A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIGILÂNCIA DA VIOLÊNCIA EM TEUTÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE TEUTÔNIA SECRETARIA DA SAÚDE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SIRLENE 1/40 Enfª Sirlêne König 2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIGILÂNCIA DA VIOLÊNCIA EM TEUTÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE TEUTÔNIA SECRETARIA DA SAÚDE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SIRLENE 1/40 Enfª Sirlêne König 2013."— Transcrição da apresentação:

1 VIGILÂNCIA DA VIOLÊNCIA EM TEUTÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE TEUTÔNIA SECRETARIA DA SAÚDE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SIRLENE 1/40 Enfª Sirlêne König 2013

2 Localização TEUTÔNIA Regional 16ª CRS/ Lajeado Micro região: Vale do Taquari Região Centro 30ª Região de saúde Vale da Luz SIRLENE 2/40

3 Colonização A história de Teutônia está relacionada com a da imigração alemã, iniciada em 1824 com a criação da Colônia Alemã de São Leopoldo e a chegada dos primeiros colonizadores. SIRLENE 3/40

4 Economia Na agricultura têm-se o predomínio da agropecuária e o setor industrial é liderado pela indústria alimentícia e pela indústria calçadista SIRLENE 4/40

5 Contextualização Município de origem: Estrela Data de criação: 5/10/ (Lei nº. 7542) Área (2010): 179,2 km² Bairros: 06 Localidades interior: 16 Taxa de analfabetismo (2010): 2,00 % IDH: 0,816 – elevado – (PNUD/2000) População Total (2010): habitantes Urbana: (85,52%) Rural: (14,48%) Feminino: (50,41%) Masculino: (49,59%) SIRLENE 5/40

6 Secretaria Municipal da Saúde Unidades Centro Avançado de Saúde* 01 Unidade Básica* 02 Postos de Saúde* 03 ESFs* 01 Unidade Móvel* 01 Ambulatório de Saúde Mental* Serviços de Apoio SAMU HOB* PIM Conselho Tutelar* Assistência Social - CRAS Setores de apoio Vigilância em Saúde (Nível III)* Administrativo Transporte de pacientes * Atualmente Notificam SIRLENE 6/40

7 Notificações Sinan - Total ANOANO Nº notificações SIRLENE 7/40

8 Implantação da Vigilância da Violência Capacitações Maio CEVS Inicio notificação – abril/maio Capacitação regional Capacitação em Nova Petrópolis Capacitação da rede municipal em fevereiro/2011 Participação em seminários (Suicídios) Bento Gonçalves Venâncio Aires Lajeado Apresentação de experiência, encontro estadual 2011 Capacitação da rede municipal – 40 horas – Outubro a dezembro 2012 Participação da capacitação na regional abril/2012 SIRLENE 8/40

9 Notificação das violências Resultados 2010 a 2013 (até 23 de abril) SIRLENE 9/40

10 Notificação de violência 85,13 % Teutônia 14,92% outras cidades ANONº notificações casos notificados SIRLENE 10/40

11 Sexo das Vítimas Feminino – 304 (61,29%) Masculino – 192 (38,71%) Natureza Sexual - 09 Física Psicológica – 110 Violência financeira – 01 Tortura – 6 Negligência - 21 Outras violências – 129 SIRLENE 11/40

12 Situação conjugal da vítima Situação conjugaln% SolteiroSolteiro 18339,90 Casado/União consensual20040,32 Viúvo91,81 Separado336,65 Não se aplica418,27 Ign/Branco306,05 SIRLENE 12/40

13 Agressor n% Filho(a)1515 3,023,02 Irmão(a)Irmão(a) ,023,02 Cuidador(a)Cuidador(a) 40,81 Própria pessoa15631,45 Amigos5711,49 Desconhecidos397,86 Outros595,85 Agressorn% PaiPai 255,045,04 Mãe2727 5,445,44 Padrasto1010 2,022,02 CônjugeCônjuge ,3417,34 Ex-cônjugeEx-cônjuge ,622,62 Namorado(a)Namorado(a) ,23 Ex-namorado(a)Ex-namorado(a) 40,810,81 SIRLENE 13/40

