A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado de Engenharia Elétrica Instalações Elétricas Juazeiro – Fevereiro 2011 AS PRINCIPAIS NORMAS TÉCNICAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado de Engenharia Elétrica Instalações Elétricas Juazeiro – Fevereiro 2011 AS PRINCIPAIS NORMAS TÉCNICAS."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado de Engenharia Elétrica Instalações Elétricas Juazeiro – Fevereiro 2011 AS PRINCIPAIS NORMAS TÉCNICAS USADAS EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

2 Fevereiro / Principais Normas NBR Instalações elétricas de baixa tensão; NBR Coordenada as regras as quais a simbologia deve seguir; NBR Iluminância de Interiores (Luminotécnica); NBR Proteção contra Descargas Atmosféricas; NBR Condutores Elétricos; NBR Redes de propriedade do consumidor; NBR Redes de distribuição aérea rural de energia elétrica. NR 10 - Segurança em instalações e serviços em eletricidade

3 Fevereiro / NBR Instalações elétricas de baixa tensão Objetivo Esta Norma estabelece as condições a que devem satisfazer as instalações elétricas de baixa tensão, a fim de garantir a segurança de pessoas e animais, o funcionamento adequado da instalação e a conservação dos bens. Esta Norma aplica-se principalmente às instalações elétricas de edificações, qualquer que seja seu uso (residencial, comercial, público, industrial, de serviços, agropecuário, hortigranjeiro, etc.), incluindo as pré-fabricadas.

4 Fevereiro / Definições Componentes da instalação Proteção contra choques elétricos Proteção contra choques elétricos e proteção contra sobretensões e perturbações eletromagnéticas Linhas elétricas Serviços de segurança NBR Instalações elétricas de baixa tensão

5 Fevereiro / Princípios fundamentais e determinação das características gerais Princípios fundamentais Determinação das características gerais Os princípios que orientam os objetivos e as prescrições desta Norma. Na concepção de uma instalação elétrica devem ser determinadas as seguintes características: a) utilização prevista e demanda; b) esquema de distribuição; c) alimentações disponíveis; d) necessidade de serviços de segurança e de fontes apropriadas; e) exigências quanto à divisão da instalação; f) influências externas às quais a instalação for submetida; g) riscos de incompatibilidade e de interferências; h) requisitos de manutenção. NBR Instalações elétricas de baixa tensão

6 Fevereiro / Proteção para garantir segurança Proteção contra choques elétricos Proteção contra efeitos térmicos Proteção contra sobrecorrentes Proteção contra sobretensões e perturbações eletromagnéticas Proteção contra quedas e faltas de tensão O princípio que fundamenta as medidas de proteção contra choques especificadas nesta Norma pode ser assim resumido: partes vivas perigosas não devem ser acessíveis; massas ou partes condutivas acessíveis não devem oferecer perigo, seja em condições normais, seja, em particular, em caso de alguma falha que as tornem acidentalmente vivas. NBR Instalações elétricas de baixa tensão

7 Fevereiro / Trata-se das medidas de seccionamento e comando não-automático, local ou à distância, destinadas a evitar ou eliminar perigos com as instalações elétricas ou com equipamentos e máquinas por elas alimentados. Seccionamento e comando NBR Instalações elétricas de baixa tensão Proteção para garantir segurança (Cont.)

8 Fevereiro / Seleção e instalação dos componentes Prescrições comuns a todos os componentes da instalação Seleção e instalação das linhas elétricas Os componentes devem ser selecionados e instalados de forma a satisfazer as prescrições enunciadas parte da norma. seleção e a instalação de linhas elétricas devem levar em conta os princípios fundamentais que sejam aplicáveis aos condutores, suas terminações e emendas, aos suportes e suspensões a eles associados e aos seus invólucros ou métodos de proteção contra influências externas. NBR Instalações elétricas de baixa tensão

9 Fevereiro / Dispositivos de proteção, seccionamento e comando Aterramento e eqüipotencialização As prescrições tratam da seleção e instalação dos dispositivos destinados a prover as funções de proteção, seccionamento e comando requeridas e especificadas e devem ser observadas em conjunto tanto com aquelas medidas quanto com as disposições de caráter geral relativas à seleção e instalação dos componentes da instalação elétrica. Toda edificação deve dispor de uma infra-estrutura de aterramento, denominada eletrodo de aterramento. NBR Instalações elétricas de baixa tensão Seleção e instalação dos componentes (Cont.)

10 Fevereiro / As prescrições aqui tratam especificamente de circuitos que alimentam motores em aplicações industriais e similares normais. Outros componentes Serviços de segurança Trata-se dos serviços de segurança, abrangendo prescrições relativas às fontes de segurança e aos circuitos e componentes elétricos dos serviços de segurança. NBR Instalações elétricas de baixa tensão Seleção e instalação dos componentes (Cont.)

11 Fevereiro / Verificação final Prescrições gerais Inspeção visual Qualquer instalação nova, ampliação ou reforma de instalação existente deve ser inspecionada e ensaiada, durante a execução e/ou quando concluída, antes de ser colocada em serviço pelo usuário, de forma a se verificar a conformidade com as prescrições desta Norma. A inspeção visual deve preceder os ensaios e ser efetuada normalmente com a instalação desenergizada. NBR Instalações elétricas de baixa tensão

12 Fevereiro / Os seguintes ensaios devem ser realizados, quando pertinentes, e, preferivelmente, na seqüência apresentada: a) continuidade dos condutores de proteção e das eqüipotencializações principal e suplementares; b) resistência de isolamento da instalação elétrica; c) resistência de isolamento das partes da instalação ou separação elétrica; d) seccionamento automático da alimentação; e) ensaio de tensão aplicada; f ) ensaios de funcionamento. Ensaios NBR Instalações elétricas de baixa tensão Verificação final (Cont.)

