A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Operações Bancárias e Contabilidade das Instituições Financeiras Prof.: José Roberto Pires Analista do Banco Central desde 1998 – Desup (Supervisão de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Operações Bancárias e Contabilidade das Instituições Financeiras Prof.: José Roberto Pires Analista do Banco Central desde 1998 – Desup (Supervisão de."— Transcrição da apresentação:

1 Operações Bancárias e Contabilidade das Instituições Financeiras Prof.: José Roberto Pires Analista do Banco Central desde 1998 – Desup (Supervisão de Bancos e Conglomerados Bancários) Mestre em Ciências Contábeis – Uerj – 2005 MBA Executivo Finanças – IBMEC – 2002 Professor da UGF e de diversos cursos preparatórios para concursos públicos desde 2002 AULA 1 – INTRODUÇÃO GERAL: Contabilização dos eventos típicos das instituições financeiras Avaliação de ativos e passivos e apropriação contábil de rendas e despesas

2 OBJETIVOS Familiarizar os alunos com os efeitos contábeis dos principais eventos genéricos típicos do dia-a-dia das Instituições Financeiras; Apresentar o critério básico para avaliação contábil dos ativos e passivos financeiros e para a apropriação de suas rendas e despesas;

3 Grupos e Principais Subgrupos do COSIF – Estrutura do Balanço de uma Instituição Financeira

4 EXEMPLO: Um cliente efetua um depósito em sua conta-corrente, em dinheiro.

5 D – DISPONIBILIDADES C – DEPÓSITOS À VISTA

6 EVENTO 1: A Instituição Financeira compra um Título Público Federal utilizando recursos de sua reserva bancária.

7 D – Títulos e Valores Mobiliários C – DISPONIBILIDADES – Reserva Bancária

8 EVENTO 2: Um cliente solicita a aplicação de recursos disponíveis em sua conta-corrente em um CDB (Certificado de Depósito Bancário) da Instituição:

9 D – Depósitos à Vista C – Depósitos à Prazo

10 EVENTO 3: A Instituição concede um financiamento, liberando os recursos na conta do fornecedor do cliente, em outra Instituição Financeira:

11 em outra Instituição Financeira EVENTO 3: A Instituição concede um financiamento, liberando os recursos na conta do fornecedor do cliente, em outra Instituição Financeira: D – Operações de Crédito C – Disponibilidades – Reserva Bancária

12 EVENTO 4: Seguindo as regras do COSIF, a Instituição apropria rendas em razão da fluência do prazo, de um empréstimo concedido:

13 D – Operações de Crédito C – Rendas de Operações de Crédito EVENTO 4: Seguindo as regras do COSIF, a Instituição apropria rendas em razão da fluência do prazo, de um empréstimo concedido:

14 EVENTO 5: Um cliente solicita a aplicação de recursos disponíveis em sua conta-corrente em um Fundo de Investimento:

15 Na hipótese de o fundo ter conta-corrente na própria instituição... NÃO SENSIBILIZA O CAIXA DA INSTITUIÇÃO!!!! D – Depósitos à Vista C – Depósitos à Vista Ou seja, o $ é debitado da conta- corrente do cliente e creditado na conta- corrente do fundo!!!!

16 EVENTO 5: Um cliente solicita a aplicação de recursos disponíveis em sua conta-corrente em um Fundo de Investimento: Agora, se o fundo não possuir conta-corrente na própria Instituição, SENSIBILIZA RESERVA (DISPONIBILIDADES)!!! D – Depósitos à Vista C – Banco Central – Reservas Livres

17 EVENTO 6: Seguindo as regras do COSIF, a Instituição constitui Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa no montante das perdas estimadas para sua carteira de crédito:

18 EVENTO 6: Seguindo as regras do COSIF, a Instituição constitui Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa no montante das perdas estimadas para sua carteira de crédito (complemento de provisão): D – – Despesa de Provisão p/ Op. de Crédito C – Provisão para Operações de Crédito (-)

19 EVENTO 7: Seguindo as regras do COSIF, a Instituição apropria as despesas referentes à sua captação de Poupança, em razão da fluência do prazo:

20 D – DESPESAS DE DEP. DE POUPANÇA C – Depósitos de Poupança

21 EVENTO 8: A Instituição concede um empréstimo a um cliente, liberando os recursos na conta-corrente que o mesmo mantém na própria Instituição

22 EVENTO 8: A Instituição concede um empréstimo a um cliente, liberando os recursos na conta-corrente que o mesmo mantém na própria Instituição: D – Empréstimos e Títulos Descontados C – Depósitos à Vista

23 EVENTO 9: Os acionistas da Instituição integralizam aumento de capital com recursos que estavam disponíveis em suas contas-correntes na própria Instituição:

