A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EMF Airton Policarpo – Pedreira Lena Sá O movimento do Abinv na Escola.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EMF Airton Policarpo – Pedreira Lena Sá O movimento do Abinv na Escola."— Transcrição da apresentação:

1 EMF Airton Policarpo – Pedreira Lena Sá O movimento do Abinv na Escola

2 Dados numéricos Professores que desenvolveram atividades relacionadas ao Abinv na escola 12 3 Classes (séries, ciclos)2 profs 1º ano 2 profs do 2º ano 3 profs do 3º ano 2 profs do 4º ano 3 profs do 5º ano 1 prof do 5º ano 1 prof do 4º ano 1 prof do 1º ano Encontros com professores (ações de formação, reuniões etc) Reuniões grupo- 6 Reuniões individuais -18 Reuniões em grupo – 0 Reuniões individuais - 11

3 Preparação de cenários de investigação Diagnóstico da turma de alunos, Conhecer o currículo da série/ano, Estudo do material didático adotado, Conhecer o planejamento do professor e os conteúdos a serem estudados, Definição de assuntos que poderão gerar um tema para o experimento,

4 Preparação de cenários de investigação Inserir o professor em todo o processo, inclusive levando em consideração seus desejos, limitações, habilidades; Proposição do tema aos alunos, Planejamento das etapas do experimento em parceria com o professor, Observação de sala de aula nos dias de execução do experimento, Reuniões individuais para orientação e ajustes da atuação do professor.

5 Acompanhamento dos cenários de inestigação Encontros presenciais de acordo com a necessidade ( em média duas vezes por mês). Comunicação por . Registro escrito das etapas do experimento. Seminários com a equipe do Nied que foi fundamental para o encaminhamento das etapas.

6 Socialização de resultados dos Cenários Não tem havido oportunidade de socialização do processo e resultados dos experimentos em andamento com todos os professores da escola. Possíveis Soluções: -Participação das reuniões pedagógicas. - Acompanhamento da coordenação pedagógica da escola.

7 Impacto das vivências Alunos Sem dúvida a realização dos experimentos trouxe dinânicas diferentes para a sala de aula, Alunos reconhecem que fazem algo novo e estimulante, Há um envolvimento real por parte deles.

8 Impacto das vivências Professores Ficaram mais atentos às perguntas das crianças e nos possíveis desdobramentos a partir dessas perguntas. Disposição em pesquisar assuntos do cotidiano além do conteúdo do livro didático. Perceberam a importância de se registrar e refletir.

9 Impacto das vivências Plano Político Pedagógico Não tenho dados para fazer comentários neste aspecto. Falta a participação da equipe técnico pedagógica da escola que tem a função de propor mudanças, incrementar metodologias e discutir o projeto pedagógico da escola. Naõ houve oportunidade de trocas neste nível.

10 Processo de autonomia da comunidade Restrito aos professores que participaram do projeto, que no ano passado foi quase a totalidade deles. Devido a baixa adesão neste ano, não posso afirmar se experiencia que tiveram no ano passado perdurou neste ano.

11 Reflexões DEFINIÇÃO DO TEMA Currículo Livro Didático Cotidiano Partir de um problema concreto do cotidiano das crianças ou do espaço “vivido” – seria o ideal. No caso do 5º ano – começou com o cardápio do almoço da escola e o fato de comerem mal. No caso do 4º ano – partiram do conteúdo programático, mas transportaram para o terreno da escola

12 5ºano – trajetória Cardápio do almoço da escola e o fato de comerem mal. Queriam fazer uma proposta de mudança do que é servido. Depois foi afinando até chegar a um experimento pontual que pudesse ser testado. Tivemos tempo de matruação, reflexão, redefinição de atividades, sem prejuízo do experimento e sem abondonar o tema:nutrição e saúde.

13 5º ano - trajetória Poderia se tornar uma investigação duradoura, Poderíamos voltar ao início: Analisar quantas calorias eles necesitam por dia a partir das atividades que desenvolvem e o que comem, incluindo ai as refeições feitas na escola.

14 Socializar o processo e os resultados Seria importante se chegar a um produto final: proposta de cardápio, um vídeo, uma encenação para divulgar a pesquisa e resultados.

15 4º ano – trajetória Partiram do conteúdo programático Transportaram para o terreno da escola, que tem particuaridades semelhantes das que estão no livro. Propor uma solução para a escola, seria o ideal.


Carregar ppt "EMF Airton Policarpo – Pedreira Lena Sá O movimento do Abinv na Escola."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google