A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aventuras de Hans Staden Monteiro Lobato 2ª Viagem ao Brasil (1550-1555) Trabalho produzido pelos alunos de 3ª e 4ª séries nas aulas de Redação-Biblioteca.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aventuras de Hans Staden Monteiro Lobato 2ª Viagem ao Brasil (1550-1555) Trabalho produzido pelos alunos de 3ª e 4ª séries nas aulas de Redação-Biblioteca."— Transcrição da apresentação:

1 Aventuras de Hans Staden Monteiro Lobato 2ª Viagem ao Brasil ( ) Trabalho produzido pelos alunos de 3ª e 4ª séries nas aulas de Redação-Biblioteca.

2 O aventureiro alemão Hans Staden partiu da Espanha com três naus rumo ao Brasil, em O objetivo era explorar nossas riquezas. Já é setembro! Posso sentir o vento chegando... Vamos zarpar! Após 3 meses na calmaria...eles chegaram na costa brasileira. No dia 18 de novembro, barcos com índios se aproximaram do navio de Hans. Queremos canivetes,. espelhos e contas de vidro e pólvora Vamos dar a eles uns presentes... Aí os índios irão embora!

3 Quando chegaram em terra firme, o Capitão e Hans Staden desceram para fazer reconhecimento do local. Essa terra tem muitas riquezas, pau-brasil, papagaios, macacos! Três semanas depois, chegaram os colegas de Hans. Olhem... Uma nau está chegando! Olá amigos... Foi difícil, mas conseguimos! Podemos levar essas riquezas para a Europa! Quando se preparavam para partir para conhecer novos lugares, veio uma tempestade e destruiu a maior nau que tinham... Hans e seus companheiros ficaram morando com os índios carijós por muito tempo. Enquanto tinham coisas para trocar, a vida deles estava segura. Nossa nau está afundando!!! Se os presentes acabarem vamos morrer de fome! Alguém me ajude! Índio troca comida por presente!

4 Depois de um tempo, os amigos de Hans partiram para Europa, mas ele ficou no Brasil, esperando um navio. Boa sorte companheiros... Vou ficar aqui e esperar um barco para voltar para a Europa! É uma pena seguirmos sem Hans...

5 Um dia, Hans Staden foi capturado pelos índios tupinambás. Os tupinambás eram inimigos do carijós e dos portugueses. Eles achavam que Hans era português. AI... Minha perna!!! Vamos levar o português. Ele será nosso almoço!

6 Ele tem olhos azuis... E que pele branca! Quantos pelos! Vamos arrancar tudo... Deixem ele com as mulheres; CAUIM...Vamos comemorar! Os tupinambás chegaram na aldeia deles, com o prisioneiro Hans. Os índios acharam Hans muito bonito!!!!! As índias enfeitaram Hans com penas e vários chocalhos. Agora, prisioneiro, dance para os Maracás... Faremos uma grande festa. Vamos comemorar a vingança contra os portugueses. Será que os índios já vão me comer? No dia seguinte os índios foram para uma aldeia vizinha do grande chefe Cunhambebe, para uma grande festa... Quantas cabeças de prisioneiros mortos. A minha deverá estar ali amanhã! Hans foi levado para a tenda dos chefes e conheceu o maior guerreiro tupinambá: Cunhambebe! Você é o famoso prisioneiro português Hans Staden? Você é Cunhambebe, o grande guerreiro? Eu não sou português nem inimigo de vocês! Sou Hans Staden !!!!

7 Todos em nossa aldeia estão doentes... Queremos que reze para seu Deus. Ele está zangado com a gente? Hans, reze para seu Deus! Meu Deus está bravo porque vocês acham que sou português. E vocês são canibais. Se me matarem mais desgraças virão! Você sabia de tudo,não é Hans? Por que não nos avisou? Agora estamos todos doentes... A carne humana é venenosa. Avisei para não comê-la. Meu Deus só irá parar as mortes se vocês pararem de ser canibais. Quando voltaram para a aldeia dos carijós, havia uma grande epidemia. Os índios achavam que era castigo dos deuses. Quando os índios adoeciam, pediam ajuda de Hans Staden. Hans, estou cego e preciso de suas orações para voltar a enxergar... Vou tentar salvá-lo, mas vai me prometer que não deixará que me matem aqui!

8 Prometo que não vou comê- lo... Aceita frutas? Perdoe-os Senhor... Não me farão mais mal! Os índios passaram a acreditar em Hans e temer seu Deus. Prometeram não mais comer gente!

9 Acho que me enganei com aquele homem! Deixem-no ir comigo. Hans só sairá daqui se um parente o buscar e trouxer um barco cheio de presentes! Hans havia combinado um plano falso com este francês e a aldeia de Ubatuba foi voltando ao normal! Se nosso plano der certo, em breve estarei no navio francês.... Ainda bem que a aldeia voltou ao normal... Seu Deus agora deve estar feliz! Um dia apareceu um francês que já conhecia Hans e tentou negociar a liberdade dele com o chefe dos índios.

10 Hans já era prisioneiro dos tupinambás há 5 meses. Sua situação melhorou, pois os índios passaram a temer o Deus de Hans. Até que um navio se aproximou da aldeia. Somos portugueses, mas não queremos farinha. Tenho aqui presentes para vocês e um irmão de Hans! Vamos até lá ver o que querem.

11 Sou João Sanches e vim buscar Hans. Temos um irmão dele em nosso barco. Trouxe presentes para trocar... Estou vivo porque Deus me protegeu, Tragam os presentes, para os índios. E eles me deixarão voltar com vocês.! Eu irei para a Alemanha, mas voltarei. Vou trazer muitos presentes, pois só vocês foram bons para mim! Ficaremos felizes quando você voltar. Aqui você será como um de nós. Vai caçar e plantar como índio!

12 Comovido, os índios deixam Hans Staden partir, mas com uma condição! Vou deixar que levem Hans para ver o pai doente, mas quando voltarem para trazer presentes ele também terá que vir... pois gosto dele como um filho! Obrigado chefe! Eu voltarei... Adeus amigos! Façam uma boa viagem... Marujos, levantar âncora! Fiquem com esses presente s...

13 No dia 31 de outubro de 1554, Hans conseguiu partir do Brasil, terra onde tanto sofreu, mas estava muito ferido e com febre. Mas nosso herói venceu! Não sei se vou sobreviver... Estou muito ferido! Graças a Deus... Estou de volta à Europa e poderei voltar para a Alemanha.... Ancorar navio!

14 Com base nos diários de Hans Staden e suas xilogravuras, em 1557 foi publicado o livro Duas Viagens ao Brasil, a primeira obra que foi escrita descrevendo o Brasil, lugar ainda pouco conhecido do Novo Mundo, a América! Em 1925, Monteiro Lobato publicou a tradução As Aventuras de Hans Staden. Dezembro/2007 FIM É... Foi uma grande aventura, mas melhor ficar por aqui... Com meus diários e desenhos, vou até fazer um livro, falando daquela terra de selvagens, de exploradores, de animais tão diferentes e de canibais... Mas qual será o nome do livro???


Carregar ppt "Aventuras de Hans Staden Monteiro Lobato 2ª Viagem ao Brasil (1550-1555) Trabalho produzido pelos alunos de 3ª e 4ª séries nas aulas de Redação-Biblioteca."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google