A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A importância do planejamento em Comunicação Organizacional.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A importância do planejamento em Comunicação Organizacional."— Transcrição da apresentação:

1 A importância do planejamento em Comunicação Organizacional

2 Planejar A primeira ação em CO é fazer o planejamento. Levantar informações, conhecer o material e ações de comunicação já existentes. Fazer uma imersão no universo do assessorado.

3 Planejamento Estratégico É uma poderosa ferramenta para a construção e a consolidação da imagem da empresa. Compreende: a avaliação do mercado e da concorrência; o diagnóstico do posicionamento da marca até a definição de estratégias que combinem diferentes meios de comunicação interna e externa.

4 Planejamento Apenas com planejamento é possível estabelecer uma comunicação integrada Dá consistência e potencializa a mensagem em todos os pontos de contato com o mercado.

5 Planejamento:primeira fase Análise: conhecendo a empresa seus públicos e o contexto em que está inserida. Identificação de problemas e as falhas na comunicação.

6 CENÁRIOS Conjunto de características e condições do ambiente externo, esperado ou temido para o futuro, que poderão afetar as atividades da organização, de seus clientes, de seus concorrentes. Para a criação dos cenários imaginar modelos do que pode vir a acontecer.Quadros divergentes que possibilitam prever como as diversas forças e os diferentes fatores externos poderão influenciar os negócios.

7 Postura Estratégica A maneira como a Empresa posiciona-se diante do seu ambiente. Proporciona um quadro-diagnóstico geral, resultante do confronto entre seus pontos fortes e fracos e que a qualifica quanto à sua capacidade de aproveitar oportunidades e de enfrentar ameaças externas ou não controláveis. Corresponde à maneira ou postura mais adequada para a Empresa alcançar seus propósitos dentro da missão, respeitando sua situação interna e externa atual, estabelecida no diagnóstico estratégico.

8 Para Planejar Planejamento dos fins: especificação do estado futuro desejado; a visão, a missão, os objetivos, os objetivos setoriais, os desafios e as metas. Planejamento dos meios: especifica-se a proposta dos caminhos para se chegar ao estado futuro. Ex:diversificação de produtos. Escolhem-se macroestratégias, macropolíticas, estratégias, políticas, procedimentos e práticas.

9 Para Planejar Planejamento organizacional: esquematizam-se os recursos organizacionais p.realizar os meios propostos. Ex: estruturação da empresa em unidades estratégicas de negócios. Planejamento dos recursos: dimensionam-se os recursos humanos, materiais, determinação da origem e aplicação de recursos financeiros. Nesse ponto, se estabelecem os programas, projetos, e planos de ação necessários ao alcance do futuro desejado. Planejamento da implantação e controle: corresponde à atividade de planejar o gerenciamento da implantação do empreendimento.

10 AMBIENTE EXTERNO Verificar as ameaças e oportunidades que estão no ambiente da Empresa e as melhores maneiras de evitar ou usufruir dessas situações. Olhar para fora de si, para o ambiente onde estão as oportunidades e ameaças. Fazer a análise c.um todo, considerando no q. pode se destacar: mercado nacional e regional; mercado internacional; evolução tecnológica; fornecedores; aspectos econômicos e financeiros; aspectos socioeconômicos e culturais; aspectos políticos; entidades de classe; órgãos governamentais; mercado de mão-de- obra; e concorrentes.

11 AMBIENTE EXTERNO Os objetivos da Empresa devem ser usados como critérios para avaliar e classificar as oportunidades e procurar ter alguma garantia de que, todas as oportunidades atraentes possíveis foram identificadas, descritas e analisadas.

