A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Paternidade: Missão e Dever Dora Rodrigues. História do dia dos pais O primeiro Dia dos Pais foi comemorado em 19 de junho de 1910, em Washington. A rosa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Paternidade: Missão e Dever Dora Rodrigues. História do dia dos pais O primeiro Dia dos Pais foi comemorado em 19 de junho de 1910, em Washington. A rosa."— Transcrição da apresentação:

1 Paternidade: Missão e Dever Dora Rodrigues

2 História do dia dos pais O primeiro Dia dos Pais foi comemorado em 19 de junho de 1910, em Washington. A rosa foi escolhida como a flor oficial do evento.

3 O pai brasileiro ganhou um dia especial a partir de Em 1972, Richard Nixon proclamou oficialmente o terceiro domingo de junho como Dia dos Pais.

4 A paternidade é o momento em que o homem passa a ser pai. Essa transição implica em responsabilidades com um novo ser.

5 Pode se considerar como missão a paternidade? É, sem contestação possível, uma verdadeira missão. É ao mesmo tempo grandíssimo dever e que envolve, mais do que pensa o homem, a sua responsabilidade quanto ao futuro. (...) Questão 582

6 Missão (...) A paternidade e a maternidade, dignamente vividas no mundo, constituem sacerdócio dos mais altos para o Espírito reencarnado na Terra, pois através dela a regeneração e o progresso se efetuam com segurança e clareza. André Luiz – Nos Domínios da Mediunidade Encargo que se dá a alguém

7 Dever Ser pai ou mãe significa receber preciosos talentos, que conforme o ensino da parábola, devem ser movimentados com inteligência para que produzam os juros devidos, ou seja, o adiantamento daqueles por cuja educação nos tenhamos feito responsáveis. Obrigação moral por cumprir

8 não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Jesus

9 Não possuímos ainda na Terra institutos destinados à preparação da paternidade e da maternidade responsáveis. A evolução e o aprimoramento das ciências psicológicas de hoje, porém, garantir-nos-ão no futuro semelhante evento. Emmanuel

10 Ministério do Esclarecimento (...) Centros de preparação à paternidade, onde grandes massas de irmãos examinam o quadro de tarefas perdidas e recordam com lágrimas, o passado de indiferença ao dever. Os mensageiros – André Luiz

11 "Manual dos Pais", Sete regras básicas para ser um bom pai:

12 1ª - comporte-se naturalmente. Dê atenção na medida certa. Se você exagerar com freqüência, quando por qualquer motivo reduzir sua atenção, seu filho se sentirá desprezado.

13 2ª - diga sempre a seu filho que você o ama; principalmente quando ele não espera esse tipo de declaração. Não economize nos gestos. Beijos, carinhos, abraços, emoção, muitas vezes valem mais que uma dezena de atitudes.

14 3ª - vale mais encorajar do que repreender; incentivar do que premiar. Dizer com sinceridade: "eu confio na sua capacidade de decisão", eu aposto no seu discernimento".

15 4ª - ouça seu filho! (talvez a mais importante das recomendações). Aprenda a ouvir o que ele tem a dizer. Ouça tudo e até o fim. Não interrompa, não conclua nem o obrigue a concluir no meio do relato. Mais do que a sua opinião ele quer contar para você...

16 5ª - mesmo diante de uma aparente falta grave, procure não criticá-lo duramente. Deixe que ele lhe dê as próprias razões. Se você não se convencer, tente refletir em conjunto, ajudando- o a perceber o que o levou a errar, tornando-o capaz de identificar o erro.

17 6ª - por mais certeza que você tenha do que vai acontecer, nos casos que não ponham em risco a integridade de seu filho, permita que ele experimente e conclua por si mesmo. O melhor aprendizado ainda é o da própria experiência.

18 7ª - trate seu filho com a mesma educação e cordialidade que você reserva para seus amigos. Agindo assim, por certo ele acabará se tornando o melhor de todos os seus amigos.

19 Pai de verdade mesmo sabe que ser pai não é simplesmente recolher o fruto de um momento de prazer, mas sim perceber o quanto pode ainda estar verde e ajudá-lo a amadurecer.

20 Pai de verdade mesmo não só ergue o filho do chão quando ele cai, mas também o faz perceber que a cada queda é possível levantar. Não é simplesmente quem atende a caprichos: ele sabe perceber quando existe verdadeira necessidade nos pedidos.

21 Pai de verdade mesmo não é aquele que providencia as melhores escolas, mas o que ensina o quanto é necessário o conhecimento. Ele não orienta com base nas próprias experiências, mas demonstra que em cada experiência existe uma lição a ser aprendida.

22 Pai de verdade mesmo não coloca modelos de conduta, mas aponta aqueles cujas condutas não devem ser seguidas. Ele não sonha com determinada profissão para o filho, mas deseja grande e verdadeiro sucesso com sua real vocação.Ele não quer que o filho tenha tudo que ele não teve, mas que tenha tudo aquilo que merecer e realmente desejar.

23 Pai de verdade mesmo não está ali só para colocar a mão no bolso para pagar as despesas: ele coloca a mão na consciência e percebe até que ponto está alimentando um espírito de dependência. Ele não é um condutor de destinos, mas sim o farol que aponta para um caminho de honestidade e de Bem.

24 Pai de verdade mesmo não diz " Faça isto " ou " faça aquilo ", mas sim" tente fazer o melhor de acordo com o que você já sabe ". Ele não acusa de erros e nem sempre aplaude os acertos, mas pergunta se houve percepção dos caminhos que levaram o filho a esses fins.

25 Pai de verdade mesmo é o Amigo sempre presente, atento e amoroso - com a alma de joelhos - pedindo a Deus que o oriente na hora de dar conselhos... Texto de Silvia Schmidt

26 Feliz dia dos pais


Carregar ppt "Paternidade: Missão e Dever Dora Rodrigues. História do dia dos pais O primeiro Dia dos Pais foi comemorado em 19 de junho de 1910, em Washington. A rosa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google