A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A EVASÃO NO ENSINO SUPERIOR Profª Drª Maria José de Jesus Alves Cordeiro

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A EVASÃO NO ENSINO SUPERIOR Profª Drª Maria José de Jesus Alves Cordeiro"— Transcrição da apresentação:

1 A EVASÃO NO ENSINO SUPERIOR Profª Drª Maria José de Jesus Alves Cordeiro

2 INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR CENÁRIO ATUAL TOTAL GERALCAPITALINTERIOR BRASIL PÚBLICAS FEDERAL ESTADUAL MUNICIPAL PRIVADAS PARTICULAR COMUM., CONF.e FILANT

3 REGIÃO NORTE TOTAL GERALCAPITALINTERIOR NORTE PÚBLICAS FEDERAL ESTADUAL MUNICIPAL PRIVADAS PARTICULAR COMUM., CONF.e FILANT

4 REGIÃO CENTRO-OESTE TOTAL GERALCAPITALINTERIOR CENTRO-OESTE PÚBLICAS FEDERAL ESTADUAL MUNICIPAL PRIVADAS PARTICULAR COM., CONF. E FILANT

5 VAGAS OFERECIDAS, INGRESSOS E CONCLUINTES 2007 VAGAS OFERECIDA S CANDIDATOS INSCRITOS TOTAL DE INGRESSOS DIFERENÇA ENTRE OFERTA E INGRESSO INGRESSO 2004 CONCLU DIFER I 2007-C BRASIL ,5% ,6% PÚBLICAS ,34% ,9% FEDERAL ,2% ,5% ESTADUAL ,5% ,4% MUNICIPAL ,6% % PRIVADAS ,6% ,4% PARTICULAR % ,7% COMUM., CONF.,FILAN ,6% ,9% Fonte: Tabela 4.2 e 6.1 – PNAD 2007; Censo do Ensino Superior de INEP

6 VAGAS OFERECIDAS, INGRESSOS E CONCLUINTES 2007 VAGAS OFERECIDAS CANDIDATOS INSCRITOS TOTAL DE INGRESSOS DIFERENÇ A ENTRE OFERTA E INGRESSO INGRESSO 2004 CONCLU DIFER I 2007-C REGIÃO NORTE ,2% ,4% PÚBLICAS ,3% ,7% FEDERAL ,4% ,1% ESTADUAL ,9% ,3% MUNICIPAL ,1% ,2% PRIVADAS ,1% ,9% PARTICULA R ,9% ,6% COMUM., CONF.,FILA ,5% ,4% Fonte: Tabela 4.2 e 6.1 – PNAD 2007; Censo do Ensino Superior de 2004 INEP

7 VAGAS OFERECIDAS, INGRESSOS E CONCLUINTES 2007 VAGAS OFERECIDA S CANDIDATOS INSCRITOS TOTAL DE INGRESSOS DIFERENÇA OFERTA x INGRESSO INGRESSO 2004 CONCLU DIFER I 2007-C REGIÃO CENTRO- OESTE ,2% ,2% PÚBLICAS ,8% ,5% FEDERAL ,3% ,1% ESTADUAL ,5% % MUNICIPAL ,4% % PRIVADAS ,2% ,8% PARTICULAR ,9% ,2% COMUM., CONF.,FILAN % ,7% Fonte: Tabela 4.2 e Tabela 6.1 – PNAD 2007 ; Censo do Ensino Superior – 2004 – INEP

8 EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE CONCLUINTES 2003 A 2007 ANOBRASILNORTECENTRO- OESTE ,3 %30,7 %24,5 % ,6 %105,5%26,3% ,6 %-25,2%18,2 % 20062,6 %7,2 %-0,8 % 20072,7%15,6 %-4,0 %

9 FONTE. Comunicado da Presidência nº 12, o quarto da série - PNAD – 2007, que versa sobre educação, juventude e raça/cor. Obs. Raça Negra é composta de pretos e pardos. DADOS SOBRE JUVENTUDE, EDUCAÇÃO, RAÇA E COR 2007 ANALFABETISMONº MÉDIO DE ANOS DE ESTUDO BRASIL10,0 %7,3 R. NORTE10,9 %6,8 R. CENTRO- OESTE 8,1 %7,5 RAÇA OU COR BRANCA 6,1%8,2 NEGRA14,1%6,4

10 EVASÃO NA UEMS VAGAS GERAIS VAGAS GERAIS e COTA PARA NEGROS COTA PARA NEGROS

11 Ano Total Geral de Alunos Vagas Gerais Veteranos Vagas Gerais Novos Negros Total Geral Negros Veteranos Negros Novos Total 4 anos Quadro 1 – Demonstrativo do Número de Alunos Matriculados (Novos e Veteranos) na UEMS de 2003 a 2007 [1] [1] [1] Tabela de elaboração própria com dados coletados na Divisão de Assuntos Acadêmicos da Pró-Reitoria de Ensino da UEMS.