24 D – Depósitos à Vista C – Capital Social EVENTO 9: Os acionistas da Instituição integralizam aumento de capital com recursos que estavam disponíveis em suas contas-correntes na própria Instituição:

25 EVENTO 10: Um cliente saca no caixa eletrônico recursos de sua conta-corrente:

26 D – Depósitos à Vista C – – Disponibilidades / Caixa EVENTO 10: Um cliente saca no caixa eletrônico recursos de sua conta-corrente:

27 EVENTO 11: A Instituição compra um imóvel para instalação de uma agência sua, pagando o antigo proprietário através de um depósito em conta-corrente na própria Instituição:

28 D – IMÓVEIS DE USO C – Depósitos à Vista EVENTO 11: A Instituição compra um imóvel para instalação de uma agência sua, pagando o antigo proprietário através de um depósito em conta-corrente na própria Instituição:

29 EVENTO 12: A Instituição investe em uma empresa, adquirindo debêntures da mesma, com recursos de sua reserva bancária:

30 D – Debêntures C – BANCO CENTRAL - RESERVAS LIVRES EM ESPÉCIE EVENTO 12: A Instituição investe em uma empresa, adquirindo debêntures da mesma, com recursos de sua reserva bancária:

31 EVENTO 13: Um cliente saca no caixa eletrônico recursos de sua caderneta de poupança:

32 D – Depósitos de Poupança C – – Disponibilidades / Caixa EVENTO 13: Um cliente saca no caixa eletrônico recursos de sua caderneta de poupança:

33 EVENTO 14: Uma Instituição vende títulos públicos federais de sua carteira, assumindo o compromisso de recomprá-los a um preço fixo numa data futura estabelecida. Os recursos da transação são creditados em suas reservas bancárias:

34 Por enquanto, PARA REFLEXÃO! O assunto será estudado na Aula referente a OPERAÇÕES INTERFINANCEIRAS DE LIQUIDEZ

35 EVENTO 15: Uma Instituição, em situação crítica de liquidez em função da crise financeira, recorre ao Banco Central vendendo parte de sua carteira de crédito com compromisso de recompra:

36 Por enquanto, PARA REFLEXÃO! O assunto será estudado na Aula referente a TRANSFERÊCIA DE ATIVOS FINANCEIROS!!!

37 EVENTO 16: O Banco Tricolor compra, em 2/março/2009, LTN´s com vencimento para 1/outubro/2009 ao preço total de R$ ,06. Calcule o valor de rendas a serem apropriadas no mês de março e o valor contábil atualizado deste ativo em 31/março/2009. Faça a contabilização da aquisição dos títulos em 2/março/2009 e da apropriação das rendas do mês de março. Dias corridos até o vencimento:213 Valor unitário de face:R$ 1.000,00 (LTN´s são títulos pré-fixados que valem R$ 1.000,00 no vencimento) Dias corridos no mês de março: 29

38 EVENTO 16: O Banco Tricolor compra, em 2/março/2009, LTN´s com vencimento para 1/outubro/2009 ao preço total de R$ ,06. Calcule o valor de rendas a serem apropriadas no mês de março e o valor contábil atualizado deste ativo em 31/março/2009. Faça a contabilização da aquisição dos títulos em 2/março/2009 e da apropriação das rendas do mês de março. Dias corridos até o vencimento:213 Valor unitário de face:R$ 1.000,00 (LTN´s são títulos pré-fixados que valem R$ 1.000,00 no vencimento) Dias corridos no mês de março: 29

39 EVENTO 16: O Banco Tricolor compra, em 2/março/2009, LTN´s com vencimento para 1/outubro/2009 ao preço total de R$ ,06. Calcule o valor de rendas a serem apropriadas no mês de março e o valor contábil atualizado deste ativo em 31/março/2009. Faça a contabilização da aquisição dos títulos em 2/março/2009 e da apropriação das rendas do mês de março. Dias corridos até o vencimento:213 Valor unitário de face:R$ 1.000,00 (LTN´s são títulos pré-fixados que valem R$ 1.000,00 no vencimento) Dias corridos no mês de março: 29 EVENTO 16: O Banco Tricolor compra, em 2/março/2009, LTN´s com vencimento para 1/outubro/2009 ao preço total de R$ ,06. Calcule o valor de rendas a serem apropriadas no mês de março e o valor contábil atualizado deste ativo em 31/março/2009. Faça a contabilização da aquisição dos títulos em 2/março/2009 e da apropriação das rendas do mês de março. Dias corridos até o vencimento:213 Valor unitário de face:R$ 1.000,00 (LTN´s são títulos pré-fixados que valem R$ 1.000,00 no vencimento) Dias corridos no mês de março: 29

40 D – Letras do Tesouro Nacional C – BANCO CENTRAL - RESERVAS LIVRES EM ESPÉCIE EVENTO 16: O critério de avaliação é sempre o VALOR PRESENTE. Na aquisição, este é o valor pago, ou seja, R$ ,06.

