A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA - FPI GT ACESSIBILIDADE, MOBILIDADE URBANA E INTEGRAÇÃO SOCIAL Eng. Civ. Gerson de Almeida Taguatinga - Crea-GO – Coordenador.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA - FPI GT ACESSIBILIDADE, MOBILIDADE URBANA E INTEGRAÇÃO SOCIAL Eng. Civ. Gerson de Almeida Taguatinga - Crea-GO – Coordenador."— Transcrição da apresentação:

1 FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA - FPI GT ACESSIBILIDADE, MOBILIDADE URBANA E INTEGRAÇÃO SOCIAL Eng. Civ. Gerson de Almeida Taguatinga - Crea-GO – Coordenador Eng. Civ. Joel Kruger – Crea-PR – Coordenador-Adjunto Eng. Civ. Jary de Carvalho e Castro – Crea-MS Eng. Civ. Sandra Maria Lopes Raposo – Conselheira Federal - Suplente SIS – SUPERINTENDÊNCIA DE INTEGRAÇÃO DO SISTEMA Eng. Civil José Gilberto Pereira de Campos GTE – Gerência Técnica Eng. Civ. Carlos Roberto Dalariva Eng. Mec. Daniel Cardoso Leal

2 Diante da proximidade dos eventos, Copa da Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014, foi solicitado ao Ministério das Cidades, pela Casa Civil, um trabalho visando adequar os aeroportos das cidades-sedes em relação a acessibilidade. FPI

3 Sistema Confea/Crea (Participação dos fiscais dos Creas e de 1 (um) membro do GT de acessibilidade) Casa Civil Ministério das Cidades Secretaria de Direitos Humanos Empresa de Infraestrutura aeroportuária – Infraero Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU GRUPO PARTICIPANTE

4 Lei nº , de 8 de dezembro de 2000 Lei nº , de 19 de dezembro de 2000 Decreto nº 5.296, de 2 de dezembro de 2004 NBR-9050: ABNT LEGISLAÇÃO BÁSICA

5 Belo Horizonte-MG (Copa da Confederações 2013) Brasília-DF (Copa da Confederações 2013) Cuiabá-MT Curitiba-PR Fortaleza-CE (Copa da Confederações 2013) Manaus-AM CIDADES-SEDES

6 Natal-RN Porto Alegre-RS Recife-PE (Copa da Confederações 2013) Rio de Janeiro-RJ (Copa da Confederações 2013) Salvador-BA (Copa da Confederações 2013) São Paulo-SP CIDADES-SEDES

7 DATACIDADEAEROPORTO *14/08/2012Brasília-DF Aeroporto Internacional de Brasília - Presidente Juscelino Kubitschek *4 e 5/09/12Fortaleza-CEAeroporto Internacional Pinto Martins *18 e 19/09/12Belo Horizonte-MGAeroporto Internacional Tancredo Neves - Confins 1 a 3/10/12Rio de Janeiro-RJ Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão - Antonio Carlos Jobim 15 a 17/10/12São Paulo-SP Aeroporto Internacional de São Paulo / Guarulhos - Governador André Franco Montoro 30 e 31/10/12SalvadorBA Aeroporto Internacional de Salvador - Dep. Luís Eduardo Magalhães 6 e 7/11/12Recife-PE Aeroporto Internacional do Recife / Guararapes - Gilberto Freyre A DefinirRio de Janeiro-RJAeroporto Santos-Dumont A DefinirSão Paulo-SPAeroporto de São Paulo / Congonhas CRONOGRAMA

8 DATACIDADEAEROPORTO A DefinirCampinas-SPAeroporto Internacional de Viracopos A DefinirCuiabá-MT Aeroporto Internacional Marechal Rondon – Várzea Grande A DefinirCuritiba-PRAeroporto Internacional Afonso Pena A DefinirFoz do Iguaçu-PR Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu/Cataratas A DefinirManaus-AMAeroporto Internacional Eduardo Gomes A DefinirNatal-RNAeroporto Internacional Augusto Severo A DefinirPorto Alegre-RSAeroporto Internacional Salgado Filho CRONOGRAMA

9 As planilhas de check-list utilizadas primeiramente foram de um trabalho semelhante feito pela Infraero e que foram baseadas em vistorias anteriores realizadas pelo Crea-PR, Crea-RJ, Crea-RS e Crea-SP; Após a FPI do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek em Brasília-DF, as planilhas foram adaptadas com a contribuição do Confea, Crea-DF, Ministério das Cidades, Secretaria de Direitos Humanos, CAU/BR e CAU/DF. CHECK-LIST

10 Calçadas Estacionamento Circulação Externa Circulação Interna Elevadores Comunicação na Prestação de Serviços Escadas CHECK-LIST

11 Inspeção Plataforma Elevatória Portas Rampas Sanitários e Vestiários Superfícies para Refeição e Balcões para Atendimento CHECK-LIST

