A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Fórum Melhoria do Produto de Software Brasileiro Modelo SQuaRE para especificação e avaliação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Fórum Melhoria do Produto de Software Brasileiro Modelo SQuaRE para especificação e avaliação."— Transcrição da apresentação:

1 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Fórum Melhoria do Produto de Software Brasileiro Modelo SQuaRE para especificação e avaliação da qualidade de produto de software 14 Novembro/2004 Danilo Scalet

2 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Sumário Especificação de requisitos e avaliação da qualidade de produto de software As normas existentes e o novo modelo SQuaRE Modelo de qualidade Medidas da qualidade de produto de software Desdobrando requisitos de qualidade Processo de avaliação da qualidade de produto de software A evolução do modelo SQuaRE

3 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Qualidade no Ciclo de Vida Qualidade do processo produto de software efeitos do produto de software Medidas de processo Medidas internas Medidas externas Medidas de qualidade em uso Contextos de uso Atributos de qualidade interna Atributos de qualidade externa Atributos de qualidade em uso Influencia Influenciam Depende de Dependem de

4 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Relacionamento entre as séries 9126 e Recursos e Ambiente Produto de Software Processo de Avaliação Efeitos do Produto de Software Suporte à avaliação Processo de avaliação Métricas internas Métricas Externas Métricas de qualidade em uso

5 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE A Série Quality Model Quality in use Metrics Internal Metrics External Metrics

6 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE A Série Planejamento e gestão Documentação de módulos de avaliação Processo para desenvolvedores Processo para adquirentes Processo para avaliadores Visão Geral

7 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE SQuaRE Software product Quality Requirements and Evaluation Grupo WG6 do ISO/IEC JTC1 SC7 Nova geração das séries ISO/IEC 9126 e Documento inicial em 1999 na reunião de Kanazawa Aprovado pelo SC7 em 2000 na reunião de Madri

8 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE SQuaRE - Histórico ISO/IEC 9126: > NBR 13596:1994 Avaliação de produto de software - Características de qualidade e diretrizes para o seu uso Série 14598: > NBR ISO/IEC Avaliação de produto de Software Série 9126: > NBR ISO/IEC 9126 Qualidade de produto de software

9 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE A nova arquitetura SQuaRE

10 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE O modelo de referência SQuaRE TargetofProcess Requirements Specification Process Execution Evaluation ParticularGuidance GeneralGuidance Business system Qualityin use Information system Externalsoftwarequality Softwareproduct Internalsoftwarequality

11 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE MODELO DE QUALIDADE (ISO/IEC 25010) Definição de modelo de qualidade: O conjunto de características e os relacionamentos entre elas, que fornecem a base para a especificação dos requisitos de qualidade e para a avaliação da qualidade. Modelo de qualidade é um produto do desdobramento da qualidade SQuaRE

12 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Estrutura Hierárquica de um Modelo de Qualidade Característica Subcaracterística Atributo

13 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE x x x x x x x x x x x xx x x x x x x x x x x x xx x x xx x x atributo subcaracterística característica Atributos internos (atributos do software) Atributos externos (atributos do sistema) Atributos externos e internos

14 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE MODELO DE QUALIDADE Qualidade externa e qualidade interna Qualidade externa e Qualidade interna Confiabilidade Funcionalidade Usabilidade Eficiência Manutenibilidade Portabilidade

15 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE MODELO DE QUALIDADE AdequaçãoAcuráciaInteroperabilidade Seg. acesso Conformidade Funcionalidade MaturidadeToler. FalhasRecuperabilidadeConformidade Confiabilidade InteligibilidadeApreensibilidadeOperabilidadeAtratividadeConformidade Usabilidade Comport. relação ao tempoComport. relação aos recursosConformidade Eficiência AnalisabilidadeModificabilidadeEstabilidadeTestabilidadeConformidade Manutenibilidade AdaptabilidadeCap. p/ ser InstaladoCo-existênciaCap. p/ substituirConformidade Portabilidade

16 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE MODELO DE QUALIDADE Qualidade em uso Qualidade em uso Produtividade Eficácia Segurança Satisfação

17 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições Qualidade de software: capacidade de um produto de software satisfazer necessidades explícitas e implicitas quando utilizado sob condições especificadas (ISO/IEC 25000). O que significa “necessidades”?