41 D – Letras do Tesouro Nacional C – RENDAS DE TÍTULOS DE RENDA FIXA EVENTO 16: Apropriação de R$ 8.129,76

42 EVENTO 17: Suponha que o Banco Tricolor capte em 6/março/2009 um CDB pré no valor de R$ ,00, à taxa de 12% ªª (considere capitalização anual). Calcule o valor de rendas a serem apropriadas no mês de março e o valor contábil atualizado deste passivo em 31/março/2009. Faça a contabilização da captação em 6/março/2009 e da apropriação das despesas de captação do mês de março. Dias corridos em um ano:365 Dias corridos no mês de março:25 Valor do CDB em um ano:R$ ,00 (ou seja, em 365 dias, o CDB irá gerar uma despesa de captação total, à taxa prefixada contratada, equivalente a R$ 1.200,00. Nossa questão é saber o quanto desses R$ 1.200,00 são e competência do mês de março).

43 EVENTO 17: Suponha que o Banco Tricolor capte em 6/março/2009 um CDB pré no valor de R$ ,00, à taxa de 12% ªª (considere capitalização anual). Calcule o valor de rendas a serem apropriadas no mês de março e o valor contábil atualizado deste passivo em 31/março/2009. Faça a contabilização da captação em 6/março/2009 e da apropriação das despesas de captação do mês de março. Dias corridos em um ano:365 Dias corridos no mês de março:25 Valor do CDB em um ano:R$ ,00 (ou seja, em 365 dias, o CDB irá gerar uma despesa de captação total, à taxa prefixada contratada, equivalente a R$ 1.200,00. Nossa questão é saber o quanto desses R$ 1.200,00 são e competência do mês de março).

44 EVENTO 17: Suponha que o Banco Tricolor capte em 6/março/2009 um CDB pré no valor de R$ ,00, à taxa de 12% ªª (considere capitalização anual). Calcule o valor de rendas a serem apropriadas no mês de março e o valor contábil atualizado deste passivo em 31/março/2009. Faça a contabilização da captação em 6/março/2009 e da apropriação das despesas de captação do mês de março. Dias corridos em um ano:365 Dias corridos no mês de março:25 Valor do CDB em um ano:R$ ,00 (ou seja, em 365 dias, o CDB irá gerar uma despesa de captação total, à taxa prefixada contratada, equivalente a R$ 1.200,00. Nossa questão é saber o quanto desses R$ 1.200,00 são e competência do mês de março).

45 1- (BACEN2006) – No momento em que um banco capta recursos via depósito a prazo, os grupos de contas dos seus demonstrativos financeiros terão os seguintes impactos: (A) aumento da Receita e diminuição de Despesas, porém o resultado é negativo. (B) aumento do Ativo e aumento do Patrimônio Líquido. (C) diminuição do Passivo e diminuição do Ativo. (D) aumento do Ativo e aumento do Passivo. (E) diminuição do Passivo e aumento do Patrimônio Líquido. Exemplos de Questões de Concursos

46 1- (BACEN2006) – No momento em que um banco capta recursos via depósito a prazo, os grupos de contas dos seus demonstrativos financeiros terão os seguintes impactos: (A) aumento da Receita e diminuição de Despesas, porém o resultado é negativo. (B) aumento do Ativo e aumento do Patrimônio Líquido. (C) diminuição do Passivo e diminuição do Ativo. (D) aumento do Ativo e aumento do Passivo. (E) diminuição do Passivo e aumento do Patrimônio Líquido. Exemplos de Questões de Concursos

47 2- (BACEN2006) No momento em que um banco concede empréstimo a um cliente, os grupos de contas dos seus demonstrativos financeiros terão os seguintes impactos: (a) diminuição do Passivo e diminuição do Ativo. (b) aumento do Ativo e aumento do Patrimônio Líquido (via resultado). (c) aumento do Ativo e aumento do Passivo. (d) aumento da Receita e diminuição de Despesas, porém o resultado é positivo. (e) diminuição do Passivo e aumento do Patrimônio Líquido. Exemplos de Questões de Concursos

48 2- (BACEN2006) No momento em que um banco concede empréstimo a um cliente, os grupos de contas dos seus demonstrativos financeiros terão os seguintes impactos: (a) diminuição do Passivo e diminuição do Ativo. (b) aumento do Ativo e aumento do Patrimônio Líquido (via resultado). (c) aumento do Ativo e aumento do Passivo. (d) aumento da Receita e diminuição de Despesas, porém o resultado é positivo. (e) diminuição do Passivo e aumento do Patrimônio Líquido. REPAREM QUE A QUESTÃO NÃO INDICA A CONTRAPARTIDA (boca do caixa ou liberação em conta- corrente). Pelas alternativas, supomos ser conta-corrente. Exemplos de Questões de Concursos

