A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Relaxados, estamos muito tranquilos, serenos e damos graças a Deus, pela serenidade, pela paz e pelo bem-estar. É algo maravilhoso podermos estar assim.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Relaxados, estamos muito tranquilos, serenos e damos graças a Deus, pela serenidade, pela paz e pelo bem-estar. É algo maravilhoso podermos estar assim."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Relaxados, estamos muito tranquilos, serenos e damos graças a Deus, pela serenidade, pela paz e pelo bem-estar. É algo maravilhoso podermos estar assim tão tranquilos e felizes,

4 temos tudo aquilo de que necesitamos, tudo, casa, comida, amigos. Somos privilegiados. Temos tudo ao nosso alcance, uma casa de Deus, para comer, tantas, tantas coisas…, flores;

5 …um rio com água cristalina de geleira; a paz e a tranquilidade onde está o Buda, ou o Canto do Leão. Meu Deus, Obrigada por esta felicidade! Obrigada por eu ter uma oportunidade tão grande!

6 Esta Casa de Deus existe para amanhã podermos viajar, dar a volta ao mundo, ir a outros países, conhecer a historia da humanidade, preparar-nos para o curso do próximo ano – quando falaremos da origem da vida, das religiões, do mundo,

7 temos tudo, somos almas e nossas almas são grandes, muito grandes. E é isso que deve comandar sua pessoa. É a alma que tem que guiar o seu corpo, apenas a alma.

8 que existem desde a origem da Terra, Uma vez decidimos ir a una montanha muito bonita, muito alta. Ficava longe e era maravilhosa; e onde começava o caminho para a montanha havia um bosque muito grande. Carregávamos nossa mochila e íamos caminhando e contemplando as plantas maravilhosas, as samambaias que existem desde a origem da Terra,

9 Observávamos tambem as árvores como a paineira, o pino azul, a corticeira, a acácia… Lá havia todas as árvores do planeta… palmeiras, coqueiros…, o suprasumo das maravilhas! O caminho era estreito e seguíamos caminhando. Víamos castanhas, bolotas de carvalho e de vez em quando víamos um javali, veados… Que animais lindos!...

10 Eles nos olhavam e nos deixavam andar tranquilos. Logo chegamos a um campo e ali tivemos uma surpresa, pois encontramos uma casa. Era como uma cabana saída do nada. Não sabíamos que ali existia uma casa, nunca a tínhamos visto e dissemos. Que sorte a nossa! Pois o sol começava a se esconder e tínhamos andado muitíssimo. Dissemos: ¨Vamos até aquela cabana pedir abrigo¨.

11 Quando chegamos à porta já estava aberta, havia uma Luz muito forte, a casa estava repleta de Luz. Era como se estivesse sendo acariciada pelo sol. Ali estava um velhinho, ele sorria, tinha dentes miudinhos, seus olhos quase se fechavam quando ele ria, magrinho e nos saudou dizendo: ¨Sejam bem vindos, vamos entrando, vamos entrando¨!

12 E nos acolheu, Que maravilha essa cabana feita de madeira e pedra! Sentimos um calor suave, doce, como se fôssemos envolvidos por braços carinhosos, cheios de amor. Sorrimos, e o velhinho ficou muito feliz e disse: ¨Se quiserem comer, vou lhes preparar algo para encher o vazio do estômago¨. Estávamos tão felizes…

13 … e como que embalados por uma melodia, nos deixamos cair naquelas camas tão agradáveis. Eram como de veludo com acolchoados de pena de ganso, de um algodão atoalhado bem macio. Ali nos acomodamos e sem percebermos fechamos os olhos e fomos envolvidos pelos aromas sutis das árvores, e da relva verde, das flores, da natureza. Ah! Que perfume agradável e sutil! E assim caímos no sono.

14 A noite passou e, no dia seguinte, abrimos os olhos, nos espreguiçamos, estávamos felizes, contentes. E ra una maravilha! Continuavam os mesmos aromas, aquele calorzinho de sol nos acariciando. Sorrimos e dissemos: “Vamos nos levantar e dar bom-dia ao velhinho!

15 Mas antes de abrirmos totalmente os olhos para contemplar o céu, que a noite tinhamos visto cheio de estrelas, cometas - o céu mais belo do mundo – e que agora pela manhã, com o sol já brilhando, era azul claro, transparente.

16 …nos demos as mãos e, ao nosso redor, percebemos apenas a montanha e a terra do Vale, o capim, como um pasto - um prado onde os animais se alimentam. Procuramos a casa, aquela cabana tão linda,

17 Luz e não há nem sequer um poste de luz, nenhun fio elétrico, não há nada que pudesse transmitir aquela Luz¨. E além do mais… …procuramos a Luz e dissemos: ¨Ontem à noite, apagamos a Luz e dormimos e esta manhã procuramos a Luz e não há nem sequer um poste de luz, nenhun fio elétrico, não há nada que pudesse transmitir aquela Luz¨. E além do mais…

18 Onde está o velhinho? ¨Como é que ontem ele nos acolheu e nos ofereceu seu leito, se não há camas, nem acolchoados, não há nada por aquí?¨ Não entendíamos o que havia acontecido. Não conseguíamos compreender!

19 Decidimos descer até o povoado, fomos caminhando pelo mesmo caminho estreito do bosque e dizíamos: ¨Talvez encontremos o velhinho.¨ Procuramos e não o vimos, mas o que de fato havia era um perfume que nos seguia. Eu e meus companheiros íamos procurando atrás das árvores. Ao chegarmos ao povoado, queríamos explicar para as pessoas o que nos havia acontecido.

