A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Todas as pessoas desenvolvem, ao longo da vida, diferentes tipos de relacionamento com outras pessoas: Relacionamento materno, Relacionamento Paterno,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Todas as pessoas desenvolvem, ao longo da vida, diferentes tipos de relacionamento com outras pessoas: Relacionamento materno, Relacionamento Paterno,"— Transcrição da apresentação:

1

2 Todas as pessoas desenvolvem, ao longo da vida, diferentes tipos de relacionamento com outras pessoas: Relacionamento materno, Relacionamento Paterno, Com demais familiares, Com pessoas que passam a integrar nosso mundo social (escola, amigos, namorado, mundo do trabalho - chefes, subordinados, colegas de trabalho, clientes, fornecedores, etc.) Relacionamento materno, Relacionamento Paterno, Com demais familiares, Com pessoas que passam a integrar nosso mundo social (escola, amigos, namorado, mundo do trabalho - chefes, subordinados, colegas de trabalho, clientes, fornecedores, etc.)

3 Auto-Realização Estima Sociais De Segurança Fisiológicas Auto-Realização Estima Sociais De Segurança Fisiológicas As necessidades Fisiológicas e de Segurança são primárias, As demais necessidades secundárias As demais necessidades secundárias As necessidades Fisiológicas e de Segurança são primárias, As demais necessidades secundárias As demais necessidades secundárias

4 Necessidades Cada pessoa tem suas necessidades;Cada pessoa tem suas necessidades; As necessidades individuais mudam conforme o estágio da vida, o estado de espírito, o humor;As necessidades individuais mudam conforme o estágio da vida, o estado de espírito, o humor;IMAGINE: Suas necessidades,Suas necessidades, Necessidades de cada uma das outras pessoas,Necessidades de cada uma das outras pessoas, Necessidades da organização.Necessidades da organização. Tudo isso é = a CONFLITO

5 Costumam ter uma parte que analisa "o bom relacionamento com os outros" tamanha a importância dessa qualidade no ambiente profissional, onde o relacionamento com outras pessoas muitas vezes constitui a maior parcela daquilo que se faz durante o dia.

6 Um funcionário pode ser muito inteligente e esforçado além de bem-informado na sua área mas se lhe faltar destreza interpessoal ele provavelmente não irá durar muito num emprego onde certamente precisará lidar com outras pessoas. Um funcionário pode ser muito inteligente e esforçado além de bem-informado na sua área mas se lhe faltar destreza interpessoal ele provavelmente não irá durar muito num emprego onde certamente precisará lidar com outras pessoas.

7 Quando a primeira impressão é positiva de ambos os lados, haverá uma tendência a estabelecer relações de simpatia e aproximação que facilitarão o relacionamento interpessoal e as atividades em comum. Quando a primeira impressão é positiva de ambos os lados, haverá uma tendência a estabelecer relações de simpatia e aproximação que facilitarão o relacionamento interpessoal e as atividades em comum.

8 Não há processos unilaterais na interação humana: Tudo que acontece no relacionamento interpessoal decorre de duas fontes: eu e outro(s) Não há processos unilaterais na interação humana: Tudo que acontece no relacionamento interpessoal decorre de duas fontes: eu e outro(s)

9 CONCEITOS Eficiência Eficácia Auto eficácia

10

11 Cada um de nós tem uma “lente”, uma forma Específica de encarar o mundo. Cada um de nós tem uma “lente”, uma forma Específica de encarar o mundo.

12 Influência do ambiente cultural: Interação com pessoas, grupos e organizações. Copiamos muitas formas de pensar e agir. Mas ainda assim o estilo, as escolhas, o foco, a interpretação que damos têm toques sempre um toque pessoal. Influência do ambiente cultural: Interação com pessoas, grupos e organizações. Copiamos muitas formas de pensar e agir. Mas ainda assim o estilo, as escolhas, o foco, a interpretação que damos têm toques sempre um toque pessoal.

13 Nossas escolhas dependem da aprendizagem intelectual, emocional e ética

14 Fazemos escolhas criando o nosso mundo a partir da nossa visão de idéias. Nossas escolhas mudam dependendo do humor, do grau de tranqüilidade, satisfação e otimismo em que nos encontramos. Fazemos escolhas criando o nosso mundo a partir da nossa visão de idéias. Nossas escolhas mudam dependendo do humor, do grau de tranqüilidade, satisfação e otimismo em que nos encontramos.

