A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Filo Chordata Subfilo Craniata (Vertebrata) Frente 3 – cap.07 Aula 23.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Filo Chordata Subfilo Craniata (Vertebrata) Frente 3 – cap.07 Aula 23."— Transcrição da apresentação:

1 Filo Chordata Subfilo Craniata (Vertebrata) Frente 3 – cap.07 Aula 23

2 Características gerais Sistema nervoso dorsal; Fendas branquiais na faringe, pelo menos no período embrionário; Notocorda, substituída parcial ou totalmente pela coluna vertebral; Endoesqueleto, que protege total ou parcialmente o sistema nervoso central e desempenha papel relevante na sustentatação e movimentação do corpo.

3 Classificação

4 Classe Cyclostomata São os vertebrados mais inferiores existentes na atualidade. Principal característica: ausência de mandíbula (agnathos). Exemplos: lampréias e peixes-bruxas.

5 Peixes-bruxas Encontradas apenas no norte e no sul dos oceanos Atlântico e Pacífico. Tem crânio cartilaginoso e a notocorda perdura na fase adulta, ausência de vértebras. Se alimentam de anelídeos poliquetos e de peixes vivos ou mortos. São monóicos, mas apenas um dos sexos e funcional em cada indivíduo.

6 Ectoparasitas de peixes. A notocorda dura por toda vida e, sobre ela, existem vértebras rudimentares. Pele lisa, sem escamas. Existem somente no hemisfério norte. Lampréias

7 Superclasse Pisces Formada por animais aquáticos, com nadadeiras pares e ímpares, são providos de mandíbula (gnathos). A maioria tem a pele com escamas. Notocorda reduzida e coluna vertebral bem desenvolvida. O único anexo embrionário é o saco vitelínico. São heterotermos ou pecilotermos. Duas classes: Chondricthyes e Osteicthyes

8 Classe Chondricthyes Caracterizam-se por apresentar esqueleto totalmente constituído de cartilagem. Representados atualmente por 850 espécies de tubarões, cações, raias e quimeras. A maioria é de água salgada.

9 Estrutura externa de um tubarão 5 a 7 pares de fendas branquiais. As fendas branquiais são desprotegidas.

10 Órgãos internos de um tubarão

11 Características exclusivas Corpo recoberto por escamas de constituição dermo- epidérmica,denominadas escamas placóides. Possuem linha lateral. Não apresentam bexiga natatória, órgão hidrostático. Apresentam cloaca. Fecundação interna. Desenvolvimento direto. Ovíparos ou ovovivíparos.

12

13

14 Classe Osteicthyes O esqueleto é predominantemente ósseo. Trata-se de um grupo bem diversificado, com mais de 20 mil espécies descritas. São encontrados tanto em água doce quanto em água salgada.

15 Estrutura externa de um osteícte

16 Estrutura interna de um osteícte

17 Características exclusivas Corpo coberto por escamas dérmicas, que são recobertas por uma fina epiderme. 4 pares de fendas branquiais, localizadas em câmaras protegidas por um opérculo. Apresentam ânus separado da abertura urogenital. A fecundação pode ser externa ou interna. Podem ser ovíparos (maioria) ou ovovivíparos. Desenvolvimento pode ser indireto (maioria) – larva denominada alevino – ou direto.

18 Possuem linha lateral bem mais desenvolvida que os condrictes.

19 Apresentam bexiga natatória, órgão hidrostático, que pode encher ou esvaziar-se de gases provenientes do sangue. Provoca variações de densidade, permitindo que o peixe suba ou desça. A capacidade é superior nos peixes de água doce.

20 Peixes dipnóicos São aqueles que apresentam a bexiga natatória extremamente vascularizada e ligada à faringe. Pode atuar como um pulmão primitivo, retirando oxigênio do ar. Atualmente existem 6 espécies:Pirambóia(Brasil), quatro vivem na África (família Protopteridae) e uma na Austrália (família Ceratodontidae).

21 Apresentam nadadeiras lobadas pares (peitorais e pélvicas), que são fortes e carnosas. Acredita-se que a partir deste grupo tenha surgido o ancestral dos anfíbios atuais.

22 Pirambóia

23 Celacanto


Carregar ppt "Filo Chordata Subfilo Craniata (Vertebrata) Frente 3 – cap.07 Aula 23."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google