A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Docência do Ensino Superior Aluno Silvia Pereira de Castro Casa Nova

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Docência do Ensino Superior Aluno Silvia Pereira de Castro Casa Nova"— Transcrição da apresentação:

1 Docência do Ensino Superior Aluno Silvia Pereira de Castro Casa Nova

2 Visão do curso Características dos alunos Contexto Currículo Processo de Aprendizado Resultado do Aprendizado

3 O que você espera dos alunos?

4 Uma pesquisa com futuros professores sobre as qualidades que consideravam primordiais para o bom desempenho escolar: Atento Disciplinado Dócil (41% dos primeiros lugares) Atento Disciplinado Dócil (41% dos primeiros lugares) Espírito Crítico Reflexão (apenas 2%) Fonte: Freire, Paulo. Cuidado, Escola!

5 Características Sinceros Destemidos Informados Críticos Interessados Participantes Mal preparados Limitações de tempo (disponibilidade) Desinteressado Alienado Desagregadores Passividade

6 Características Desinteressados Desrespeitos Desagregadores Desafiadores Irrequietos Alienados Complacentes

7 Abordagens de Aprendizagem Ramsden, 2003, p.44. Abordagem de Aprendizagem COMO? Aspecto Estrutural: a ação de experimentar, organizar, estruturar O QUÊ? Aspecto do Significado: do que é experimentado; a importância da questão HOLÍSTICA Preserva a estrutura, foca no todo em relação às partes ATOMÍSTICA Distorce a estrutura, foca nas partes, segmenta o todo PROFUNDA Foca o que é a questão (por exemplo, a intenção do autor) SUPERFICIAL Foca os sinais (por exemplo, frases do texto)

8 Abordagens de aprendizagem Abordagem Profunda Intenção de Entender Estudante mantém a estrutura da tarefa Abordagem Superficial Intenção somente de completar as exigências da tarefa Estudante distorce a estrutura da tarefa

9 Abordagens de aprendizagem Abordagem Profunda Intenção de Entender Estudante mantém a estrutura da tarefa Abordagem Superficial Intenção somente de completar as exigências da tarefa Estudante distorce a estrutura da tarefa Foca o que é significante Foca os sinais O argumento do autor ou os conceitos aplicáveis para resolver o problema Palavras e sentenças do texto ou a fórmula necessária para resolver o problema

10 Abordagens de aprendizagem Abordagem Profunda Intenção de Entender Estudante mantém a estrutura da tarefa Abordagem Superficial Intenção somente de completar as exigências da tarefa Estudante distorce a estrutura da tarefa Foca o que é significante Foca os sinais Relaciona conhecimentos anteriores com novos conhecimentos Foca partes não relacionadas da tarefa

11 Abordagens de aprendizagem Abordagem Profunda Intenção de Entender Estudante mantém a estrutura da tarefa Abordagem Superficial Intenção somente de completar as exigências da tarefa Estudante distorce a estrutura da tarefa Foca o que é significante Foca os sinais Relaciona conhecimentos anteriores com novos conhecimentos Foca partes não relacionadas da tarefa Relaciona conhecimentos de diferentes cursos Memoriza informações para as avaliações

12 Abordagens de aprendizagem Abordagem Profunda Intenção de Entender Estudante mantém a estrutura da tarefa Abordagem Superficial Intenção somente de completar as exigências da tarefa Estudante distorce a estrutura da tarefa Foca o que é significante Foca os sinais Relaciona conhecimentos anteriores com novos conhecimentos Foca partes não relacionadas da tarefa Relaciona conhecimentos de diferentes cursos Memoriza informações para as avaliações Relaciona idéias teóricas com experiências diárias Associa fatos e conceitos sem reflexões

13 Abordagens de aprendizagem Abordagem Profunda Intenção de Entender Estudante mantém a estrutura da tarefa Abordagem Superficial Intenção somente de completar as exigências da tarefa Estudante distorce a estrutura da tarefa Foca o que é significante Foca os sinais Relaciona conhecimentos anteriores com novos conhecimentos Foca partes não relacionadas da tarefa Relaciona conhecimentos de diferentes cursos Memoriza informações para as avaliações Relaciona idéias teóricas com experiências diárias Associa fatos e conceitos sem reflexões Relaciona e distingue evidência e argumento Falha ao distinguir princípios de exemplos

