A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !. 2AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! COMO CONCLUSÃO: Busca de um bem sempre presente nas ações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !. 2AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! COMO CONCLUSÃO: Busca de um bem sempre presente nas ações."— Transcrição da apresentação:

1 1AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

2 2AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! COMO CONCLUSÃO: Busca de um bem sempre presente nas ações humanas. A variação está na concepção individual de bem e nos comportamentos individuais e coletivos para alcançá-lo. CAPÍTULO II – JUSTIÇA (Com base na wikipédia – seção da língua inglesa – verbete: justice.)

3 3AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! CAPÍTULO II – JUSTIÇA (Com base na wikipédia – seção da língua inglesa – verbete: justice.) CONCEITO associado à idéia de correção ( do erro, da falha, do equilíbrio,...) BASE Moral, Ética, Leis, Leis Naturais, Religião,... DESCOBERTAS RECENTES: Cérebro humano responde automática e naturalmente a situações justas / injustas. Sugere que um ambiente justo satisfaça necessidades básicas naturais.

4 4AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! Macacos reagem à situações justas/injustas (igualdade/desigualdade social). Sugere que o princípio da justiça está ligado aos instintos e aos sentimentos de parte dos seres vivos. Abordagens (concepções filosóficas básicas) no estudo da Justiça Justiça como harmonia (Sócrates) Promover o inter relacionamento harmonioso. Platão O indivíduo deve retribuir o correspondente exato do que recebeu.

5 5AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! Justiça como ordem divina Dilema Eutífron: Deus impõe a justiça É tirano. Deus subordina-se à justiça É vassalo. Uma proposta de solução: Deus é bom A justiça é expressão de Sua bondade. (Deus planeja o melhor à sua criação A justiça leva a isto.) Justiça natural As consequências resultam naturalmente (por meio de leis naturais), de ações ou escolhas. Justiça como criação humana de uma harmonia natural, ordem divina, lei natural,...

6 6AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! Justiça como artifício Modo dos detentores do poder dominarem os fracos. Justiça de comum acordo Contrato mútuo entre os indivíduos. (Justiça como criação humana) Justiça como valor subordinado Justiça deve ser exercida de modo a produzir a maximização do bem; as melhores consequências. (Ética Utilitarista)

7 7AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! GRANDES TEORIAS DA JUSTIÇA JUSTIÇA CONSEQUENCIALISTA (Ética Utilitarista) Valor de uma ação medido pelo seu resultado. A reação a uma ação deve buscar a maximização do bem; o maior bem.

8 8AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! JUSTIÇA DISTRIBUTIVA O exercício da justiça deve pretender a distribuição adequada de coisas boas entre pessoas diferentes. Igualitarismo – Igualdade do usofruto das coisas boas (direitos, oportunidades, resultados, bens,...) Meritocracia – Usofruto das coisas boas proporcional ao mérito individual ( volume do trabalho, qualidade do trabalho, inteligência, simpatia, beleza?) Consequencialismo – Usofruto das coisas boas entre os indivíduos de modo a maximizar o bem.

9 9AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! Imparcialidade – Imparcialidade da Justiça na decisão do usofruto de coisas boas. John Rawls - Ignorar (abstrair de ) tudo a respeito de nossos interesses pessoais e escolher a ação (reação, decisão) que seria melhor para todos. - Buscar o maior benefício dos menos favorecidos. - Cada pessoa deve gozar da maior liberdade possível, compatível com a maior liberdade para todos.

10 10AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! JUSTIÇA RETRIBUTIVA Por que reagir? Como reagir? Quando reagir (ou não)? Consequencialismo (Ética Utilitarista) -Ameaça de punição / punição eventual dissuação de ações que redundem em más consequências. -Dissuação/ punição exemplar / cerceamento da liberdade Impede a repetição de ações que redundem em más consequências. -Reabilitação Do indivíduo, Impedindo a repetição...

