A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Quando, na infância, alegres descuidados Vivemos na ilusão Contos de Fadas, palácios encantados Enchem nossa imaginação. Sonhos fagueiros, róseas esperanças.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Quando, na infância, alegres descuidados Vivemos na ilusão Contos de Fadas, palácios encantados Enchem nossa imaginação. Sonhos fagueiros, róseas esperanças."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Quando, na infância, alegres descuidados Vivemos na ilusão Contos de Fadas, palácios encantados Enchem nossa imaginação. Sonhos fagueiros, róseas esperanças vivem no coração.

4 Falam-nos de Deus, um Deus bondoso Que fez surgir do nada um mundo maravilhoso... Estende lá do céu o seu olhar bendito, Aos homens protegendo Aos homens concedendo, Amor e Paz!

5 E nós pobres crianças pequeninas Que sabemos de Deus e seu amor? Nossas mentes inocentes limitadas Ensaiam preces ensinadas Enquanto a alma comovida Não pode compreender.

6 Depois a mocidade! Impetuosa que aparece Gozamos os prazeres, Olvidamos a prece no alegre turbilhão! E por mil caminhos, enganosos, fáceis, segue o incauto coração. De Deus, do Amor Divino, estamos rodeados Sem o perceber.

7 É só depois que a mocidade passa Que o coração se acalma e se aclara a mente, É que podemos ver. A Nosso Pai que só amor concede Que em nossa vida sempre o mal impede E nos ampara até o fim!

8 Autoria: Lady Lampert Música: La Califfa – Sara Brigtmann Formatação: Marya Lampert Acesse o site:


Carregar ppt "Quando, na infância, alegres descuidados Vivemos na ilusão Contos de Fadas, palácios encantados Enchem nossa imaginação. Sonhos fagueiros, róseas esperanças."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google