A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OS VERTEBRADOS Esses grupos são exemplos de animais que pertencem ao filo Chordata, os cordados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OS VERTEBRADOS Esses grupos são exemplos de animais que pertencem ao filo Chordata, os cordados."— Transcrição da apresentação:

1 OS VERTEBRADOS Esses grupos são exemplos de animais que pertencem ao filo Chordata, os cordados.

2 Os cordados dividem-se em: Urocordados: Cordados marinhos que podem viver isolados ou em colônias. Cefalocordados: são animais pequenos e têm o corpo semelhante ao dos peixes. Eucordados ou vertebrados: Neles, a coluna vertebral, representa o eixo esquelético do corpo animal.

3 Os peixes Há dois grupos de peixes: os condrictes e os osteíctes. Condrictes: peixes com cartilagem e, atualmente, boca em posição ventral. Osteíctes: são peixes com esqueleto formado por ossos.

4 Anatomia externa dos peixes Os peixes são vertebrados aquáticos e, para facilitar a natação, possuem nadadeiras e formas hidrodinâmicas, muco produzido pelas glândulas existentes na pele. Observe ainda uma fileira de poros existentes ao longo do corpo do animal. Essa fileira é denominada linha lateral, e é através dela que os peixes percebem as vibrações e os movimentos na água.

5 Peixes e flutuação Nos peixes ósseos, há uma bolsa que fica cheia de gás e que permite muitos peixes permanecerem parados, sem afundar. Essa bolsa é denominada bexiga natatória. Os peixes cartilaginosos não apresentam bexiga natatória. A presença de grande quantidade de óleo no fígado ajuda a controlar a flutuação.

6 A temperatura corporal dos peixes Os peixes são ectotérmicos, pois absorvem o calor do ambiente em que vivem, a água. São considerados, ainda, pecilotérmicos, isto é, a temperatura deles varia de acordo com a temperatura ambiental.

7 Respiração circulação nos peixes A maioria dos peixes possui um órgão respiratório denominado brânquias. A circulação dos peixes é do tipo fechada, isto é, ocorre dentro de vasos sanguíneos. Reprodução dos peixes Na maioria dos peixes, a reprodução ocorre por fecundação externa. A fêmea deposita seus óvulos na água, e os machos eliminam os espermatozoides sobre eles, ocorrendo a fecundação.

8 Os Anfíbios A palavra anfíbio (do grego amphi = duplo, bios = vida) quer dizer duas vidas. Eles passam a primeira fase de suas vidas na água, com respiração branquial, e, a segunda, na terra, respirando pelos pulmões (respiração pulmonar) e pela pele (respiração cutânea). A temperatura sofre variações, de acordo com a temperatura ambiental. Por isso, são considerados animais pecilotérmicos. Também absorvem calor do ambiente. Nesse caso, são chamados de ectotérmicos.

9 Divisão dos anfíbios Anuros O sapo, a intanha, a rã e a perereca são animais sem cauda. Urodelos Nesse grupo, encontramos as salamandras e os tritões. Apresentam cauda e quatro patas. Ápodes O exemplar: a cobra-cega, não apresenta patas.

10 Reprodução dos anfíbios Normalmente, ocorre na água, ou seja, a fecundação é externa. Os ovos são envolvidos por uma cápsula gelatinosa que evita o ressecamento. De cada um deles origina uma larva denominada girino. Metamorfose do sapo As larvas ou girinos passam por transformações até a fase adulta. A esse conjunto de transformações damos o nome de metamorfose.

11 Os répteis Como são os répteis? * Se comparados aos anfíbios, exibem inovações evolutivas: * Pele impermeável, queratinizada, que os protege em ambientes secos; * Respiração pulmonar; * Ovo com casca que nutre e protege o embrião; *Usam o calor do ambiente e, por isso, são chamados de ectotérmicos; * Como a temperatura corporal varia, são também chamados de pecilotérmicos.

