A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Faculdade de Direito Instituto Europeu Por uma Europa Justa, Unida e Feliz 9 de Maio de 2012 O Programa Erasmus, na Europa, em Portugal e na UL Luisa Cerdeira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Faculdade de Direito Instituto Europeu Por uma Europa Justa, Unida e Feliz 9 de Maio de 2012 O Programa Erasmus, na Europa, em Portugal e na UL Luisa Cerdeira."— Transcrição da apresentação:

1 Faculdade de Direito Instituto Europeu Por uma Europa Justa, Unida e Feliz 9 de Maio de 2012 O Programa Erasmus, na Europa, em Portugal e na UL Luisa Cerdeira Universidade de Lisboa

2 O Programa Erasmus, na Europa, em Portugal e na UL Sumário da apresentação A mobilidade de estudantes, docentes e pessoal não docente na Europa O caso de Portugal O caso da Universidade de Lisboa

3 A mobilidade de estudantes, docentes e pessoal não docente na Europa

4 Programa ERASMUS (estudos e estágios) Em 2009/2010 estiveram envolvidos estudantes em Erasmus e estágios (61% são mulheres; valor mais alto do que o n.º de mulheres no Ensino Superior – 54%), o que representou um aumento anual de 7,4%. Em 2009/2010 estiveram envolvidos estudantes em Erasmus e estágios (61% são mulheres; valor mais alto do que o n.º de mulheres no Ensino Superior – 54%), o que representou um aumento anual de 7,4%. Desde 1987 o programa ERASMUS envolveu 2,3 milhões de estudantes. Desde 1987 o programa ERASMUS envolveu 2,3 milhões de estudantes. Em 2009/2010, o n.º de estudantes em ERASMUS significava apenas 0,94% dos estudantes do Ensino Superior dos 32 países que participam no programa. Em 2009/2010, o n.º de estudantes em ERASMUS significava apenas 0,94% dos estudantes do Ensino Superior dos 32 países que participam no programa. Estima-se que cerca de 4,5% de todos os estudantes europeus participam na mobilidade Erasmus durante os seus estudos de ensino superior. Estima-se que cerca de 4,5% de todos os estudantes europeus participam na mobilidade Erasmus durante os seus estudos de ensino superior.

5 Programa ERASMUS (estudos e estágios) O maior número de estudantes Erasmus saídos (outgoing) foram os de Espanha (14,61%), França (14,17%) e a Alemanha com (13,3%). O maior número de estudantes Erasmus saídos (outgoing) foram os de Espanha (14,61%), França (14,17%) e a Alemanha com (13,3%). Quase todos os países participantes têm vindo a ter um crescimento em mobilidade estudantil (outgoing). As taxas de crescimento anual mais elevadas registaram-se em Chipre (37,6%), seguido de Malta (25,2%), Estónia (23,9%) e Bulgária (18,8%). A Noruega experimentou uma diminuição de 3,8%, enquanto a República Checa e Quase todos os países participantes têm vindo a ter um crescimento em mobilidade estudantil (outgoing). As taxas de crescimento anual mais elevadas registaram-se em Chipre (37,6%), seguido de Malta (25,2%), Estónia (23,9%) e Bulgária (18,8%). A Noruega experimentou uma diminuição de 3,8%, enquanto a República Checa e Portugal apresentaram uma estagnação. A Espanha é o destino mais popular para os estudantes Erasmus em 2009/10 (incoming) com estudantes (16,6%), seguido pela França com estudantes (12,3%) e em seguida, o Reino Unido com estudantes (10,6%). A Espanha é o destino mais popular para os estudantes Erasmus em 2009/10 (incoming) com estudantes (16,6%), seguido pela França com estudantes (12,3%) e em seguida, o Reino Unido com estudantes (10,6%). Em geral, a mobilidade (incoming) duplicou desde 2000/01 nos 32 países participantes. Em geral, a mobilidade (incoming) duplicou desde 2000/01 nos 32 países participantes.