14 Abordagens de aprendizagem Abordagem Profunda Intenção de Entender Estudante mantém a estrutura da tarefa Abordagem Superficial Intenção somente de completar as exigências da tarefa Estudante distorce a estrutura da tarefa Foca o que é significante Foca os sinais Relaciona conhecimentos anteriores com novos conhecimentos Foca partes não relacionadas da tarefa Relaciona conhecimentos de diferentes cursos Memoriza informações para as avaliações Relaciona idéias teóricas com experiências diárias Associa fatos e conceitos sem reflexões Relaciona e distingue evidência e argumento Falha ao distinguir princípios de exemplos Organiza e estrutura o conteúdo em um todo coerente Trata a questão com uma imposição externa

15 Abordagens de aprendizagem Abordagem Profunda Intenção de Entender Estudante mantém a estrutura da tarefa Abordagem Superficial Intenção somente de completar as exigências da tarefa Estudante distorce a estrutura da tarefa Foca o que é significante Foca os sinais Relaciona conhecimentos anteriores com novos conhecimentos Foca partes não relacionadas da tarefa Relaciona conhecimentos de diferentes cursos Memoriza informações para as avaliações Relaciona idéias teóricas com experiências diárias Associa fatos e conceitos sem reflexões Relaciona e distingue evidência e argumento Falha ao distinguir princípios de exemplos Organiza e estrutura o conteúdo em um todo coerente Trata a questão com uma imposição externa Ênfase interna: uma janela por meio da qual aspectos da realidade tornam visíveis e mais inteligíveis (Entwistle; Marton, 1984) Ênfase externa: demandas de avaliações, conhecimento separado da realidade diária

16 Abordagens de aprendizagem Existem em todas as áreas: naturais e humanas; Existem em todas as áreas: naturais e humanas; O mesmo estudante usa abordagens diferentes em diferentes ocasiões O mesmo estudante usa abordagens diferentes em diferentes ocasiões >>> mas existe uma tendência geral de adotar uma determinada abordagem, relacionada com diferentes demandas do curso e a experiência educacional anterior.

17 Abordagens de aprendizagem Relação entre abordagens e resultados Relação entre abordagens e resultados – Superficial: estudantes não satisfeitos e resultados pobres; – Profunda: estudantes mais satisfeitos, qualidade maior dos resultados e melhores notas.

18 Abordagens de aprendizagem Medidas qualitativas dos resultados: foco leitura 1. Preestrutural: uso de informação irrelevante ou resposta sem significado; 2. Uni-estrutural: resposta focada somente em um aspecto; 3. Multi-estrutural: resposta focada em diversas características relevantes, mas elas não estão todas coordenadas; 4. Relacional: as diversas partes são integradas em um todo coerente; 5. Abstrato estendido: resposta generaliza a estrutura subjacente; Superficial Profunda

19 Abordagens de aprendizagem Atitudes para Estudar – Abordagem Superficial: Ressentimento, depressão e ansiedade; Ressentimento, depressão e ansiedade; Estudantes acham a atividade tediosa e não gratificante, enrolam e gastam menos tempo em estudos particulares; Estudantes acham a atividade tediosa e não gratificante, enrolam e gastam menos tempo em estudos particulares; Estudantes menos satisfeitos com os estudos; Estudantes menos satisfeitos com os estudos; Aprendizagem de pobre qualidade e os estudantes estão mais propensos em falhar nos exames. Aprendizagem de pobre qualidade e os estudantes estão mais propensos em falhar nos exames.

20 Abordagens de aprendizagem Atitudes para Estudar – Abordagem Profunda: Envolvimento, desafio, realização, satisfação e prazer pessoal; Envolvimento, desafio, realização, satisfação e prazer pessoal; Estudantes acham material mais interessante e fácil de entender e gastam mais tempo com a tarefa; Estudantes acham material mais interessante e fácil de entender e gastam mais tempo com a tarefa; Estudantes mais satisfeitos e adaptados; Estudantes mais satisfeitos e adaptados; Condição necessária, mas não suficiente para alta qualidade dos resultados. Condição necessária, mas não suficiente para alta qualidade dos resultados.

21 Abordagens de aprendizagem Abordagem pela perspectiva do estudante: resposta ao ambiente educacional. – Abordagem Superficial: Métodos de avaliação que enfatizem a recordação ou a aplicação de conhecimento processual trivial; Métodos de avaliação que enfatizem a recordação ou a aplicação de conhecimento processual trivial; Métodos de avaliação que criam ansiedade; Métodos de avaliação que criam ansiedade; Mensagens conflitantes ou cínicas sobre recompensas; Mensagens conflitantes ou cínicas sobre recompensas; Quantidade excessiva de material no currículo; Quantidade excessiva de material no currículo; Feedback pobre ou ausente quanto ao progresso; Feedback pobre ou ausente quanto ao progresso; Falta de independência em estudar; Falta de independência em estudar; Falta de interesse e conhecimento prévio do assunto; Falta de interesse e conhecimento prévio do assunto; Experiências prévias em ambientes educacionais que encorajem esta abordagem. Experiências prévias em ambientes educacionais que encorajem esta abordagem.

