A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Classificação dos Seres vivos Cinco Reinos, onde existir vida existirá Biologia Profº Genilson Lima Graduando em Biologia Colégio Adventista de São Luís.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Classificação dos Seres vivos Cinco Reinos, onde existir vida existirá Biologia Profº Genilson Lima Graduando em Biologia Colégio Adventista de São Luís."— Transcrição da apresentação:

1 Classificação dos Seres vivos Cinco Reinos, onde existir vida existirá Biologia Profº Genilson Lima Graduando em Biologia Colégio Adventista de São Luís – CASL

2 O ramo da biologia que estuda a classificação dos seres vivos é a taxonomia do grego taxis = ordem; nomos = lei. Por que classificar os seres vivos? Aristóteles 384 a.C a.C. Agrupou os seres vivos em dois reinos: Teofrasto (pai da botânica) Dividiu o reino vegetal Histórico Reino Animal Sangue quenteSem sangue Reino Vegetal ÁrvoresArbustosErvas

3 Karl Von Linné ( ), ou Lineu, apresentou a obra Systema Naturae, propondo um sistema de classificação mais elaborado, com base científica. Manteve os dois reinos: Animal e Vegetal Em cada reino, criou grupos taxonómicos: Embora Criacionista (fixista), Lineu elaborou um sistema de classificação natural e tentou agrupar os seres vivos de acordo com o grau de parentesco. Assim, começaram as classificações naturais e que atualmente contam com o auxílio da Anatomia e da Fisiologia Comparada, da Embriologia, da Paleontologia, da Genética e da Bioquímica. Carlos Lineu ( )

4 Com a descoberta dos seres microscópico e a evolução do conhecimento científico, criou um novo sistema de classificação: Cinco Reinos 1 – Monera 2 – Protistas 3 – Fungos 4 – Plantas 5 – Animal Robert H. Whittaker (1920–1980)

5 A classificação atual é uma adaptação dos sistema de Lineu. acrescido de mais duas categorias: filo e família. Obs.: para as plantas no lugar de Filo, usa-se o termo Divisão. A Classificação Atual Classificação Lineu REINO CLASSE ORDEM GÊNERO ESPÉCIE Classificação Atual REINO FILO CLASSE ORDEM FAMILÍA GÊNERO ESPÉCIE

6 1ª- Todo nome científico deve ser latino ou latinizado. Exemplos: Canis familiaris (cão doméstico) Canis lupus (lobo) Bufo marinus (sapo) Felis tigris (tigre) Felis leo (leão) 2ª -Todo indivíduo deve possuir no mínimo 2 nomes (nomenclatura binominal - 1º genérico, 2º específico) A abreviatura de espécie é sp. e a de espécies (plural) é spp. Plasmodium sp. (referente a uma espécie) Plasmodium spp (referente ás várias espécies existentes) Regras Internacionais de Nomenclatura

7 3ª- O nome do gênero deve sempre começar por letra maiúscula e o da espécie em letra minúsculas. O nome científico de um ser vivo (gênero e espécie) deve sempre vir destacado no texto (escrito em itálico, sublinhado ou em outro tipo de letra). Lei da prioridade: Se para o mesmo organismo dois nomes diferentes,por autores diversos, deve prevalecer a primeira denominação. Regras Internacionais de Nomenclatura

8 4ª - Entre o gênero e a espécie, o animal pode ter um terceiro nome, que é o subgênero, escrito com inicial maiúscula e entre parênteses. Exemplos: Anopheles (Nyssorhynchus) darlingi gênero subgênero espécie 5ª - Depois da espécie, o animal pode ter um terceiro nome (nomenclatura trinominal), é a subespécie. Este nome deve ser escrito com inicial minúscula e sem pontuação intermediária. Exemplos: Homo sapiens sapiens (Gênero, sp, subsp) Homo sapiens neanderthalensis Regras Internacionais de Nomenclatura

9 5ª Regra para família Apis IDAE Família Gênero + sufixo apidae 6ª - Citação do autor Desejando citar o nome do autor, colocá-lo logo após o nome científico sem qualquer pontuação intermediária. Em seguida coloca-se a data, separada do nome do autor por uma vírgula. O nome e a data não são grifados. Exemplos: Passer domesticus Linnaeus- Passer domesticus L. Entamoeba histolytica Shaudinn, 1903 Regras Internacionais de Nomenclatura

10 HomemCão Reino Filo Classe Ordem Família Gênero Espécie Exemplos de Classificação Animalia Chordata Mammalia Primata Carnivora Hominidae Canidae Homo Canis Homo sapiens sapiens Canis familiaris

11 O que é uma Espécie? Espécie é um conjunto de indivíduos semelhantes entre si e que apresentam um mesmo patrimônio genético, capazes de se reproduzirem, gerando descendentes férteis, além de estarem isolados reprodutivamente de outros grupos. Casos Especiais 1. Subespécie - Surge em razão de um isolamento geográfico por meio de um fenômeno chamado raciação 2. caso ocorra isolamento reprodutivo surge novas espécies – especialização; 3. Híbridos: descendentes estéreis resultado do cruzamento entre duas espécies distintas. Conceito de Espécie

12 Cruzamento do jumento (Equus asinus) X égua (Equus caballus) = mula ou o burro(híbridos). Cruzamento entre um cavalo X jumenta, nasce um animal conhecido como bardoto, que apresenta mais semelhança com a jumenta do que com o cavalo (isolamento reprodutivo). Híbridos

13 LIGRE= LEÃO X TIGRE Liger é o maior felino do mundo. Tigon filho de tigre com leoa.

14 Regra de Distribuição dos Seres Vivos nos Cinco Reinos: 1ª De acordo com a presença de membrana nuclear (Carioteca) Procariontes – Reino monera Eucariontes – Demais reinos 2ª De acordo com o numero de células: Unicelular – Reino protista e Reino Fungi (além do monera) Pluricelular – todos os reinos menos o Reino Monera 3ª De acordo com a obtenção de alimento: Autotrófico – Reino Vegetal e (algas do reino protista e monera) Heterotrófico – Reino Animal, Reino Fungi e protozoários 4ª De acordo com o modo de digestão (heterotróficos pluricelular): Ingestão – Reino Animal Absorção – Reino Fungi Cinco Reinos

15 Um taxonomista realizando um trabalho identificou 4 grupos de seres vivos: a. Unicelular, Autotrófico, Procarionte. Reino Monera – Cianobactéria b. Pluricelular, Heterotrófico. Reino Animal – se a digestão for por ingestão de alimentos Reino Fungi – Se a digestão for por absorção (saprófitas) c. Autotrófico, Eucarionte, pluricelular. Reino Vegetal – se formar tecidos verdadeiros Reino Protista – Macroalgas, se não tiver tecidos verdadeiros d. Heterotrófico, Unicelular, Eucarionte. Reino Protista – alimentação por fagocitose Reino Fungi – alimentação saprófita.


Carregar ppt "Classificação dos Seres vivos Cinco Reinos, onde existir vida existirá Biologia Profº Genilson Lima Graduando em Biologia Colégio Adventista de São Luís."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google