15 O sistema de valores: influência familiar; religiosa; de classe social. O sistema de valores: influência familiar; religiosa; de classe social.

16 Cada pessoa faz uma síntese de valores que orienta suas escolhas: Leituras que faz, O que assiste no cinema, na TV, Pessoas com quem interage mais, Atividades em que se envolve. E, principalmente, no modo como faz tudo isso. Cada pessoa faz uma síntese de valores que orienta suas escolhas: Leituras que faz, O que assiste no cinema, na TV, Pessoas com quem interage mais, Atividades em que se envolve. E, principalmente, no modo como faz tudo isso.

17 Convivência: pessoas abertas e fechadas, empreendedoras e acomodadas, realizadas e perdidas. Convivência: pessoas abertas e fechadas, empreendedoras e acomodadas, realizadas e perdidas.

18 Influência do ambiente: Formatamos o mundo de formas diferentes, a partir das mesmas idéias básicas e de situações de vida semelhantes.

19 Na educação ajudamos a construir: A competência intelectual – conhecer e organizar o sistema de idéias; A competência emocional – conhecer e integrar os sentimentos, a afetividade; A competência ética – organizar nosso sistema de valores. Na educação ajudamos a construir: A competência intelectual – conhecer e organizar o sistema de idéias; A competência emocional – conhecer e integrar os sentimentos, a afetividade; A competência ética – organizar nosso sistema de valores.

20 A educação tem dado muito valor às idéias, ao racional. Começa a prestar atenção ao emocional. A educação tem dado muito valor às idéias, ao racional. Começa a prestar atenção ao emocional.

21 EDUCAÇÃO Precisa trabalhar as atitudes e valores, integrando tudo: –idéias, emoções e valores – para modificar nossa ação. E a AÇÃO ajuda a perceber: novas idéias, a desenvolver novas emoções, a reorganizar novos valores.

22

23 Relacionar-se com outras pessoas significa aproximar-se delas para trocar informações através de meios significativos e adequados; o elemento necessário para isso é a destreza interpessoal. (WEISINGER, 2001) Relacionar-se com outras pessoas significa aproximar-se delas para trocar informações através de meios significativos e adequados; o elemento necessário para isso é a destreza interpessoal. (WEISINGER, 2001)

24 Em cada profissão, na verdade, os dois tipos de competência que são interdependentes: na sua área de atuação e interpessoal São necessários, embora em proporções diferentes. Qual a proporção adequada para um desempenho superior? Em cada profissão, na verdade, os dois tipos de competência que são interdependentes: na sua área de atuação e interpessoal São necessários, embora em proporções diferentes. Qual a proporção adequada para um desempenho superior?

25 Se a competência técnica pode ser adquirida através de cursos, seminários, leituras e experiência ou prática, a competência interpessoal necessita treinamento especial.

26 Em que consiste a competência interpessoal? Competência interpessoal é a habilidade de lidar eficazmente com relações interpessoais, de lidar com outras pessoas de forma adequada às necessidades de cada uma e à exigência da situação.

27 1 – Percepção acurada da situação interpessoal: Se o indivíduo tem percepção mais acurada de si, então pode, também, ter percepção acurada da situação interpessoal, é o primeiro passo para poder agir de forma adequada e realística. 1 – Percepção acurada da situação interpessoal: Se o indivíduo tem percepção mais acurada de si, então pode, também, ter percepção acurada da situação interpessoal, é o primeiro passo para poder agir de forma adequada e realística.

28 2 - Habilidades para lidar com situações interpessoais: Flexibilidade perceptiva e comportamental (vários ângulos); Capacidade criativa para soluções ou propostas menos convencionais; Dar e receber feedback. 2 - Habilidades para lidar com situações interpessoais: Flexibilidade perceptiva e comportamental (vários ângulos); Capacidade criativa para soluções ou propostas menos convencionais; Dar e receber feedback.

29 3 – Relacionamento propriamente dito (soluções para os problemas): Conteúdo cognitivo; Dimensão emocional-afetiva. 3 – Relacionamento propriamente dito (soluções para os problemas): Conteúdo cognitivo; Dimensão emocional-afetiva.

30 Inteligência Interpessoal É a capacidade de compreender outras pessoas: o que as motiva, como trabalham, como trabalhar cooperativamente com elas. É a capacidade de compreender outras pessoas: o que as motiva, como trabalham, como trabalhar cooperativamente com elas.

