A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Comportamento Organizacional Unidade III- Introdução ao Comportamento Organizacional Prof.ª MS Adriana Bortolon Carvalho Cardoso

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Comportamento Organizacional Unidade III- Introdução ao Comportamento Organizacional Prof.ª MS Adriana Bortolon Carvalho Cardoso"— Transcrição da apresentação:

1 Comportamento Organizacional Unidade III- Introdução ao Comportamento Organizacional Prof.ª MS Adriana Bortolon Carvalho Cardoso adribortolon@gmail.com

2 Comportamento Organizacional O campo do comportamento organizacional foi concebido como disciplina na década de sessenta por pesquisadores britânicos, se apoia em outras ciências já estabelecidas como Psicologia, Sociologia, Antropologia e Ciência Política, constituindo uma área de teorização e pesquisa em que as atividades organizacionais são objeto de estudo. 2

3 Comportamento Organizacional - Conceito Campo de estudo que investiga o impacto que indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o comportamento dos indivíduos dentro das organizações com o propósito de utilizar esse conhecimento para melhorar a eficácia organizacional. 3

4 4 Comportamento Organizacional - Conceito Comportamento Organizacional - é o estudo do comportamento humano no local de trabalho, a interação entre as pessoas e a organização em si. As principais metas do comportamento organizacional são explicar, prever e controlar o comportamento.

5 5

6 6 O CO está relacionado com as ações das pessoas no trabalho em organizações. Baseado predominantemente na contribuição de psicólogos, o CO é uma área que trata do comportamento individual: personalidade, atitudes, percepção, aprendizagem e, motivação.

7 7 O CO também está relacionado com o comportamento grupal: normas, papeis, construção de equipes e conflitos e, nesse sentido, baseia-se na contribuição de sociólogos e de psicólogos sociais.

8 8 De acordo com Almeida, F.N.(1995), existem dois tipos de fatores que determinam o comportamento das pessoas: macro (cultura, classe social, família, amigos, instituições, experiências e leituras) micro (valores, crenças, atitudes, emoções, competências e motivação). Os fatores macro são resultantes do processo de socialização e que influenciam grandemente o comportamento das pessoas nas relações que estabelecem com os outros. Os fatores micro são os que diretamente determinam o comportamento.

9 9 Os valores - Valores são os princípios relativamente a coisas materiais ou espirituais que são significativos para nós. Por exemplo o altruísmo (ajudar os outros desinteressadamente) pode ser um valor para uma pessoa e não o ser para outra. O dar muita importância aos bens materiais pode ser um valor para uma pessoa e não o ser para a outra (Almeida,1995).

10 10 As crenças- as crenças são as convicções ou idéias que as pessoas têm sobre os objetos ou situações. Atitudes - disposições em relação a objetos, a pessoas, a acontecimentos, ou a atributos de qualquer destes. Por exemplo, “ eu gosto de laranja”, “eu gosto de dançar”- são atitudes.

11 11 Características do CO O CO apresenta características próprias e marcantes. Trata-se de uma área do conhecimento humano que é vital para a compreensão do funcionamento das organizações. As principais características, segundo Chiavenato, são: O CO é uma disciplina científica aplicada. Está ligado a questões práticas no sentido de ajudar pessoas e organizações a alcançar níveis elevados de desempenho nunca antes alcançados. Sua aplicabilidade está em simultaneamente buscar aumentar a satisfação das pessoas no trabalho e elevar os padrões de competitividade e de sucesso da Organização; O CO adota uma abordagem contingencial. Procura identificar as diferentes situações organizacionais para que se possa lidar com elas e extrair o máximo proveito delas. O CO utiliza abordagem situacional, já que não existe uma única e exclusiva maneira de lidar com as organizações e com as pessoas. Tudo depende das circunstâncias, e nada fixo ou imutável.

12 12 O CO utiliza métodos científicos. Desenvolve e testa empiricamente hipóteses e generalizações sobre a dinâmica do comportamento nas organizações. Os fundamentos do CO se baseiam em uma metodologia científica de pesquisa sistemática; O CO ajuda a lidar com as pessoas nas organizações. As organizações são entidades sociais, pois são constituídas de pessoas. O objetivo básico do CO é ajudar as pessoas e organizações a se entenderem cada vez melhor. De um lado, o CO é fundamental para os administradores que dirigem organizações ou unidades delas, assim como é indispensável para toda e qualquer pessoa que pretenda ser bem sucedida na sua atividade com as organizações, dentro ou fora delas.

13 13 CO recebe contribuições de várias ciências comportamentais como: Ciências Políticas: com conceitos sobre poder, conflito e política organizacional etc.; Antropologia: com conceitos sobre cultura organizacional, análise cultural, valores e atitudes; Psicologia: com conceitos sobre diferenças individuais, personalidade, sensação, motivação, aprendizagem etc.; Psicologia Social: com conceitos sobre grupo, dinâmica de grupo, interação, liderança, comunicação, atitudes, tomada de decisão grupal etc.: Sociologia: com status, prestígio, poder e conflito etc.; Sociologia Organizacional: com teoria organizacional, dinâmica organizacional etc. O CO está intimamente relacionado com vários campos de estudo.

14 14 Desenvolvendo um modelo de Comportamento Organizacional Três níveis de análise:  Individual;  Grupo;  Sistemas organizacionais. Variáveis dependentes - fatores que devem ser previstos, mas são afetados por outro fator:  Produtividade: preocupação com a eficácia e a eficiência. Para tanto, é necessário saber quais fatores influenciam a eficiência e eficácia dos indivíduos, dos grupos e da organização como um todo.

15 15  Absenteísmo: Todas as ausências são prejudiciais?  Rotatividade: Um certo nível de rotatividade voluntária de trabalhadores aumenta a flexibilidade organizacional.  Cidadania organizacional: comportamento que não faz parte das exigências do cargo, mas que ajuda a promover o funcionamento eficaz da organização.  Satisfação no trabalho: conjunto de sentimentos de uma pessoa com relação ao seu trabalho.

16 16

17 17 Variáveis independentes: suposta causa de algumas mudanças em variável dependente:  Variáveis no nível do indivíduo;  Variáveis no nível do grupo: O comportamento das pessoas tende a ser diferente quando elas estão sozinhas e quando estão em grupo.  Variáveis no nível do sistema organizacional: Estrutura da organização.

18 18 Assuntos críticos enfrentados pelos executivos Trabalhar com pessoas de diferentes culturas; Administrar a diversidade da força de trabalho; Aumentar a qualidade e a produtividade; Melhorar as habilidades humanas; Administrar Conflitos Dar autonomia para as pessoas (empowerment); Estimular a inovação e a mudança;

19 19

20 Atividades Artigo - Comportamento Organizacional – Questionário Artigo - Cidadania Organizacional – Leitura direcionada pela prof.ª 20


Carregar ppt "Comportamento Organizacional Unidade III- Introdução ao Comportamento Organizacional Prof.ª MS Adriana Bortolon Carvalho Cardoso"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google