12 Ambiente interno Deve determinar c/ a Empresa está. Esta fase pode ser dividida: identificação da visão, identificação dos valores, análise externa, análise interna e análise dos concorrentes. O objetivo é identificar as deficiências e qualidades da empresa, isto é, os pontos fracos e fortes que deverão ser determinados diante de sua atual posição produtos versus mercados, perante as outras empresas de seu setor de atuação, sejam estas concorrentes diretas ou apenas concorrentes potenciais. Para efeito desta análise, devemos também considerar os pontos neutros- aqueles que na análise não são considerados nem fracos ou fortes.

13 Análise de concorrentes Verifica-se o nível de conhecimento que possuímos de cada concorrente, o que indicará o grau de risco estratégico perante as estratégias dos mesmos, ou seja, quanto maior o conhecimento menor será o risco estratégico e vice-versa. Com base na análise, projeções e simulações das informações estratégicas a respeito da atuação passada e presente dos principais concorrentes, pode-se delinear a atuação futura desses concorrentes.

14 Planejamento:segunda fase ADAPTAÇÃO: É o momento do ajuste à realidade das informações mapeadas. É a hora de elaborarmos as ações e políticas necessárias para o desenvolvimento do plano.

15 Planejamento ATIVAÇÃO: É a hora de colocar o plano em prática, seguindo as determinações.

16 Planejamento AVALIAÇÃO: após a implementação avaliamos os planos e as estratégias estabelecidas para que se possa fazer os reajustes necessários.

17 Referências Utilizar o check-list – diário, semanal ou mensal-para facilitar a formulação do plano estratégico de comunicação organizacional. Verificar:leitura de jornais, revistas; escuta de rádio e tv; Calendário de datas comemorativas; outros a discutir.

18 Estrutura do Plano Capa Apresentar cada item em uma folha Apresentação Resumo do trabalho proposto onde se defende, também, a importância do trabalho de AI.

19 Estrutura do Plano Objetivos O que se pretende atingir com a atividade a ser realizada. Divulgar as atividades da empresa junto a seus diversos públicos – internos e externo, através dos veículos de comunicação....

20 Estrutura do Plano ATIVIDADES Dividir em módulos para facilitar a visualização/compreeensão. Ex: Divulgação Envio de informações das atividades da empresa para a mídia impressa – jornais e revistas- e eletrônica – rádio.... As atividades que serão desenvolvidas :

21 Estrutura do Plano Custos Estimar as despesas mensais para a execução das tarefas

22 Valoração Nome dado a aferição do que foi publicado na imprensa. Por exemplo, na mídia impressa é calculado/medido o tamanho da publicação versus o custo cm/col de publicidade.

23 Tipos de release Padrão Destaca o quê e o quem da informação – fato em si Ex: Evento e seus personagens Onde, o quando, o como e o porquê

24 Tipos de release Dirigido Características de um determinado espaço jornalístico. Em geral p/ colunas A seleção de informações e o tratamento dado a elas têm que considerar uma profunda análise do estilo da coluna- sem imitações –

25 Tipos de release Especial Matéria (contexto do fato,mostra causas e consequências)– narra o fato ao qual o assessorado está relacionado. Solicitação do veículo (normas Matéria (contexto do fato, mostra as de redação do veículo e espaço)

26 Tipos de release Artigo Texto opinativo- redação final do jornalista- editorias de opinião do jornal- As idéias e a estrutura básica são do assessorado. Rádio e televisão Divulgação de eventos em programas de tvs, reportagens.

27 Tipos de release Cobertura Resultado de um evento

28 OUTROS Convocação Entrevistas coletivas ou aberturas de eventos Nota oficial Texto distribuído em situações críticas. Posicionamento do assessorado. Pode ser publicação paga/Informe publicitário

29 OUTROS Comunicado Indicação das formas de contato- Informação p/ o e outros materiais destinados à divulgação jornalista e não para o veículo. Press-kit Conjunto informativo composto de textos, fotografias de fato jornalístico. Entrevistas coletivas ou eventos – maior volume de dados p/ Ter mais embasamento s/ o tema. Conteúdo: release padrão


Carregar ppt "A importância do planejamento em Comunicação Organizacional."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google