A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uso de técnicas qualitativas e quantitativas Pesquisa e Serviço Social I Profª Camila Taquetti.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uso de técnicas qualitativas e quantitativas Pesquisa e Serviço Social I Profª Camila Taquetti."— Transcrição da apresentação:

1 Uso de técnicas qualitativas e quantitativas Pesquisa e Serviço Social I Profª Camila Taquetti

2 Produção de conhecimento no campo das ciências sociais e humanas Calcado no: papel do pesquisador + processo de investigação + resultado Falso dilema do confronto entre : técnicas qualitativas e quantitativas Irreal dicotomia entre objetividade e subjetividade

3 Pesquisa quantitativa e qualitativa Pesquisa quantitativa dominou investigações em ciências humanas até a década 70 sob viés positivista; Ciências humanas: estudo do comportamento humano e social; Diferença entre pesquisa quanti e pesquisa quali está na sua ênfase, mas não se excluem ou divergem, podem se complementar.

4 Uso de técnicas quantitativas Busca de objetividade através de lógica formal; Neutralidade no processo de investigação; Realidade exterior ao indivíduo, interdependente;

5 Uso de técnicas quantitativas Utiliza experimentação na busca da veracidade ou a falsidade de hipóteses construídas; Resultados expressos e analisados em números, intensidade e ordenação, correlações estatísticas, índices quantitativos;

6 Limites no uso de técnicas quantitativas Conduz a generalizações errôneas em ciências humanas; Neutralidade científica; Explicação dos fenômenos a partir da constância e frequência; Variáveis controladas para explicar os problemas analisados. Risco de não privilegiar o contexto, as características e os acontecimentos em que se dão as observações

7 Superação entre os métodos de pesquisa Abordagem quantitativa, quando não exclusiva, fundamenta o conhecimento produzido pela pesquisa qualitativa; Possibilidade de análise qualitativa de dados quantitativos ou vice versa;

8 Pesquisa qualitativa “Deixam a verificação das regularidades para se dedicarem à análise dos significados que os indivíduos dão às suas ações, no espaço que constroem as suas vidas e suas relações, ou seja, a compreensão do sentido dos atos e das decisões dos atores sociais, assim como dos vínculos das ações particulares com o contexto social mais amplo em que estas se dão. Há uma relação dinâmica entre o mundo real e o sujeito, entre o sujeito e o objeto, entre o mundo objetivo e a subjetividade do sujeito (BAPTISTA, 1999, p. 35).

9 Pesquisa qualitativa Não se restringe a construção de dados isolados e ligados a uma teoria explicativa; Pressupõe integração do pesquisador que apresenta sua interpretação diante dos dados; Compreende que a realidade é uma construção social da qual o pesquisador participa;

10 Pesquisa qualitativa Processo de conhecimento: associações, dissociações, construções, compreensão da causalidade, da realidade (aquilo que não é aparente, mas essência); Captar representações subjetivas (percepções e emoções) dos sujeitos; Técnicas mais utilizadas: história de vida, história oral, observação participante, estudo de caso, análise de conteúdo, entrevista, pesquisa ação e estudos etnográficos

11 O pesquisador nesse processo Requer formação: conhecimento teórico da realidade e da metodologia; Técnica de pesquisa é teoria em ato de pesquisar! Pesquisa é método de investigação; Termos qualitativa e quantitativo ora são usados como técnica, ora como pesquisa. Abordagem!

12 Pesquisa quanti-quali “O que é questionável nas concepções radicalmente quantitativas não são os números, mas os pressupostos teóricos e as limitações decorrentes. É o significativo recorrer-se ao empirismo e à quantificação para melhor conhecer a realidade. Mas esse procedimento deve vir associado à análise qualitativa, pois ela possibilita um aprofundamento real do conhecimento e uma acumulação do saber, requisitos fundamentais da ciência. Desse modo, o debate deixa de se caracterizar pela oposição e pela coexistência pacífica das abordagens, para se constituir em uma atitude de compatibilidade e cooperação mútua” (BAPTISTA, 1999, p. 38).

13 Referência BAPTISTA, Dulce Maria T. O debate sobre o uso de técnicas qualitativas e quantitativas de pesquisa. In: MARTINELLI, Maria Lucia (Org.). Pesquisa Qualitativa: um instigante desafio. São Paulo: Veras, 1999.


Carregar ppt "Uso de técnicas qualitativas e quantitativas Pesquisa e Serviço Social I Profª Camila Taquetti."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google