A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

História no Cinema para Vestibulandos 2011 Cássio Camargo e Nathália Cadore.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "História no Cinema para Vestibulandos 2011 Cássio Camargo e Nathália Cadore."— Transcrição da apresentação:

1 História no Cinema para Vestibulandos 2011 Cássio Camargo e Nathália Cadore

2 O Contexto As características do Nazismo A escalada da morte

3 Alemanha Ascensão do Nazismo com o NSDAP: 1923: Putsch de Munique 1933: Adolf Hitler como chanceler 1934: Adolf Hitler como Fürer. Expansionismo. Mundo Europa: crise pós-I Guerra. Crise de 29. Ascensão dos fascismos na Europa. II Guerra Mundial (1939 – 1945) 1939: Pacto Germano-Soviético. 1939: Invasão alemã na Polônia. 1942: Stalingrado. 1944: Dia D. Eixo Alemanha, Itália e Japão vs. Aliados Inglaterra, França (Vichy em 40), URSS (41) e EUA (41)

4 Totalitarismo. Partido e líder único. Militarismo. Terror político-policial Anti-comunismo. Anti-liberalismo. Coletivismo. Nacionalismo ufanista. Propaganda e censura Líder carismático. Gênero feminino. Racismo Anti-semitismo. Educação nazista.

5 Leis de Nuremberg (1935) Definia como judeu qualquer pessoa com três ou quatro avós judeus. Pelas leis de Nuremberg, os judeus perderam a cidadania alemã, assim não puderam mais exercer cargos públicos. A "Lei de Proteção à Saúde Hereditária do Povo Alemão" exigia que todo indivíduo que desejasse se casar obtivesse um certificado de aptidão das autoridades de saúde pública. Os certificados eram recusados para quem sofria de doenças hereditárias, contagiosas e para os que tentavam casamentos que violavam as Leis de Nuremberg. O Decreto suplementar às Leis de Nuremberg estendeu a proibição de casamento às relações sexuais entre pessoas que pudessem produzir descendentes. Segundo o ministro do interior Nazista este decreto suplementar referia-se a relações sexuais entre pessoas de sangue alemão ou seus descendentes" e os impuros: judeus, ciganos, negros ou seus descendentes.

6 Eugenia: Para garantir a pureza a racial ariana a eugenia foi praticada com alemães que possuíssem deficiências físicas ou mentais, através do extermínio, e da esterilização. O extermínio dos indivíduos com características genéticas inferiores, mas de descendência ariana, tinha como principio a eutanásia, Este programa recebeu o nome de Aktion T4 este programa iniciou primeiramente para eliminar as crianças recém nascidas com condições genéticas inadequadas, posteriormente, evolui para idoso e deficientes físicos e mentais. Este programa foi embrião para o desenvolvimento das câmaras de gás, existentes nos campos de concentração. O governo também incentivou a reprodução dos sua população possuidora das características arianas, por meio de programas governamentais de reprodução. Além disso, o governo realizou inúmeras pesquisas voltadas a manipulação genética e estudos ligados ao desenvolvimento de melhoramentos biológicos que ocorreram nas universidades.

7 Noite dos Cristais (1938): No dia 9 de novembro de 1938, agentes nazistas à paisana assassinaram 91 judeus, incendiaram 267 sinagogas, saquearam e destruíram lojas e empresas da comunidade e iniciaram o confinamento de 25 mil judeus em campos de concentração. A partir da Noite dos Cristais quebrados que inicia-se o projeto da Solução Final.

8 Solução final: Guetos: Durante a Segunda Guerra Mundial, os guetos eram regiões urbanas, em geral cercadas, onde os alemães concentravam a população judaica local, muitas vezes de outras regiões, e a forçava a viver sob condições miseráveis. Os guetos isolavam os judeus, separando-os não só das comunidades envolventes mas também de outros grupos judaicos. Os alemães estabeleceram pelo menos guetos na Polônia e na União Soviética. As autoridades alemãs de ocupação estabeleceram o primeiro gueto na Polônia em Piotrków Trybunalski, no mês de outubro de O mais famoso foi o de Varsóvia, na Polônia. Apesar disso, a maioria das pessoas que estiveram no Gueto de Varsóvia foram mortas nos campos de concentração. Campos de concentração e campos de extermínio: Primeiramente, os campos foram usados para concentrar a massa da população que não encontrava-se nos padrões eugênicos do discurso nazista.Entre estas populações estão os judeus, ciganos, polonês, comunistas e outras minorias. Nestes campos o trabalho era compulsório, os prisioneiros prestavam serviços para as grandes empresas alemãs. Com o crescente número de prisioneiros, os governo nazista começou a por em prática o projeto da solução final, que visava eliminar as pragas sociais que contaminavam a sociedade alemã.

9 Solução final: Os campos de concentração foram transformados em máquinas da morte, voltadas ao extermínio massivo destas populações, que eram formadas por uma maioria judaica. Assim, forma construídas as primeiras câmaras de gás, onde as populações eram gaseadas com Zyklon B (Cianuro de Hidrogeno), sendo seus corpos queimados posteriormente. Este evento é denominado como Holocausto ou Shoah.

10 Organização dos Campos de Concentração: Após o deslocamento por meio de trens as populações eram encaminhadas para os campos, passando por uma seleção. Eram escolhidas as pessoas que tinham condições de trabalhar em prol do Reich nas fábricas. Os não selecionados eram eliminados, indo direto para as câmaras de gás, basicamente os primeiros a serem mortos eram as crianças, as mulheres, idosos e doentes. Logo na chegada todos os pertences e roupas eram retiradas dos prisioneiros, os pertences de valor eram utilizados para financiar a guerra, roupas eram remessadas às famílias carentes alemãs. Nesta primeira seleção também era escolhido o SonderKommando, prisioneiros responsáveis pela retirada dos corpos das câmaras de gás, para lança-los nos fornos de cremação.

11 Organização dos Campos de Concentração: O controle dos campos de concentração era realizados pelas tropas SS, controladas por Heinrich Himmler. A luta pela sobrevivência era diária, os testemunhos de sobreviventes demonstram a lógica inadmissível de funcionamento, onde os seres humanos eram rebaixados à condições inumanas. Como irônia, entrada do maior campo de concentração nazista, Auschwitz, tinha a gravada a seguinte frase: arbeit macht frei (o trabalho liberta). Nos Campos Concentração aproximadamente 6 milhões de pessoas foram mortas pelo regime nazista.

12 Nos campos de concentração a violência tornou-se uma técnica. Como todas as técnicas, é livre de emoções. (BAUMAN 1998:122) Para Marx, a violência irreprimível é o homem recriando a si próprio... através da fúria louca, os desgraçados da terra tornam-se homens. (MARX apud ARENDT 1969:21)

13 Sugestões de filmes sobre a temática:

14

15

16

17


Carregar ppt "História no Cinema para Vestibulandos 2011 Cássio Camargo e Nathália Cadore."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google