A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Resposta Interpretativa- Argumentativa e Comparativo entre as respostas Professora Franciele.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Resposta Interpretativa- Argumentativa e Comparativo entre as respostas Professora Franciele."— Transcrição da apresentação:

1 Resposta Interpretativa- Argumentativa e Comparativo entre as respostas Professora Franciele

2 Resposta interpretativa - argumentativa Gênero híbrido; Sem título; Une interpretação com argumentação; Usa tanto elementos do(s) texto(s) de apoio quanto externos, dependendo da ação requerida no comando; Estrutura-se conforme as respostas de modo geral, atendendo ao que se pede em cada situação proposta.

3 Estrutura 1§ retomada do comando (tema – ação 1) desenvolvimento da ação requerida (de interpretação ou de argumentação). 2 § desenvolvimento da ação requerida no comando (de interpretação ou de argumentação).

4 Análise de comandos - (2010) Redija, em até 15 linhas, uma resposta interpretativa, que indique quais são as formas de tratamento dos resíduos urbanos no Brasil, definindo aquela(s) que melhor atenda(m) as cidades atualmente. - Os excertos apontam tendências atuais da classe C brasileira. Indique quais são estas tendências e explique quais são as possíveis causas destas mudanças. Use no máximo 15 linhas. - Redija, em até 15 linhas, uma resposta argumentativa que responda à pergunta A televisão limita a aquisição de conhecimento? Não copie partes do texto de apoio.

5 Resposta Argumentativa -sem título; -inicia com retomada do comando (tema); - apresenta posicionamento crítico sobre o tema; - deve apresentar argumento, que sustente o posicionamento, justificando-o e comprovando-o; - extrapola o texto de apoio, não deve apresentar cópia dele; - deve ter mais de um parágrafo e atente-se à organização dos períodos; - 1ª. ou 3ª. pessoa.

6 Resposta Interpretativa -sem título; -inicia com retomada do comando (tema); - necessita que se identifique (m) o (s) verbo (s) de ação no comando para organizar a resposta; - parte do texto de apoio para que se estabeleça a interpretação; - pode requerer que se usem trechos para comprovação da interpretação; - usa expressões interpretativas para expressar compreensão do que foi requerido no comando; - deve ter mais de um parágrafo e atente-se à organização dos períodos; - 3ª. pessoa.

7 Resposta Interpretativa- Argumentativa - sem título; -inicia com retomada do comando (tema); - necessita que se identifique (m) o (s) verbo (s) de ação no comando para organizar a resposta; - mescla interpretação, explicação, com argumentação, exposição de opinião/justificativa; - tanto permite buscar informações no texto de apoio quanto externas; deve ter mais de um parágrafo e atente-se à organização dos períodos; - 3ª. pessoa.

8 Proposta 1 (PAS- 2011) Texto 1 O da foto (Luis Fernando Veríssimo) Ela com 18 anos, ele bem mais velho. Mas no seu chat pela Internet os dois tinham mentido. Ela dissera “mais de 20”, ele “menos de 35”. Ela se descrevera como romântica, carinhosa e um pouco teimosa. Ou, como dizia a sua mãe, “cabeça dura”. Ele fora mais vago: era sincero, amigo dos amigos, talvez um pouco obsessivo. Ela gostava de frutos do mar, rock e algumas novelas. Ele de Chico e Caetano, e só ligava a tevê para ver as notícias e o futebol. Depois de algumas semanas, em que tinham descoberto alguns gostos e desgostos em comum, marcaram um encontro num bar. E trocaram fotografias. Ela chegou no bar primeiro. Olhou em volta, procurando um rosto que correspondesse ao da fotografia que ele mandara. Ele ainda não estava lá. Ela pediu uma Coca Diet e ficou olhando para a fotografia. Pensando: tirei a sorte grande. Gostamos das mesmas coisas. Rimos das mesmas coisas. E ele, ainda por cima, tem esses olhos azuis.

9 Um homem parou ao lado da mesa e disse: – Olá. Ela levantou os olhos. Não era ele. Disse: – Alô... – Sou eu – disse o homem. Não era ele. Ou não era o da fotografia. – Desculpe – disse ela. – Estou esperando alguém que... – Sou eu – repetiu o homem. E disse seu nome. – Mas esta fotografia... – mostrou ela. – É do James Dean. – Quem? – James Dean. O ator. O homem não era feio. Ou pelo menos não era repugnante. Mas era mais velho do que o da foto. E não tinha olhos azuis. – Pensei que você fosse achar engraçado – disse ele. – Achar o que engraçado? – Eu mandar uma foto do James Dean em vez da minha. – Por que eu acharia engraçado?

10 – Era uma brincadeira. Você logo ia ver que não era eu, que eu estava me autoironizando e... O homem desistiu no meio da frase. Viu pela expressão no rosto dela que ela não estava entendendo nada. Perguntou: – Você não reconheceu o James Dean, é isso? – Eu não sei quem é o James Dean. – Tá – disse o homem. E sentou-se. Ainda conversaram um pouco, sem muito entusiasmo. Ela tentando esconder a decepção porque ele nem se parecia com o da foto. Ele pensando: que futuro eu posso ter com alguém que não sabe quem foi o James Dean? Com alguém do outro lado do abismo? Ele pagou pela Coca, apesar dos protestos dela, se despediram e nunca mais se viram. (Texto retirado de Gazeta do Povo. Curitiba, 07/6/2009)

11 Proposta 1. A partir do texto O da foto, elabore uma RESPOSTA ARGUMENTATIVO-INTERPRETATIVA, com no máximo 15 linhas, para a seguinte questão: Que cuidados devem ser tomados nas interações virtuais para que as diferenças de expectativas não culminem em desfechos semelhantes ao do relacionamento apresentado no texto?

12 Proposta 2 Texto 1 "...os pais acreditavam que uma educação séria para suas filhas era algo supérfluo: modos, música e um pouco de francês seria o suficiente para elas. Aprender aritmética não ajudará minha filha a encontrar um marido, esse era um pensamento comum. Uma governanta em casa, por um breve período, era o destino habitual das meninas. Seus irmãos deviam ir para escolas públicas e universidades, mas a casa era considerada o lugar certo para suas irmãs. Alguns pais mandavam suas filhas para escolas, mas boas escolas para garotas não existiam. Os professores não tinham boa formação e não eram bem educados. Nenhum exame público (para escolas) aceitava candidatas mulheres". (Louisa Garrett Anderson, depoimento escrito de 1839)

13 Texto 2 As mulheres do século XXI são mães, donas de casa, chefes de família e profissionais bem sucedidas. Essa já é a realidade de muitas mulheres e, ao que tudo indica, virá a ser regra conforme a evolução da sociedade. Para isso, basta analisar as conquistas alcançadas ao longo da História. O direito ao trabalho, ao esporte, ao divórcio e até mesmo a evitar a gravidez por meio de anticoncepcionais, a princípio, podem parecer óbvios. Mas é assim também que parecerão as próximas conquistas, nos anos futuros.

14 Proposta 2. Os textos 1 e 2 apresentam informações a respeito das mudanças sociais que envolvem a mulher entre os séculos XIX e XXI. Em uma resposta interpretativo-argumentativa, a partir das informações disponibilizadas, identifique ao menos 3 destas mudanças e avalie o que a evolução trouxe de positivo e de negativo à mulher.

15 Proposta 3. Indique qual a opinião de Mafalda sobre cultura X futilidade. Apresente seu ponto de vista a respeito deste posicionamento. Use 10 linhas.

16


Carregar ppt "Resposta Interpretativa- Argumentativa e Comparativo entre as respostas Professora Franciele."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google