A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

12. Rede de Tratamento ao Usuário do Programa de Diabetes Serviço de Farmácia Clínico Figura 3 – Mecanismo fisiológico do Programa Diabetes empregado ao.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "12. Rede de Tratamento ao Usuário do Programa de Diabetes Serviço de Farmácia Clínico Figura 3 – Mecanismo fisiológico do Programa Diabetes empregado ao."— Transcrição da apresentação:

1 12. Rede de Tratamento ao Usuário do Programa de Diabetes Serviço de Farmácia Clínico Figura 3 – Mecanismo fisiológico do Programa Diabetes empregado ao usuário no município de Morrinhos/GO - Brasil Prescrição do Tratamento Orientação de Aplicação do Protocolo Processo de Adesão e Auto-Cuidado Educação quanto ao Uso de Insumos Administração de Medicamentos Horário de Monitoramento Atendimento ao Usuário Clínico – a cada 120 dias Farmacêutico - 45 a 60 dias (Exceção: Adaptação do Usuário )

2 Morrinhos/GO Programa

3 58,9% (116) Gráfico 1 – Gênero dos pacientes atendidos no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011 (n = 197)

4 Idade Gráfico 2 – Distribuição dos pacientes por grupos de idade atendidos no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011 (02) (n)

5 18,3% (36) 81,7% (161) Gráfico 3 – Tipos de diabetes acometidos nos pacientes atendidos no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011

6 Gráfico 4 – Freqüência relativa do número de pacientes admitidos ao Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011 (01) (37) (16) Paciente (n)

7 Escolaridade Gráfico 5 – Escolaridade dos pacientes atendidos no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011 (33) (45)

8 Gráfico 6 – Renda mensal dos pacientes assistidos no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011 (n) Renda Mensal

9 (94) Complicações Gráfico 7 – Outras complicações (coronariopatia, amputação por diabetes, retinopatia, nefropatia e outras) apresentadas pelos pacientes ao adentrarem ao Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011 (n)

10 Procedência (n)

11 Gráfico 9 – Dados dos pacientes diabéticos (fatores de risco, doenças concomitantes, tabagista, sobrepeso e sedentarismo) que contribuem para o ingresso ao Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011 Situação do Paciente

12 Gráfico 10 – Monitoramento do nível de glicemia pelo paciente diabético incluso no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011 UBS – Unidade Básica de Saúde Monitoramento

13 Diagnóstico (n) (01) (08) (37) (89) (03) (06) (07) (03) (05) (03) (09) (07) (09) (01) Gráfico 11 – Ano do diagnóstico inicial de diabetes por cada paciente atendido no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011

14 2007 (%) 2008 (%) 2009 (%) 2010 (%) 2011 (%) (23,9)1. 18 (30,5)1. 03 (11,1)1. 05 (26,3) (26,1)2. 13 (22,0)2. 06 (22,2) (7,6)3. 09 (15,2)3. 06 (22,2)3. 06 (31,6) (42,4)4. 15 (25,4)4. 07 (26,0)4. 07 (36,8) (6,9)5. 05 (18,5)5. 01 (5,3) Total Tabela 1 – Esquema de tratamento aplicado aos pacientes inclusos no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011 Tratamento 1. Insulina NPH 2. Insulinas NPH e regular 3. Insulina glargina (basal), insulina glulisina (ação ultra-rápida) e insulina aspart (ação ultra-rápida) 4. Insulina (NPH ou glargina) e medicação oral 5. Medicação oral

15 Gráfico 12 – Modalidade comportamental de tratamento apresentado pelos pacientes diabéticos no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/ GO – Brasil, 2011 (87) Comportamento de Tratamento

16 2007 (%) 2008 (%) 2009 (%)2010 (%) 2011 (%) (5,4)1. 14 (16,7)1. 04 (4,4)1. 07 (11,9) (12,0)2. 07 (8,3)2. 07 (7,7)2. 08 (13,5) (12,0)3. 15 (17,9)3. 19 (20,8)3. 10 (17,0) (10,9)4. 13 (15,5)4. 14 (15,4)4. 11 (18,6) (14,1)5. 09 (10,7)5. 17 (18,7)5. 09 (15,2) (14,1)6. 07 (8,3)6. 10 (11,0)6. 04 (6,8) (16,3)7. 08 (9,5)7. 06 (6,6)7. 05 (8,5) (8,7)8. 04 (4,8)8. 12 (13,2)8. 02 (3,4) (2,2)9. 05 (5,9)9. 02 (2,2)9. 03 (5,1) (4,3) (2,4)10. Total HbA1C (%) 1. 5 a 6 2. < a a a a a a a > 14 Tabela 2 – Freqüência absoluta acumulativa de hemoglobina glicada HbA1C (%) dos pacientes atendidos no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011

17 AnoPrevalência Marcadores Glicêmicos HbA1C (%)Glicose (mg/dL) a a a 8154 a a 8154 a a 9182 a 211 Tabela 3 – Prevalência dos marcadores glicêmicos (hemoglobina glicada (HbA1C) e taxa de glicose) e Tipo de Medicação verificados nos pacientes inclusos no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011

18 Gráfico 13 – Número de pacientes que continuam integrantes no Programa de Diabetes no município de Morrinhos/GO no período de 2007 a Morrinhos/GO – Brasil, 2011

19 São Francisco de Assis


Carregar ppt "12. Rede de Tratamento ao Usuário do Programa de Diabetes Serviço de Farmácia Clínico Figura 3 – Mecanismo fisiológico do Programa Diabetes empregado ao."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google