A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

By Não adianta pensar que ao terminar uma relação está tudo acabado e resolvido. Todos acham estranho quando uma pessoa custa muito a encerrar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "By Não adianta pensar que ao terminar uma relação está tudo acabado e resolvido. Todos acham estranho quando uma pessoa custa muito a encerrar."— Transcrição da apresentação:

1

2 By

3

4 Não adianta pensar que ao terminar uma relação está tudo acabado e resolvido. Todos acham estranho quando uma pessoa custa muito a encerrar uma história amorosa que não tenha dado certo. Pois vou lhes dizer: amor precisa ser esgotado, exprimido, esvaziado, desaguado, chorado, torcido dentro da gente até a última gota, para que ele possa acabar. Principalmente quando não se está esperando um término. Quanto mais você tenha investido e regado dentro de você, quanto mais ele tenha crescido, mais difícil será para encerrá-lo. A maioria das pessoas que já levou um bom fora, já se sentiu otário, burro por ter insistido pelo seu amor. Quase sempre me falam: eu me humilhei e fui à procura dele ou dela. Tenho opinião de que em se tratando de amor, humilhação vale a pena. Claro que dentro de certos limites.

5

6 Não dá para levar uma vida à procura ou à espera do que não vai se ter. Mas, para encerrar, o amor precisa ser esgotado nas tentativas e na disposição interna. É preciso dizer aquele basta, muito mais interno do que externo. Lembro de um livro (Ria da minha vida antes que eu ria da sua) em que o personagem lutou bravamente pelo seu amor durante anos, ou seja, quase todo o livro. Eu mesma já estava cansada de tanto sofrimento e impaciente com a paciência do personagem até perceber que ele é que precisava sentir quando deveria desistir daquele amor. Não adiantava os amigos falarem, os pais dela falarem, ela própria falar. Era preciso a voz interna dele dizer: chega! Ele precisava dizer: o amor que havia dentro de mim esgotou!

7

8 Amores que ficam pela metade são mais difíceis de ser esquecidos. São aqueles onde você estava no meio do caminho. Onde você achava que estava tudo bem. Aquele amor em que você tinha tantos planos e pensava em realizar tantas coisas. Você tinha planos para o Natal, o que fariam juntos nas férias, as futuras viagens, ou o que comprariam quando se formassem, enfim, eram tantas coisas por fazer, que não pode acabar agora. Vem a sensação que o tempo não foi suficiente, mesmo que os filhos já estejam na faculdade. Afinal, agora é que teriam o tempo tão esperado para o amor. Enquanto não esgotamos as possibilidades, ficamos esperando o que ainda pode ser, e assim não ficamos livres e desocupados.

9

10 A cada aproximação de alguém, uma campainha automática despertará o barulho de ocupado, aquele barulho do telefone ocupado, afastando qualquer pessoa que possa se aproximar. Não tenham vergonha em buscar esgotar o amor. Somente espremendo como limão, apesar da dor e do amargo, é que você poderá sentir-se tranqüilo e liberto. Não precisará daqui a 20 anos se perguntar: e se naquela época eu tivesse feito isso ou aquilo? Faça agora. Tenha atitudes agora pelo seu amor e esgote a sua própria paciência e amor. A estima se abala muito mais pelas coisas que não tentamos. Mesmo perdendo é satisfatório saber que fizemos a nossa parte. Mesmo que não tenha dado certo. A propósito, o autor do livro dá uma dica: se fores colocar alguma faixa amorosa, amarre com fios de ferro, para que seus opositores tenham maior dificuldade na sua retirada.

11 Texto: Maria Cristina Manfro Música: Alma gêmea - Kenny G Formatação: Vera Lúcia de Siqueira Receba belos slides clicando:


Carregar ppt "By Não adianta pensar que ao terminar uma relação está tudo acabado e resolvido. Todos acham estranho quando uma pessoa custa muito a encerrar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google