11 11AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! Retributivismo (Ética deontológica) Reação proporcional à ação, justamente correta e merecida, focada exclusivamente nos seus autores. { Deontologia do grego ciência do dever Teoria do dever. Uma ação é moral se está em concordância com uma ou mais regras estabelecidas.} JUSTIÇA RESTAURATIVA A reação a uma ação deve atuar sobre o indivíduo que a praticou (corrigindo-o). TEORIAS MISTAS

12 12AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! REPRESENTAÇÃO DA JUSTIÇA Mitologia grega TÊMIS -Filha do Céu (Urano) e da Terra (Gaia). -Prima e irmã de criação de Nêmesis {Deusa de Retribuição}. -Segunda esposa e conselheira de Zeus { Deus máximo Criador, Mantenedor, Governador}. -TÊMIS personifica: Sabedoria; Ordem Divina; Ordem Natural; Ordem Social; Estabilidade; Justiça.

13 13AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! REPRESENTAÇÃO DA JUSTIÇA Atributos de TÊMIS: Beleza, Dignidade, Atratividade. Filhas de TÊMIS (com Zeus): Astréia – Pureza e Inocência. Irene – Paz Diké – Justiça (a reflexão que leva a ) Eumônia – Disciplina.... BALANÇA – Garantia do equilíbrio preciso entre todos os aspectos de uma ou mais questões.

14 14AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! REPRESENTAÇÃO DA JUSTIÇA VENDA – (séc. XVI) Imparcialidade. Decisões baseadas apenas na Sabedoria. ESPADA – (tb. recente) Verdade; Capacidade de correção (do erro, do desequilíbrio). Restauração / Manutenção da Ordem.

15 15AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! A TÍTULO DE CONCLUSÃO: Todas as teorias tem em comum buscar o bom inter relacionamento humano. Todas buscam encontrar o que é certo.

16 16 CAPÍTULO III – RELIGIÃO, MORAL E ÉTICA AO LONGO DO TEMPO. (Abordagem Histórica da Ética / Moral) Cap. III.1 - EGITO – (até 343 a.C.) AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! Até a.C. Tribos coletoras, pescadoras, caçadoras gradualmente estabelecidas pela agricultura e pecuária a.C. Desertificação! Migração para as terras férteis às margens do Nilo. formação de pequenas nações independentes (relações comerciais frequentes). formação dos Reinos do Alto Egito e do Baixo Egito.

17 17AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! a.C. Unificação do Alto e do Baixo Egito pelo Rei Menes a.C até 343 a.C. Cultura, Religião, Costumes: característicos e particulares. Não teve os traços culturais corrompidos ou distorcidos por outros. (Várias invasões rapidamente rechaçadas.) 343 a.C. Invasão e domínio pelos persas. Em seguida Invasão e domínio grego.(Alexandre o Grande; período Ptolomaico.) Em seguida Domínio Romano....Atualmente nação muçulmana.

18 18 DEUSA MAAT AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! Deus Criador Rá ao criar o Universo, desbanca Isfet desordem. e entroniza Maat Ordem. Primeiros registros encontrados textos em pirâmides 2780 a 2250 a.C.

19 19 MAAT - Deusa / Símbolo / Personificação da Verdade, da Justiça, do Equilíbrio, da Ordem, da Lei, da Moral, da Harmonia e da Justiça. Normatizadora da natureza e da sociedade. Expressão da Sabedoria Divina. Valores !!! AULA 0219 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

20 20 Na política Faraós considerados como a boca de Maat Defensores da ordem e das leis do Criador. (Símbolo masculino homólogo Thot mesmos atributos.) (Deus / Símbolo antagônico à Maat Isfet desordem, falsidade, violência...) AULA 0220 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

21 21 A idéia de Maat, levava a declarações: - Eu dei o pão ao faminto e vesti os nus. - Eu era um marido para a viúva e pai do órfão. misericórdia. AULA 0221 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! Pena de avestruz símbolo da verdade. Cetro símbolo do poder. Ankh símbolo da vida eterna. Uma afirmação de Rá: Eu fiz todo o homem igual ao seu companheiro. igualdade

22 22 Princípios defendidos por Maat mais éticos que morais; não legalista Seguiam valores básicos a partir dos quais a justiça era feita. Quais eram os valores morais / éticos: Livro dos Mortos. ( Livro da Jornada em direção à Luz.) Papiro de Hunefer Julgamento da alma no mundo inferior (Duat) No "Salão das duas Verdades Papiro de Ani Confissões negativas / Quarenta e duas Declarações de Pureza. (variáveis concepções do proprietário / dos sacerdotes escribas) AULA 0222 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