13 Fevereiro / Manutenção Periodicidade Qualificação do pessoal Verificações de rotina - Manutenção preventiva Manutenção corretiva A periodicidade da manutenção deve ser adequada a cada tipo de instalação. Verificações e intervenções nas instalações elétricas devem ser executadas somente por pessoas advertidas ou qualificadas. Sempre que possível, as verificações devem ser realizadas com a instalação desenergizada. Toda instalação ou parte que for considerada insegura deve ser imediatamente desenergizada, no todo ou na parte afetada, e somente deve ser recolocada em serviço após correção dos problemas detectados. NBR Instalações elétricas de baixa tensão

14 Fevereiro / Requisitos complementares para instalações ou locais específicos Locais contendo banheira ou chuveiro Piscinas Esta subseção contém prescrições complementares aplicáveis a locais contendo banheiras, piso-boxes, boxes e outros compartimentos para banho. Nesses locais o risco de choque elétrico aumenta, devido à redução da resistência do corpo humano e ao contato com o potencial da terra. As prescrições não se aplicam a cabinas de banho pré-fabricadas e cobertas por normas específicas. As prescrições complementares desta subseção são aplicáveis aos reservatórios de água de piscinas, incluindo os lava-pés, e às áreas adjacentes às piscinas. Nesses locais, o risco de choque elétrico aumenta, devido à redução da resistência elétrica do corpo humano e ao contato com o potencial de terra. NBR Instalações elétricas de baixa tensão

15 Fevereiro / Compartimentos condutivos Locais contendo aquecedores de sauna Locais de habitação Esta subseção contém prescrições complementares aplicáveis às instalações em compartimentos condutivos e à alimentação dos equipamentos no interior destes compartimentos. Esta subseção contém prescrições específicas aplicáveis a locais utilizados como habitação, fixa ou temporária, compreendendo as unidades residenciais como um todo e, no caso de hotéis, motéis, flats, apart-hotéis, casas de repouso, condomínios, alojamentos e similares, as acomodações destinadas aos hóspedes, aos internos e a servir de moradia a trabalhadores do estabelecimento. NBR Instalações elétricas de baixa tensão Requisitos complementares para instalações ou locais específicos (Cont.)

16 Fevereiro / Estabelece os requisitos e condições mínimas objetivando a implementação de medidas de controle e sistemas preventivos, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que, direta ou indiretamente, interajam em instalações elétricas e serviços com eletricidade. NR 10 – Objetivos e Aplicações Se aplica às fases de geração, transmissão, distribuição e consumo, incluindo as etapas de projeto, construção, montagem, operação, manutenção das instalações elétricas e quaisquer trabalhos realizados nas suas proximidades, observando-se as normas técnicas oficiais estabelecidas pelos órgãos competentes e, na ausência ou omissão destas, as normas internacionais cabíveis. Objetivo Aplicação

17 Fevereiro / NR 10 – Recomendações Medidas de controle Adotar medidas preventivas de controle do risco elétrico e de outros riscos adicionais; Medidas de proteção coletiva Prever e adotar medidas de proteção coletiva aplicáveis, mediante procedimentos, às atividades a serem desenvolvidas. Medidas de proteção individual Adotar equipamentos de proteção individual específicos e adequados às atividades desenvolvidas. Segurança em projetos É obrigatório que os projetos de instalações elétricas especifiquem dispositivos de segurança.

18 Fevereiro / NR 10 – Recomendações (Cont.) Segurança na construção, montagem, operação e manutenção As instalações elétricas devem ser construídas, montadas, operadas, reformadas, ampliadas, reparadas e inspecionadas de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores e dos usuários. Segurança em instalações elétricas desenergizadas Somente serão consideradas desenergizadas as instalações elétricas liberadas para trabalho. Segurança em instalações elétricas energizadas As intervenções podem ser realizadas por trabalhadores que atendam esta Norma. Trabalhos envolvendo alta tensão (AT) Os trabalhadores que intervenham em instalações elétricas energizadas com alta tensão, que exerçam suas atividades devem segui as orientações desta norma, controle de risco.

19 Fevereiro / Habilitação, qualificação, capacitação e autorização dos trabalhadores É considerado trabalhador qualificado aquele que comprovar conclusão de curso específico na área elétrica reconhecido pelo Sistema Oficial de Ensino. É considerado profissional legalmente habilitado o trabalhador previamente qualificado e com registro no competente conselho de classe. É considerado trabalhador capacitado aquele que atenda as especificações desta norma. Proteção contra incêndio e explosão As áreas onde houver instalações ou equipamentos elétricos devem ser dotadas de proteção contra incêndio e explosão, conforme dispõe a NR 23 – Proteção Contra Incêndios NR 10 – Recomendações (Cont.)

20 Fevereiro / Sinalização de segurança Nas instalações e serviços em eletricidade deve ser adotada sinalização adequada de segurança (NR-26 – Sinalização de Segurança) Procedimentos de trabalho Os serviços em instalações elétricas devem ser planejados e realizados em conformidade com procedimentos de trabalho específicos, padronizados, com descrição detalhada de cada tarefa, passo a passo, assinados por profissional compatível. Situação de emergência As ações de emergência que envolvam as instalações ou serviços com eletricidade devem constar do plano de emergência da empresa. Responsabilidades As responsabilidades quanto ao cumprimento desta NR são solidárias aos contratantes e contratados envolvidos. NR 10 – Recomendações (Cont.)

21 Fevereiro / da Apresentação FIM UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Colegiado de Engenharia Elétrica


Carregar ppt "Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado de Engenharia Elétrica Instalações Elétricas Juazeiro – Fevereiro 2011 AS PRINCIPAIS NORMAS TÉCNICAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google