49 3- (BACEN2006) –. No momento em que há uma diminuição do nível de depósito compulsório que um banco mantém no Banco Central, o balanço patrimonial desse banco sofrerá as seguintes mudanças: (A) aumento de uma conta do Passivo e diminuição de outra conta do Passivo, ficando o valor do Passivo Total inalterado. (B) aumento de uma conta do Ativo e diminuição de outra conta do Ativo, ficando o valor do Ativo Total inalterado. (C) aumento de uma conta do Ativo e aumento de uma conta do Passivo. (D) diminuição de uma conta do Ativo e diminuição de uma conta do Passivo. (E) aumento de uma conta do Passivo e diminuição de uma conta do Patrimônio Líquido. Exemplos de Questões de Concursos

50 DEPÓSITO COMPULSÓRIO (Regras do final de 2008) 1) Depósito à vista Os bancos são obrigados a recolher 42% dos depósitos à vista feitos pelos clientes. O recolhimento é feito em espécie, sem remuneração. 2) Depósito a prazo Nesse caso, as instituições devem recolher 15% dos depósitos a prazo feitos pelos clientes. Antes, o dinheiro era depositado na forma de título públicos. A partir de 14 de novembro, o recolhimento será de 30% em títulos públicos e 70% em espécie. A parcela em espécie não é passível de remuneração. 3) Caderneta de poupança As instituições são obrigadas a recolher 20% do dinheiro aplicado na poupança. O recolhimento é feito em espécie e o próprio BC remunera os bancos com um valor um pouco acima que a remuneração da poupança. 4) Adicional Recolhimento adicional exigido dos bancos sobre depósitos a prazo, à vista e de poupança. Como o nome diz, trata-se de um adicional que os bancos têm de enviar ao BC, além do porcentual que já é recolhido. As alíquotas do compulsório adicional são de 5% para depósitos a prazo e à vista e 10% para poupança. Antes, o recolhimento era em espécie e o BC remunerava esse adicional com base na taxa Selic. A partir de 1º de dezembro, o recolhimento será em títulos públicos que renderão o juro do título. 5) Leasing Os depósitos interfinanceiros de empresas de leasing são recolhidos na forma de títulos. A operação começou a ser realizada no início de 2008.

51 3- (BACEN2006) –. No momento em que há uma diminuição do nível de depósito compulsório que um banco mantém no Banco Central, o balanço patrimonial desse banco sofrerá as seguintes mudanças: (A) aumento de uma conta do Passivo e diminuição de outra conta do Passivo, ficando o valor do Passivo Total inalterado. (B) aumento de uma conta do Ativo e diminuição de outra conta do Ativo, ficando o valor do Ativo Total inalterado. (C) aumento de uma conta do Ativo e aumento de uma conta do Passivo. (D) diminuição de uma conta do Ativo e diminuição de uma conta do Passivo. (E) aumento de uma conta do Passivo e diminuição de uma conta do Patrimônio Líquido. Exemplos de Questões de Concursos

52 4- (BACEN2006) –. No momento em que há um aumento do nível de depósito compulsório que um banco mantém no Banco Central, o seu balanço patrimonial sofrerá as seguintes mudanças: (A) aumento de uma conta do Passivo e diminuição de outra conta do Passivo, sendo que o valor do Passivo Total fica inalterado. (B) aumento de uma conta do Ativo e diminuição de outra conta do Ativo, ficando o valor do Ativo Total inalterado. (C) aumento do Ativo e aumento do Passivo. (D) diminuição do Ativo e diminuição do Passivo. (E) aumento do Passivo e diminuição do Patrimônio Líquido. Exemplos de Questões de Concursos

53 4- (BACEN2006) –. No momento em que há um aumento do nível de depósito compulsório que um banco mantém no Banco Central, o seu balanço patrimonial sofrerá as seguintes mudanças: (A) aumento de uma conta do Passivo e diminuição de outra conta do Passivo, sendo que o valor do Passivo Total fica inalterado. (B) aumento de uma conta do Ativo e diminuição de outra conta do Ativo, ficando o valor do Ativo Total inalterado. (C) aumento do Ativo e aumento do Passivo. (D) diminuição do Ativo e diminuição do Passivo. (E) aumento do Passivo e diminuição do Patrimônio Líquido. Exemplos de Questões de Concursos


Carregar ppt "Operações Bancárias e Contabilidade das Instituições Financeiras Prof.: José Roberto Pires Analista do Banco Central desde 1998 – Desup (Supervisão de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google