12 Reprodução dos répteis A reprodução dos répteis é sexuada, com sexos separados e fecundação interna. Ovíparos Põem ovos que eclodem fora do corpo da mãe. Exemplo: tartarugas Vivíparos O embrião desenvolve-se dentro do corpo da mãe. Exemplo: Serpentes marinhas Ovovivíparos Nesse caso, os ovos ficam retidos dentro do corpo da fêmea e os filhotes nascem formados. Geralmente os ovos são liberados próximo a sua eclosão. Exemplo: serpentes e os lagartos

13 Os ofídeos Os ofídios são tidos como animais perigosos, pois suas glândulas salivares são secretoras de veneno ou peçonha. A ação dos venenos Existem venenos de serpentes que se caracterizam por forte dor local na região da mordida, que podem causar necrose dos tecidos e outros de ação geral. Quando o veneno é levado pela corrente sanguínea, pode afetar o sistema nervoso, a circulação e a respiração. Como proceder em casos de mordidas por serpente peçonhenta? Em caso de acidentes, o ideal é levar a vítima ao serviço médico, imediatamente. E, se possível, levar a serpente, morta ou viva, para identificação, a fim de tomar o soro específico. Manter o acidentado deitado, pois a locomoção facilita a absorção do veneno. O local da picada apenas pode ser lavado com água e sabão.

14 As aves Características das aves Dentre as várias características comuns no grupo das aves, pode-se destacar: Possuem o corpo coberto de penas. Apresentam a pele seca, queratinizada e sem glândulas, com exceção da glândula uropigiana. Possuem asas. São bípedes, isto é, têm dois pés. São animais homeotérmicos, pois são capazes de manter a temperatura do corpo praticamente constante também, chamadas de endotérmicas. Apresentam respiração pulmonar. Armazenam ar pelo interior de alguns ossos que, por isso, são chamados ossos pneumáticos. O coração apresenta quatro cavidades. Possuem sistema digestório completo, com boca destituída de dentes. As aves são vertebrados ovíparos. Os ovos possuem casca, o que dificulta a desidratação dos mesmos.

15 Adaptações das aves para o voo O corpo revestido por penas e as asas: O esqueleto leve, dotado de ossos ocos pneumáticos os sacos aéreos são bolsas de ar ligadas aos pulmões, ajudam as aves a se tornarem mais leves; a presença de quilha ou carena, projeção do osso esterno; a ausência da bexiga urinária. Ratitas – Aves que não voam. Ema, quivi. Carenatas – Aves que voam. Pombo, canário, galinha.

16 A interferência do homem coloca certos grupos de aves em risco de extinção. Os fatores mais frequentes são: caça predatória; invasão de habitat; criação de cativeiro, sem que haja procriação; uso de inseticidas, que tornam as cascas de seus ovos frágeis; uso de penas para ornamentação.

17 Os mamíferos Características gerais dos mamíferos A principal característica desse grupo é a presença de glândulas mamárias, desenvolvidas nas fêmeas e que produzem o leite destinado à alimentação dos filhotes. Possuem pele rica em queratina, coberta de pelos, barreira protetora contra a perda de calor. Apresentam, ainda, uma camada de gordura sob a pele, que atua como isolante térmico.

18 Os mamíferos Presença de glândulas sudoríparas e sebáceas. As glândulas sudoríparas liberam suor na superfície da pele, que contribuem para a manutenção da temperatura corporal. As glândulas sebáceas é que produzem o sebo que deixa a pele e os pelos macios e flexíveis. Possuem respiração pulmonar. A circulação é fechada. O coração possui quatro cavidades: dois átrios e dois ventrículos. São homeotermos ( a temperatura não varia com a variação da temperatura ambiental) e endotermos, (obtem calor a partir do metabolismo corporal).

19 Os mamíferos Reprodução nos mamíferos Os mamíferos têm reprodução sexuada e fecundação interna. São, na maioria, vivíparos, ou seja, os embriões desenvolvem-se dentro do corpo materno. Com base na reprodução, os mamíferos são divididos em: Prototérios: mamíferos primitivos, ovíparos. Neles o desenvolvimento ocorre fora dos corpo materno. São representados pelos ornitorrinco e pela équidna, naturais da Austrália e Nova Guiné.

20 Os mamíferos Marsupiais: Quando os filhotes nascem, não se encontram totalmente desenvolvidos. Portanto, para chegarem ao fim de seu desenvolvimento, ficam numa bolsa ventral, chamada marsúpio. Eutérios: os seres que possuem a placenta são por onde obtêm o oxigênio e o alimento durante o desenvolvimento.


Carregar ppt "OS VERTEBRADOS Esses grupos são exemplos de animais que pertencem ao filo Chordata, os cordados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google