A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Evolução de Ocorrências de Tráfico de Entorpecentes de 2000 a 2007 ( em % ) Fonte: Secretária de Estado da Segurança Pública, Núcleo de Análise de Dados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Evolução de Ocorrências de Tráfico de Entorpecentes de 2000 a 2007 ( em % ) Fonte: Secretária de Estado da Segurança Pública, Núcleo de Análise de Dados."— Transcrição da apresentação:

1 Evolução de Ocorrências de Tráfico de Entorpecentes de 2000 a 2007 ( em % ) Fonte: Secretária de Estado da Segurança Pública, Núcleo de Análise de Dados. S EGURANÇA PÚBLICA

2 Fonte: Secretária de Estado da Segurança Pública, Núcleo de Análise de Dados. Ocorrências de Uso de Entorpecentes São Paulo, RMC e Municípios da Diocese de Amparo, 2000 e 2007 Localidade Evolução ( % ) Estado de São Paulo ,2 RMC ,7 Diocese de Amparo ,6 Forania Nossa Sra do Rosário ,1 Águas de Lindóia111972,7 Amparo ,0 Lindóia4525,0 Monte Alegre do Sul06- Serra Negra ,0 Forania São José ,2 Itapira579871,9 Moji Mirim407177,5 Forania Sant'Ana538560,4 Holambra75-28,6 Jaguariúna ,0 Pedreira ,3 Santo Antonio de Posse61-83,3

3 Evolução de Ocorrências de Uso de Entorpecentes de 2000 a 2007 ( em % ) Fonte: Secretária de Estado da Segurança Pública, Núcleo de Análise de Dados. S EGURANÇA PÚBLICA

4 Fonte: Secretária de Estado da Segurança Pública, Núcleo de Análise de Dados. Ocorrências de Estupro Consumado São Paulo, RMC e Municípios da Diocese de Amparo, 2000 e 2007 Localidade Evolução ( % ) Estado de São Paulo ,5 RMC ,0 Diocese de Amparo ,1 Forania Nossa Sra do Rosário550,0 Águas de Lindóia30-100,0 Amparo2350,0 Lindóia00- Monte Alegre do Sul01- Serra Negra01- Forania São José ,8 Itapira53-40,0 Moji Mirim ,1 Forania Sant'Ana74-42,9 Holambra00- Jaguariúna330,0 Pedreira30-100,0 Santo Antonio de Posse110,0

5 Evolução de Ocorrências de Estupro Consumado de 2000 a 2007 ( em % ) Fonte: Secretária de Estado da Segurança Pública, Núcleo de Análise de Dados. S EGURANÇA PÚBLICA

6

7 Receitas Municipais Correntes, em milhões de R$ de Municípios - F INANÇAS PÚBLICAS Fonte: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional.

8 Receitas Municipais Correntes, em milhões de R$ de FORANIAS - Fonte: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional. F INANÇAS PÚBLICAS RMC: 2000: 4.524,1 2009: 7.235,8 Evolução: 60%

9 Participação da Receita Municipal Própria, 2000 e 2009 em % - Municípios - F INANÇAS PÚBLICAS Fonte: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional.

10 Participação da Receita Municipal Própria, 2000 e 2009 em % - FORANIAS - Fonte: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional. F INANÇAS PÚBLICAS

11 Saldo Corrente Fiscal, 2000 e 2009 em milhões de R$ de Municípios - F INANÇAS PÚBLICAS Fonte: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional.

12 Saldo Corrente Fiscal, 2000 e 2009 em milhões de R$ de FORANIAS - Fonte: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional. F INANÇAS PÚBLICAS

13 Arrecadação gasta em Assistência Social, 2009, em ( % ) - Municípios - F INANÇAS PÚBLICAS Fonte: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional.

