A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CLASSE DAS AVES. Triploblásticos, de simetria bilateral, cordados, vertebrados, bípedes e homeotérmicos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CLASSE DAS AVES. Triploblásticos, de simetria bilateral, cordados, vertebrados, bípedes e homeotérmicos."— Transcrição da apresentação:

1 CLASSE DAS AVES

2 Triploblásticos, de simetria bilateral, cordados, vertebrados, bípedes e homeotérmicos

3 São os únicos vertebrados que apresentam penas que revestem e isolam o corpo, o que facilita regular a temperatura e auxilia no vôo.

4

5 São tetrápodes, com o par anterior transformado em asas; o posterior adaptado para empoleirar, andar ou nadar.

6 A capacidade de voar permite às aves ocupar alguns habitats impossíveis para outros animais.

7 As aves originaram-se a partir dos répteis, os quais ficam evidenciados através das escamas que recobrem as pernas.

8 A mais antiga "ave" conhecida é a "ave-lagarto, animal do tamanho de uma pomba

9 Havia controvérsias para saber quem surgiu primeiro: as aves ou as penas. Mas, agora já se sabe que as penas surgiram pela primeira vez num grupo de dinossauros terópodes

10 e diversificaram- se em variedades essencialmente modernas, de outras linhagens de terópodes, anteriores à origem dos pássaros.

11 Dentre os numerosos dinossauros com penas, as aves representam um grupo particular que desenvolveu a capacidade de voar usando as penas de seus membros dianteiros especializados e da cauda.

12 Como o vôo requer alto consumo de energia, as aves evoluíram como animais endotérmicos, ou seja, aqueles cujo calor interno é gerado a partir de reações metabólicas energéticas, ou homeotérmicos, cujas taxas metabólicas são mais altas. Para manter a temperatura do corpo elevada e constante.

13 Consomem muito alimento e oxigênio que são necessários para as reações internas produtoras de calor. O conjunto de plumas e penas, ou seja, a plumagem que recobre o corpo das aves tem várias funções: permite o vôo, protege do calor e do frio (funciona como isolante térmico),

14 ajuda a flutuar na água e contribui para a manutenção de uma temperatura ideal durante a incubação. Juntamente com as asas, as penas são o principal instrumento de vôo, funcionando como "hélices" e estabilizadores de vôo.

15 Sistema digestório: é do tipo completo. As aves possuem bico e língua córneos; não possuem dentes.

16 As aves granívoras apresentam moela e papo, que são pouco desenvolvidos ou mesmo ausentes nas aves carnívoras e frutívoras.

17 No papo, o alimento é amolecido. Daí o alimento vai para o proventrículo passando a seguir para a moela, que é muito musculosa e substitui a falta de dentes nas aves.

18 Após a trituração, o alimento dirige-se para o intestino delgado, onde ocorre a absorção dos produtos úteis, sendo o restante eliminado através da cloaca. A cloaca é uma bolsa onde são lançadas as fezes, a urina e os gametas, portanto constitui o final de vários aparelhos e sistemas. Como glândulas anexas ao sistema digestivo, existe no fígado e no pâncreas.

19

20 Sistema excretor: os rins são metanefros, com dois ureteres que desembocam na cloaca, pois não possuem bexiga urinária e a sua excreção é rica em ácido úrico.

21 A respiração é pulmonar

22 Os pulmões são do tipo parenquimatoso, com vários canais de arejamento, ligados a cinco pares de sacos aéreos, ligados às cavidades dos ossos pneumáticos. Dentro dos pulmões, os condutos aéreos não terminam em vesículas pulmonares, continuando por um sistema capilar contínuo.

23 Quando uma ave está pousada, a respiração faz-se pelo arfar do peito. Mas durante o vôo, automaticamente, devido aos movimentos das asas, produz-se a expansão e a contração da cavidade torácica, estabelecendo-se a conveniente passagem de ar nos pulmões necessária à respiração.

24 Possuem um "órgão do canto" chamado siringe, que se situa no final da traquéia antes da ramificação em brônquios. A siringe é mais desenvolvida nos machos,

25 pois o canto deles serve para atrair as suas fêmeas e para delimitar os territórios. É característica das aves da ordem Passeriformes (pássaros), subordem Oscines (cantadores).

26 Sistema circulatório: a circulação é fechada, dupla e completa; o sangue venoso não se mistura com o sangue arterial. As hemácias são nucleadas e ovais. O coração tem quatro cavidades, que são conhecidos como os dois átrios e os dois ventrículos.

