A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ISO 12207 Processos do Ciclo de Vida do Software Unilins Tecnologia em Analise e Desenvolvimento De Sistema.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ISO 12207 Processos do Ciclo de Vida do Software Unilins Tecnologia em Analise e Desenvolvimento De Sistema."— Transcrição da apresentação:

1 ISO Processos do Ciclo de Vida do Software Unilins Tecnologia em Analise e Desenvolvimento De Sistema

2 Histórico Em 1987 a Organização Internacional para Padronização (ISO) e a Comissão Internacional de Eletrotécnica (IEC) definiram o Comitê Técnico em Tecnologia da Informação (JTC1).

3 Histórico Em 1989 o JTC1 iniciou o desenvolvimento da ISO 12207, com o objetivo de suprir uma necessidade crítica nos Processos do Ciclo de Vida do Software. Foi desenvolvida com a participação de vários países, entre eles o Brasil. Foi publicada em 1995, em versão inicial.

4 ISO/IEC (1995): Processos PROCESSOS FUNDAMENTAIS Aquisição Fornecimento Operação Manutenção Desenvolvimento PROCESSOS DE APOIO Documentação Gerência de Configuração Garantia da Qualidade Verificação Validação Revisão Conjunta Auditoria Resolução de Problemas PROCESSOS ORGANIZACIONAIS GerênciaInfra-estrutura Melhoria Treinamento

5 Principais Conceitos Básicos Arquitetura do Ciclo de Vida do Software A estrutura cobre o ciclo de vida do software desde a concepção de idéias até a descontinuação (aposentadoria) do software. A arquitetura é construída com um conjunto de processos e inter- relacionamentos.

6 Principais Conceitos Básicos Processos do Ciclo de Vida Os processos estão agrupados em três amplas classes: Fundamentais são os processos básicos para o ciclo de vida, ou seja, início e execução do desenvolvimento, operação e manutenção do software Apoio ou Suporte Auxiliam um outro processo, de acordo com funcionalidades específicas. Organizacional Implementam uma estrutura constituída de processos de ciclo de vida e pessoal associados, melhorando continuamente a estrutura e os processos.

7 Principais Conceitos Básicos Estrutura dos Processos do Ciclo de Vida Cada processo é definido de acordo com seu conjunto de atividades e, estas, de acordo com seu conjunto de tarefas relacionadas. Processos Atividade 1 Atividade N... Tarefa 1Tarefa N...Tarefa

8 Principais Conceitos Básicos Natureza das Tarefas É um conjunto de ações elementares. A tarefa consiste de uma entrada (dados, informações) e produz uma saída (dados, informações). Natureza das Avaliações Nesta norma a avaliação é uma função elementar e usada de várias maneiras pelos processos. As avaliações são conduzidas em várias entidades com objetivos de validar critérios definidos.

9 Principais Conceitos Básicos Gerenciamento da Qualidade Total Esta norma implementa os princípios da Qualidade Total. Elos entre Sistema e Software A norma estabelece uma ligação muito forte entre Sistema e Software. o padrão é baseado nos princípios gerais da Engenharia de Sistemas (análise, projeto, implementação, testes...) O software é tratado como parte integral de um sistema e desempenha certas funções deste sistema.

10 Principais Conceitos Básicos Organização Grupo de pessoas que trabalham juntas em prol de um objetivo específico. Aplicação nas Organizações Os processos definidos neste padrão formam um conjunto compreensível que pode ser utilizado por vários tipos de organizações. Aplicação em Projetos O padrão foi escrito para Projetos de Software genéricos, grandes e complexos.

11 Principais Conceitos Básicos Documentação O padrão necessita que determinadas atividades sejam documentadas, mas não especifica formatos, conteúdo... Definições O padrão necessita das definições do Processo de Software (requisitos, projetos, implementação...).

12 Principais Conceitos Básicos Pré-requisitos Para uso efetivo e produtivo do padrão devem ser observados: Treinamento; Conhecimento das políticas da Organização; Conhecimento dos Ambientes de Projetos e; Compreensão do Padrão ISO

13 ISO Está organizada em 7 seções e 4 anexos. Escopo e campo de aplicação Referências Normativas Definições Aplicação da Norma Processos Fundamentais do Ciclo de Vida Processos de Apoio do Ciclo de Vida Processos Organizacionais do Ciclo de Vida Anexos

14 ISO Objetivo Estabelece uma estrutura comum para os processos de ciclo de vida de software, com terminologia bem definida, que pode ser referenciada pela indústria de software. Esta norma também provê um processo que pode ser utilizado para definir, controlar e melhorar os processos de ciclo de vida de software.

