A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nos últimos domingos, refletimos sobre a realidade da IGREJA: como uma "Vinha" e nós éramos convidados a trabalhar nela. Hoje: As leituras nos falam.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nos últimos domingos, refletimos sobre a realidade da IGREJA: como uma "Vinha" e nós éramos convidados a trabalhar nela. Hoje: As leituras nos falam."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Nos últimos domingos, refletimos sobre a realidade da IGREJA: como uma "Vinha" e nós éramos convidados a trabalhar nela. Hoje: As leituras nos falam de um BANQUETE solene ao qual somos todos convidados a participar...

4 Na 1ª leitura, temos uma visão profética de Isaías, em que nos fala de um banquete preparado por Deus para todos os povos. (Is 25, 6-10a) Para o Povo da Bíblia, o banquete sempre foi sinal de amizade, partilha, momento em que se trocam presentes. Mas esse banquete seria especial, pois será promovido pelo próprio Deus.

5 Como presentes, Deus irá acabar com as lágrimas, o luto e a tristeza e sobretudo oferecerá a vitória sobre a morte. * Esse Banquete expressa a esperança humana num futuro de alegria e de Salvação para todos. A 2ª Leitura mostra que a força de Cristo ressuscitado sustenta Paulo em meio às dificuldades: "Tudo posso naquele que me dá força". (Fl )

6 No Evangelho, Jesus retoma essa imagem do Banquete. (Mt 22, 1-14) O Reino de Deus é comparado ao Banquete de casamento. - O Rei é Deus que organiza a festa de núpcias de seu Filho (Jesus). - A Esposa é a humanidade inteira... a própria Igreja O Banquete representa a felicidade dos tempos messiânicos. Quem acolhe o convite experimenta profunda alegria...

7 - Os Servos são os profetas, os Apóstolos e todos nós... - Os Convidados ao longo do caminho... são os homens do mundo inteiro... os pecadores e os excluídos que o acolheram de braços abertos. - Os Primeiros convidados não entram na festa: são os líderes de Israel, preferem seus interesses, estão satisfeitos com sua estrutura religiosa... - O Convidado sem o traje nupcial foi retirado da sala. Aceitou o convite, mas não vestiu o traje apropriado...

8 + Alguns convidados recusam... Se a festa é tão boa, por que alguns recusam? A parábola fala de dois tipos de recusa: - Indiferentes, que preferem cuidar de seus negócios particulares e não são motivados para a busca da alegria coletiva... - Violentos: Os que eliminam os que se empenham na construção do Reino. Os que não querem que a festa aconteça...

9 + Todos são convidados: Deus não desiste. Continua chamando: "Ide pelas encruzilhadas e convidai todos os que encontrardes..." E esses aceitam o convite e participam do banquete. E a sala do festim ficou cheia de convivas... "bons e maus..." + Não basta ser convidado e entrar na sala do banquete: Um até foi expulso... não porque não tinha a roupa do banquete, mas por não ter a disposição correta para participar da festa.

10 + E conclui: "Muitos são os chamados, poucos os escolhidos..." Não quer dizer que poucos se salvam... mas que o número é inferior ao dos chamados... por não corresponder ao chamado divino. + E Deus continua convidando... "Ide pelas encruzilhadas, pelas periferias das cidades e convidai a todos os que encontrardes..."

11 + Cristo nos convida também para o Banquete da Eucaristia... - Aceitamos, com alegria, esse convite ou encontramos inúmeras desculpas para não comparecer? - Nesse Banquete, "participamos" revestidos de uma roupagem de fé, em plena COMUNHÃO com Deus e com os irmãos, procurando viver a presença de Cristo no meio de nós? - Ou apenas "assistimos" a missa por motivos humanos? - A nossa participação no banquete nos torna merecedores de sermos "convidados" e também "escolhidos"?

12 A grande função da Igreja é chamar para essa festa. A mesa do banquete está preparada e os convidados somos todos nós, mas quantos continuam não tendo tempo... Não basta pertencer externamente a Cristo e à Igreja, mas, no fundo do coração, não ser de Cristo, nem para Cristo... Ser convidado ao banquete não é somente vir à igreja, acompanhar procissões e receber os sacramentos. Isto é importante, mas deve nos levar a melhorar o mundo, trabalhando pela libertação evangélica dos irmãos em todos os lugares onde a vida está sendo ameaçada + A Igreja continua convidando...

13 + Qual a nossa resposta? - dos primeiros que encontram sempre motivos, desculpas, que impedem de participar do Banquete divino? Dos que estão tão imersos nos afazeres terrenos, que julgam tempo perdido pensar em Deus e na vida eterna... - ou dos segundos, que foram encontrados nas encruzilhadas... mas que acolheram com alegria o convite do Senhor e provaram a alegria profunda da festa preparada pelo Senhor?

14 A mesa do banquete está preparada. E o convidado é também você... A decisão é sua... São muitos os convidados, quase ninguém tem tempo... Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS

15 MEU DOMINGO Com a Palavra de Deus Meditada por: Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS Ilustração: Nelso Geraldo Ferronatto Música: VOCAÇÃO Pe. Zezinho CD: Canção para meu Deus Paulinas COMEP Acesse o Endereço:


Carregar ppt "Nos últimos domingos, refletimos sobre a realidade da IGREJA: como uma "Vinha" e nós éramos convidados a trabalhar nela. Hoje: As leituras nos falam."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google