14 Onde a violência aconteceu Residência (323) – 65,12% Via pública (67) – 13,41% Outros (63) – 12,70% Comércio/serviço (9) – 1,81% Escola (11) – 2,22% Bar ou similar (13) – 2,62% Local de prática esportiva (4) – 0,81% Indústria/construção (3) – 0,60% Habitação coletiva (3) – 0,60% SIRLENE 14/40

15 Classificação final ConfirmadoConfirmado ProvávelProvável 131 DescartadoDescartado 9 InconclusivoInconclusivo 1313 IgnoradoIgnorado 5 Óbito por v i o l ê n c i a Óbito por outra causaÓbito por outra causa 252 SIRLENE 15/40

16 Formulário de encaminhamento 02 vias SIRLENE 16/40

17 SIRLENE 17/40

18 Coeficiente de mortalidade por suicídios (X60-X84) por hab. Dados SIM/RS RS nº / ,9910,710,29,79,6 Teutônia nº / ,93,722,011,040,3 SIRLENE 18/40

19 Considerações Toda suspeita (provável) ou confirmação de violência é notificada; Sempre é realizada busca ativa dos casos (VD, HOB); Médico encerra os casos; Muitas vezes uma notificação de intoxicação exógena também gera notificação acidente de trabalho e de violência; Poucas vezes, após VD a notificação é descartada. SIRLENE 19/40

20 Desafios SIRLENE 20/40

21 O que fazer com os dados? Articulação da rede Qualificação das notificações Elaboração e implementação de fluxos Construção e fortalecimento das ações intersetoriais(VISA/APS/SMAS/SME) SIRLENE 21/40 Comprometimento das equipes

22 OBRIGADA Equipe da Vigilância Epidemiológica Enfermeira Técnicas de Enfermagem Sirlêne König Jaqueline Beatriz Rohde Bianca Koefender Drehmer Liane Campos Rosângela de Souza Schussler SIRLENE 22/40

23 Análise epidemiológica dos casos de suicídio, notificados em Teutônia/RS Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC Curso de Pós-Graduação em Vigilância em Saúde Autora: Sirlene König Orientador: Fernando José Cezimbra Faraco Co-orientadora: Sandra Greice Becker Porto Alegre, novembro de 2012 coracaodejesusmaria.blogspot.com SIRLENE 23/40

24 Objetivo geral: Estabelecer o perfil epidemiológico quanto à pessoa, tempo e lugar, relacionados ao suicídio, notificados no período de maio de 2010 a abril de 2012 no município de Teutônia/RS. OBJETIVOS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 24/40

25 CRITÉRIOS DE INCLUSÃO 100% dos casos notificados e classificados como confirmados de violência auto provocada, registrados no Banco de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN NET), no período de maio de 2010 a abril de DESCRIÇÃO METODOLÓGICA ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 25/40

26 LIMITAÇÕES Período que o foi analisado ser somente de dois anos. Sub-notificações. DESCRIÇÃO METODOLÓGICA SIRLENE 26/40 ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS

27 O município de Teutônia/RS, segundo DATASUS (2010) tem uma população de habitantes. O número de notificações no período de maio de 2010 a abril de 2012 correspondem a 71 notificações tentativas de suicídio, destas 11 tiveram êxito. RESULTADOS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 27/40

28 RESULTADOS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 28/40

29 Nas tentativas prevaleceu: Pessoas do sexo feminino com 45 casos (63,38% ); O meio mais usado foi o envenenamento com 11 casos (15,49%); A situação conjugal que predominou foi a das casadas/união consensual com 29 casos (40,85%) A faixa etária com maior número de notificações foi de 20 e 39 anos com 30 casos (59,16%); A procedência das vítimas era da área urbana com 35 casos (49,30%); A escolaridade foi da 5ª a 8ª série com 11 casos (15,49%). RESULTADOS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 29/40