15 ISO Campo de Aplicação Aplica-se à Aquisição de sistemas, produtos e serviços de software; ao fornecimento, desenvolvimento, operação e manutenção de produtos de software, quer sejam executados interna ou externamente a uma organização. Esta norma não foi concebida para produtos de software de prateleira a menos que eles estejam incorporados dentro de um produto encomendado.

16 ISO Limitações Não é substituto para o gerenciamento sistemático e disciplinado de sistemas de software. Provê um framework onde os processos, atividades e tarefas relacionados ao software podem ser identificados, planejados e executados. Esta norma não prescreve um modelo específico de ciclo de vida ou método de desenvolvimento de software.

17 ISO Organização da Norma Processos Fundamentais Aquisição Fornecimento Desenvolvimento Operação Manutenção Processos de Apoio Documentação Gerência de Configuração Garantia de Qualidade Verificação Validação Revisão Conjunta Auditoria Resolução de Problema Processos Organizacionais Gerência Infra-estrutura Melhoria Treinamento Anexos Processo de Adaptação Orientação para adaptação Orientações sobre processos e organizações Bibliografia

18 ISO Processos Fundamentais Partes Fundamentais Inicia ou executa o desenvolvimento, operação ou manutenção dos produtos de software. Adquirente Fornecedor Desenvolvedor Operador e Mantenedor do software.

19 ISO Processos Fundamentais Processo de Aquisição Atividades de quem quer adquirir um sistema, produto de software ou serviço de software. Iniciação; Preparação do pedido de proposta; Preparação e atualização do contrato; Monitoração do fornecedor; Aceitação e Conclusão.

20 ISO Processos Fundamentais Processo de Fornecimento Atividades do fornecedor de software. Iniciação; Preparação de resposta; Contrato; Planejamento; Execução e controle; Revisão e avaliação; Entrega e Conclusão

21 ISO Processos Fundamentais Processo de Desenvolvimento Atividades do desenvolvedor de software. Implementação do processo; Análise dos requisitos do sistema; Projeto da arquitetura do sistema; Análise dos requisitos do software; Projeto de arquitetura do software; Projeto detalhado do software; Codificação e testes do software; Integração do software; Testes de qualificação do software; Integração do sistema; Teste de qualificação do sistema; Instalação do software; Apoio à aceitação do software.

22 ISO Processos Fundamentais Processo de Operação Atividades do operador do software. Operação do software e suporte operacional aos usuários. Implementação do Processo; Testes operacional; Operação do Sistema; Suporte ao usuário.

23 ISO Processos Fundamentais Processo de Manutenção Atividades de quem faz a manutenção do software. Implementação do Processo; Análise do problema e da modificação; Implementação da modificação; Revisão/aceitação da manutenção; Migração; Descontinuação do Software.

24 ISO/IEC (2002): Processos Processos FundamentaisProcessos de Apoio Processo de Adaptação AquisiçãoDocumentação FornecimentoGerência de Configuração Desenvolvimento Operação Garantia da Qualidade Verificação Validação Revisão Conjunta Manutençã o Auditoria Usabilidade Gerência de Resolução de Problemas Gerência de Solicitação de Mudanças Avaliação do Produto Processos Organizacionais GerênciaEngenharia de Domínio Melhoria Gestão de AtivosInfra-estrutura Gestão de Programa de Reúso Recursos Humanos

25 ISO Processos de Apoio Processo de Documentação Registro de informações produzidas por um processo ou atividade. Inclui: planejamento, projeto, desenvolvimento, produção, edição, distribuição e manutenção dos documentos necessários a gerentes, engenheiros e usuários do software. Implementação do processo; Projeto e desenvolvimento; Produção; Manutenção.

26 ISO Processos de Apoio Processo de Gerência de Configuração Identificação e controle dos itens do software. Inclui: controle de armazenamento, liberações, manipulação, distribuição e modificação de cada um dos itens que compõem o software. Implementação do processo; Identificação da configuração; Controle da configuração; Relato da situação da configuração; Avaliação da configuração; Gerência de liberação e distribuição.

