A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFESSOR RODRIGO PENNA. Professor Rodrigo Penna Sítio na internet: www.fisicanovestibular.com.brwww.fisicanovestibular.com.br Blog: www.quantizado.blogspot.comwww.quantizado.blogspot.com.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFESSOR RODRIGO PENNA. Professor Rodrigo Penna Sítio na internet: www.fisicanovestibular.com.brwww.fisicanovestibular.com.br Blog: www.quantizado.blogspot.comwww.quantizado.blogspot.com."— Transcrição da apresentação:

1 PROFESSOR RODRIGO PENNA

2 Professor Rodrigo Penna Sítio na internet: Blog: Link para currículo no Sistema Lattes: s

3 3 Professor Rodrigo Penna A SEGURANÇA ►Preocupação com segurança é uma rotina cada vez mais constante no mundo “moderno”. ►Casas são protegidas por alarmes, cercas elétricas, cães treinados. ►Nos aeroportos, a revista às bagagens são rotina há bastante tempo, contra o tráfico, contrabando e terrorismo. ►Autoridades contam com seguranças armados e seus escritórios e gabinetes são constantemente monitorados por detectores de metal e até aparelhos de raios X em alguns casos.

4 4 Professor Rodrigo Penna MAIS SEGURANÇA! ►Os atentados terroristas em Nova Yorque intensificaram ainda mais as preocupações com a segurança. ►Eles mostraram toda a vulnerabilidade de um sistema tido como eficiente num país sabidamente preocupado com estas questões, os EUA. ►De lá para cá, inclusive no Brasil a rotina tornou-se mais rigorosa e o uso de tecnologia de ponta é essencial quando se trabalha objetivando salvar e proteger vidas.

5 5 Professor Rodrigo Penna ATENTADOS 11/09

6 6 Professor Rodrigo Penna OS RAIOS X ►A propriedade dos raios X de atravessar materiais relativamente densos e gerar imagens em filmes ou telas fluorescentes é bem conhecida. ►Uma extensão natural da utilização desta radiação é sua aplicação na área de segurança, para escaneamento de bagagens, correspondências e inclusive pessoas. ►Embora não seja recente, esta particularidade dos raios X não era muito enfatizada nos cursos de Radiologia, o que faremos agora.

7 7 Professor Rodrigo Penna AEROPORTOS Construção de esteira com equipamento para inspeção utilizando os Raios X.

8 8 Professor Rodrigo Penna PRINCÍPIOS FÍSICOS ►De maneira análoga ao raio X diagnóstico, em segurança a radiação atravessa o objeto a ser radiografado e isto vai permitir a formação de imagens. ►Diferentes materiais, com diferentes densidades, irão absorver mais ou menos radiação, de tal maneira que o feixe que atravessa é diferente da radiação incidente. ►Estas diferenças de densidade e na absorção irão criar as regiões destacadas dos contornos da imagem.

9 9 Professor Rodrigo Penna 1 - Radiação incidente. ESQUEMA BÁSICO 2 – Atravessa mala com bagagens. 3 – Diferença na absorção pelos objetos. 4 – A tela fluorescente brilha mais onde incide mais radiação e brilha menos onde incide menos, formando a imagem.

10 10 Professor Rodrigo Penna VISUALIZAÇÃO IMEDIATA ►Ao contrário de uma radiografia comum, que após ser tirada precisa ser revelada e só então visualizada, numa inspeção de segurança é necessário ver o resultado na hora, “on line”. ►Logo, não se pode utilizar filmes e revelação. O processo tem que fornecer uma imagem instantânea do objeto ou qualquer coisa que se esteja inspecionando. ►O aparato para mostrar as imagens está mostrado no slide seguinte.

11 11 RADIOSCOPIA Sistemas de Radioscopia, com e sem o uso de intensificador. Professor Rodrigo Penna

12 12 Professor Rodrigo Penna TRABALHO COM RADIOSCOPIA

13 13 Professor Rodrigo Penna NOVAS TECNOLOGIAS ►Os sistemas mostrados são para radiografias industriais, mas dão uma boa idéia dos raios X de inspeção mais antigos. ►Atualmente, os sistemas trabalham como tomógrafos, com sensores de radiação ao contrário de telas intensificadoras. ►Os sensores transformam a radiação que atravessa os objetos inspecionados em PIXELS (imagens bidimensionais) ou VOXELS (imagens tridimensionais).