30 Nos suicídios prevaleceu: Pessoas do sexo masculino com 9 casos (81,82%); O meio mais usado foi o enforcamento com 8 casos (72,73%); A situação conjugal que predominou foi a das casadas/união consensual com 6 casos (54,55%); A faixa etária com maior número de notificações foi de 30 e 39 anos com 3 casos (27,27%); A procedência das vítimas era da área rural com 5 casos (45,45%); A escolaridade foi da 5ª a 8ª serie incompleta com 3 casos (27,27%). RESULTADOS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 30/40

31 24 notificações por tentativas de suicídio foram por repetição. Na análise da relação entre tentativas e suicídios consumados, pôde-se observar que, em Teutônia, a proporção foi de 7:1 (F/M) DISCUSSÃO ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 31/40

32 A taxa de mortalidade por suicídio identificadas em Teutônia foi de 40,33 para cada habitantes, assim sendo, verificou-se que essas taxas ficaram bem acima da média do Rio Grande do Sul. (8 a 10/ ). 1 SECRETARIA DE SAÚDE DE PASSO FUNDO; Coordenadoria de Vigilância em Saúde; Secretaria Estadual de Saúde; 6ª Coordenadoria Regional de Saúde; Universidade de Passo Fundo - UPF. BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO. Epidemiologia do Suicídio na 6ª Coordenadoria Regional de Saúde. Vol. 7; janeiro a junho ISSN DISCUSSÃO ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 32/40

33 O atendimento às vítimas das tentativas de suicídio e seus familiares demanda que os profissionais estejam sensibilizados e qualificados, que tenham conhecimento e habilidade de observar, interpretar e compreender os comportamentos e necessidades dessas vítimas e seus familiares, para seja possível identificar as pessoas em situação de vulnerabilidade e que isso possa favorecer a redução tanto das tentativas como dos suicídios. CONSIDERAÇÕES FINAIS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 33/40

34 É urgente que as equipes, em conjunto com os gestores públicos, programe estratégias articuladas e políticas públicas a nível local que venham de encontro à prevenção dos comportamentos suicidas, bem como da promoção da saúde, além de favorecer a identificação dos casos antes que eles se concretizem, em vítimas fatais, constituindo ações mais efetivas para a saúde pública do município. CONSIDERAÇÕES FINAIS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 34/40

35 BARROS, Vanessa Campagnac da Silva; FERRAZ, Thaís Chaves. Suicídios no Brasil: tentativa de dimensionamento do problema. XV CONGRESSO BRASILEIRO DE SOCIOLOGIA. 26 a 29 de julho de 2011, Curitiba (PR). Disponível em:. Acesso em: 26 jul http://www.sbsociologia.com.br/portal/index.php?option=com_docman&ta sk=cat_view&gid=173&Itemid=171 BERNARDES, Sara Santos; TURINI, Conceição Aparecida; MATSUO, Tiemi. Perfil das tentativas de suicídio por sobredose intencional de medicamentos atendidas por um Centro de Controle de Intoxicações do Paraná, Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 26(7): , jul, Disponível em:. Acesso em: 23 jul http://www.scielo.br/pdf/csp/v26n7/15.pdf BERTOLOTE, José Manoel; SANTOS, Carolina de Mello; BOTEGA, Neury Santos. Detecção do risco de suicídio nos serviços de emergência psiquiátrica. Revista Brasileira de Psiquiatria, vol. 32, Suplemento II, out, Disponível em:. Acesso em: 30 out REFERÊNCIAS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 35/40

36 BURTET, Antônia de Menezes. Preparo de Alunos de Psicologia para Atuação e Prevenção em Relação ao Suicídio. Universidade do Sul de Santa Catarina. Palhoça Disponível em: . Acesso em: 27 jul GONCALVES, Ludmilla R. C.; GONCALVES, Eduardo; OLIVEIRA JUNIOR, Lourival Batista de. Determinantes espaciais e socioeconômicos do suicídio no Brasil: uma abordagem regional. Nova econ. [online]. 2011, vol.21, n.2, pp ISSN Disponível em:. Acesso em: 24 jul MACENTE, Luciene Bolzam; SANTOS, Elem Guimarães dos; ZANDONADE, Eliana. Tentativas de suicídio e suicídio em município de cultura pomerana no interior do estado do Espírito Santo. J. bras. psiquiatr. [online]. 2009, vol.58, n.4, pp ISSN Dsiponível em:. Acesso em: 02 nov REFERÊNCIAS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 36/40