27 ISO Processos de Apoio Processo da Garantia da Qualidade Garante que os processos e produtos de software estejam em conformidade com os requisitos e os planos estabelecidos. Implementação do processo; Garantia do produto; Garantia do processo; Sistemas de Garantia da Qualidade.

28 ISO Processos de Apoio Processo de Verificação Determina se os produtos de software de uma atividade atendem completamente aos requisitos ou condições impostas a eles. Implementação do processo; Verificação.

29 ISO Processos de Apoio Processo de Validação Determina se os requisitos e o produto final (sistema ou software) atendem ao uso específico proposto. Implementação do Processo; Validação.

30 ISO Processos de Apoio Processo de Revisão Conjunta Define as atividades para avaliar a situação e os produtos de uma atividade de um projeto, se apropriado. Implementação do processo; Revisões de gerenciamento do projeto; Revisões técnicas.

31 ISO Processos de Apoio Processo de Auditoria Determina adequação aos requisitos, planos e contrato, quando apropriado. Implementação do processo; Auditoria.

32 ISO Processos de Apoio Processo de Resolução do Problema Análise e resolução dos problemas de qualquer natureza ou fonte, descobertos durante a execução do desenvolvimento, operação, manutenção ou outros processos. Implementação do processo; Resolução do problema.

33 ISO Processos Organizacionais Processo de Gerência Gerenciamento de processos. Iniciação e definição do escopo; Planejamento; Execução e controle; Revisão e avaliação; Conclusão.

34 ISO Processos Organizacionais Processo de Infra-estrutura Fornecimento de recursos para outros processos. Inclui: hardware, software, ferramentas, técnicas, padrões de desenvolvimento, operação ou manutenção. Implementação do processo; Estabelecimento da infra-estrutura; Manutenção da infra-estrutura.

35 ISO Processos Organizacionais Processo de Melhoria Atividades para estabelecer, avaliar, medir, controlar e melhorar um processo de ciclo de vida de software. Estabelecimento do processo; Avaliação do processo; Melhoria do processo.

36 ISO Processos Organizacionais Processo de Treinamento Atividades para prover e manter pessoal treinado. Implementação do processo; Desenvolvimento do material de treinamento; Implementação do plano de treinamento.

37 ISO Anexos Processo de Adaptação Apresenta um processo para realizar a adaptação básica desta norma para um projeto de software. Identificação do ambientes do projeto; Solicitação de informações; Seleção de processos, atividades e tarefas; Documentação de decisões e motivos da adaptação.

38 ISO Anexos Orientação para Adaptação Nenhum projeto é idêntico. Variações nas políticas e procedimentos organizacionais, métodos e estratégias de aquisição, tamanho e complexidade do projeto, requisitos e métodos de desenvolvimento do sistema, entre outras coisas, influenciam na forma como um sistema é adquirido, desenvolvido, operado e mantido.

39 ISO Anexos Orientações sobre processos e organizações Tem o objetivo de proporcionar um melhor entendimento sobre processos, organizações e seus relacionamentos. Apresenta os processos do ciclo de vida (fundamentais, de apoio e organizacionais), suas atividades constituintes sob diferentes visões.

40 Visões Processos Fundamentais Contrato com Fornecedor 1. Aquisição 1.1 Proposta de Aquisição 1.2 Seleção do Fornecedor 1.3 Gerenciamento do Fornecedor 1.4 Aceitação do Cliente 2.Fornecedor 3. Requisitos 4. Operação 4.1 Operação do Sistema 4.2 Apoio (Suporte) ao Cliente Engenharia 1 Desenvolvimento 1.1 Análise e Projeto do Sistema 1.2 Análise dos Requisitos 1.3 Projeto do Software 1.4 Implementação do Software 1.5 Integração do Software 1.6 Testes de Software 1.7.Integração e Testes de Sistema 2 Manutenção

41 Visões Processos Organizacionais Gerenciamento 1. Gerenciamento 1.1 Gerenciamento de Projeto 2. Gerenciamento da Qualidade 3. Gerenciamento de Riscos Organização 1. Processo Organizacional 2. Melhoria 2.1 Estabelecimento do Processo 2.2 Verificação do Processo 2.3 Melhoria do Processo 3. Infra-Estrutura 4. Gerenciamento de Recursos Humanos

42 Nome do Grupo Jacqueline João Fiala Juliana Patrícia


Carregar ppt "ISO 12207 Processos do Ciclo de Vida do Software Unilins Tecnologia em Analise e Desenvolvimento De Sistema."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google