A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CES-10 INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Aulas Práticas – 2013 Capítulo II Confecção de Tabelas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CES-10 INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Aulas Práticas – 2013 Capítulo II Confecção de Tabelas."— Transcrição da apresentação:

1 CES-10 INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Aulas Práticas – 2013 Capítulo II Confecção de Tabelas

2 Programa 2.1: Numeração das linhas #include #include void main () { int i, n; printf ("Digite o numero de repeticoes: "); printf ("Digite o numero de repeticoes: "); scanf ("%d", &n); i = 1; while (i <= n) { printf ("\n%d Ola pessoal!", i); i = i + 1; i = i + 1;} printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); } Seja o programa a seguir, quase igual ao Programa 1.3 Digitar, salvar e executar este programa Digitar um valor 10 para n Quando n 10, tem-se um desalinhamento

3 Alterar o programa para: #include #include void main () { int i, n; printf ("Digite o numero de repeticoes: "); printf ("Digite o numero de repeticoes: "); scanf ("%d", &n); i = 1; while (i <= n) { printf ("\n%4d Ola pessoal!", i); i = i + 1; i = i + 1;} printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); } %4d: escreve o valor de i num espaço de 4 casas na tela O valor de i fica justaposto à direita Exemplo: se Na tela: i 43 43_ 4 casas Se fosse %-4d: justaposição à esquerda: Na tela: 43 _ 4 casas

4 Alterar o programa e executar: #include #include void main () { int i, n; printf ("Digite o numero de repeticoes: "); printf ("Digite o numero de repeticoes: "); scanf ("%d", &n); printf ("\n i mensagem"); printf ("\n "); i = 1; while (i <= n) { printf ("\n%4d Ola pessoal!", i); i = i + 1; i = i + 1;} printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); } Deixa a saída com formato de tabela A tabela tem um cabeçalho bem simples

5 Alterar o programa e executar: #include #include void main () { int i, n; printf ("Digite o numero de repeticoes: "); printf ("Digite o numero de repeticoes: "); scanf ("%d", &n); scanf ("%d", &n); printf ("\n i | mensagem"); printf ("\n-----| "); printf ("\n-----| "); i = 1; while (i <= n) { printf ("\n%4d | Ola pessoal", i); i = i + 1; i = i + 1;} printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); } Usa-se a barra vertical | para demarcar a separação das colunas A colocação de | deve ser coerente nos 3 printfs

6 Exercício: Colocar uma moldura na tabela, como esta:

7 Exercício: Deslocar a tabela mais para o meio da tela, tal como:

8 Programa 2.2: Tabela para x versus x 2 (x – inteiro) #include #include void main ( ) { int x, n; printf ("Digite o limite superior da tabela: "); scanf ("%d", &n); printf ("\n x x^2"); printf (\n "); printf (\n "); x = 1; while (x <= n) { printf (\n%4d%10d", x, x*x); x = x + 1; } printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); } O limite inferior é 1 O limite superior é n (digitado) Em cada linha, um valor de x e esse valor ao quadrado

9 Exercício: Demarcar a separação das colunas, fazer uma moldura e deslocar a tabela mais para o meio da tela, tal como:

10 Programa 2.3: Tabela para x (int) versus sqrt(x) (real) #include #include void main ( ) { int x, n; printf ("Digite o limite superior da tabela: "); scanf ("%d", &n); printf ("\n x sqrt(x)"); printf ("\n "); printf ("\n "); x = 1; while (x <= n) { printf ("\n%4d%15.8f", x, sqrt(x)); x = x + 1; } printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch ();} %15.8f: escreve o valor real de sqrt(x) num espaço de 15 casas na tela, com 8 casas após o ponto decimal Contém a função sqrt

11 Alterar para ler também o limite inferior, e executar: #include #include void main ( ) { int x, m, n; printf ("Digite os limites inferior e superior da tabela: "); scanf ("%d%d", &m, &n); printf ("\n x sqrt(x)"); printf ("\n "); printf ("\n "); x = m; while (x <= n) { printf ("\n%4d%15.8f", x, sqrt(x)); x = x + 1; } printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch ();}

12 Alterar para ler também o limite inferior, e executar: #include #include void main ( ) { int x, m, n; printf ("Digite os limites inferior e superior da tabela: "); scanf ("%d%d", &m, &n); printf ("\n x sqrt(x)"); printf ("\n "); printf ("\n "); x = m; while (x <= n) { printf ("\n%4d%15.8f", x, sqrt(x)); x = x + 1; } printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch ();} Haverá problema para x < 0

