A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ciências – 6ª Série Profª. Daniela Benaion Barroso Filo dos Cordados Os Vertebrados Classe dos Anfíbios Reino Animal.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ciências – 6ª Série Profª. Daniela Benaion Barroso Filo dos Cordados Os Vertebrados Classe dos Anfíbios Reino Animal."— Transcrição da apresentação:

1 Ciências – 6ª Série Profª. Daniela Benaion Barroso Filo dos Cordados Os Vertebrados Classe dos Anfíbios Reino Animal.

2 Características Gerais O nome vem do termo vida dupla (Anphi/bio), por viverem a fase larval na água e a fase adulta terrestre. Dependem da água para a reprodução e desenvolvimento inicial. Representantes: rãs, sapos, pererecas, salamandras e cobras cegas (cecílias). São encontrados em todos os continentes com exceção da Antártida (por ser uma zona gelada e os anfíbios preferirem zonas mais quentes). Alguns anfíbios possuem fase larval, sendo necessária uma metamorfose. São ectotérmicos (não produzem calor corporal suficiente para manterem a temperatura do corpo constante). As formas larvais se alimentam de outros animais ou plantas, mas os adultos são sempre carnívoros.

3 Representantes

4 Alimentação e Locomoção As larvas possuem cauda, os adultos possuem patas e as cobras cegas rastejam pelos túneis, mas não tem patas.

5 Revestimento corporal Pele fina e perdem água através dela, por isso preferem regiões mais úmidas. Alguns anfíbios conseguem viver em regiões menos úmidas e para isso desenvolveram pele mais áspera com uma camada impermeabilizante. Apresentam pálpebras e glândulas lacrimais que protegem seus olhos do ressecamento. Apresentam glândula secretora de uma substância irritante. Nos sapos esta região fica atrás dos olhos, em uma bolsa – são as glândulas PARATÓIDES.

6 Reprodução Na maioria dos anfíbios a fecundação é externa. Nas cecílias a cloaca dos machos é modificada em um orgão copulador e a fecundação é interna. Os ovos são colocados em lugares úmidos e algumas espécies são vivíparas (os filhotes já saem formados da barriga da mãe) As salamandras se reproduzem encostando as caudas e o macho libera um casulo com espermatozoides que é capturado pela cloaca da fêmea, ocorrendo então a fecundação interna.

7 Respiração Durante a metamorfose, os anfíbios perdem as brânquias e ganham pulmões, porém em algumas espécies as brânquias permanecem (caso de algumas salamandras). A pele também é um orgão envolvido na respiração caracterizando a respiração CUTÂNEA. Nos sapos, rãs, pererecas a passagem do ar pelas vias respiratórias produz um som utilizado para atrair seus parceiros – é o COAXAR.


Carregar ppt "Ciências – 6ª Série Profª. Daniela Benaion Barroso Filo dos Cordados Os Vertebrados Classe dos Anfíbios Reino Animal."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google