14 14 Professor Rodrigo Penna APARELHO DE INSPEÇÃO (S-H) Componentes de um sistema de inspeção. Mala comum de viagem sendo inspecionada. Opções de visualização (softwares).

15 15 DADOS TÉCNICOS (InVision) Professor Rodrigo Penna

16 16 Professor Rodrigo Penna OUTRO APARELHO (S-H) Aparelho para inspeção. Visão do operador.

17 17 RECURSOS EXTRAS Observe a área à direita, um objeto de grande densidade, aço, que mesmo os raios X não foram capazes de atravessar. O programa reconhece esta região, envia uma “iluminação” mais forte (raio X mais penetrante!) sem prejudicar a imagem dos objetos adjacentes. Professor Rodrigo Penna

18 18 Professor Rodrigo Penna MAIS TECNOLOGIA ►Com a ajuda de modernos programas, os aparelhos de inspeção podem enviar dois feixes distintos de raios X: um, mais penetrante (maior KV) destaca os materiais de maior densidade e outro, mais “mole”, ressalta os materiais menos densos. ►O computador é capaz de analisar cada uma e comparar a densidade dos materiais absorvedores com outros conhecidos, detectando explosivos, drogas, etc. ►Além disto, pode fazer duas ou mais varreduras, como um tomógrafo, formando imagens tridimensionais.

19 19 EXPLOSIVOS Destaque em vermelho: material explosivo. Professor Rodrigo Penna

20 20 Professor Rodrigo Penna NARCÓTICOS Destaque em verde: drogas.

21 21 Professor Rodrigo Penna GRANDES INSPEÇÕES Vista de cima. Vista de lado.

22 22 APARATO Professor Rodrigo Penna

23 23 Professor Rodrigo Penna ZOOM IMAGEM ORIGINALMENTE GERADA. PRIMEIRA AMPLIAÇÃO (eu distorci um pouco).SEGUNDA AMPLIAÇÃO.TERCEIRA AMPLIAÇÃO.QUARTA AMPLIAÇÃO.QUINTA AMPLIAÇÃO.SEXTA AMPLIAÇÃO.

24 24 Professor Rodrigo Penna A VENDA NO BRASIL Aparelho de raio X para inspeção compacto.

25 25 PARA TERMINAIS DE PASSAGEIRO Professor Rodrigo Penna

26 26 Professor Rodrigo Penna UNIDADE MÓVEL

27 27 Professor Rodrigo Penna FRONTEIRAS

28 28 INSPEÇÃO PESSOAL O EQUIPAMENTO TRABALHA COM BAIXAS DOSES, DE ACORDO COM OS PRINCÍPIOS DA RADIOPROTEÇÃO. Professor Rodrigo Penna

29 29 Professor Rodrigo Penna VISUALIZAÇÃO Pessoa portando arma detectada através de equipamento para inspeção com raios X.

30 30 SUSPEITO LEVADO AO HOSPITAL Objetos “estranhos” no abdômen. Trouxinhas de cocaína apreendidas. Traficantes conhecidos como “mulas”. Professor Rodrigo Penna

31 31 Professor Rodrigo Penna OPERANDO O EQUIPAMENTO

32 32 Professor Rodrigo Penna ROTINA DE OPERAÇÃO ►Liga-se o equipamento (chave). ►Aciona-se a esteira no painel de controle. ►Pressiona-se um pedal para movimentar a esteira no sentido previamente selecionado. ►Na entrada de um objeto, uma célula fotoelétrica coloca em operação o tubo de raios X, iniciando o processo de escaneamento. ►A imagem é processada (softwares) e transmitida ao monitor para visualização. ►Em caso de problemas, o objeto pode ser desagarrado com uma ferramenta, sem exposição desnecessária do operador.

33 33 Professor Rodrigo Penna CUIDADOS DE RADIOPROTEÇÃO ►Cabines fechadas, de material blindante (Pb). ►Colimadores. ►Circuitos interruptores automáticos em caso de emergência. ►Entrada e saída protegidas por borracha plumbífera para blindar. ►Taxa de Dose a 10 cm de qualquer superfície externa: não pode exceder a 1  Sv/h. ►Em condições normais, a taxa é menor que a NATURAL: 0,2  Sv/h. ►Sensibilização de filmes fotográficos: 10  Sv. ►Não há sequer necessidade do uso de dosímetros individuais. ►As áreas externas : Área Livre.