13 Uma solução: usar comando if: #include #include void main ( ) { int x, m, n; printf ("Digite os limites inferior e superior da tabela: "); scanf ("%d%d", &m, &n); printf ("\n x sqrt(x)"); printf ("\n "); printf ("\n "); x = m; while (x <= n) { if (x >= 0) if (x >= 0) printf ("\n%4d%15.8f", x, sqrt(x)); else else printf ("\n%4d%15s", x, " "); printf ("\n%4d%15s", x, " "); x = x + 1; } printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch ();} Comando condicional if-else: Se x >= 0, executa o primeiro printf Senão, executa o segundo printf %15s: formato para escrever uma cadeia de caracteres Escreve num espaço de 15 casas justaposto à direita

14 Exercício do Lab 2: Fazer um programa para exibir uma única tabela com as seguintes funções: Função 1: x 3 - 8x Função 1: x 3 - 8x Função 2: tan (x* /180) Função 2: tan (x* /180) Função 3: x 5 /log 10 x Função 3: x 5 /log 10 x Os limites m e n do intervalo são inteiros e devem ser digitados pelo operador Os limites m e n do intervalo são inteiros e devem ser digitados pelo operador A tabela deve ter demarcação da separação das colunas, moldura e deslocamento mais para o meio da tela A tabela deve ter demarcação da separação das colunas, moldura e deslocamento mais para o meio da tela No intervalo [m, n]

15 Função tan (x), para x dado em graus O arquivo math.h tem a função tan (x), para x dado em radianos O arquivo math.h tem a função tan (x), para x dado em radianos Então, para cada valor de x em graus, a chamada da função deve ser: Então, para cada valor de x em graus, a chamada da função deve ser: tan (x*π/180), ou seja, tan (x* /180) A precisão de π fica a critério do programador A precisão de π fica a critério do programador Para x = 90 e 270 a função tem problemas Para x = 90 e 270 a função tem problemas

16 Função x 5 /log 10 x : O arquivo math.h tem as seguintes funções: O arquivo math.h tem as seguintes funções: pow (x, y), para calcular x y log10 (x), para calcular log 10 x Para x 0 e x = 1, a função tem problemas Para x 0 e x = 1, a função tem problemas

17 Exemplo para as três funções pedidas:

18 Programa 2.4: Variáveis e valores do tipo caractere #include #include void main () { char c; printf ("Aperte uma tecla: "); c = getche (); printf ("\ndecimal = %d, caractere = %c", c, c); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); } Variável do tipo caractere: destina-se a guardar um caractere num dado momento

19 Caractere é um símbolo de grafia Caractere é um símbolo de grafia Exemplos de caracteres: Exemplos de caracteres: Letras maiúsculas e minúsculas: A, B,..., Z, a, b,..., z Letras maiúsculas e minúsculas: A, B,..., Z, a, b,..., z Dígitos decimais: 0, 1, 2,..., 8, 9 Dígitos decimais: 0, 1, 2,..., 8, 9 Operadores aritméticos: +, -, *, / Operadores aritméticos: +, -, *, / Separadores: (, ), [, ], {, } Separadores: (, ), [, ], {, } Caracteres de pontuação:., ; ! ? : Caracteres de pontuação:., ; ! ? : Caracteres #, $, %, & Caracteres #, $, %, & Caracteres de controle: muda linha (nl), tabulação (ht), etc. Caracteres de controle: muda linha (nl), tabulação (ht), etc.

20 Cada caractere tem sua representação interna segundo a tabela ASCII: nulbelbsht 10nlcr 20esc 30sp!#$%& 40()*+,-./ :; 70FGHIJKLMNO 80PQRSTUVWXY 90Z[\]^_`abc 100defghijklm 110nopqrstuvw 120xyz{|}~del Exemplos: ASCII (K) = 75 ASCII (&) = 38 ASCII ({) = 123 Esses valores são as representações internas dos caracteres

21 #include #include void main () { char c; printf ("Aperte uma tecla: "); c = getche (); printf ("\ndecimal = %d, caractere = %c", c, c); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); } Algumas execuções: c = getche() : espera o operador digitar uma tecla Em seguida, a variável c recebe o caractere correspondente a essa tecla Então o resultado da função getche é o caractere lido da digitação

22 #include #include void main () { char c; printf ("Aperte uma tecla: "); c = getche (); printf ("\ndecimal = %d, caractere = %c", c, c); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); } Algumas execuções: %d: escreve a representação interna do caractere guardado na variável c %c: escreve o próprio caractere guardado na variável c

23 #include #include void main () { char c; printf ("Aperte uma tecla: "); c = getche (); printf ("\ndecimal = %d, caractere = %c", c, c); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); printf ("\n\nDigite algo para encerrar: "); getch (); } Algumas execuções: Diferença entre getche e getch: getche: o caractere digitado aparece no vídeo (dá eco no vídeo) getch: não dá eco no vídeo


Carregar ppt "CES-10 INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Aulas Práticas – 2013 Capítulo II Confecção de Tabelas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google