6 Programa ERASMUS (estudos e estágios) Quase todos os 32 países participantes experimentaram um crescimento anual do número de estudantes (incoming) para estudos e estágios. As excepções foram Liechtenstein, Irlanda, e Finlândia. Quase todos os 32 países participantes experimentaram um crescimento anual do número de estudantes (incoming) para estudos e estágios. As excepções foram Liechtenstein, Irlanda, e Finlândia. O desequilíbrio entre a entrada e a saída de alunos é significativo em muitos países. Cerca de 18 países enviaram mais estudantes para o estrangeiro do que receberam. Os números de entradas e saídas de estudantes foram mais equilibrados na Áustria, na Grécia e na Eslovénia. O desequilíbrio entre a entrada e a saída de alunos é significativo em muitos países. Cerca de 18 países enviaram mais estudantes para o estrangeiro do que receberam. Os números de entradas e saídas de estudantes foram mais equilibrados na Áustria, na Grécia e na Eslovénia. A duração média da mobilidade de estudantes Erasmus foi de 6 meses. A duração média da mobilidade de estudantes mudou pouco nos últimos 15 anos. A duração média da mobilidade de estudantes Erasmus foi de 6 meses. A duração média da mobilidade de estudantes mudou pouco nos últimos 15 anos.

7 Programa ERASMUS (estudos e estágios) A bolsa mensal média (em ), para ambos os tipos de mobilidade de estudantes considerados em conjunto, diminuiu em 2009/2010 de 272 Euros por mês no ano anterior para 254 euros por mês. A bolsa mensal média (em ), para ambos os tipos de mobilidade de estudantes considerados em conjunto, diminuiu em 2009/2010 de 272 Euros por mês no ano anterior para 254 euros por mês. Apenas 257 estudantes com necessidades de bolsas especiais participaram no Erasmus em 2009/10 (0,12% de todos os estudantes Erasmus). Apenas 257 estudantes com necessidades de bolsas especiais participaram no Erasmus em 2009/10 (0,12% de todos os estudantes Erasmus). O número total de estudantes Erasmus zero-subvenção foi de de 7053 em 2009/10 (um aumento anual de 56,6%; representam 3,3% do n.º total de estudantes Erasmus). O número total de estudantes Erasmus zero-subvenção foi de de 7053 em 2009/10 (um aumento anual de 56,6%; representam 3,3% do n.º total de estudantes Erasmus).

8 Programa ERASMUS (docentes e formação de pessoal não docente)) O Erasmus suportou um total de períodos de mobilidade de docentes e de pessoal não docente das IES e de funcionários de empresas. Isto representa um aumento anual de 3,8% em relação ao ano lectivo anterior. O Erasmus suportou um total de períodos de mobilidade de docentes e de pessoal não docente das IES e de funcionários de empresas. Isto representa um aumento anual de 3,8% em relação ao ano lectivo anterior. Cerca de 76,9% da mobilidade foi para apoio a docentes. Cerca de 76,9% da mobilidade foi para apoio a docentes. O país com o maior número de saídas de pessoal foi a Polónia com 4443 (11,8%), seguido da Espanha com 3797 (10,1%) e, depois, da Alemanha com 3385 (9%). O país com o maior número de saídas de pessoal foi a Polónia com 4443 (11,8%), seguido da Espanha com 3797 (10,1%) e, depois, da Alemanha com 3385 (9%). O destino mais popular para o Erasmus de mobilidade de pessoal foi a Alemanha com 3775 (10%), seguido da Espanha com 3613 (9,6%) e da Itália com 3368 (8,9%). O destino mais popular para o Erasmus de mobilidade de pessoal foi a Alemanha com 3775 (10%), seguido da Espanha com 3613 (9,6%) e da Itália com 3368 (8,9%).

9 O caso de Portugal

10 Portugal ERASMUS mobilidade de estudantes Fonte: Education and Culture DG, Lifelong Learning Programme.

11 Portugal ERASMUS mobilidade de estudantes Fonte: Education and Culture DG, Lifelong Learning Programme.

12 Portugal ERASMUS Estudantes – estágios empresariais Fonte: Education and Culture DG, Lifelong Learning Programme.

13 Portugal Bolsa Média de Mobilidade de Estudante por mês (em ) Fonte: Education and Culture DG, Lifelong Learning Programme.