14 Arrecadação gasta em Assistência Social, 2009, em ( % ) - FORANIAS - Fonte: Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional. F INANÇAS PÚBLICAS

15 Indicadores de:

16 Definições: POPULAÇÃO EM IDADE ECONÔMICAMENTE ATIVA. Número de pessoas com idade suficiente para trabalhar. Estatisticamente, homens de 15 a 64 anos e mulheres de 15 a 59 anos. POPULAÇÃO ECONÔMICAMENTE ATIVA. Número de pessoas com idade suficiente para trabalhar, aptas para o trabalho e com desejo de trabalhar. TRABALHO FORMAL. Ocupação (emprego) com Carteira de Trabalho assinada. POSTO DE TRABALHO. Vaga de emprego ocupada por um trabalhador. O total de postos de trabalho é diferente do total de trabalhadores empregados, em função da DUPLA JORNADA. M ERCADO DE TRABALHO

17 PIEA e Postos de Trabalho Formal em 2010 em milhares - FORANIAS - Nota: Idade Economicamente Ativa, IEA. Para homens de 15 a 64 anos. Para mulheres de 15 a 59 anos. Fonte: Para PIEA, IBGE / Fundação SEADE. Para postos de trabalho formal, MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

18 PIEA e Postos de Trabalho Formal em 2010 em milhares - Municípios - Nota: Idade Economicamente Ativa, IEA. Para homens de 15 a 64 anos. Para mulheres de 15 a 59 anos. Fonte: Para PIEA, IBGE / Fundação SEADE. Para postos de trabalho formal, MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

19 Parcela da PIEA que poderia ter emprego com Carteira Assinada em 2010, em ( % ) - FORANIAS - Nota: Idade Economicamente Ativa, IEA. Para homens de 15 a 64 anos. Para mulheres de 15 a 59 anos. Fonte: Para PIEA, IBGE / Fundação SEADE. Para postos de trabalho formal, MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

20 Parcela da PIEA que poderia ter emprego com Carteira Assinada em 2010, em ( % ) - Municípios - Nota: Idade Economicamente Ativa, IEA. Para homens de 15 a 64 anos. Para mulheres de 15 a 59 anos. Fonte: Para PIEA, IBGE / Fundação SEADE. Para postos de trabalho formal, MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

21 Participação dos Jovens no Emprego Formal em 2010, em ( % ) Nota: São considerados jovens aqueles com até 24 anos de idade. Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

22 Emprego Formal por Setor de Atividade em 2010, em milhares - Diocese de Amparo - Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

23 Emprego Formal por Setor de Atividade em 2010, em ( % ) - Diocese de Amparo - Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

24 Remuneração Média por Setor de Atividade em 2010, em R$ Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO Diocese de Amparo Setor de AtividadeHomensMulheresGeral Serviços indust. de utilidade pública1.928, , ,18 Indústria de transformação1.935, , ,49 Administração pública1.856, , ,21 Extrativa mineral1.653, , ,27 Serviços1.539, , ,22 Construção civil1.106, , ,60 Comércio1.163,19964, ,84 Agropecuária1.120,69867, ,78 Jovens1.024,13872,47960,04 Total1.621, , ,70

25 Emprego Formal por Setor de Atividade em 2010, em milhares - Forania N. Sra. do Rosário - Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

26 Emprego Formal por Setor de Atividade em 2010, em ( % ) - Forania N. Sra. do Rosário - Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

27 Remuneração Média por Setor de Atividade em 2010, em R$ Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO Forania Nossa Senhora do Rosário Setor de AtividadeHomensMulheresGeral Serviços indust. de utilidade pública1.661, , ,36 Administração pública1.752, , ,95 Indústria de transformação1.513,99956, ,28 Extrativa mineral1.244,02976, ,46 Serviços1.154, , ,12 Comércio981,61855,52920,97 Agropecuária857,68769,88835,50 Construção civil758,49811,28760,40 Jovens882,19803,02846,91 Total1.280, , ,78

28 Emprego Formal por Setor de Atividade em 2010, em milhares - Forania São José - Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

29 Emprego Formal por Setor de Atividade em 2010, em ( % ) - Forania São José - Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO

30 Remuneração Média por Setor de Atividade em 2010, em R$ Fonte: MTE, RAIS M ERCADO DE TRABALHO Forania São José Setor de AtividadeHomensMulheresGeral Indústria de transformação2.044, , ,90 Serviços indust. de utilidade pública1.924, , ,72 Extrativa mineral1.837, , ,37 Administração pública1.680, , ,89 Construção civil1.257, , ,86 Agropecuária1.242,18866, ,72 Comércio1.212, , ,19 Serviços1.258,02948, ,22 Jovens1.044,23858,02969,74 Total1.640, , ,75


Carregar ppt "Evolução de Ocorrências de Tráfico de Entorpecentes de 2000 a 2007 ( em % ) Fonte: Secretária de Estado da Segurança Pública, Núcleo de Análise de Dados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google