A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A importância do estágio na formação profissional: suas dimensões Profª Camila Lopes Taquetti.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A importância do estágio na formação profissional: suas dimensões Profª Camila Lopes Taquetti."— Transcrição da apresentação:

1 A importância do estágio na formação profissional: suas dimensões Profª Camila Lopes Taquetti

2 Estágio em Serviço Social Atividade curricular indispensável que oportuniza consolidar a interação entre teoria e prática através da vivência do estágio; É o ensaiar o trabalho profissional e isso pressupõe supervisão sistemática; O estágio insere-se também no contexto de precarização das condições e relações de trabalho. Tendo reflexos na atuação do docente, do assistente social do campo e do próprio estagiário; É um processo dialético de ensino-aprendizagem calcado na unidade teoria- prática (particularidade) inserida em determinantes condições sociais (universalidade); Desenvolvimento de competências, habilidade, posturas e reflexões profissionais.

3 Tríade fundamental no processo de estágio e de supervisão Estagiário - sujeito do processo de formação profissional; Supervisor Acadêmico - orienta para avaliação do aprendizado; Supervisor de Campo - acompanha o aluno in loco, ou seja, no campo; A supervisão consiste numa perspectiva de indissociabilidade entre o estágio e a supervisão (acadêmica e de campo), embora tenham funções específicas.

4 Supervisão de Estágio Processo didático-pedagógico de ensino-aprendizagem; Contribui para reflexão crítica onde o saber favorecerá o trânsito entre a tríade para concretização do projeto ético-político em uma perspectiva pedagógica e profissional; Função pedagógica privativa e competência do Assistente Social; Espaço de intermediação entre instituições de ensino e as instituições que ofertam campo de estágio; Estágio e supervisão possuem responsabilidade ética e técnica com relação à formação profissional.

5 Estágio Espaço fundamental em que se processa a articulação entre 3 dimensões essenciais e indissociáveis à formação profissional: ético-política, teórico-metodológica e técnico operativo;

6 Dimensões ético-política, teórico- metodológica e técnico operativo

7 Dimensão teórico- metodológica Promoção da interlocução entre a teoria, história e método estudado ao longo da formação; É processo permanente de crítica e busca de fundamentos teóricos, legais, metodológicos no âmbito do Serviço Social; Ex: Ao propor, executar ou planejar um política/programa/projeto voltado à família, é preciso conhecer e reconhecer histórica e teoricamente as mudanças ocorridas na sua configuração.

8 Dimensão ético-política Elemento ideológico e político da perspectiva de orientação profissional; Defesa do projeto ético político considerado hegemônico na profissão; Afirmação dos direitos sociais; pela qualidade dos serviços; emancipação dos sujeitos; Defesa de uma postura ética, laica, livre de preconceitos, respeito à diversidade étnica, cultural, religiosa, sexual etc; Trata-se da afirmação de um compromisso profissional.

9 Dimensão técnico-operativa Para além do domínios das técnicas, esta dimensão trata-se da instrumentalidade no serviço social; Capacidade adquirida através do exercício que propicia a intervenção; Acúmulo das técnicas que vislumbram a transformação, a mudança e o acesso aos direitos da população usuária;

10 Para não fragmentar a ação profissional, deve-se sempre levar em consideração: Para que a ação profissional é feita? Para quem a ação é realizada? Por que realizar essa ação? Como fazer a ação? É PRECISO PENSAR E AGIR TENDO EM VISTA A TOTALIDADE!

11 Supervisão e as dificuldades da prática Os profissionais não são preparados para serem supervisores e sim Assistentes Sociais; Mais uma atribuição para os profissionais; Não há obrigatoriedade para supervisionar aluno; Cada profissional estabelece sua maneira de supervisionar, não há diretriz que estabeleça isso;

12 Supervisão e as dificuldades da prática Supervisão acadêmica não interfere na supervisão de campo; Supervisão acadêmica só intervém apenas quando é irregularidade no estágio; Compreensão: realidade do campo X realidade acadêmica; Respeito e postura ética diante da atuação do supervisor de campo; Respeito à pluralidade de idéias no quer tange a perspectiva profissional;

13 O campo de estágio não é necessariamente um espaço ideal do exercício profissional. É um espaço de aprendizagem, tanto das possibilidades quanto dos desafios cotidianos enfrentados pelo serviço social e pelas políticas públicas.

14 A prática profissional do serviço social é um processo em constante construção. É inacabada, pois é compreendida dentro do movimento dialético. Capacidade de desvelar a demanda por si só (aparência) e compreender seus determinantes históricos (social/pessoal), sociais, culturais, locais (essência) para a ação interventiva.

15 A importância do estágio na formação profissional: ação investigativa Particularidade do Serviço Social dentro das ciências humanas aplicadas: PRÁTICA PROSSUPÕE INTERVENÇÃO; Para intervir é preciso investigar. Há diversas maneiras de se investigar: indagar, pesquisar, planejar, reconhecer etc.

16 AÇÃO INVESTIGATIVA: Exigência mínima para o exercício profissional; Possibilita apreender os mendros do real investigado; Objetiva transpor ações fragmentadas e descritivas; Possibilita emitir respostas mais qualificadas e acertadas; Ampliação do saber fazer e do pensar.

17 AÇÃO INVESTIGATIVA: Ampliação da capacidade de intervir com base na totalidade; Ultrapassar tarefismos e burocratismos da rotina profissional; Possibilita reconstruir as rotinas e as tarefas cotidianas; Oportuniza a reflexão aliada à teoria; Possibilita reconstruir o objeto de intervenção profissional.

18 Condições desfavoráveis à investigação: seus dilemas Divisão sócio técnica do trabalho; Mudanças no mundo do trabalho: cobrança pela eficiência; Demandas extra profissionais; Superar o discurso que a teoria não apresenta instrumentos para a prática; Atuação cobrada a ser voltada em prol do mercado;

19 Implicações à não investigação Desinteresse pela prática; Visão fragmentada do real; Valorização do fazer em detrimento do saber; Pouco/nenhuma alteração nos mecanismos de intervenção; Limitar-se unicamente à demanda institucional.

20 Referências LEWGOY, Alzira M. B. Supervisão de estágio em Serviço Social: desafios para a formação e o exercício profissional. 2 ed. São Paulo: Cortez, 2010. p. 98-193. _______; SCAVONI, Maria L. A. Supervisão em Serviço Social: a formação do olhar ampliado. In: Revista Virtual Textos & Contextos [on line]. N. 1, ano I, Nov. 2002. Disponível em:. Acesso em: 17 dez. 2010. p. 1- 9.


Carregar ppt "A importância do estágio na formação profissional: suas dimensões Profª Camila Lopes Taquetti."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google