A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. Evitar a possessividade, tanto quanto a indiferença. Certidão de casamento não é escritura de propriedade. Respeitar, pois, os gostos e os valores do.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. Evitar a possessividade, tanto quanto a indiferença. Certidão de casamento não é escritura de propriedade. Respeitar, pois, os gostos e os valores do."— Transcrição da apresentação:

1 1. Evitar a possessividade, tanto quanto a indiferença. Certidão de casamento não é escritura de propriedade. Respeitar, pois, os gostos e os valores do cônjuge. 2. Não esquecer o valor do elogio. A vida em comum, muitas vezes, nos leva ao engano de nos julgarmos dispensados da educação e da gentileza em família. DEC Á LOGO DEC Á LOGO PARA A HARMONIA CONJUGAL Lauro F. Carvalho.

2 4. Usar sempre as palavras mágicas: por favor favor – você tem razão razão - oh, que bom! bom! – lembra-se quando você disse...? 3. Evitar falar aos gritos. Nunca conversar à distância, o que obriga a falar gritado ou não ser devidamente ouvido.

3 6. Zelar pela boa reputação um do outro. Evitar falar mal do cônjuge com os amigos e parentes. Usar o apoio de um ombro amigo, se necessário, com eficiência, de raro em raro, mas, afora isso, procurar passar sempre uma boa imagem do seu parceiro de vida. 5. Não desconsiderar a importância de uma boa orientação sexual. Procurar boas fontes de informação: livros, conversações e especialistas, quando julgue necessário.

4 8. Procurar cultivar interesses em comum. Havendo algo que ambos sentem prazer em fazer juntos, seja no trabalho, no lazer ou na religião, fica mais fácil aceitar os entretenimentos e hábitos que são só do outro. 7. Brigar com elegância. Casal que não tem rusgas é praticamente impossível, neste plano provacional. Mas, até no atrito, não se pode abrir mão da dignidade e do autocontrole.

5 10. Praticar sempre o culto semanal do evangelho no lar. Família que ora unida permanece unida. 9. Usar criteriosamente os dois mais poderosos recursos da paz conjugal: a palavra e o silêncio. Muitos perdem por não saberem conversar, ponderar sensatamente, e outros, por não saberem silenciar na hora da irritação.


Carregar ppt "1. Evitar a possessividade, tanto quanto a indiferença. Certidão de casamento não é escritura de propriedade. Respeitar, pois, os gostos e os valores do."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google