A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O ESPIRITISMO E AS RELIGIÕES AFRO- BRASILEIRAS Jefferson Rodrigues Bellomo 19/06/09.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O ESPIRITISMO E AS RELIGIÕES AFRO- BRASILEIRAS Jefferson Rodrigues Bellomo 19/06/09."— Transcrição da apresentação:

1 O ESPIRITISMO E AS RELIGIÕES AFRO- BRASILEIRAS Jefferson Rodrigues Bellomo 19/06/09

2 2 Mediunidade Mediunidade é a faculdade biológica de permitir o contato entre as realidades física e espiritual. Características pré-espíritas: –Existe desde a Antiguidade; –Utilizada como instrumento de domínio. –Práticas mágicas. –Superstições.

3 3 Espiritismo e Religiões Mediúnicas Toda vez que alguém cede o seu corpo para ser porta-voz do além, em uma prática religiosa, estamos diante de uma religião mediúnica ou de possessão. A Doutrina Espírita ou Espiritismo, portanto, é uma religião mediúnica como também o são a Umbanda, o Candomblé, o Vale do Amanhecer, etc.

4 4 Allan Kardec e o Espiritismo Espiritismo ou Doutrina Espírita é a revelação espiritual de ordem científica, filosófica e religiosa dada pelos Espíritos Superiores, cujos ensinamentos foram codificados por Allan Kardec. O termo espiritismo é de autoria do próprio Allan Kardec, um neologismo criado na época por ele. O Espiritismo desmistifica o uso da mediunidade, explicando como fato da vida. Espiritismo Prática Mediúnica

5 5 Allan Kardec e o Espiritismo Kardec não é o criador do Espiritismo, pois o Espiritismo não é obra sua. Diz-se: a filosofia de Platão, de Descartes, de Leibnitz; nunca se poderá dizer: a doutrina de Allan Kardec; e isto, felizmente, pois que valor pode ter um nome em assunto de tamanha gravidade? (Allan Kardec – O que é o Espiritismo – FEB - 29ª ed. – p. 120)

6 6 Generalização do Espiritismo Uma assembléia para qual se convocassem todos os que se dizem espíritas apresentaria um amálgama de opiniões divergentes, que não poderiam assimilar-se reciprocamente, e nada de sério chegaria a realizar,... (Allan Kardec – Obras Póstumas – Rio de Janeiro: FEB; p. 368, 20ª edição)

7 7 Espiritismo no Brasil Pesquisa feita pela Vox Populi a pedido da Revista Veja (19/12/01): –99% acredita em Deus; –69% acredita em julgamento após a morte; –15% acredita que irá reencarnar. Segundo o censo do IBGE de 2000, 1,5% dos brasileiros é espírita. O Brasil é a maior nação espírita do mundo.

8 8 Brasil - Origens Religiosas Índios: –Acreditavam em deuses responsáveis pelos fenômenos da natureza; –Temiam Anhangá, espírito mau; –Acreditavam na vida pós-morte, com recompensas e punições no além-túmulo;. –Permitiam a intervenção mediúnica dos caraíbas; –Integraram à catequese jesuíta às suas crenças.

9 9 Brasil - Origens Religiosas Africanos: –Duas etnias principais: sudaneses e bantos; –Incorporação de seus deuses (orixás); –Magia com manipulação de objetos e elementos da natureza; –Sacrifícios de animais, rezas e invocações secretas; –Sincretismo religioso entre seus deuses e os santos católicos.

10 10 Brasil - Origens Religiosas Europeus: –Predominância católica de caráter popular; –Intervenção de santos entre Deus e os homens; –Exorcismos; –Festividades católicas em homenagens aos padroeiros das cidades e das causas; –Irmandades de leigos (brancos e negros);

11 11 Início do Espiritismo no Brasil Imigrantes franceses e intelectuais da aristocracia brasileira; Grupo Familiar do Espiritismo, fundado pelo jornalista baiano Luís Olímpio Teles de Meneses; Sociedade de Estudos Espíritas Grupo Confúcio, fundada pelo jornalista Antônio da Silva Neto. As sessões espíritas eram freqüentadas por aristocratas, nobres, militares, intelectuais, e outros expoentes da sociedade carioca. Castro Lopes, Joaquim Travassos e Bezerra de Menezes atendiam gratuitamente as pessoas pobres com tratamento homeopático.

12 12 Saúde Pública no Século XIX Início do movimento de migração do campo para a cidade; Pessoas pobres tratadas por boticários, parteiras, barbeiros (sangradores), curandeiros (raizeiros, garrafeiros e benzedeiras) e feiticeiros. Época de grandes epidemias como grandes epidemias, como a de febre amarela (1850), a de cólera (1855), varíola (1865) e peste bubônica (1902). Combate às práticas populares de saúde.

13 13 Médicos e Espiritismo Em 1927, a Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro promove um "inquérito" sobre o "espiritismo", Para os médicos Henrique Roxo e Xavier de Oliveira, o espiritismo era a terceira maior causa de loucura. O psiquiatra baiano Raimundo Nina Rodrigues: espiritismo é prática de negros e as pessoas de classe menos favorecida são mais predispostas

14 14 Criminalização do Espiritismo Código Penal republicano de 1890: Art Praticar o espiritismo, a magia e seus sortilégios, usar de talismans e cartomancias para despertar sentimentos de odio ou amor, inculcar cura de molestias curaveis ou incuraveis, emfim, para fascinar e subjugar a credulidade publica: Penas - de prisão cellular por um a seis mezes e multa de 100$ a 500$000.

15 15 Polícia e Espiritismo Em 28/08/1881 a polícia proíbe as atividades da Sociedade Acadêmica Deus, Cristo e Caridade, centro espírita tradicional do Rio de Janeiro. O Espiritismo é diferente para a polícia e magistratura (mesa branca, baixo espiritismo). O delegado carioca Augusto Mattos Mendes fica incumbido, desde 1927, a reprimir os crimes que envolviam "cartomancia, mistificações, magia, exercício ilegal da medicina. A chefatura de polícia do Rio de Janeiro, na década de 40, baixa uma portaria fechando todos os centros espíritas até que estes promovessem o seu registro na 1ª Delegacia Auxiliar.

16 16 Cultos Africanos no Brasil -Candomblé. -Batuque. -Babaçuê. -Tambor-de-Mina. -Xangô. -Pajelança. -Catimbó.

17 17 Religiões de Sincretismo -Macumba. -Umbanda.

18 18 Espiritismo e Religiões Afro Diferenças:

19 19 Sugestões de Leitura -Espiritismo Básico – Pedro Franco Barbosa – Ed. Feb. -Africanismo e Espiritismo – Deolindo Amorim – Ed. Léon Denis. - Os Intelectuais e o Espiritismo – Ubiratan Machado – Ed. Lachâtre. -O Cuidado Dos Mortos. Uma História da Condenação e Legitimação do Espiritismo - Emerson Giumbelli – Arquivo Nacional. -Candomblé e Umbanda. Caminhos da Devoção Brasileira – Vagner Gonçalves da Silva – Ed. Selo Negro. -Sincretismo Religioso e Ritos Sacrificiais. Influência das Religiões Afro no Catolicismo Popular Brasileiro – José Carlos Pereira – Ed. Zouk.


Carregar ppt "O ESPIRITISMO E AS RELIGIÕES AFRO- BRASILEIRAS Jefferson Rodrigues Bellomo 19/06/09."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google