A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TRICOTOMIA ADRIANA S. L. PUGNAL ALMIRO LISBOA ANGÉLICA M. O. DINIZ

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TRICOTOMIA ADRIANA S. L. PUGNAL ALMIRO LISBOA ANGÉLICA M. O. DINIZ"— Transcrição da apresentação:

1 TRICOTOMIA ADRIANA S. L. PUGNAL ALMIRO LISBOA ANGÉLICA M. O. DINIZ
FABIANA DE SOUZA JHONATAN G. MOLINA

2 TRICOTOMIA É a raspagem dos pelos na pele. Os pelos devem ser retirados porque abrigam microorganismos, que poderão penetrar no ferimento, provocando infecção. É feita com a finalidade de facilitar a limpeza e a desinfecção da pele e da região a ser operada. No caso de cirurgias programadas a tricotomia deve ser feita o mais próximo possível da cirurgia (no máximo 2 horas antes, e só deve ser feita quando realmente necessária).

3 ÁREAS DE TRICOTOMIA Cirurgia de crânio: todo o couro cabeludo ou conforme prescrição médica; Cirurgias torácicas: região torácica até umbigo e axilas; Cirurgia cardíaca: toda extensão corporal (face anterior e posterior), menos o couro cabeludo;

4

5 Cirurgia abdominal: desde a região mamaria até o púbis;
Cirurgia dos rins: região abdominal anterior e posterior; Cirurgia de membros inferiores: todo o membro inferior e púbis.

6 ORIENTAÇÃO: Calçar luvas, como meio de proteção pessoal, em todas as tricotomias; Usar tesoura para cortar pelos mais longos e cabelos, sempre que for necessário, e retirá-los com papel toalha; O pelo deve ser raspado delicadamente no sentido do crescimento do mesmo, para evitar lesão na pele e foliculite; A pele deve ser esticada para facilitar o deslizamento do aparelho e evitar lesão; Realizar degermação na área tricotomizada.

7 MATERIAL Bandeja; Recipientes com bolas de algodão; Pacote com gases; Cuba redonda com sabão líquido diluído; Cuba rim; Aparelho de barbear com lâmina nova (se possível utilizar tricotomizador elétrico para não lesar a pele); Pinça.

8

9 PROCEDIMENTO Cerque a cama com biombos; Exponha a região;
Umedeça a bola de algodão com sabão; Ensaboar a região; Com a mão esquerda estique a pele; Faça a raspagem dos pelos de cima para baixo; Lave a área com água e sabão para remover os pelos cortados; Retire o material usado.

10 EXECUÇÃO Identificar-se; Checar o nome e o leito do cliente;
Orientar ao cliente e/ou acompanhante quanto ao procedimento; Promover privacidade; Solicitar que o cliente fique na posição adequada ao procedimento, ou solicitar aalguém que o segure;

11 Expor a área; Colocar o lençol na área a ser tricotomizada; Calçar as luvas; Cortar os pelos mais longos, se necessário; Ensaboar a área; Com a mão dominante, esticar a pele com uma tração suave, em direção oposta aos pelos; Com a mão dominante, raspar os pelos, no sentido da inserção, com movimentos firmes e regulares;

12 Observar para que todos os pelos sejam removidos;
Encaminhar o cliente ao banho; Oferecer roupas limpas e trocar as roupas de cama; Deixar o cliente confortável e com a campainha ao seu alcance; Deixar o ambiente em ordem.

13 Pós - Execução: Desprezar o material no expurgo; Lavar as mãos; Guardar o material utilizado em local adequado; Realizar as anotações necessárias. Avaliação: Integridade cutânea; Eficácia do procedimento.

14 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
enfermagemcontinuada.blogspot.com, acessado em 05 de maio de 2014. ‎www.onofre.com.br , acessado em 05 de maio de 2014. › Enfermagem  › Artigos  › Farmacologia , acessado em 05 de maio de 2014. =338 , acessado em 05 de maio de 2014. , acessado em 05 de maio de 2014.


Carregar ppt "TRICOTOMIA ADRIANA S. L. PUGNAL ALMIRO LISBOA ANGÉLICA M. O. DINIZ"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google