A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ambiente SMART MedicWare Sistemas. Rede de Computadores O que é Rede de Computador Diversos "nós" (computadores, impressoras) conectados entre si através.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ambiente SMART MedicWare Sistemas. Rede de Computadores O que é Rede de Computador Diversos "nós" (computadores, impressoras) conectados entre si através."— Transcrição da apresentação:

1 Ambiente SMART MedicWare Sistemas

2 Rede de Computadores O que é Rede de Computador Diversos "nós" (computadores, impressoras) conectados entre si através de um cabo, possibilitando a transmissão de informações em alta velocidade Funções de uma Rede de Computador “Compartilhamento de recursos", que podem ser de hardware (impressora) ou de software (banco de dados, página de internet ou aplicativos). Com a rede, todas os computadores têm acesso à esses recursos

3 Sistema Operacional O que é Sistema Operacional Um sistema operacional é uma coleção de programas para gerenciar as funções do processador, o input, o output, o armazenamento e o controle dos dispositivos Funções de um Sistema Operacional O sistema operacional tem todos os comandos básicos que os aplicativos vão usar em vez de ter todas estas funções reescritas para cada aplicativo. Por exemplo, para imprimir um arquivo, os processadores de texto mandam o arquivo para o programa "imprimir" do sistema operacional

4 Sistema Operacional

5 Exemplos de Sistema Operacional Unix Linux DOS Windows

6 SGDB O que é SGDB Sistema de gerência de BD tem como uma das principais funções prover acesso e manipulação eficientes aos dados armazenados através de uma linguagem de alto nível. Deve ainda o SGBD possuir um sistema de proteção contra acessos não autorizados além de manter a consistência e a integridade destes dados. Deve possuir ferramentas que dêem suporte a OLAP, que difere de OLTP em uma série de requisitos

7 SGDB Funções de um SGDB Atender a um grande número usuários que realizam operações atômicas (transações). No caso de um DW, o gerenciador deve ser configurado para que os poucos usuários que fazem uso destes dados possam realizar um grande número de consultas ad hoc (definidas no momento da execução) ou pré-definidas, todas bastante complexas e poderosas. Para que isto seja possível, existem ferramentas que envolvem tecnologias complexas a fim de permitir que o usuário obtenha dados resumidos utilizando técnicas de aperfeiçoamento e combinação de métodos de indexação, os dados são armazenados em sistemas multidimensionais e consultados por extensões do SQL padrão.

8 SGDB Componentes de um SGDB Gerenciador de Acesso ao Disco O SGBD utiliza o Sistema Operacional para acessar os dados armazenados em disco, controlando o acesso concorrente às tabelas do Banco de Dados. O Gerenciador controla todas as pesquisas queries solicitadas pelos usuários no modo interativo, os acessos do compilador DML, os acessos feitos pelo Processador do Banco de Dados ao Dicionário de Dados e também aos próprios dados

9 SGDB Compilador DDL Data Definition Language processa as definições do esquema do Banco de Dados, acessando quando necessário o Dicionário de Dados do Banco de Dados. Dicionário de Dados Contém o esquema do Banco de Dados, suas tabelas, índices, forma de acesso e relacionamentos existentes Processador do Banco de Dados Manipula requisições à própria Base de Dados em tempo de execução. É o responsável pelas atualizações e integridade da Base de Dados

10 SGDB Processador de Pesquisas Analisa as solicitações, e se estas forem consistentes, aciona o Processador do Banco de Dados para acesso efetivo aos dados Compilador DML Data Manipulation Language onde são gerados os códigos de acesso ao Banco de Dados

11 SGDB Alguns SGDBs Microsoft SQL SERVER ORACLE Sybase Adaptive Server SAPDB

12 SQL - Structured Query Language O que é a Linguagem SQL Linguagem padrão de bancos de dados relacionais DDL Comandos Create, Alter, Drop DML Comandos Select, Update, Insert, Delete DCL Comandos Grant, Revoke

