A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Futuro do Petróleo ILDO SAUER CRESCE BRASIL – O FUTURO DOS ENGENHEIROS E DO PETRÓLEO 2 de Dezembro de 2008 – BRASILIA - DF.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Futuro do Petróleo ILDO SAUER CRESCE BRASIL – O FUTURO DOS ENGENHEIROS E DO PETRÓLEO 2 de Dezembro de 2008 – BRASILIA - DF."— Transcrição da apresentação:

1 O Futuro do Petróleo ILDO SAUER CRESCE BRASIL – O FUTURO DOS ENGENHEIROS E DO PETRÓLEO 2 de Dezembro de 2008 – BRASILIA - DF

2 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 2 Breve história do petróleo Indústria O volume de recursos Mundo, Brasil O valor do recurso Comércio Preços O pré-sal A apropriação da renda petrolífera no Brasil Partição Considerações finais 2 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

3 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 3 ENERGIA E SOCIEDADE - INDUSTRIA DO PETROLEO 3 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

4 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 4 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 4 Revolução Agrícola Período neolítico, na pré-história. Utilização da energia acumulada do Sol sob a forma de agricultura e pecuária – captura da fotossíntese. Alterações sociais significativas: sedentarismo; propriedade; tecnologia; instituições. Revolução Industrial Tem início por volta de 1750, durante a Idade Moderna, em sua 1ª etapa, e estende-se para os séculos XIX e XX – 2ª Revolução Industrial. Utiliza a energia acumulada do Sol sob a forma de combustíveis fósseis e das energias de fluxo. Primeiro o carvão, em seguida o petróleo e derivados e a eletricidade. Alteração nas relações sociais e na divisão de trabalho (mecanização). Intensificação sem precedentes da produtividade. Explosão populacional. Consolidação do modo de produção capitalista.

5 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 5 POPULAÇÃO E PRODUÇÃO Fonte: Howsitit.com Geopolitics in context website, Editor: Nigel Canelli. 5 Prof. Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo

6 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 6 TRANSIÇÕES ENERGÉTICAS E ECONÔMICAS 6 Prof. Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo Sociedades antigas Feudalismo Mercantilismo 1ª Revolução Industrial 2ª Revolução Industrial Reestruturação keynesiana Ultraliberalismo Madeira Carvão Energia hidrelétrica Petróleo Gás natural Energia nuclear

7 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia – Desenvolvimento da lâmpada de querosene 1859 – Coronel Edwin Drake descobre petróleo em Titusville, Pennsylvania Rockerfeller controla 90% do refino americano 1882 – Constituída a Standard Oil Trust 1885 – Descoberto petróleo em Sumatra pela Royal Dutch Shell e Royal Dutch se fundem para formar a Royal Dutch Shell 1908 – Descoberto petróleo na Pérsia; cria-se a Anglo Persian (posteriormente, BP) 1911 – A divisão da Standard Oil Trust é ordenada pela Suprema Corte 1928 – Tratado de Achnacarry entre as sete irmãs Mexico nacionaliza companhias estrangeiras de petróleo descoberto petróleo no Kuwait e na Arábia Saudita 1950 – Aramco - Arábia Saudita 1951 – Nacionalizada a Anglo Iranian Oil Company 1956 – Descoberto petróleo na Argélia e Nigéria OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) é fundada em Bagdá 1969 – Descoberto petróleo no Mar do Norte 1972 – Iraque nacionaliza a Iraq Petroleum Concession 1973 – Irã nacionaliza a propriedade do petróleo Fonte: Daniel Yergin, The Prize, Editor: Simon & Schuster. 7 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

8 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 88 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