27 Sistema nervoso: o cérebro das aves é mais desenvolvido que o dos répteis; apresentam sistema nervoso central e periférico com doze pares de nervos cranianos. O encéfalo apresenta cerebelo bem desenvolvido, pois necessitam de muito equilíbrio para o vôo.

28 Reprodução: são animais dióicos, ovíparos, com casca calcária. A reprodução é sexuada, com fecundação interna. A união dos gametas ocorre no oviduto, antes da formação da clara e casca do ovo. A fertilização se dá por atrito entre as cloacas, com exceção do pato, do marreco, do ganso, da ema e do avestruz, cujos machos possuem pênis.

29

30 Os ovos possuem uma grande quantidade de gema, que é a fonte alimentar do embrião até seu nascimento. As fêmeas possuem apenas sistema reprodutor bem desenvolvido no lado esquerdo. No lado direito há um testículo rudimentar, o qual se torna funcional com a retirada do ovário.

31 Os ovos são ricos em vitelo.

32 Os embriões das aves têm diversos anexos embrionários que os protegem contra a dessecação e choques. Servem para a respiração, excreção e outras funções necessárias durante a vida embrionária.

33 São os âmnios, o córion, o saco vitelino e o alantóide. O saco vitelínico fornece nutrientes ao embrião; o âmnio o protege dos choques, funcionando como uma almofada líquida e impede a dessecação; o córion mobiliza mineral para a construção do esqueleto e ajuda na respiração; o alantóide tem função respiratória e armazena os produtos de excreção do embrião.

34 egg formation

35

36 CLASSIFICAÇÃO Na classe das Aves esta dividida em dois grandes grupos:

37 RATITAS: Apresentam asas atrofiadas ou ausentes e osso esterno sem quilha. Exemplos: avestruz e emas

38

39

40

41 CARINATAS: apresentam asas bem desenvolvidas e esterno com quilha. O esterno é muito desenvolvido e a sua parte central forma uma crista saliente denominada "quilha" ou carena. São representadas por ordens como:

42 Esfenisciformes: têm as asas transformadas em barbatanas; as penas estão reduzidas a pequenas escamas; os pés, muito grandes, estão situados muito para trás. Na água, as asas funcionam como remos e os pés como leme. O Pingüim.

43

44 Pelicaniformes: estas aves têm como característica marcante o fato do dedo posterior estar unido por uma membrana ao segundo dedo ficando com o pé palmado.

45 Têm costumes sociais e alimentam-se de peixes. Vivem normalmente na costa com algumas exceções como as fragatas e os Alcatrazes. O pelicano e o mergulhão.

46 Ciconiformes: garça, cegonha e flamingo.

47 Anseriformes: pato, ganso e cisne.

48

49 Falconiformes: engloba cerca de 280 espécies, incluindo as aves de rapina diurnas. São depredadoras carnívoras, servindo-se do seu forte e curvo bico com bordos cortantes.

50 As suas patas são compridas, nuas ou cobertas de penas mas com fortes e afiadas garras.

51 Nidificam em árvores ou sobre as rochas e os filhotes são nidícolas e totalmente dependentes dos pais. O urubu, falcão, águia, abutre e gavião.

52

53 Galiformes: codorna, faisão, peru, galinha e perdiz.

54

55

56 Columbiformes: possuem asas fortes, cabeça pequena, bico e patas curtas, mas com dedos muito desenvolvidos. Algumas famílias nidificam no chão e não constroem ninhos, outras fazem o ninho nas árvores, nascendo pouco desenvolvidos.

57

58 Pscitaciformes: são aves trepadores. Apresentam a parte superior do bico curva.

59

60 Sua plumagem é colorida e o bico curto e forte. Ex: arara, papagaio, periquito, etc.

61

62 Estrigiformes: possuem olhos e cabeças muito grandes. Saem à noite em busca de alimentos, passando o dia escondidas em galhos de árvores.Ex: coruja

63

64 Passeriformes: as espécies pertencentes a esta ordem correspondem a mais de metade das aves vivas atuais..

65

66 São aves normalmente pequenas, com quatro dedos, três dirigidos para a frente, e o polegar, mais desenvolvido, para trás.

67 A siringe é bastante desenvolvida. Ex. Os passarinhos

68

69

70


Carregar ppt "CLASSE DAS AVES. Triploblásticos, de simetria bilateral, cordados, vertebrados, bípedes e homeotérmicos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google