31 Dificuldades no auto conhecimento Porque temos certos tipos de comportamentos ou porque reagimos de determinada maneira? Dificuldades no auto conhecimento Porque temos certos tipos de comportamentos ou porque reagimos de determinada maneira?

32 Para conhecermos as pessoas, estabelecemos um diálogo com elas. Para nos conhecermos é necessário que se estabeleça um diálogo interno. Como comunicar com os outros se não conseguimos estabelecer um diálogo conosco? Para conhecermos as pessoas, estabelecemos um diálogo com elas. Para nos conhecermos é necessário que se estabeleça um diálogo interno. Como comunicar com os outros se não conseguimos estabelecer um diálogo conosco?

33 Suas emoções podem lhe fornecer informações valiosas: - sobre você mesmo, - sobre outras pessoas e - sobre as diversas situações. Suas emoções podem lhe fornecer informações valiosas: - sobre você mesmo, - sobre outras pessoas e - sobre as diversas situações.

34 A partir do que conhecemos e "pensamos" que conhecemos de nós, desenvolvemos nossa auto-estima: o quanto de atitudes favoráveis uma pessoa tem em relação a si própria. A partir do que conhecemos e "pensamos" que conhecemos de nós, desenvolvemos nossa auto-estima: o quanto de atitudes favoráveis uma pessoa tem em relação a si própria.

35 Nossa inteligência emocional provém de quatro componentes que, quando alimentados pela experiência, lhe permitem desenvolver habilidades e aptidões específicas, que vão formar a base da sua inteligência emocional. (WEISINGER, 2001) Nossa inteligência emocional provém de quatro componentes que, quando alimentados pela experiência, lhe permitem desenvolver habilidades e aptidões específicas, que vão formar a base da sua inteligência emocional. (WEISINGER, 2001)

36 Ao contrário do seu DNA biológico, porém, os componentes da nossa inteligência emocional podem ser desenvolvidos para nos dar condições de expandi-la significativamente.

37 Cada um desses componentes representa certas aptidões que, reunidas, dão origem à nossa inteligência emocional; cada nível subseqüente incorpora as aptidões dos níveis anteriores, sendo construídos, assim, de forma hierárquica.

38 Esses quatro componentes são: 1.A capacidade de perceber, avaliar e expressar corretamente uma emoção; 2. A capacidade de gerar ou ter acesso a sentimentos quando eles puderem facilitar sua compreensão de si mesmo ou de outrem; 1.A capacidade de perceber, avaliar e expressar corretamente uma emoção; 2. A capacidade de gerar ou ter acesso a sentimentos quando eles puderem facilitar sua compreensão de si mesmo ou de outrem;

39 Esses quatro componentes são: 3. A capacidade de compreender as emoções e o conhecimento derivado delas; 4. A capacidade de controlar as próprias emoções para promover o crescimento emocional e intelectual. 3. A capacidade de compreender as emoções e o conhecimento derivado delas; 4. A capacidade de controlar as próprias emoções para promover o crescimento emocional e intelectual.

40 A inteligência emocional pode ser nutrida, desenvolvida e ampliada - não se trata de uma característica impossível de adquirir. A inteligência emocional pode ser nutrida, desenvolvida e ampliada - não se trata de uma característica impossível de adquirir.

41 Para expandir sua inteligência emocional é preciso aprender e praticar as técnicas e aptidões que a compõem: - a autoconsciência, - o controle emocional e - a motivação. Para expandir sua inteligência emocional é preciso aprender e praticar as técnicas e aptidões que a compõem: - a autoconsciência, - o controle emocional e - a motivação.

42 Avaliações; Sentidos; Sentimentos; Intenções; Atos. Avaliações; Sentidos; Sentimentos; Intenções; Atos. Para expandir a autoconsciência:

43 Sistema emocional: Pensamentos; Alterações fisiológicas; Atitudes.

44 MOTIVAÇÃO Você mesmo (pensamentos, atitudes, conceitos); Amigos, parentes e colegas solidários (Time de ouro); Mentor emocional; Seu ambiente (ar, iluminação, sons, lembretes motivadores).


Carregar ppt "Todas as pessoas desenvolvem, ao longo da vida, diferentes tipos de relacionamento com outras pessoas: Relacionamento materno, Relacionamento Paterno,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google