9 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 9 Origem – transição da terra ao mar – anos 1950 a 1970 A companhia é criada com o desafio de encontrar petróleo e abastecer o mercado interno. A produção nacional não alcançava 1,6% do consumo interno. A Cia. Intensificou a exploração e trabalhou na formação e especialização de seu corpo técnico. Foi tomada a decisão de ampliar o setor de refino existente, com o objetivo de reduzir os custos de importação dos derivados de petróleo. Consolidação – águas profundas – anos 1970 a 1990 Em 1968, decidiu-se iniciar atividades de prospecção offshore, no recém descoberto campo de Guaricema, Sergipe. Em 1974 foi descoberta a bacia que é, até o momento, a de maior produção do Brasil – a bacia de Campos. O campo inicial foi Garoupa, seguido pelos campos gigantes de Marlim, Albacora, Barracuda e Roncador. Nesse período a tecnologia da exploração em águas profundas é desenvolvida. Fim do monopólio – auto-suficiência/pré-sal – transição para empresa de energia (eletricidade, gás natural e biocombustíveis ao presente Em agosto de 1997, foi sancionada a lei 9478, permitindo a competição em todos os segmentos da atividade petrolífera. No ano 2000 o estatuto da empresa é alterado, para permitir a atuação como empresa integrada de energia, o que se materializa a partir do Plano Estratégico de No ano 2006 se foi alcançada a auto-suficiência e recentemente foram descobertos recursos abaixo da camada de sal – um novo desafio que se inicia. Nesse período é desenvolvida a tecnologia de exploração em águas ultraprofundas. Hoje o Brasil domina todo o ciclo de perfuração submarina em campos situados a mais de dois mil metros de profundidade. 9 Fuente: A questão do petróleo no Brasil: Uma história da Petrobrás. José Luciano de Mattos Dias; Maria Ana Quagliano Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

10 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 10 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 10 Fuente: Petrobras, 2007.

11 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 11 OTC1992OTC1992OTC2001OTC2001 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia Fuente: Petrobras, 2007.

12 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 12 E a capacidade de utilização 12 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

13 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 13 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia ENERGIA GLOBAL - SOL BALANÇO ENERGÉTICO SOL-TERRA 13 Fonte: adaptado de Climate Change Action Network, website. Fonte: OECD/IEA, 2005

14 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 14 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 14 Preço ao qual cada tipo de recurso se torna econômico (em 2004 US$) Petróleo acessível (cumulativo) (bilhões de barris) Fonte: OECD/IEA, 2005

15 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 15 MUNDOBRASIL/TOP 20: 15º 15 Fonte: BP Statistical Review, Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

16 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 16 O impacto do pré-sal 16 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

17 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 17 Mercados e preços 17 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

18 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 18 Os fluxos majoritários do comércio de petróleo 18 Fonte: BP Statistical Review, Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

19 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 19 PETRÓLEO – DESDE 1861 PETRÓLEO WTI/BRENT (12 meses) 19 Fonte: BBC Market data, BRENT WTI Fonte: BP Statistical Review, Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

20 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 20 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

21 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 21 Evolução Tectono-estratigráfica Cretáceo Inferior Cretáceo Médio Cretáceo Superior Terciário Atualmente Fonte: Campos, J.V – Depoimento no Senado Federal, 2008.

22 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 22 RECONSTRUÇÃO DO ATLÂNTICO SUL NO ALBIANO INFERIOR O conhecimento das reconstruções dos continentes, a idade e ocorrência de grandes Províncias Ígneas (LIPs),a locação da fronteira oceano-continente(COB), anomalias magnéticas (MO=118.7 Ma), a distribuição do sal (neste caso de idade Aptiana) e os esforços das placas (modelo hotspot fixo) em consonância com estudos de sísmica e análise de bacias, são essenciais de modo a permitir a estimativa da prospectividade de hidrocarbonetos. SDR=refletores mergulhando para o mar T= hotspot de Tristão da Cunha (posição Estimada a 110 Ma).

23 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 23 Fonte: Petrobras, Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

24 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 24 Fonte: Petrobras, Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

25 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 25

26 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 26

27 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 27 Fonte: Diário Gauche, 5 Setembro, 2008.

