A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BANCO DE DADOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ DISCIPLINA: INFORMÁTICA II DISCENTES: BERNARDO FERNANDES, CAIO ALVES, LEANDRO SOUZA E YASMIM CARVALHO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BANCO DE DADOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ DISCIPLINA: INFORMÁTICA II DISCENTES: BERNARDO FERNANDES, CAIO ALVES, LEANDRO SOUZA E YASMIM CARVALHO."— Transcrição da apresentação:

1 BANCO DE DADOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ DISCIPLINA: INFORMÁTICA II DISCENTES: BERNARDO FERNANDES, CAIO ALVES, LEANDRO SOUZA E YASMIM CARVALHO. DOCENTE: ROGÉRIO VARGAS

2 Conceito E um coleção de dados logicamente coerente que possui um significado implícito cuja interpretação é dada por determinada aplicação

3 CARACTERÍSTICAS CONTROLE DA REDUNDÂNCIA; COMPARTILHAMENTO DE DADOS; CONTROLE DE ACESSO AOS DADOS; AGILIDADE

4 Banco de Dados Físico FÍSICO

5 Banco de Dados Informatizado

6 BANCO DE DADOS E EMPRESAS Bancos de Dados nas Empresas proporcionam: Organização; Economia de tempo; Rapidez; Eficácia.

7 Como extrair o máximo do Banco de Dados A demanda de banco de dados é proporcional ao tamanho da empresa. Integração do banco de dados e outros aplicativos. Ex: ERPs Para as empresas o melhor caminho das soluções é automatizar o máximo, facilitar as operações e tornar o contato mais intuitivo

8 O que define o banco de dados é a forma que ele esta sendo gerenciado. As companhias buscam aproveitar melhor o tempo dos funcionários. O administrador dos bancos de dados deve ser um profissional especializado. O banco de dados deve diminuir ao máximo o tempo de espera da aplicação.

9 Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados mais utilizados pelas empresas

10 Gestão da Infraestrutura do Banco de Dados Segurança DAR – Disaster Automated Recovery, conjunto de produtos e serviços para gestão de infraestrutura de banco de dados Oracle. DBAr BKPon DBCare

11 BD: CARACTERÍSTCA

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24 SQL Structured Query Language

25 Origem O SQL foi desenvolvido originalmente no início dos anos 70 nos laboratórios da IBM em San Jose(California). O nome original da linguagem era SEQUEL, acrônimo para "Structured English Query Language" (Linguagem de Consulta Estruturada, em Inglês)

26 Embora o SQL tenha sido originalmente criado pela IBM, rapidamente surgiram vários "dialectos" desenvolvidos por outros produtores. O SQL foi revisto em 1992 e a esta versão foi dado o nome de SQL-92. Foi revisto novamente em 1999 e 2003 para se tornar SQL:1999 (SQL3) e SQL:2003, respectivamente.

27 DML - Linguagem de Manipulação de Dados INSERT é usada para inserir um registro (formalmente uma tupla) a uma tabela existente. Ex: Insert into Pessoa (id, nome, sexo) value; SELECT – O Select é o principal comando usado em SQL para realizar consultas a dados pertencentes a uma tabela. UPDATE para mudar os valores de dados em uma ou mais linhas da tabela existente. DELETE permite remover linhas existentes de uma tabela. É possível inserir dados na tabela AREA usando o INSERT INTO: Insert into AREA (arecod, aredes) values (100, "Informática"), (200, "Turismo"), (300, "Higiene e Beleza");*

28 CREATE TABLE CREATE INDEX CREATE VIEW ALTER TABLE ALTER INDEX DROP INDEX DDL - Linguagem de Definição de Dados

29 DCL - Linguagem de Controle de Dados GRANT - autoriza ao usuário executar ou setar operações. REVOKE - remove ou restringe a capacidade de um usuário de executar operaçõe ALTER PASSWORD CREATE SYNONYM DROP VIEW

30 Cláusulas FROM - Utilizada para especificar a tabela que se vai selecionar os registros. WHERE – Utilizada para especificar as condições que devem reunir os registros que serão selecionados. GROUP BY – Utilizada para separar os registros selecionados em grupos específicos. HAVING – Utilizada para expressar a condição que deve satisfazer cada grupo. ORDER BY – Utilizada para ordenar os registros selecionados com uma ordem especifica. DISTINCT – Utilizada para selecionar dados sem repetição

31 Operadores Lógicos AND – E lógico. Avalia as condições e devolve um valor verdadeiro caso ambos sejam corretos. OR – OU lógico. Avalia as condições e devolve um valor verdadeiro se algum for correto. NOT – Negação lógica. Devolve o valor contrário da expressão.

32 Funções de Agregação As funções de soma se usam dentro de uma cláusula SELECT em grupos de registros para devolver um único valor que se aplica a um grupo de registros. AVG – Utilizada para calcular a média dos valores de um campo determinado. COUNT – Utilizada para devolver o número de registros da seleção. SUM – Utilizada para devolver a soma de todos os valores de um campo determinado. MAX – Utilizada para devolver o valor mais alto de um campo especificado. MIN – Utilizada para devolver o valor mais baixo de um campo especificado.

33 Exemplo Mostrar site

34 Cloud computing Reportagem sobre cloud computing x450-nuvem_.swf


Carregar ppt "BANCO DE DADOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ DISCIPLINA: INFORMÁTICA II DISCENTES: BERNARDO FERNANDES, CAIO ALVES, LEANDRO SOUZA E YASMIM CARVALHO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google