A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIVERSIDADE ANIMAL III. Filogenia dos Cordados Euchordata Retêm esqueleto axial Miômeros no tronco e cauda Encéfalo Craniata Crânio protegendo o encéfalo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIVERSIDADE ANIMAL III. Filogenia dos Cordados Euchordata Retêm esqueleto axial Miômeros no tronco e cauda Encéfalo Craniata Crânio protegendo o encéfalo."— Transcrição da apresentação:

1 DIVERSIDADE ANIMAL III

2 Filogenia dos Cordados Euchordata Retêm esqueleto axial Miômeros no tronco e cauda Encéfalo Craniata Crânio protegendo o encéfalo Encéfalo tripartido Órgãos sensoriais especializados Vertebrata Formação de osso na derme Vértebras

3 VERTEBRADOS Em relação aos protocordados, os vertebrados apresentam inovações evolutivas:  Epiderme pluriestratificada.  Sistema Cardiovascular Fechado.  Esqueleto interno.

4 Evolução Na história da evolução dos vertebrados, provavelmente os peixes surgiram primeiro; então vieram os anfíbios; os répteis apareceram depois; e a partir destes, as aves e os mamíferos.

5 Vertebrados Os vertebrados constituem-se nos animais de maior tamanho e mais conhecidos pelo ser humano. Possuem como característica básica a COLUNA VERTEBRAL. As classes dos vertebrados são: Peixes ósseos e cartilaginosos. Anfíbios Répteis Aves mamíferos

6 Peixes São os vertebrados que apresentam o maior número em espécies. Cerca de entre as duas classes mais importantes, os peixes cartilaginosos e ósseos. Os peixes estão adaptados a natação, eles devem apresentar pouca superfície frontal e ser achatados lateralmente. Para facilitar esse movimento hidrodinâmico, os peixes possuem nadadeiras: Duas peitorais, duas ventrais, uma ou duas dorsais, e as vezes uma anal e uma caudal.

7 Características gerais Vertebrados: Esqueleto adaptado à natação. Ectotérmicos: Absorvem o calor do ambiente. Reprodução: Interna- ovíparos, ovovivíparos e vivíparos. Externa- filhotes gerados fora do corpo da mãe. Sistema nervoso localizado dorsalmente. O olfato e o paladar são bem eficientes. Classificação:  Condríctes- peixes cartilaginosos.  Osteíctes- peixes ósseos ( teleósteos e dipinóicos)

8 Características gerais Respiração branquial – por possuir brânquias ou guelras Coração com 2 cavidades ( 1 átrio e 1 ventrículo) – percorre sangue venoso Presença de opérculo e bexiga natatória Corpo geralmente coberto por escamas de origem dérmica, podendo outros apresentar pele lisa e couro Cauda homocerca Sistema digestivo completo

9

10 Condrictes (Cartilaginosos)

11 Osteíctes (ósseo)

12 Quais são as diferenças entre os peixes cartilaginosos e ósseos? Cartilaginosos (ou condríctes): tem o esqueleto formado em sua maior parte por cartilagens; o sistema disgestório termina numa cloaca; não possuem bexiga natatória; a principal excreta é a uréia; as brânquias são descobertas; não têm escamas. Ósseos (osteíctes): tem o esqueleto formado em sua maior parte por ossos; o sistema digestório termina no ânus; possuem bexiga natatória; a principal excreta á a amônia; as brânquias são bem protegidas por opérculos; a maioria tem o corpo recoberto por escamas. Ambos: têm linha lateral, têm sistema circulatório fechado, com duas câmaras (um átrio, um ventrículo), são ectotérmicos.

13 Anfíbios ANFI: Duplo BIOS: VIda São tetrápodes, com uma fase de sua vida na água e outra na terra. CLASSIFICAÇÃO DOS ANFÍBIOS: Anuros Urodelos Ápodes

14 Características gerais Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. São Pecilotérmicos. Respiração :  Larvas (girinos) → Branquial Brânquias não são órgãos adequados para o meio terrestres.  Adultos → Pulmonar ou Cutânea Pulmões ficam protegidos contra a desidratação

15 Características gerais Circulação dupla, fechada, incompleta. Coração com três cavidades A excreção é feita por um par de rins, que retiram do sangue os excretas. O sistema nervoso dos anfíbios é dorsal e mais desenvolvidos que os peixes. O sentido mais importante é a visão e tem pouca audição. Possuem o corpo frio.

16 Reprodução Possuem reprodução sexuada e tem sexos separados. (dióicos) As fêmeas são ovulíparas e a fecundação é externa. Dos ovos nascem os girinos que sofrem metamorfose

17

18

19 fêmea x macho cópula - amplexo

20 Ordens: Anuros sem cauda sapos, rãs e pererecas

21 Ordens: Urodelos com cauda salamandras

22 Ordens: Ápodos sem patas cobra-cega

23


Carregar ppt "DIVERSIDADE ANIMAL III. Filogenia dos Cordados Euchordata Retêm esqueleto axial Miômeros no tronco e cauda Encéfalo Craniata Crânio protegendo o encéfalo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google