18 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições Necessidades: É a expectativa quanto aos efeitos de um produto. Um usuário não deseja um produto e sim os efeitos do uso do produto, que caracterizam suas necessidades. É difícil que as reais necessidades sejam identificadas pelo usuário ou por um desenvolvedor.

19 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Qualidade no ciclo de vida do software

20 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Construindo medidas de qualidade para produto de software (ISO/IEC 25020) SQuaRE

21 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Construindo medidas primitivas (ISO/IEC 25020)

22 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Medidas de qualidade de produto de software (ISO/IEC 25021, 25022, e 25024) Objetivos de medidas de produto de software definir requisitos de qualidade medir e melhorar a qualidade de produtos intermediários prever e controlar a qualidade do produto tomar decisões quanto a liberação ou aceitação de produto Tipos de medidas de produto de software medidas de qualidade interna medidas de qualidade externa medidas de qualidade em uso SQuaRE

23 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Escolhendo medidas de produto de software  Significância  Custo e Complexidade  Repetibilidade  Reproducibilidade  Validade  Objetividade  Imparcialidade

24 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE funcionalidade  adequação Medida Externa Nome da medida:completitude das funções Propósito:determinar a taxa de implementação das funções definidas na especificação de requisitos Fórmula:1 - (# funções faltantes / # funções especificadas) Interpretação:0  x  1; quanto mais próximo de 1, melhor Entradas:relatórios de avaliação, esp. requisitos Exemplos de medidas

25 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE confiabilidade  tolerância a falhas Medida Externa Nome da medida:capacidade de evitar falhas Propósito:determinar controle de ocorrência de falhas Fórmula:(# falhas evitadas / # casos de teste) Interpretação:0  x  1; quanto mais próximo de 1, melhor Entradas:relatórios de teste e de operação Exemplos de medidas

26 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE confiabilidade  tolerância a falhas Medida Interna Nome da medida:capacidade de evitar falhas Propósito:determinar número de falhas previstas e evitadas no código Fórmula:(# falhas previstas no projeto / # falhas possíveis) Interpretação:0  x  1; quanto mais próximo de 1, melhor Entradas:relatório revisão, especificação de requisitos Exemplos de medidas

27 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE usabilidade  apreensibilidade (learnability) Medida Interna Nome da medida:completitude de sistema de ajuda e documentação Propósito:determinar proporção de funções documentadas ao usuário Fórmula:(# funções documentadas / # funções) Interpretação:0  x  1; quanto mais próximo de 1, melhor Entradas:Especificação requisitos, projeto, relatório revisão Exemplos de medidas

28 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE usabilidade  apreensibilidade (learnability) Medida Externa Nome da medida:eficácia de sistema de ajuda e documentação Propósito:determinar proporção de documentação efetiva ao usuário Fórmula:(# funções executadas com sucesso (* 1 ) / # funções) Interpretação:0  x  1; quanto mais próximo de 1, melhor Entradas:relatório de operação * 1 após consulta do usuário ao sistema de ajuda Exemplos de medidas

29 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE eficácia Medida Qualidade em uso Nome da medida: tarefas completadas Propósito:determinar proporção de tarefas completadas Fórmula:(# tarefas completadas / # tarefas tentadas Interpretação:0  x  1; quanto mais próximo de 1, melhor Entradas:relatório de operação, registro de histórico de uso. Exemplos de medidas

