaginário popular o sertão nordestino é o lugar da seca, da terra inóspita e da miséria. Datam do final do século 19 os relatos do escritor Euclides da Cunha, autor de Os Sertões, sobre a aridez e a pobreza dos rincões do Nordeste. Porém, num bom pedaço do sertão nordestino, o cenário está mudando. Numa área formada pelas zonas do cerrado de Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia, culturas de soja, milho e algodão cada vez mais se misturam à paisagem. Com 2 milhões de habitantes, esse pedaço de Brasil ainda apresenta um PIB modesto. Mas a geração de riqueza está se acelerando.

4 Onde está a tese? No imaginário popular o sertão nordestino é o lugar da seca, da terra inóspita e da miséria. Datam do final do século 19 os relatos do escritor Euclides da Cunha, autor de Os Sertões, sobre a aridez e a pobreza dos rincões do Nordeste. Porém, num bom pedaço do sertão nordestino, o cenário está mudando. Numa área formada pelas zonas do cerrado de Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia, culturas de soja, milho e algodão cada vez mais se misturam à paisagem. Com 2 milhões de habitantes, esse pedaço de Brasil ainda apresenta um PIB modesto. Mas a geração de riqueza está se acelerando.

5 O parágrafo O tópico frasal costuma estar inserido de forma oblíqua no restante do parágrafo. O parágrafo geralmente é constituído de uma descrição ou narração, mas também ter sua essência numa digressão. O bom parágrafo traz informações guardam alguma proximidade com o tópico frasal, mas não necessariamente trazem informações novas para o leitor. Ou seja: contextualizam.

6 Contexto e tese Passagens estreitas e escuras, livros empoeirados, a caderneta que controla o caixa e o gentil atendente, que sabe de cor a localização de cada obra O ambiente de um sebo carrega um ar nostálgico, quase antiquado, que se traduz para os frequentadores em um romantismo sem par. Apesar de guardarem relíquias da literatura, música e outras modalidades de arte, os livreiros não pararam no tempo. A modernização e a informática foram incorporados a eles, sem arranhar o clima aconchegante e convidativo.

7 Contexto e tese Passagens estreitas e escuras, livros empoeirados, a caderneta que controla o caixa e o gentil atendente, que sabe de cor a localização de cada obra O ambiente de um sebo carrega um ar nostálgico, quase antiquado, que se traduz para os frequentadores em um romantismo sem par. Apesar de guardarem relíquias da literatura, música e outras modalidades de arte, os livreiros não pararam no tempo. A modernização e a informática foram incorporados a eles, sem arranhar o clima aconchegante e convidativo.

8 Onde está a tese? O Pantanal é todo ele um show. As onças- pintadas, as curvas insinuantes da sucuri, as capivaras mamando na tia ou na avó, os quatis desfilando de rabo em pé, um jacaré no choco. O balé das ariranhas no coricho, o tropel das piranhas estraçalhando uma cacharra, o andar de mão do tamanduá, a cerva de cola alta sumindo no pirizeiro. Os peixes que saem do seco na busca de águas mais fundas, o surdo coral dos bugios no galho mais alto do sarã – sem espantar a jacutinga.

9 Onde está a tese? O Pantanal é todo ele um show. As onças- pintadas, as curvas insinuantes da sucuri, as capivaras mamando na tia ou na avó, os quatis desfilando de rabo em pé, um jacaré no choco. O balé das ariranhas no coricho, o tropel das piranhas estraçalhando uma cacharra, o andar de mão do tamanduá, a cerva de cola alta sumindo no pirizeiro. Os peixes que saem do seco na busca de águas mais fundas, o surdo coral dos bugios no galho mais alto do sarã – sem espantar a jacutinga.


Carregar ppt "A reportagem dissertativa Os elementos básicos para a construção do lide na reportagem para revistas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google