28 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 28 Pre-Salt discovery in the Northern Part of the Campos Basin: ESS-103A well (Jubarte Field) 28 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia Fonte: Petrobras, 2008

29 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 29 Reservatórios Definição de qualidade do reservatório carbonático a partir de análises sísmicas Caracterização interna do reservatório com foco nas principais heterogeneidades Recuperação secundária: viabilidade técnica da injeção da água e/ou gás Geomecânica das camadas adjacentes ao reservatório Otimização da geometria dos poços Poços Desvio de poços dentro da zona de sal Poços de longo afastamento Fraturamento hidráulico em poços horizontais Materiais de poço resistentes a elevados teores de CO2 Aumento de taxa de penetração no reservatório Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 29 Fonte: Petrobras, 2008

30 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 30 Garantia de escoamento Deposição de parafinas ao longo das linhas de produção Controle de hidratos Controle de incrustrações Logística para aproveitamento do gás Projeto e instalação de gasodutos de grande diâmetro em lâminas d´água de mais de 2200 metros Longa distância até a costa (300 km) Cenário para novas tecnologias de aproveitamento de gás em ambiente offshore: GNL, GNC, GTL, GTW... Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 30 Fonte: Petrobras, 2008

31 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 31 Unidades de produção Interação/acoplamento com o sistema de risers Plataformas com acesso direto aos poços (SPAR, FPDSO) Engenharia submarina Qualificação de risers flexíveis para LDA de 2200m, considerando a presença de CO2 e altas pressões Qualificação de linhas termicamente isoladas para LDA de 2200m Linhas de injeção de CO2 em alta pressão Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 31 Fonte: Petrobras, 2008

32 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 32 Volume, partição 32 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia REGIMES DE CONTRATAÇÃO E OPERAÇÃO: PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PRODUÇÃO COMPARTILHADA CONCESSÕES (BÔNUS, ROYALTIES, PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS). MODELO REGULATÓRIO E APROPRIAÇÃO DA RENDA OU EXCEDENTE ECONÔMICO

33 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 33 REGULAMENTAÇÃO DO SETOR DE PETRÓLEO EM FHC (e Lula!) A legislação do petróleo – Lei 9.478/97 – está alicerçada em três princípios básicos: Estímulo à concorrência; Incentivo ao investimento privado: prêmio ao risco exploratório; Regulamentação das participações governamentais sobre a exploração e produção de petróleo e gás natural. MECANISMOS: 1. Contratos de Concessão: Blocos licitados em leilão – vencedor definido pelo pagamento do maior Bônus de Assinatura e declaração do conteúdo nacional do ofertante. 2. Participações Governamentais: Bônus de Assinatura; Royalties – entre 5 e 10% do valor da produção. Participação Especial - Alíquotas progressivas sobre a receita líquida da produção trimestral de cada campo variando de acordo com a localização da lavra, o número de anos de produção, e o respectivo volume de produção - até 40% da receita líquida da produção trimestral Retenção de Área 33 Fonte: Lei 9.478/97 e ANP

34 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 34 REGULAMENTAÇÃO DO SETOR DE PETRÓLEO EM FHC/Lula 34 Adaptado de : Pires, A., 2008.

35 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 35 Rodada 0 Realizada em 6 de agosto de 1998, conforme previsto no artigo 33 da Lei 9.478/97 (Lei do Petróleo), foram assinados 397 Contratos de Concessão entre a Agência Nacional de Petróleo (ANP) e a Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobras). Rodada 8 Encontra-se sub judice Rodada 9 Realizada em 27 e 28 de novembro de 2007 Resultado global de 271 blocos e R$ 2,109 bilhões 35 Bônus de Assinatura (R$) Rodada 1 (1999) ,00 Rodada 2 (2000) ,00 Rodada 3 (2001) ,00 Rodada 4 (2002) ,00 Rodada 5 (2002) ,00 Rodada 6 (2003) ,00 Rodada 7 - Parte A* (2004) ,00 Rodada 7 - Parte B* (2004) ,00 Fonte: ANP, 2007 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

36 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 36 ARRECADAÇÃO DO BÔNUS DE ASSINATURA ARRECADAÇÃO DO PAGAMENTO PELA RETENÇÃO DE ÁREA 36 Fonte: ANP, 2007 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

37 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 37 ARRECADAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO ESPECIAL 37 Fonte: ANP, 2007 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia ARRECADAÇÃO DOS ROYALTIES Fonte: ANP, 2007 RENDA PETROLÍFERA NO BRASIL: ROYALTIES E PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS

38 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 38 EFEITO MACROECONÔMICO VALOR AGREGADO PELA PETROBRAS CONSOLIDADO PARA 2007 (4T) 38 81,1 97,2 108,2 Prof. Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo 120,7120,1 Fonte: Petrobras, 2008.

