A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FERREIRA GULLAR Muitas vozes, em tumulto e alarido.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FERREIRA GULLAR Muitas vozes, em tumulto e alarido."— Transcrição da apresentação:

1

2 FERREIRA GULLAR Muitas vozes, em tumulto e alarido

3 Ferreira Gullar, pseudônimo de José Ribamar Ferreira (São Luís, MA, 10 de setembro de 1930) é um poeta, crítico de arte, biógrafo, memorialista e ensaísta brasileiro. Segundo Mauricio Vaitsman, ao lado de Bandeira Tribuzi, Luci Teixeira, Lago Burnet, José Bento, José Sarney e outros escritores, fez parte de um movimento literário difundido através da revista que lançou o pós-modernismo no Maranhão, A Ilha, da qual foi um dos fundadores. (FONTE - Wikipedia).

4 Meu pai meu pai foi ao Rio se tratar de um câncer (que o mataria) mas perdeu os óculos na viagem quando lhe levei os óculos novos comprados na Ótica Fluminense ele examinou o estojo com o nome da loja dobrou a nota de compra guardou-a no bolso e falou: quero ver agora qual é o sacana que vai dizer que eu nunca estive no Rio de Janeiro

5

6

7 Uma parte de mim é todo mundo: outra parte é ninguém: fundo sem fundo. Uma parte de mim é multidão: outra parte estranheza e solidão Trecho do Poema: Traduzir-se

8 Na opinião de alguns críticos, Ferreira Gullar é atualmente uma das vozes mais expressivas da poesia brasileira. Um traço forte da obra desse maranhense-carioca é a alta taxa de vida imediata que se pode encontrar em seus versos.

9 OBRAS - algumas capas

10 O poema, senhores, não fede nem cheira.

11 HOMENAGEM ESPECIAL 16º COLE


Carregar ppt "FERREIRA GULLAR Muitas vozes, em tumulto e alarido."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google