13 Comandos SQL Create Este comando permite a criação de tabelas no banco de dados ou mesmo de sua criação Drop Este comando elimina a definição da tabela, seus dados e referências

14 Comandos SQL Alter Este comando permite inserir/eliminar atributos nas tabelas já existentes

15 Comandos SQL Select Seleciona um grupo de registros de uma (ou mais) tabela(s) Cláusula Where A cláusula "where" corresponde ao operador restrição da álgebra relacional. Contém a condição que as tuplas devem obedecer a fim de serem listadas. Ela pode comparar valores em colunas, literais, expressões aritméticas ou funções

16 Operadores Lógicos = Igual a > maior que >= maior ou igual a < menor que <= menor ou igual a

17 Apelidos (Alias) Alias servem para mostrar com mais clareza o que significam colunas com nomes não muito claros Select pac_nome “Nome do Paciente” from pac where pac_reg >= ‘ ’

18 Comandos SQL Cláusula Distinct A cláusula Distinct elimina duplicidades, significando que somente relações distintas serão apresentadas como resultado de uma pesquisa Select distinct pac_nome from pac

19 Comandos SQL Cláusula Order By A cláusula Order By modificará a ordem de apresentação do resultado da pesquisa (ascendente ou descendente) Select * from pac order by pac_pront desc

20 Demais Operadores Between…and…entre dois valores In lista de valores Like com um padrão de caracteres Is null é um valor nulo

21 Operadores Negativos <> diferente Not nome_coluna= diferente da coluna Not nome_coluna> não maior que Not between não entre dois valores informados Not in não existente numa dada lista de valores Not like diferente do pdrão de caracteres informados Is not null não é um valor nulo

22 Funções de Caracteres Lower força caracteres maiúsculos aparecerem em minúsculos Upper força caracteres minúsculos aparecerem em maiúsculos Concat(x,y) concatena a string "x" com a string "y" Substring(x,y,str) extrai um substring da string "str", começando em "x", e termina em "y" To_Char(num) converte um valor numérico para uma string de caracteres To_Date(char,fmt) converte uma string caracter em uma data

23 Funções Agregadas Avg(n) média do valor n, ignorando nulos Count(expr) vezes que o número da expr avalia para algo nao nulo Max(expr) maior valor da expr Min(expr) menor valor da expr Sum(n) soma dos valores de n, ignorando nulos

24 Funções Agregadas Exemplos: SELECT AVG(EMPSALA) FROM EMP SELECT MIN(EMPSALA) FROM EMP SELECT MAX(EMPSALA) FROM EMP SELECT SUM(EMPSALA) FROM EMP

25 Comandos SQL Insert Possibilita inserção de registros de forma interativa Exemplo: Insert into acs values (‘BLOQAGD’,’REC’,’3’)

26 Comandos SQL Update Possibilita modificação de valores em colunas de uma tabela Exemplo: Update pac set pac_pront=1 where pac_reg=1

27 Comandos SQL Delete Possibilita exclusão de dados de uma tabela Exemplo: Delete from pac Delete from pac where pac_reg=100

28 Transações Uma transação é um bloco de comandos com início e fim, tendo como segurança somente efetivar a gravação dos dados se as instruções estiverem corretas

29 Clients de Banco de Dados Clients de banco de dados (clientes) são programas que fazem a ponte entre a estação e o servidor de banco de dados. Esses programas referenciam a dlls que contém informações sobre protocolos que poderão ser utilizados na conexão

30 Clients de Banco de Dados Client Microsoft SQL SERVER 2000 No conjunto de aplicativos do SQL 2000 instalados, existe um chamado Client Network Utility. Nesse aplicativo você poderá especificar em que protocolo se baseará a sua conexão Protocolos: TCP/IP Named Pipes

31 Smart.ini com TCP/IP DBMS=MSS Microsoft SQL Server 6.0 ServerName= LogId=sa UserId=sa Database=Smart LogPass=

32 Smart.ini com Named Pipes DBMS=MSS Microsoft SQL Server 6.0 ServerName=SERVIDOR LogId=sa UserId=sa Database=Smart LogPass=