14 Portugal Orçamento do Programa ERASMUS para acções de mobilidade Fonte: Education and Culture DG, Lifelong Learning Programme.

15 Portugal Peso % dos Outgoing Fonte: Education and Culture DG, Lifelong Learning Programme. No Número de Estudantes Inscritos No Número de Diplomados

16 Portugal Número de acções de mobilidade de pessoal docente e não docente Fonte: Education and Culture DG, Lifelong Learning Programme.

17 O caso da Universidade de Lisboa

18 Universidade de Lisboa M obilidade de Estudantes Fonte: Reitoria, SRI

19 Universidade de Lisboa Mobilidade de Estudantes – Incoming Fonte: Reitoria, SRI Acréscimo de 82%

20 Universidade de Lisboa Mobilidade de Estudantes – Outgoing Fonte: Reitoria, SRI Acréscimo de 36%

21 Universidade de Lisboa Mobilidade de Estudantes 2009/2010 Fonte: Reitoria, SRI

22 Universidade de Lisboa Mobilidade de Docentes 2009/2010 Fonte: Reitoria, SRI

23 Universidade de Lisboa Mobilidade de Não Docentes 2009/2010 Fonte: Reitoria, SRI

24 Universidade de Lisboa UL ERASMUS TRAINING NETWORK Fonte: Reitoria, SRI A Estratégia Europa 2020 pretende reforçar a Politica de promoção do crescimento e do emprego, dando importância às Bolsas de Estágios Profissionais A Estratégia Europa 2020 pretende reforçar a Politica de promoção do crescimento e do emprego, dando importância às Bolsas de Estágios Profissionais Em 2010 – um Consórcio para a promoção de Estágios Profissionais ERASMUS Em 2010 – um Consórcio para a promoção de Estágios Profissionais ERASMUS Em 2011, o Consórcio foi renovado com mais parceiros Em 2011, o Consórcio foi renovado com mais parceiros UL – ERASMUS ALSUD – parceria com universidades portuguesas (U.Évora, U.Algarve)/ Politécnicos (IPBeja, IPSetúibal), CML, CM.Montiijo, Galeria Ant´+onio Prates, Polo Tecnológico de Sines. UL – ERASMUS ALSUD – parceria com universidades portuguesas (U.Évora, U.Algarve)/ Politécnicos (IPBeja, IPSetúibal), CML, CM.Montiijo, Galeria Ant´+onio Prates, Polo Tecnológico de Sines.

25 Nota Final a dar uma nota muito positiva O Programa ERASMUS é um bom exemplo de cooperação Europeia, com a grande maioria dos participantes a dar uma nota muito positiva ao programa em 2020 pelo menos 20% dos estudantes do ES terem uma experiência no estrangeiro Contudo, o programa é ainda bastante restrito e até elitista, bastante longe da meta definida em Lovaina (2009) de em 2020 pelo menos 20% dos estudantes do ES terem uma experiência no estrangeiro o apoio de estágios com participação do tecido empresarial Os apoios estão também a ser alargados para o apoio de estágios com participação do tecido empresarial Erasmus For All, de empréstimos financiados pelo Fundo Social Europeu mestrados em países participantes no programa Erasmus O Programa Erasmus For All, que vai começar em 2014, prevê a atribuição de empréstimos financiados pelo Fundo Social Europeu, para realização de mestrados em países participantes no programa Erasmus Universidade de Lisboa crescimento significativo nos estudantes recebidosmoderado nos estudantes que foram para o exterior Em termos da Universidade de Lisboa tem havido um crescimento significativo nos estudantes recebidos, mas moderado nos estudantes que foram para o exterior

26 Obrigada


Carregar ppt "Faculdade de Direito Instituto Europeu Por uma Europa Justa, Unida e Feliz 9 de Maio de 2012 O Programa Erasmus, na Europa, em Portugal e na UL Luisa Cerdeira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google