22 Abordagens de aprendizagem Abordagem pela perspectiva do estudante: resposta ao ambiente educacional. – Abordagem Profunda: Métodos de ensino e avaliação que promovam envolvimento ativo e de longo prazo com a questão de aprendizagem; Métodos de ensino e avaliação que promovam envolvimento ativo e de longo prazo com a questão de aprendizagem; Ensino estimulante e que mostra consideração, especialmente que demonstre compromisso pessoal do professor com o assunto e dê ênfase ao seu significado e relevância para o aluno; Ensino estimulante e que mostra consideração, especialmente que demonstre compromisso pessoal do professor com o assunto e dê ênfase ao seu significado e relevância para o aluno; Expectativas acadêmicas claramente estabelecidas; Expectativas acadêmicas claramente estabelecidas; Oportunidades para exercer escolhas responsáveis do método e conteúdo do estudo; Oportunidades para exercer escolhas responsáveis do método e conteúdo do estudo; Interesse e conhecimento prévio sobre o assunto; Interesse e conhecimento prévio sobre o assunto; Experiências prévias de ambientes educacionais que encorajem esta abordagem. Experiências prévias de ambientes educacionais que encorajem esta abordagem.

23 Reflexão A qualidade do professor melhora ostensivamente a qualidade do aluno.

24 Superficial x Profundo Como motivar a adoção da abordagem profunda? Good teaching implies engaging students in ways that are apropriate to the deployment of deep approaches.

25 Superficial x Profundo Entrevistas com alunos

26 Profundo x Superficial Teorizar Alto Nível Refletir Aplicar Relacionar Reconhecer Tomar notas Memorizar Baixo Nível Ativo Solução de Problemas Passivo Expositivo Atividade do Estudante Método Aluno acadêmico Aluno não-acadêmico Engajamento

27 ... E de suas técnicas didáticas? 2°/20091°/20092°/20081°/ 2008 Aula Expositiva96.50%93.70%95.80%93.60% Exercícios em Sala84.50%79.40%82.60%80.40% Seminários27.10%31.70%34.80%34.20% Estudo de Caso38.90%40.80%35.60%36.00% Laboratório11.20%11.10%8.50%7.10% Atividades em grupo39.40%54.90%58.70%50.90% Jogos em Computador2.80%3.20%1.30%1.90% Palestras11.90%14.20%16.60%17.00% Visitas a empresas6.20%1.90%2.40%2.90% Canhão Multimídia78.10%70.30%81.10%66.70% Ensino à distância12.90%9.70% 8.50% Filmes (Vídeo/DVD)21.00%11.60%10.10%17.50% Internet (pesquisa)32.60%31.60%33.80%27.80% Computadores32.90%11.60%31.70%27.00% Vídeo Conferência0.90%1.00%1.30%1.00%

28 Outra Tipologia Estudante A Ultra competitivo Estudante C Evita o fracasso Auto-confiante Habilidades de estudo Altamente Ansiedade Muito tempo de estudo Sem auto-confiança Pouca habilidades de estudo Alta Ansiedade Muito tempo de estudo PERFORMANCE ESTUDO Estudante B Orientado para o sucesso Auto-confiante Habilidades de estudo Baixa Ansiedade Tempo moderado de estudo Estudante D Orientado para o fracasso Sem auto-confiança Pouca habilidades de estudo Baixa ansiedade Pouco tempo de estudo Alto Baixo Alto Baixo

29 Quem são os alunos da FEA? Qual a idade Onde estudaram Qual a cor (grupos étnicos) Qual a renda familiar Quantos trabalham Nível educacional dos pais Informações disponíveis no site

30 30 Fuvest 2007: Contábeis – FEA/SP QUESTÃOMatriculadosInscritos Grau instrução do pai 46,3% universitário completo 22,2% universitário completo Grau instrução da mãe 42,2% universitário completo 25,1% Ensino Médio Completo Cor 64,8% branca 21,6% amarela 8,7% parda 58,7% branca 10,8% amarela 22,9% parda Renda familiar mensal 31,5% entre 1500 e ,6% entre 500 e 1500 Exerce atividade remunerada 61,7% não 55,4% não Sexo 66% masculino 49,2% masculino Idade 19,3% 22 a 25 anos 23,7% 17 anos

