A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LOGO Classificação da matéria Profa. Núria Galacini Profa. Samara Garcia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LOGO Classificação da matéria Profa. Núria Galacini Profa. Samara Garcia."— Transcrição da apresentação:

1 LOGO Classificação da matéria Profa. Núria Galacini Profa. Samara Garcia

2 Classificação da matéria Substância pura: Substância pura: matéria formada por unidades químicas iguais, sejam átomos ou moléculas, e assim apresentam propriedades químicas e físicas próprias. Substância pura simples: Substância pura simples: substância formada por um ou mais átomos de um mesmo elemento químico. Ex.: O 2, He, P 4. Substância pura composta: Substância pura composta: quando as moléculas de determinada substância são formadas por dois ou mais elementos químicos. Ex.: H 2 O, HCN.

3 Classificação da matéria Substância pura simples: Substância pura composta:

4 Classificação da matéria Mistura: Mistura: é formada por duas ou mais substâncias, cada uma delas sendo denominada componente. Mistura homogênea: Mistura homogênea: apresenta uma única fase. Mistura heterogênea: Mistura heterogênea: apresenta pelo menos duas fases.

5 Classificação da matéria

6 Tipos de misturas Mistura homogênea Mistura heterogênea Soluções ColoidesSuspensões

7 Tipos de misturas

8 Mudança de estado físico de uma substância pura: Exemplos: água, etanol, ferro, entre outros. Tipos de misturas

9 Mudança de estado físico de uma mistura: Exemplos: água + sal, água + açúcar, entre outros. Tipos de misturas

10 Mudança de estado físico de uma mistura eutética: Exemplo: ligas metálicas. Tipos de misturas

11 Mudança de estado físico de uma mistura azeotrópica: Exemplo: água + etanol (96% EtOH e 4% de água). Tipos de misturas

12 Misturas Homogêneas Destilação simples (sólido + líquido): Por aquecimento, só o líquido entra em ebulição, vaporiza-se e a seguir condensa-se, separando-se do sólido. Separação de misturas

13 Misturas Homogêneas Destilação fracionada (líquido + líquido): Processo que separa líquidos miscíveis cujas temperaturas de ebulição (TE) não sejam muito próximas. Durante o aquecimento é separado, inicialmente, o líquido de menor TE; depois, o líquido com TE intermediária, e assim sucessivamente, até o líquido de maior TE. Separação de misturas

14 Misturas Heterogêneas Catação (sólido + sólido): Os fragmentos são catados com a mão ou pinça. Separação de misturas

15 Misturas Heterogêneas Ventilação (sólido + sólido): Separação do componente mais leve por corrente de ar. Separação de misturas

16 Misturas Heterogêneas Flotação (sólido + sólido): Separação por um líquido de densidade intermediária. Separação de misturas

17 Misturas Heterogêneas Levigação (sólido + sólido): Separação do componente mais leve por corrente de água. Separação de misturas

18 Misturas Heterogêneas Dissolução fracionada (sólido + sólido): Separação por meio de um líquido que dissolve apenas um componente. Exemplo: separação de sal e areia, utilizando a água como solvente do sal. Separação de misturas

19 Misturas Heterogêneas Separação magnética (sólido + sólido): Apenas um componente é atraído pelo ímã. Separação de misturas

20 Misturas Heterogêneas Peneiração (sólido + sólido): Os componentes são separados, por meio de uma peneira, por diferença de tamanho de partícula. Separação de misturas

21 Misturas Heterogêneas Filtração (sólido + líquido): Separa a fase líquida da sólida por meio de uma superfície porosa (papel de filtro). Separação de misturas

22 Misturas Heterogêneas Sedimentação e decantação (sólido + líquido): Separação de dois ou mais componentes devido à diferença de densidade, seguida do escoamento da fase líquida. Separação de misturas

23 Misturas Heterogêneas Decantação (líquido + líquido): Separação de dois ou mais componentes líquidos devido à diferença de densidade, seguida do escoamento de uma das fases. Separação de misturas

24 Misturas Heterogêneas Centrifugação (sólido + líquido): Decantação acelerada por um centrífuga. Separação de misturas

25 Exercícios (Unemat ) Os materiais não são feitos, em geral, nem de elementos puros nem de compostos puros, constituindo misturas de substâncias mais simples como, por exemplo, o ar, o sangue e a água do mar. Leia atentamente as afirmativas abaixo sobre as diferenças entre misturas e compostos químicos. I. Na mistura, os componentes podem ser separados por técnicas físicas, enquanto os componentes de um composto não podem. II. Uma mistura tem as propriedades de seus constituintes e um composto tem propriedades que diferem das de seus componentes. III. As misturas podem ter qualquer composição desejada, enquanto um composto tem composição fixa. IV. As misturas podem ser classificadas como homogêneas ou heterogêneas e os compostos, em orgânicos ou inorgânicos. Assinale a alternativa correta. a) Apenas I e II estão corretas. b) Apenas I e III estão corretas. c) Apenas I, II e III estão corretas. d) Apenas II e IV estão corretas. e) Todas estão corretas.

26 Exercícios (Unesp ) No campo da metalurgia é crescente o interesse nos processos de recuperação de metais, pois é considerável a economia de energia entre os processos de produção e de reciclagem, além da redução significativa do lixo metálico. E esse é o caso de uma microempresa de reciclagem, na qual desejava-se desenvolver um método para separar os metais de uma sucata, composta de aproximadamente 63% de estanho e 37% de chumbo, usando aquecimento. Entretanto, não se obteve êxito nesse procedimento de separação. Para investigar o problema, foram comparadas as curvas de aquecimento para cada um dos metais isoladamente com aquela da mistura, todas obtidas sob as mesmas condições de trabalho. Considerando as informações das figuras, é correto afirmar que a sucata é constituída por uma: a) mistura eutética, pois funde a temperatura constante. b) mistura azeotrópica, pois funde a temperatura constante. c) substância pura, pois funde a temperatura constante. d) suspensão coloidal que se decompõe pelo aquecimento. e) substância contendo impurezas e com temperatura de ebulição constante.

27 Exercícios (Fuvest ) A obtenção de água doce de boa qualidade está se tornando cada vez mais difícil devido ao adensamento populacional, às mudanças climáticas, à expansão da atividade industrial e à poluição. A água, uma vez captada, precisa ser purificada, o que é feito nas estações de tratamento. Um esquema do processo de purificação é: em que as etapas B, D e F são: B – adição de sulfato de alumínio e óxido de cálcio, D – filtração em areia, F – fluoretação. Assim sendo, as etapas A, C e E devem ser, respectivamente, a) filtração grosseira, decantação e cloração. b) decantação, cloração e filtração grosseira. c) cloração, neutralização e filtração grosseira. d) filtração grosseira, neutralização e decantação. e) neutralização, cloração e decantação.


Carregar ppt "LOGO Classificação da matéria Profa. Núria Galacini Profa. Samara Garcia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google