34 34 Professor Rodrigo Penna OUTROS TIPOS DE DETECTORES ►Além dos raios X, modernos e compactos espectrômetros de massa podem identificar a presença de drogas e explosivos. Espectrômetro portátil para inspeção. Visão da tela. Portal.

35 35 UTILIDADE DOS RAIOS X Caminhão transportando drogas ocultas entre engradados. Professor Rodrigo Penna

36 36 Professor Rodrigo Penna COCAÍNA ESCONDIDA Automóvel transportando cocaína oculta em fundo falso no compartimento de bagagem.

37 37 Professor Rodrigo Penna ARMAS Duas pistolas que estavam sendo transportadas entremeadas à carga de um veículo.

38 38 MAIS DROGAS... Cocaína escondida dentro da estrutura de aço da coluna traseira de um veículo e mais cocaína dentro de uma valise no porta malas de um automóvel. Professor Rodrigo Penna

39 39 Professor Rodrigo Penna IMIGRANTES: “CUCARACHAS” Várias pessoas (imigrantes ilegais) que tentavam cruzar a fronteira dos EUA, escondidos em caminhão de transporte de bananas.

40 40 Professor Rodrigo Penna TRÁFICO INTERNACIONAL Dezenas de kilos de cocaína escondidos na parte baixa da traseira de um caminhão carregando bananas.

41 41 Professor Rodrigo Penna MUITA! DROGA! 4,5 toneladas de maconha, ocultas no fundo falso de um caminhão que, aparentemente, só transportava entulho. ZOOM

42 42 CRIMINOSO EM FUGA Criminoso escondido dentro de porta malas de um veículo em estacionamento de shopping center. Observar a nítida distorção na imagem. Por quê será? Como esta imagem foi feita? Professor Rodrigo Penna

43 43 Professor Rodrigo Penna DOIS FEIXES DE RAIOS X: FUNÇÃO “REFLEXÃO”. COMPARANDO AS IMAGENS. Duas pistolas que ficam bem mais nítidas na segunda imagem gerada. Observe os materiais diferentes das armas.

44 44 Professor Rodrigo Penna DIRERENÇA RELEVANTE Pistola (Glock) e explosivo plástico (C4). Ambos praticamente invisíveis na primeira imagem. A segunda já mostra com clareza!

45 45 TRÁFICO DE ARMAS Rifles no meio da carga, atrás da cabine do motorista, bem camuflados. Professor Rodrigo Penna

46 46 Professor Rodrigo Penna Destaque na “muamba”: retângulo nítido entre a carga. CONTRABANDO

47 47 Professor Rodrigo Penna LIMPEZA DA IMAGEM

48 48 FACILITA A VISUALIZAÇÃO Professor Rodrigo Penna

49 49 BIBLIOGRAFIA 1.Smiths Heimann, fabricante de equipamentos para inspeção com raios X, site em 17/01/ Refluxo, publicação eletrônica, Instituto de Química, campus de Araraquara, UNESP, site em 17/01/05.http://www.iq.unesp.br/pet/REFLUXO-VOL%2012.pdf 3.A Radiologia Industrial, Ricardo Andreucci, Ed. Julho de 2003, págs. 41 a 43. Tem na biblioteca. Disponível no site da ABENDE, em 17/01/05.http://www.abende.org.br/ 4.GE, fabricante de produtos para inspeção, site em 18/01/05.http://www.geindustrial.com/ 5.ABILITY BR, representante de produtos para inspeção, segurança e espionagem, site em 18/01/05.http://www.centrodorio.com.br/ 6.REVISTA CONTER, Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia, Ano III, №8, Jul/Ago/Set 2004, págs. 8 e 9. Recebi em casa e vi nos murais do Novo Rumo. 7.Sr. Josilto de Aquino, M.Sc - Chefe da Seção de Indústria Coordenação de Instalações Radiativas Comissão Nacional de Energia Nuclear (55+21) Professor Rodrigo Penna


Carregar ppt "PROFESSOR RODRIGO PENNA. Professor Rodrigo Penna Sítio na internet: www.fisicanovestibular.com.brwww.fisicanovestibular.com.br Blog: www.quantizado.blogspot.comwww.quantizado.blogspot.com."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google