31 QUESTÃOMatriculadosInscritos Ensino fundamental 28,8% só escola pública 63,7% só escola particular 54,5% só escola pública 34,1% só escola particular Ensino médio 89,2% comum 87,2% comum Ensino médio 57% só em escola particular 55,5% só em escola pública Fuvest 2007: Contábeis – FEA/SP

32 32 Fuvest 2008: Contábeis – FEA/SP QUESTÃOMatriculadosInscritos Grau instrução do pai 45,9% universitário completo 26,8% universitário completo Grau instrução da mãe 40,9% universitário completo 26,2% Ensino Médio Completo Cor 70,9% branca 19,5% amarela 8,1% parda 61,2% branca 11,8% amarela 20,2% parda Renda familiar mensal 18,6% acima 20 SM 15,1% entre 3 e 5 SM 20,9% entre 3 e 5 SM Exerce atividade remunerada 67,7% não 59,9% não Sexo 71,3% masculino 48,8% masculino Idade 22,6% 18 anos 24,9% 18 anos

33 QUESTÃOMatriculadosInscritos Ensino fundamental 68,9% só escola particular 13,5% só escola pública 40,3% só escola particular 30,1% só escola pública estadual Ensino médio 87,9% comum 87,8% comum Ensino médio 66,4% só em escola particular 45,8% só em escola pública estadual Fuvest 2008: Contábeis – FEA/SP

34 34 Fuvest 2008: Atuária – FEA/SP QUESTÃOMatriculadosInscritos Grau instrução do pai 38% universitário completo 31% universitário completo Grau instrução da mãe 44% universitário completo 32,3% universitário completo Cor 74% branca 6% amarela 16% parda 69,7% branca 7,1% amarela 17,4% parda Renda familiar mensal 20% entre 14 e 20 SM 18% entre 5 e 7 SM 18,5% entre 3 e 5 SM Exerce atividade remunerada 62% não 49,8% não Sexo 74% masculino 58,3% masculino Idade 22% de 22 a 25 anos 24,4% acima de 25 anos

35 QUESTÃOMatriculadosInscritos Ensino fundamental 60% só escola particular 14% só escola pública estadual 48,7% só escola particular 24,9% só escola pública estadual Ensino médio 92% comum 83,2% comum Ensino médio 62% só em escola particular 54,2% só em escola pública estadual Outro curso superior 44% não 24% sim, e já conclui 62,5% não Fuvest 2008: Atuária – FEA/SP

36 Dados FUVEST 2009 CURSO1ª2ª3ª4ªVAGASTOTALC/V 45-Economia - Diurno [37.8%] [18.6%] [29.3%] [14.0%] Economia - Noturno [18.7%] [35.6%] [21.6%] [23.9%] Administração - Diurno [48.6%] [24.7%] [18.2%] [8.33%] Administração - Noturno [28.3%] [42.8%] [13.5%] [15.3%] Ciências Contábeis - Diurno [16.0%] [28.5%] [32.9%] [22.4%] Ciências Contábeis - Noturno [27.1%] [23.2%] [27.4%] [22.1%] Bacharelado em Atuária [19.5%] 164 [10.5%] [31.7%] [38.1%]

37 FUVEST: Perfil do aluno QUESTÃO Ensino fundamental 74,9% 32% só escola pública 55,3% só escola particular Ensino médio 92,0% 82% comum Ensino médio 70,3% 56% só em escola particular Ensino médio 83,3% 76,7% manhã ou tarde Pré-vestibular22,7%34,0% 29,3% não 28,7% 6 a 12 meses Começou outro curso superior 73,0%7,2% 53,4% não 18,1% - concluído

38 QUESTÃO Grau instrução do pai 52,3% 44,7% universitário completo Grau instrução da mãe 54,2% 36% universitário completo Cor75,8% 66,4% branca Renda familiar mensal 27,4% 20 SMs 25,9% entre 1500 e 3000 Exerce atividade remunerada 82,5% 57,7% não Sexo69,2% 66% masculino Idade 31,0% - 18 anos 22% - 22 a 25 anos FUVEST: Perfil do aluno

39 Próximas Atividades Atividade Moodle Entrevista com alunos


Carregar ppt "Docência do Ensino Superior Aluno Silvia Pereira de Castro Casa Nova"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google