20 Ao chegarmos a uma sala, que era um templo, observamos que ali estavam nossos amigos, sentados, meditando e também vimos a nós mesmos. Estávamos ali sentados com os olhos fechados, meditando. O que tinha acontecido?

21 Era uma serenidade, uma tranquilidade! Era maravilhoso! Todos sentados meditando e o mais maravilloso é que reconhecemos o velhinho, aquele senhor, aquele homem que nos recebeu na cabana, na casa de pedra e de madeira. Ele estava ali! Nós o contemplamos e lhe perguntamos: o que havia acontecido?

22 Mas, quando nos aproximamos dele, vimos que não tinha sido o velhinho, mas que tinha sido Jesus que nos havia transportado! Era Jesus quem nos havia levado em seus braços! Jesus, que nos levava a outras dimensões!

23

24 Se nos ensinaste o caminho, os aromas, o perfume, como foi possível termos duvidado de ti. Tu nos deste o Conhecimento Divino, nós viajamos, vamos a países e transmitimos a mesma Luz, em 5 minutos já estamos conectados a todas as pessoas, às crianças…

25 Mas por que não te vi antes? Por que não te obedeci? Por que não te escuto? Por que só me considero o Universo e o umbigo do mundo? Por que me considero o maior?

26 Ah Jesus! Bendito sejas Senhor! Pois nos carregaste em teus braços… Que todos os dias tenhas paciência e nos escutes; que todos os dias nos dê o pão para comer, pois sabes que te servimos; mas tantas vezes nos ensinaste que tu foste o primeiro, que foste nosso criado, que nos serviste. Permite-me Jesus que eu te sirva, que te ajude. O que posso fazer? Dize-me! E Jesus disse:

27 ¨Amado padeiro, meu querido, se tu me ajudas aqui na cozinha para dar o alimento aos outros, então já estás servindo. Amado padeiro, o que estás fazendo para o Universo, Eu estou convertendo em ajuda para teus filhos”.

28 “Se sabes pedir ajuda a teus companheiros e não te consideras o Universo ou o umbigo do mundo, verás que compreenderão que se estás cansado e já não aguentas mais porque trabalhou 40 anos na cozinha, todos reconhecerão isso. Não te preocupes, a tua alma é que é importante e não o teu corpo.

29 E vocês Sementinhas, por que não dispõem dessa força grande que têm e organizam uma expedição para servir-me? Por que não fariam um empreendimento que fosse a maior expedição do Ensinamento?

30 sai de teu corpo, escuta tua alma, corta as amarras, pois cada vez que dás um curso, trabalhas para o Universo e, em troca, ele ajudará a tua família. Há 2 mil anos Ele já lhes disse: “Deixai vossas famílias e segui-me”.

31 Se estás aprendendo a fazer o que nunca havias feito e estás tendo sucesso, se já tomaste a decisão de continuar se livrando das carapaças, estás trabalhando para o Universo. Eu Estou contigo, Eu Te acompanho, Eu Te ajudo, tua filha será bem sucedida. Ela tem que ver pelo que tu já passaste. Ela ficará corajosa e será feliz. Escuta tua alma e aceita a felicidade que te espera e que tens direito.

32 Semente, cada vez que vens ajudar a Casa de Deus, o Universo te ajuda e te dá felicidade e te ajudará sempre, porque és honesto, leal, honrado, trabalhador e muito carinhoso. Tudo o que fizeres te será devolvido mil vezes.

33 Semente, se teu corpo guiar tua alma, não irás muito longe, pois teu corpo se afogará num rio; se tiver que subir uma montanha, se cansará; se tiver que ficar no deserto, morrerá de sede.

34 Coloca tua força para fora, tens que te sentir orgulhoso com muita dignidade para representar teu caminho que é o Ensinamento, a tua verdade que é ser mestre do que aprendeste, do que sempre te agradou. Segue em frente!

35 não deixes que teu corpo seja maior do que tua alma. Tua alma é muito grande, não a afogues, não a mates, não a condenes. Joga fora a preguiça, estás trabalhando e servindo a Jesus, que é teu amigo e te acompanhará sempre.

36 Sementinha, és tão grande e tão bela! Parabéns, segue o teu caminho. Ele é reto, não há pedras, não há espinhos, não há nada que possa perturbar teu caminho. És um grande dragão e uma leoa. O dragão é um animal sagrado e uma leoa tudo pode.

37 Jesus disse: “Já nos conhecemos”. E pega a sua mão direita e lhe diz “Amiga, cara amiga, já nos conhecemos bem” - e sorri – “te acompanharei em teu caminho e chegarás onde queiras, não te preocupes, o sol sempre brilhará à tua frente”. Jesus disse: “Já nos conhecemos”. E pega a sua mão direita e lhe diz “Amiga, cara amiga, já nos conhecemos bem” - e sorri – “te acompanharei em teu caminho e chegarás onde queiras, não te preocupes, o sol sempre brilhará à tua frente”.

38 Depois terminaram a meditação e as pessoas que estavam ali abriram os olhos e viram que o incenso tinha terminado e não havia mais nada, apenas os amigos que havian meditado; e não viram mais Jesus,

39 …não viram mais nada, apenas sentiam uma imensa alegria, mas não sabiam o que tinha acontecido. Minhas sementinhas, o que aconteceu?

40


Carregar ppt "Relaxados, estamos muito tranquilos, serenos e damos graças a Deus, pela serenidade, pela paz e pelo bem-estar. É algo maravilhoso podermos estar assim."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google