37 MACHADO, Álida de Castro. A Organização das Políticas e Gestão da Rede de Assistência na Atenção Primária à situação de risco para o suicídio. Universidade Federal de Minas Gerais Disponível em:. Acesso em: 01 ago http://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/3306.pdf MINAYO, Maria Cecília de Souza e CAVALCANTE, Fátima Gonçalves. Suicídio entre pessoas idosas: revisão da literatura. Rev. Saúde Pública [online]. 2010, vol.44, n.4, pp ISSN Disponível em:. Acesso em: 23 jul Organização Mundial da Saúde (OMS). Prevenção do suicídio: um manual para profissionais da mídia. Departamento de saúde mental, transtornos mentais e comportamentais. Genebra Disponível em:. Acesso em: 14 jan REFERÊNCIAS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 37/40

38 PINTO, Liana Wernersbach; PIRES, Thiago de Oliveira; SILVA, Cosme Marcelo Furtado Passos da e ASSIS, Simone Gonçalves de. Evolução temporal da mortalidade por suicídio em pessoas com 60 anos ou mais nos estados brasileiros, 1980 a Ciênc. saúde coletiva [online]. 2012, vol.17, n.8, pp ISSN Disponível em:. Acesso em: 09 set SÁ, Naíza Nayla Bandeira de; OLIVEIRA, Mércia Gomes Carvalho de; MASCARENHAS, Márcio Denis Medeiros; YOKOTA; Renata Tiene de Carvalho; SILVA, Marta Maria Alvas da; MALTA, Deborah Carvalho. Atendimentos de emergência por tentativas de suicídio, Brasil, REVISTA MÉDICA DE MINAS GERAIS. Belo Horizonte: Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais - FM/UFMG, v. 20, n. 2, abr./jun Disponivel em:. Acesso em; 08 nov REFERÊNCIAS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 38/40

39 SECRETARIA DE SAÚDE DE PASSO FUNDO; Coordenadoria de Vigilância em Saúde; Secretaria Estadual de Saúde; 6ª Coordenadoria Regional de Saúde; Universidade de Passo Fundo - UPF. BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO. Epidemiologia do Suicídio na 6ª Coordenadoria Regional de Saúde. Vol. 7; janeiro a junho ISSN Disponível em: Acesso em: 08 de Nov SOUZA, Viviane dos Santos; SILVA, Lívia Angeli; LINO, Débora Cristiane Silva Flores; NERY, Adriana Alves; CASOTTI, Cezar Augusto. Tentativas de suicídio e mortalidade por suicídio em um município no interior da Bahia. J. bras. psiquiatr. [online]. 2011, vol.60, n.4, pp ISSN Disponível em:. Acesso em 23 jul http://www.scielo.br/pdf/jbpsiq/v60n4/a10v60n4.pdf VIANA, Greta Nazário; ZENKNER, Felipe de Moura; SAKAE, Thiago Mamôru; ESCOBAR, Bráulio Tercius. Prevalência de suicídio no Sul do Brasil, Jornal Brasileiro de Psiquiatria. 2008;57(1): Disponível em:. Acesso em: 14 jan REFERÊNCIAS ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DOS CASOS DE SUICÍDIO, NOTIFICADOS EM TEUTÔNIA/RS SIRLENE 39/40

40 OBRIGADA SIRLENE 40/40


Carregar ppt "VIGILÂNCIA DA VIOLÊNCIA EM TEUTÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE TEUTÔNIA SECRETARIA DA SAÚDE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SIRLENE 1/40 Enfª Sirlêne König 2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google