23 23 Os assessores de Maat 42 divindades listadas no Papiro de Nebseni, a quem o falecido fazia a confissão negativa do Papiro de Ani.Papiro de NebseniPapiro de Ani Se coração devorado por Ammit, o falecido permaneceria no Duat. AULA 0223 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

24 24 Confissão Negativa - Declarações de Pureza 01. Eu não cometi pecado. (pecar = tropeçar errar, cair) ! 02. Eu não roubei com violência. (e furtar?) 03. Eu não roubei. (*) 04. Eu não matei os homens e mulheres. (*) 05. Eu não roubei grão. 06. Eu não furtei oferecimentos. 07. Eu não roubei a propriedade do deus. (?) 08. Eu não proferi mentiras. (*) 09. Eu não joguei comida fora. (desperdício) ! AULA 0224 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

25 Eu não proferi maldições. 11. Eu não cometi adultério. (*) 12. Eu não dormi com homens. 13. Eu não fiz ninguém chorar. (!) 14. Eu não tenho comido o coração [Eu não senti remorso.] ! 15. Eu não ataquei nenhum homem. (ou agrediu) 16. Eu não fui um homem de engano. (falso) 17. Eu não roubei terra cultivada. 18. Eu não fui um intrometido. 19. Eu não caluniei [ninguém]. 20. Eu não tive raiva, sem justa causa. (?) AULA 0225 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

26 Eu não debochei da esposa de nenhum homem. 22. Eu não fui poluído. (? Eu fui puro) [ transparente, não maliciosa ] 23. Eu não aterrorizei ninguém. ! 24. Eu não transgredi [a lei]. 25. Eu não fui indigno. 26. Eu não fechei os meus ouvidos às palavras da verdade. 27. Eu não blasfemei. (macular coisas sagradas)(?) 28. Eu não fui violento. ( prezavam o pacifismo) 29. Eu não fui um agitador. (ou um perturbador da paz). 30. Eu não agi (ou julguei) com pressa injustificada. (incontinente) 31. Eu não inquiri em assuntos. (?) AULA 0226 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

27 Eu não multipliquei minhas palavras falando. (tagarelice) 33. Eu não prejudiquei ninguém, eu não fiz nada de mal. 34. Eu não fiz feitiçaria contra o rei (ou blasfemei contra o rei).(?) 35. Eu nunca parei [o fluxo de] água. (?) 36. Eu nunca levantei a minha voz (falar com arrogância, ou com raiva) (?). 37. Eu não amaldiçoei (ou blasfemei contra) Deus. 38. Eu não agi com arrogância. 39. Eu não roubei o pão dos deuses. 40. Eu não tenho levado os bolos de khenfu fora dos espíritos dos mortos. (?) 41. Eu não arrebatei o pão da criança, nem tratei com desprezo o deus de minha cidade. 42. Eu não matei o gado que pertence ao deus.(?) AULA 0227 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

28 28 Assim, regras morais particulares unidas a elevados conceitos éticos. Curiosidade: Igualdade de direitos de gênero no período grego, influiu na Grécia em Roma. SÍNTESE (A TÍTULO DE CONCLUSÃO): Sociedade de cultura antiga com valores morais e éticos expressivos: Justiça; Equilíbrio; Ordem; Harmonia... Igualdade; Caridade; Misericórdia... Não errar; Não matar; Não roubar; Não mentir; Não praticar adultério; Não ser falso; Não fazer sofrer; Não agredir; Não se imiscuir nos assuntos alheios; Não caluniar; Não aterrorizar ninguém; Não fazer mal a ninguém; Não ser arrogante; Não ser impiedoso... Ser puro; Respeitar as leis; Ser cordato; Ser pacífico; Ser continente... AULA 0228 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !

29 29 Cap. III.2 - ÍNDIA AULA 0229 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! AULA 02


Carregar ppt "1AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO !. 2AULA 02 ÉTICA, MORAL E ENGENHARIA BEM VINDO ! COMO CONCLUSÃO: Busca de um bem sempre presente nas ações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google