A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Revisão de História Judaica – 7º Ano. Pelo que lutavam os judeus desta época? Independência face aos Impérios estrangeiros. Autonomia religiosa contra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Revisão de História Judaica – 7º Ano. Pelo que lutavam os judeus desta época? Independência face aos Impérios estrangeiros. Autonomia religiosa contra."— Transcrição da apresentação:

1 Revisão de História Judaica – 7º Ano

2 Pelo que lutavam os judeus desta época? Independência face aos Impérios estrangeiros. Autonomia religiosa contra a influência estrangeira.

3 Porém, não é tão simples assim. Para os judeus, a religião sempre foi parte fundamental de sua identidade. A Torá e as interpretações dos sábios, além dos costumes, sempre mostraram o lugar dos judeus entre as Nações.

4 Qual era o primeiro aspecto da vida judaica que os Impérios atacavam? A religião. Exemplos: -Os selêucidas (gregos) procuraram banir o estudo da Torá, o brit milá e forçar os judeus a comerem taref; -Os romanos procuraram banir o estudo da Torá e cometiam atos que ofendiam aos costumes religiosos judaicos.

5 Guerra dos Macabim (167 – 138 A.C)  Após a morte de Alexandre Magno, seus generais Ptolomeu e Seleuco criam dinastias (Ptolomeus e Selêucidas) que disputam o Oriente Médio e Norte da África.  Inicialmente, os ptolomeus tratam os judeus com liberdade religiosa, tanto que a Torá é traduzida para o grego (Septuaginta)

6 Início O Império Selêucida conquista a Terra de Israel; Os selêucidas são agressivos em sua estratégia de helenização; Procuram probir a religião judaica, aumentar impostos para financiar o império e transformar os templos judaicos em templos pagãos.

7 Quem eram os macabim?

8 Eram os descendentes de Matitiahu, sacerdote da cidade de Modiin. Eram homens profundamente religiosos, que não tinham a pretensão de governar como reis, mas de exercerem o sacerdócio no Beit Hamikdash. O mais famoso é Yehudá HaMacabi. Seu nome significa “o martelo”, por sua ferocidade em batalha.

9 Cronologia 1.Tentativa de colocar uma estátua de Zeus no templo em Modiin 2.O sacerdote Matatias se rebela e mata o oficial selêucida que foi executar a ordem. 3.Inicia-se uma guerrilha contra o Exército selêucida. 4.Yehudá HaMacabi impõe diversas derrotas aos estrangeiros. 5.Retoma-se o Beit Hamikdash e ele é purificado. 6.Diversas ofensivas selêucidas derrotam os macabim. 7.Após a morte do Imperador Antíoco IV, o sacerdote Shimon negocia com os selêucidas.

10 O que Shimon negocia com os selêucidas? A independência parcial de Israel. O que é isso? Os selêucidas desistiriam de manter as proibições antijudaicas, porém o território pagaria impostos por sua condição de subordinado.

11 Os Hashmonaim

12 Quem eram? “Os descendentes biológicos, mas não ideológicos, dos macabim” Sobem ao poder com o enfraquecimento dos selêucidas. A situação permite a obtenção da independência total do território de Israel. Os macabim, porém, acabam governando como reis e sacerdotes. Isto vai contra que lei?

13 A Separação Anfictiônica A separação anfictiônica dizia que o rei e os sacerdotes deveriam cuidar cada um de suas funções, lado a lado, sem que um exercesse as funções do outro. Isto serviria para evitar uma concentração de poder que poderia levar a uma tirania.

14 Estrutura de poder dos Hashmonaim. Impostos altos; Favorecimento de rotas comerciais e da produção nas cidades; Controle do poder religioso; Emprego de exércitos mercenários para conduzir guerras de expansão territorial; Conversão forçada de povos dominados para aumentar a população; Aliança militar com os romanos para garantir defesa contra estrangeiros.

15 Quem exercia o poder religioso na época? Os sacerdotes do Beit Hamikdash deveriam exercer o poder religioso; O Templo era responsável por toda a vida religiosa, os festivais, os sacrifícios; Com a insistência dos hashmonaim em tomarem o poder religioso, os seguintes fenômenos ocorrem:

16 Descrença do povo em relação ao Sanhedrin (o órgão de sábios que controlava o Templo); Oposição aos Hashmonaim que viviam em luxo custeado por impostos Divisão do povo em facções ideológicas rivais:

17 Saduceus (Tzedukim) Apoio irrestrito aos governantes; A religião podia ficar em segundo plano para garantir a sobrevivência nacional; Não acreditavam na Torá Oral; Eram apoiados pela aristocracia, pelos militares e pela elite.

18 Fariseus (Prushim) Rejeitavam o governo dos Hashmonaim; Acreditavam que a religião era a fonte de vida do povo judeu e jamais poderia estar em segundo plano; Acreditavam e mantinham a Torá Oral; Apoiados pelos mais pobres e pela classe média;

19 Essênios (Issiim) Rejeição completa da vida em sociedade Viviam no deserto para esperar o Maschiach Compilaram os chamados “Manuscritos do Mar Morto” – uma série de documentos que continham cópias da Torá e de outros livros.

20 O fim dos Hashmonaim A crise dos Hashmonaim se dá pelos motivos: Insatisfação com os impostos excessivos; Divisões ideológicas na sociedade judaica criavam o temor de uma guerra civil; As disputas pelo poder entre os próprios Hashmonaim enfraqueciam a unidade da Judéia.


Carregar ppt "Revisão de História Judaica – 7º Ano. Pelo que lutavam os judeus desta época? Independência face aos Impérios estrangeiros. Autonomia religiosa contra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google