39 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 39 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 39 O Valor Adicionado no País gerado pelas atividades da Petrobras acrescido do impacto na cadeia produtiva dos investimentos e dos gastos operacionais estão apresentados abaixo, representando em média, cerca de 10 % do PIB brasileiro R$ Bilhões Valor Adicionado Gerado pela: Média Anual Petrobras no País141 Cadeia Produtiva dos Investimentos50 Cadeia Produtiva dos Gastos Operacionais55 Total do Valor Adicionado246 Fonte: Petrobras, 2008

40 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 40 Tributos e participações Governamentais pagos em 2007 : R$ milhões Tributos próprios pagos em 2007por esfera de competência: R$ milhões Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 40 Fonte: Petrobras, 2008

41 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 41 CONCLUSÕES E PROPOSTA 41 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia

42 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 42 DESCOBERTA DO PRÉ-SAL: RESULTADO DA ESTRATÉGIA HISTÓRICA DA PETROBRAS-APESAR DO MODELO FHC/Lula QUESTÕES CRUCIAIS: DELIMITAÇÃO E CONHECIMENTO DOS RECURSOS EFICIÊNCIA INDUSTRIAL/OPERACIONAL APROPRIAÇÃO DO EXCEDENTE ECONÔMICO PROPOSTA: FIM DOS PROCESSOS DE LICITAÇÃO DE BLOCOS CONTRATAÇÃO DA PETROBRAS PARA CONCLUSÃO DO PROCESSO EXPLORATORIO (CONHECER ACUMULAÇÕES E LIMITES) E DESENVOLVER PLANO DE AVALIAÇÃO E DE DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO ESTRATÉGIA DE RECOMPRA DE AÇÕES DA PETROBRAS OPERAÇÃO LIDERADA PELA PETROBRAS REVISÃO GERAL DO MODELO REGULATORIO : PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA O PRE-SAL e, NO MÁXIMO, PRODUÇÃO COMPARTILHADA EM OUTRAS ÁREAS CRIAÇÃO DO FUNDO CONSTITUCIONAL DO FUTURO DO BRASIL

43 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 43 O maior risco é que o acesso aos recursos e a partilha da produção sejam comandados a partir dos interesses urdidos nos palácios, sem qualquer participação popular e debate mais amplo. O açodamento na definição dos modelos de partilha pode estar mais ligado ao calendário eleitoral do que ao aproveitamento dos recursos no interesse do povo brasileiro Eu tinha redigido a proposta de modelo do setor elétrico em E fui para a Petrobras. Quando me chamaram a atenção, em 2005, o sistema elétrico estatal vinha perdendo, por truques regulatórios, cerca de 5 bilhões de reais por ano. No petróleo, poderá estar em jogo 1 bilhão por dia

44 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 44 Petróleo é, cada vez mais, um recurso geopolítico. As grandes reservas mundiais, hoje, estão sob o controle dos Estados nacionais e de suas empresas estatais Nesse debate, chegaram a dizer que a Petrobras era uma empresa estrangeira. Embora ainda subsistam resquícios da cultura Petrobrax da época FHC, no seu conjunto ela continua sendo a maior realização histórica do povo brasileiro

45 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 45 O modelo de exploração do petróleo vigente é baseado nos mesmos princípios do sistema financeiro internacional criado a partir dos anos 1980 – que acabou de ruir A contribuição da Petrobras à economia do País é enorme. Para o período , sem o pré-sal, estima-se que ela agregue 150 bilhões anuais à produção nacional, em média, sem contar a cadeia produtiva dos investimentos e a dos gastos operacionais

46 Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 46 FIM Prof. Ildo L. Sauer (11) (11) OBRIGADO. Professor Ildo Luís Sauer Universidade de São Paulo - Programa de Pós Graduação em energia 46


Carregar ppt "O Futuro do Petróleo ILDO SAUER CRESCE BRASIL – O FUTURO DOS ENGENHEIROS E DO PETRÓLEO 2 de Dezembro de 2008 – BRASILIA - DF."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google