12 1º ano com Cotas Matrícula Fev/2004 Evasão 4 anos Dezembro 2007 % Evasão Vagas Gerais ,3% Negros ,3% 1º Ano com Cotas Matrícul a Fev/2004 Evasão 4 anos Dezembro 2007 % E v as ã o Vagas Gerais ,4% Negros ,7% 1º Ano com Cotas Matrícula Fev/2004 Evasão 4 anos Dezembro 2007 % Evasão Vagas Gerais ,3% Negros ,2% TABELA 7 – Ingresso e Permanência na Área de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde TABELA 8 – Ingresso e Permanência na Área de Ciências Humanas e Sociais TABELA 9 – Ingresso e Permanência na Área de Ciências Exatas e Tecnológicas

13 VESTIBULAR DEZEMBRO /2003 INGRESSO FEV/2004 APROVADOS / EGRESSOS DEZEMBRO/2007 Cota Nº Vagas Aprov. % Aprov. Matric.Total de Aprov. no 4º ano % De Aprov. (-) Aprov. para o 5º ano Total de Egressos com Diploma % de Egressos Vagas Gerais ,1% novos54040,4% ,6% 569 de Vestiulares anteriores 12421,8% ,8% Negros ,3% ,8% ,7% Indígenas ,3% ,4% ,9% % de diferença entre egressos oriundos do vestibular 2003: Brancos e Negros = 7,9% Brancos e Indígenas = 16,7% Negros e Indígenas = 8,8% TABELA 14 – Comparação entre Total de Ingressantes/2003 e Egressos/2007

14 UNIDADE: Dourados CURSO: Ciências da Computação TURNO: Integral ANOVAGAS GERAIS NEGROSINDÍGENAS 1º alunos Nº alunos: 74 Nº de disciplinas: Nº alunos: 09 Nº de disciplinas: Nº alunos: 02 Nº de disciplinas: APADREPEVATEAPADREPEVATEAPADREPEVATE º alunos Nº alunos: 60 Nº de disciplinas: Nº alunos: 04 Nº de disciplinas: Nº alunos: 01 Nº de disciplinas: APADREPEVATEAPADREPEVATEAPADREPEVATE º alunos Nº alunos: 49 Nº de disciplinas: Nº alunos: 03 Nº de disciplinas: Nº alunos: 01 Nº de disciplinas: APADREPEVATEAPADREPEVATEAPADREPEVATE *- 4º alunos Nº alunos: 38 Nº de disciplinas: Nº alunos: 03 Nº de disciplinas: Nº alunos: 0 Nº de disciplinas: APADREPEVATEAPADREPEVATEAPADREPEVATE

15 UNIDADE: Dourados CURSO: Ciência da Computação TURNO: Integral ANOVAGAS GERAIS NEGROSINDÍGENAS 1º alunos Nº alunos: 127 Nº de disciplinas: Nº alunos: 09 Nº de disciplinas: Nº alunos: 08 Nº de disciplinas: APADREPEVATEAPADREPEVATEAPADREPEVATE º alunos Nº alunos: 87 Nº de disciplinas: Nº alunos: 07 Nº de disciplinas: Nº alunos: 03 Nº de disciplinas: APREPEVATEAPREPEVATEAPREPEVATE

16 MOTIVOS DE EVASÃO Falta de motivação Problemas de saúde Distância da família Ambiente acadêmico e mal atendimento Formação básica deficiente Dificuldades financeiras Transporte e alimentação Relação professor-aluno

17 Condições de moradia Falta de programas de apoio institucional (bolsas) Falta de espaços de convivência Ausência de programas sociais e esportivos Desconexão entre a educação básica e o ensino superior Cursos caros falta de flexibilidade nas negociações financeiras

18 PERGUNTAMOS: A evasão tem sido analisada com profundidade, com dados confiáveis, históricos e análises estatísticas, permitindo entender as causas e pontos a serem atacados no seu combate? Os dados do processo seletivo tem sido aproveitados nessas análises?

19 A sua instituição preocupa-se em atender os alunos com grande número de faltas e baixo aproveitamento? E a reprovação? Ainda é considerada natural ou como um insucesso institucional? E a evasão? È vista pelos professores como algo preocupante ou como menos trabalho nas atividades?

20 PROPOSTAS Programa de atualização pedagógica para os professores, principalmente dos primeiros anos; Flexibilização dos currículos; Atividades para os acadêmicos como seminários, oficinas, palestras e visitas de profissionais da área;

21 Melhoria do ambiente acadêmico (estrutura física e atendimento pessoal); Mobilidade entre os cursos; Criação de programas de nivelamento; Valorização dos bons professores e suas práticas; Recepção dos alunos pelos docentes e veteranos;

22 Acompanhamento pela coordenação de curso do desempenho acadêmico dos alunos como prevenção à evasão e repetência; Programas de monitoria/tutoria, bolsas permanência e aconselhamento e orientação aos acadêmicos; Modificação do processo seletivo Tornar o ambiente universitário agradável.

23 OBRIGADA! OBRIGADA!


Carregar ppt "A EVASÃO NO ENSINO SUPERIOR Profª Drª Maria José de Jesus Alves Cordeiro"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google