30 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Necessi- dades de stakeholders (negócio): Coletadas e identificadas Relação entre necessidades e requisitos (ISO/IEC 25030) Necessid. Selec. e Especif./ Requisitos Qualidade em uso Requisitos funcionais Req. qldade externa Requisitos: Funcionais Projeto Qld. Interna Requisitos: n/funcionais Projeto Qld.interna Solicitar e identificar Selecionar e especificar Funcionalidade Confiabilidade Usabilidade Eficiência Manutenibilid. Portabilidade arquitetura estrutura Estilo cód. Contexto uso 1 Função 1 Função 2 Função n Função 1 Função 2 Função n Necessi- dades de stakeholders: Explícitas, Implícitas ou Não pecebi- das Usuários finais Desenvolvedores Planejadores Usuários Distribuidores Outros Planejadores Desenvolvedores Distribuidores Usuários Usuários finais Outros Contexto uso 2 Contexto uso i Contexto uso n SQuaRE Ambiente organizacionalAmbiente sistemaAmbiente software

31 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Requisitos para os requisitos de qualidade (ISO/IEC 25030) referir-se a um modelo de qualidade Qualidade em uso, externa e interna referir-se a um grupo de propriedades funcionais especificados em termos de método de medição e valores esperados (ISO/IEC 25022, e 25024) possibilidade de verificação do requisito consistência (ausência de conflitos entre requisitos) registrados de forma a permitir sua gestão rastreáveis em relação as necessidades de stakeholders

32 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Processo de Avaliação- Visão Geral (ISO/IEC 2504n) Estabelecer Requisitos de Avaliação Especificar a Avaliação Estabelecer o propósito da avaliação Identificar tipos de produto(s) a serem avaliados Especificar modelo de qualidade Selecionar medidas Julgar os resultados Estabelecer critérios para julgamento Projetar a Avaliação Produzir o plano de avaliação Obter as medidas Comparar com critérios Estabelecer níveis de pontuação p/ as medidas Executar a Avaliação SQuaRE

33 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Benefícios com o uso do modelo SQuaRE Modelo que representa a qualidade esperada do produto de software Orientações para desdobramento das necessidades em qualidade em uso, qualidade externa e qualidade interna Possibilita maior eficácia na definição e desenvolvimento da solução envolvendo software Orienta ações gerenciais através de avaliações de produtos intermediários Propõe a perspectiva da qualidade final através de avaliações intermediárias Permite a rastreabilidade entre necessidades, requisitos e medidas decorrentes de avaliações Melhoria da qualidade do produto e do processo de software

34 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE A nova arquitetura SQuaRE - Evolução

35 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE C.E. QUALIDADE DE SOFTWARE SC10 Rua Mateus Leme, 1142 CEP: Curitiba - Pr Fone:(41) FAX: (41)

36 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Quality management division Guide to SQuaRE;  Planning and management:.

37 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Quality model division Quality model and guide Quality measurement division Measurement reference model and guide – Measurement primitives – Measurement of internal quality – Measurement of external quality – Measurement of quality in use

38 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Quality requirements division – Quality requirements Quality evaluation division – Evaluation reference model and guide Evaluation modules – Evaluation process for developers – Evaluation process for acquirers – Evaluation process for evaluators

39 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições n Funcionalidade: Capacidade do produto de software de prover funções que atendam necessidades explícitas e implícitas, quando o software estiver sendo utilizado sob condições especificadas. n Confiabilidade: Capacidade do produto de software de manter um nível de desempenho especificado, quando usado em condições especificadas. n Usabilidade: Capacidade do produto de software de ser compreendido, aprendido, operado e atraente ao usuário, quando usado sob condições especificadas.

40 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições n Eficiência: Capacidade do produto de software de apresentar desempenho apropriado, relativo à quantidade de recursos usados, sob condições especificadas. n Manutenibilidade: Capacidade do produto de software de ser modificado. As modificações podem incluir correções, melhorias ou adaptações do software devido a mudanças no ambiente e nos seus requisitos ou especificações funcionais. n Portabilidade: Capacidade do produto de software de ser transferido de um ambiente para outro.