12 Reunião prévia no aeroporto Divisão dos grupos (sempre com 1 (um) fiscal do Crea em cada grupo) Divisão das áreas Vistoria Reunião final para consolidação dos dados METODOLOGIA DE TRABALHO

13 Participação do Confea nas FPIs anteriores Treinamento dos fiscais, pelo Confea, para as próximas FPIs Acompanhamento do Crea nas obras de adaptação dos aeroportos Profissional habilitado Registro de ART MUDANÇAS PARA AS PRÓXIMAS VISTORIAS

14 Dificuldades: Planilha do check-list Inexperiência Principais Inconformidades: Piso tátil Elevadores Banheiros Balcões e mesas de refeição AEROPORTO DE BRASÍLIA (Projeto Piloto)

15 Equipe do Sistema Confea/Crea Antônio Elder Ferreira da Silva (Fiscal do Crea-CE) Eng. Mec. Daniel Cardoso Leal (Analista do Confea) Eng. Civil José Modesto Gonçalves Cavalcante (Coord. de Fiscalização do Crea-CE) Juranir Leão Ribeiro Junior (Fiscal do Crea-CE) Lindemberg Gomes da Silva (Fiscal do Crea-CE) Eng. Civil Osmar Delboni Júnior (Coord. do GTPA do Crea-CE) Ramiro Ferreira de Souza Filho (Fiscal do Crea-DF) AEROPORTO DE FORTALEZA

16 Principais Inconformidades Piso Tátil Escadas Elevadores Banheiros Balcões e mesas de refeição AEROPORTO DE FORTALEZA

17 Equipe do Sistema Confea/Crea Eng. Civil Carlos Roberto Dalariva (Analista do Confea) Arq. e Urb. Flávia Pinheiro Tavares Torres (Membro do GT Acessibilidade do Crea-MG) Eng. Civil Ivânia Linhares de Almeida (Fiscal do Crea-MG) Thássya Aguilar Costa (Estagiária do GT Acessibilidade do Crea-MG) Téc. Wanderson Pedrosa de Lima (Fiscal do Crea-MG) AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE (CONFINS)

18 Dificuldades Reforma já em andamento, com o acompanhamento do Crea- MG; Principais inconformidades Piso Tátil Calçadas Circulação externa e interna Estacionamento Superfícies para refeição e balcões de atendimento Escadas Rampa AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE (CONFINS)

19 Equipe do Sistema Confea/Crea Eng. Mec. Daniel Cardoso Leal (Analista do Confea) Eduardo Mateus Francisco (Crea-RJ) Evandro Luis Figueiredo (Crea-RJ) Gino Borges de Carvalho (Crea-RJ) Kennedy Bezerra de Araújo (Crea-RJ) Ramiro Ferreira de Souza Filho (Fiscal do Crea-DF) AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO (GALEÃO)

20 Dificuldades Tamanho do aeroporto Reforma já em andamento Principais inconformidades Piso Tátil Balcões e superfícies para refeição Banheiros Escadas AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO (GALEÃO)

21 AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO (GALEÃO – TERMINAL 1)

22

23

24 AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE (CONFINS)

25 AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO (GALEÃO – TERMINAL 2)

26 AEROPORTO DE FORTALEZA

27

28 AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO (GALEÃO – TERMINAL 2)

29 AEROPORTO DE FORTALEZA

30

31 AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO (GALEÃO – TERMINAL 2)

32 AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE (CONFINS)

33 AEROPORTO DE FORTALEZA

34 AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO (GALEÃO – TERMINAL 2)

35 AEROPORTO DE FORTALEZA

36

37 AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO (GALEÃO – TERMINAL 1)

38 AEROPORTO DE FORTALEZA

39

40 AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE (CONFINS)

41 AEROPORTO DE FORTALEZA

42 AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE (CONFINS)

43

44 FIM GT ACESSIBILIDADE, MOBILIDADE URBANA E INTEGRAÇÃO SOCIAL Eng. Civ. Gerson de Almeida Taguatinga - Crea-GO – Coordenador Eng. Civ. Joel Kruger – Crea-PR – Coordenador-Adjunto Eng. Civ. Jary de Carvalho e Castro – Crea-MS Eng. Civ. Sandra Maria Lopes Raposo – Conselheira Federal - Suplente SIS – SUPERINTENDÊNCIA DE INTEGRAÇÃO DO SISTEMA Eng. Civil José Gilberto Pereira de Campos GTE – Gerência Técnica Eng. Civ. Carlos Roberto Dalariva Eng. Mec. Daniel Cardoso Leal


Carregar ppt "FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA - FPI GT ACESSIBILIDADE, MOBILIDADE URBANA E INTEGRAÇÃO SOCIAL Eng. Civ. Gerson de Almeida Taguatinga - Crea-GO – Coordenador."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google