33 Client de Banco de Dados Client ORACLE Para configurar uma conexão com um servidor de banco de dados ORACLE, deve-se utilizar um aplicativo chamado SQL Net Easy Configuration. Nesse caso, adiciona-se um ALIAS (apelido) a conexão com o banco de dados. Normalmente o protocolo utilizado é o TCP/IP

34 Smart.ini ORACLE DBMS=O72 ORACLE v7.2 LogId=smart LogPass=smart UserId=smart

35 ODBC ODBC (Open DataBase Connectivity) é uma especificação projetada pela Microsoft Permitir a aplicações para Windows acesso a múltiplos dados através de um método simples sem considerar os diversos formatos dos arquivos de dados. Superar o problema de bancos de dados diferentes que têm meios diversos de prover acesso para a informação contida neles. Simplificar o acesso de forma que o usuário não tenha necessidade de um alto grau de conhecimento técnico para poder ter acesso a diferentes bancos de dados.

36 ODBC Como funciona o ODBC

37 ODBC ODBC também provê os seguintes benefícios: SQL (Structured Query Language) é usado como método de acesso aos dados através do ODBC Simplifica o desenvolvimento de aplicações provendo acesso fácil a múltiplas bases de dados Desvincula as aplicações de mudanças de versões na base de dados. Mudanças nos serviços da rede, servidores e base de dados não impactarão sobre aplicações usando ODBC. Os investimentos da empresa em bases de dados existentes não são perdidos Os conhecimentos adquiridos pelos desenvolvedores nos bancos de dados continua sendo válidos Permite que este fácil acesso aos dados torne disponível a vários usuários o acesso a base de dados para tomada de decisões

38 Impressoras Comando para Mapear Impressões no Windows 2000 net use lptx: \\nome_do_computador\nome_da_impressora/pers istent:yes net use é o comando principal lptx é a porta de direcionamento. Ex.: lpt1, lpt2, etc. persistent é a condição que fará com que o mapeamento seja constante. Os valores são yes ou no

39 Problemas com Driver Os drivers de impressora também apresentam problemas. Muitas vezes existem incompatibilidade nas aplicações Power Builder X Impressoras X Sistema Operacional. Para resolver esse tipo de problema deve-se usar o driver genérico do fabricante da impressora. Por exemplo, a impressora HP 840 é uma das que causam mais problemas. Para solução, usa-se o driver da impressora HP 550C. Esse driver funciona na maioria das vezes para toda impressora HP Série C

40 Modificando o Driver de uma Impressora Em propriedades da impressora em questão, basta simplesmente trocar o driver. Assim, os recursos da impressora serão emulados no driver selecionado

41 A Estrutura Smart No CD Suporte já existe um modelo de como deve ser a estrutura Smart em computadores clientes de banco de dados. Porém, deve-se atentar para o direcionamento das dlls do Power Builder que são responsáveis por ativar as funcionalidades de execução dos aplicativos Smart. Para tanto, deve-se adicionar ao PATH do AUTOEXEC.BAT a seguinte linha de comando: PATH %PATH%;C:\SMART\PB5DK32;C:\SMART\PB6DK

42 Variaveis de Ambiente – WIN2000 Em alguns sistemas operacionais, como Windows 2000, a entrada de parâmetros de variáveis de inicialização através do PATH, não é pelo AUTOEXEC.BAT. Deve-se adicionar a linha em variáveis de ambiente. Para chegar lá, pressiona-se com o botão direito do mouse em Meu Computador, e então PROPRIEDADES. Logo após, seleciona-se a orelha AVANÇADO. Lá existe um botão chamado VARIÁVEIS DE AMBIENTE. Nesse local, edita-se a linha do PATH e finalmente a configuração é encerrada


Carregar ppt "Ambiente SMART MedicWare Sistemas. Rede de Computadores O que é Rede de Computador Diversos "nós" (computadores, impressoras) conectados entre si através."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google