41 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições 1.1 Funcionalidade Capacidade do produto de software de prover funções que atendam necessidades explícitas e implícitas, quando o software estiver sendo utilizado sob condições especificadas Adequação Capacidade do produto de software de prover um conjunto apropriado de funções para tarefas e objetivos do usuário especificados Acurácia Capacidade do produto de software de prover, com o grau de precisão necessário, resultados ou efeitos corretos ou conforme acordados Interoperabilidade Capacidade do produto de software de interagir com um ou mais sistemas especificados.

42 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições Segurança de acesso Capacidade do produto de software de proteger informações e dados, de forma que pessoas ou sistemas não autorizados não possam lê-los nem modificá-los e que não seja negado o acesso às pessoas ou sistemas autorizados. [NBR ISO/IEC 12207:1998] Conformidade relacionada à funcionalidade Capacidade do produto de software de estar de acordo com normas, convenções ou regulamentações previstas em leis e prescrições similares relacionadas à funcionalidade.

43 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições 1.1 Confiabilidade Capacidade do produto de software de manter um nível de desempenho especificado, quando usado em condições especificadas Maturidade Capacidade do produto de software de evitar falhas decorrentes de defeitos no software Tolerância a falhas Capacidade do produto de software de manter um nível de desempenho especificado em casos de defeitos no software ou de violação de sua interface especificada.

44 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições Recuperabilidade Capacidade do produto de software de restabelecer seu nível de desempenho especificado e recuperar os dados diretamente afetados no caso de uma falha Conformidade relacionada à confiabilidade Capacidade do produto de software de estar de acordo com normas, convenções ou regulamentações relacionadas à confiabilidade.

45 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições 1.1 Usabilidade Capacidade do produto de software de ser compreendido, aprendido, operado e atraente ao usuário, quando usado sob condições especificadas Inteligibilidade Capacidade do produto de software de possibilitar ao usuário compreender se o software é apropriado e como ele pode ser usado para tarefas e condições de uso específicas Apreensibilidade Capacidade do produto de software de possibilitar ao usuário aprender sua aplicação.

46 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições Operacionalidade Capacidade do produto de software de possibilitar ao usuário operá-lo e controlá-lo Atratividade Capacidade do produto de software de ser atraente ao usuário Conformidade relacionada à usabilidade Capacidade do produto de software de estar de acordo com normas, convenções, guias de estilo ou regulamentações relacionadas à usabilidade.

47 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições 1.1 Eficiência Capacidade do produto de software de apresentar desempenho apropriado, relativo à quantidade de recursos usados, sob condições especificadas Comportamento em relação ao tempo Capacidade do produto de software de fornecer tempos de resposta e de processamento, além de taxas de transferência, apropriados, quando o software executa suas funções, sob condições estabelecidas Utilização de recursos Capacidade do produto de software de usar tipos e quantidades apropriados de recursos, quando o software executa suas funções sob condições estabelecidas Conformidade relacionada à eficiência Capacidade do produto de software de estar de acordo com normas e convenções relacionadas à eficiência.

48 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições 1.1 Manutenibilidade Capacidade do produto de software de ser modificado. As modificações podem incluir correções, melhorias ou adaptações do software devido a mudanças no ambiente e nos seus requisitos ou especificações funcionais Analisabilidade Capacidade do produto de software de permitir o diagnóstico de deficiências ou causas de falhas no software, ou a identificação de partes a serem modificadas Modificabilidade Capacidade do produto de software de permitir que uma modificação especificada seja implementada.

49 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições Estabilidade Capacidade do produto de software de evitar efeitos inesperados decorrentes de modificações no software Testabilidade Capacidade do produto de software de permitir que o software, quando modificado, seja validado Conformidade relacionada à manutenibilidade Capacidade do produto de software de estar de acordo com normas ou convenções relacionadas à manutenibilidade.

50 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições 1.1 Portabilidade Capacidade do produto de software de ser transferido de um ambiente para outro Adaptabilidade Capacidade do produto de software de ser adaptado para diferentes ambientes especificados, sem necessidade de aplicação de outras ações ou meios além daqueles fornecidos para essa finalidade pelo software considerado Capacidade para ser instalado Capacidade do produto de software para ser instalado em um ambiente especificado.

51 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições Coexistência Capacidade do produto de software de coexistir com outros produtos de software independentes, em um ambiente comum, compartilhando recursos comuns Capacidade para substituir Capacidade do produto de software de ser usado em substituição a outro produto de software especificado, com o mesmo propósito e no mesmo ambiente Conformidade relacionada à portabilidade Capacidade do produto de software de estar de acordo com normas ou convenções relacionadas à portabilidade.

52 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições Qualidade em uso do software: Capacidade de um produto de software de influenciar a eficácia, produtividade, segurança e satisfação de usuários de modo a satisfazer suas reais necessidades ao utilizar o produto de software para atingir suas metas em contextos de uso especificados. Eficácia Capacidade do produto de software de permitir que usuários atinjam metas especificadas com acurácia e completitude, em um contexto de uso especificado. Produtividade Capacidade do produto de software de permitir que seus usuários empreguem quantidade apropriada de recursos em relação à eficácia obtida, em um contexto de uso especificado. NOTA - Recursos relevantes podem incluir tempo para completar a tarefa, esforço do usuário, materiais ou custos financeiros.

53 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições Segurança Capacidade do produto de software de apresentar níveis aceitáveis de riscos de danos a pessoas, negócios, software, propriedades ou ao ambiente, em um contexto de uso especificado. NOTA – Geralmente, os riscos são decorrentes das deficiências na funcionalidade (incluindo segurança de acesso), confiabilidade, usabilidade ou manutenibilidade. Satisfação Capacidade do produto de software de satisfazer usuários, em um contexto de uso especificado. NOTA - Satisfação é a resposta do usuário à interação com o produto e inclui atitudes relacionadas ao uso do produto.

54 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE n Qualidade em uso: Capacidade de um produto de software de influenciar a eficácia, produtividade, segurança e satisfação de usuários de modo a satisfazer suas reais necessidades ao utilizar o produto de software para atingir suas metas em contextos de uso especificados. Definições para produto de software n Qualidade externa: capacidade de um produto de software de influenciar o comportamento de um sistema para satisfazer necessidades explícitas e implícitas quando o sistema que inclui o software for utilizado em condições especificadas. n Qualidade interna: capacidade de um conjunto de atributos estáticos de um produto de software de satisfazer necessidades explícitas e implícitas quando o produto de software for utilizado em condições especificadas. n Atributo: propriedade inerente ou característica de uma entidade que pode ser distinguida quantitativamente ou qualitativamente de forma humana ou automática (ISO/IEC 15939)

55 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Definições n Medição: Conjunto de operações com o objetivo de determinar o valor de uma medida n Medida: Variável à qual se atribui um valor como resultado de uma medição.

56 CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Bibliografia ISO/IEC : Software Engineering - Product quality - Part 1: Quality model ISO/IEC TR : Software Engineering - Product quality - Part 2: External metrics ISO/IEC TR : Software Engineering - Product quality - Part 3: Internal metrics ISO/IEC TR : Software Engineering - Product quality - Part 4: Quality in Use ISO/IEC : 1999, Information Technology - Product evaluation - Part 1: General overview ISO/IEC : 1999, Software Engineering - Product evaluation - Part 2: Planning and management ISO/IEC : 1999, Software Engineering - Software product evaluation - Part 3: Process for developers ISO/IEC : 1999, Software Engineering - Software product evaluation - Part 4: Process for acquirers ISO/IEC : 1998, Information Technology - Software Engineering - Software product evaluation - Part 5: Process for evaluators ISO/IEC : Information Technology - Software Engineering - Product evaluation - Part 6: Documentation of evaluation modules Azuma, M, Using quality models and metrics for software quality improvement, 2000


Carregar ppt "CELEPAR – Companhia de Informática do Paraná Modelo SQuaRE Fórum Melhoria do Produto de Software Brasileiro Modelo SQuaRE para especificação e avaliação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google